sexta-feira, 23 de junho de 2017

Troca de cargos por aprovação do PL do Instituto Hospital de Base?

Deputado coloca sob suspeição, troca de cargos no GDF, por aprovação de PL do Instituto HBDF na CLDF


Mesmo em lua de mel fora do DF, Claudio Abrantes, questionou a “coincidência” de publicação de folha suplementar do Diário Oficial com nomeações de cargos comissionados durante a votação do Projeto de Lei

No dia da votação do Projeto de Lei (PL) 1.486/2017 (20/Jun), que institui o Hospital de Base do DF (IHBDF), um caso curioso chamou atenção. O GDF publicou um suplemento ao Diário Oficial (DODF) No. 116, com várias nomeações de cargos comissionados. A publicação foi publicada no momento em que ocorria as discussões para votação do PL na Câmara Legislativa do DF (CLDF).

O caso chamou atenção de servidores da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), mas também não passou despercebido por alguns parlamentares. Esse é o caso do distrital, Cláudio Abrantes (REDE).

Mesmo sem participar das votações por ter se licenciado em decorrência do casamento do parlamentar, em outro Estado, na rede social Facebook, o distrital publicou uma postagem em que reforça a teoria da possibilidade de prática nada republicana tanto por parte do governado do DF, o socialista, Rodrigo Rollemberg (PSB) quanto de membros da legislatura na CLDF.

“No mesmo dia, o governo publicou uma edição suplementar do Diário Oficial com várias nomeações de cargos comissionados.”, postou ao questionar: “Muita coincidência, não acham? Nomear os aprovados em concursos é a única coisa que o governo não faz. Governador, o povo não é bobo!”.

A velha forma de fazer política

Reprodução: Facebook
Ex-chefe da Casa Civil, o jornalista e marqueteiro político Hélio Doyle, por diversas vezes criticou a adesão de Rollemberg à “Velha forma de fazer política no DF”, do “toma lá da cá”. Política Distrital (PD) conversou com Doyle que foi enfático ao apontar a continuidade da prática.

“O Instituto não seria aprovado se não fosse o toma lá dá cá. Aí vão dizer que é o único jeito de governar, mas não é.”, afirmou Doyle.

PD aproveitou para questionar se Doyle acredita que o IHBDF pode ser solução viável para resolver o problema da Saúde do DF. O ex-chefe da Casa Civil afirmou não ter opinião definitiva sobre afirmou que o atual sistema está falido e também defendeu que tal experiência fosse realizada em unidade menor.

“Acho que o sistema de gestão atual está falido e é válido experimentarmos novas fórmulas, desde que preservados o controle público, a transparência e o pleno atendimento pelo SUS. Encaro como uma experiência-piloto, só acho que deveria ser feita em hospital menor. Não vejo como privatização nem terceirização.”, disse.

Doyle defendeu ainda que o IHBDF “poderia ser aprovado pela Câmara com mais debate público, inclusive com os sindicatos.”, disse ao lembrar que “O toma lá dá cá é a pior alternativa.”, concluiu.

GDF nega

PD questionou o GDF sobre possível prática de troca por parte do governo, de nomeações de comissionados por votos no PL 1.486/2017. Por meio da Assessoria de Comunicação o Executivo se limitou a informar, em relação à publicação de edição suplementar do DODF com nomeações de cargos comissionados que “As nomeações realizadas nos últimos dias relacionam-se a necessidade administrativa. Rotineiramente, ocorrem mudanças desse tipo.”.

Opinião

Se de um lado no DF, a prática parece continuar a ser moeda de troca em nome da governabilidade, o país assiste, desde 2009, com o episódio do mensalão, práticas sendo condenadas e levando muitos políticos à prisão.

Embora os casos relatados à época estão relacionados à pagamento de propina em troca de votos, a operação ‘Lava Jato’ deixou claro que tal na verdade se trata de um ‘modus operandi’, mas que essa relação promíscua por parte de políticos ainda pode colocar muita gente da classe política contra a parede, para não dizer, atrás das grades.

Fonte: Por Kleber Karpov - http://www.politicadistrital.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com