sexta-feira, 16 de junho de 2017

Rollemberg culpa sindicatos pela crise da saúde no DF. Veja vídeo


Governador esbravejou e acusou sindicalistas de agirem contra a população. Ele voltou a defender a criação do Instituto Hospital de Base

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) partiu para o confronto e atacou sindicatos ligados à área da saúde nesta sexta-feira (16/6). Durante evento em Ceilândia, o socialista esbravejou e culpou as entidades pela falta de médicos nos hospitais. Disse também que eles atuam contra a população e estão “nadando em dinheiro”.

“Se está faltando médico nos hospitais, veja quanto ganha o presidente do Sindicato dos Médicos (Gutemberg Fialho), sem trabalhar. Veja quanto é o salário dele. Na rede privada ele trabalha, mas na rede pública ele não trabalha. São essas pessoas que estão impedindo o governo de melhorar a saúde" (Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília)

No vídeo, Rollemberg critica a postura das entidades e as responsabiliza pela privatização da saúde no DF. “Elas não sobrevivem se a saúde estiver boa. Só sobrevivem no caos”, complementa.


Em outro trecho, o governador defendeu a mudança na gestão e a criação do Instituto Hospital de Base do Distrito Federal, fato que tem sido chamado de privatização pelos sindicalistas.

MAIS SOBRE O ASSUNTO


O desabafo do governador ocorreu na manhã desta sexta (16), durante a entrega de escrituras aos moradores do Sol Nascente e da QNR 356, ambos em Ceilândia. O Metrópoles procurou o SindMédico e o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Brasília (SindSaúde) para comentar as acusações de Rollemberg.

Gutemberg Fialho, presidente do SindMédico, está fora de Brasília e informou que só falará sobre o assunto quando retornar de viagem. Já a presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues, aproveitou a ocasião para criticar Rollemberg. Para ela, o governador “está sendo pressionado pelos seus apoiadores e financiadores de campanha”. “Não adianta achar artifícios para pagar a conta de campanha e empregar cabos eleitorais”, disse.

Em fevereiro deste ano, o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) divulgou o resultado de um levantamento feito em conjunto com seis conselhos profissionais de saúde em hospitais da capital federal.

Fonte: Metropoles.com (Leia mais AQUI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com