quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Criminalidade em alta. População está amedrontada

A onda de violência que está tomando conta das ruas da capital tem deixado a população em polvorosa

Os furtos e assaltos estão na liderança dos crimes praticados por bandidos. Os crimes contra o patrimônio foram os que mais cresceram ano passado em relação à 2015. Segundo dados publicados pelo Portal Metrópoles, os roubos a residência subiram 37,2%. Mais de 820 casas e apartamentos foram alvos dos assaltantes, praticamente dois crimes por dia.

Em seguida vem os furtos e roubos a veículos. Esse tipo de crime se acentuou pela modalidade adotada pelos bandidos de utilizarem os veículos produtos de furto ou roubo para a prática de novos crimes, abandonando-os ou incendiando-os depois. Em 2016 foram 11.850 furtos em veículos.


Impunidade

A impunidade é um dos fatores que contribuem para o aumento desses tipos de crimes e da própria criminalidade. Crimes dessa natureza são solucionados pela Polícia Militar praticamente a cada 4 horas e os marginais são presos, apresentados à justiça e em questão de horas estão novamente nas ruas cometendo os mesmos crimes.

Conversamos com o professor da Universidade Católica de Brasília, ex-policial militar e especialista em segurança pública, Nelson Gonçalves de Souza, que disse que na cabeça do marginal está valendo a pena cometer este tipo de crime. A falta de uma resposta satisfatória à sociedade pela justiça acaba favorecendo os criminosos. Como os crimes de grande potencial como homicídios e latrocínios (roubo seguido de morte) é dada uma atenção maior, a própria sociedade não se preocupam em efetuar os registros de ocorrências por não acreditarem na eficiência do Estado em respondê-los. 

Secretaria de Segurança explica os números

A secretaria de segurança afirmou que fez um levantamento das regiões que apresentaram os maiores índices desses crimes de roubos e furtos e intensificou o policiamento nesses locais. Cidades como Planaltina, Brasília, Santa Maria, São Sebastião, Samambaia, Taguatinga e Ceilândia, além da Estrutural, atingiram um índice superior a 65% dos roubos e furtos, principalmente a pedestres. 

Além da secretaria de segurança, outros órgãos se movimentaram com o objetivo de dificultar as ações criminais, como a CEB que iluminou vários locais ermos que facilitavam a prática dos crimes e com isso tentar levar à população a sensação de segurança. 

Associação comercial do DF culpa Rollemberg pela violência

Segundo o presidente da Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), Cléber Pires, a má gestão do governo Rollemberg tem sido um dos pilares da violência desenfreada que assolou sobre Brasília. Ano passado os comerciantes reunidos chegaram ao ponto de buscarem uma alternativa jurídica para obrigar o governo e a Secretaria de Segurança a investirem na segurança dos comércios, que só nos últimos 16 meses já tiveram centenas de empresas fechadas.

“Não aguentamos mais ser vítimas de tantos assaltos e violência contra o setor produtivo e não temos alternativa que não seja, por meio de uma medida judicial, obrigar o Estado a nos resguardar com o direito de termos segurança destinada a funcionamento do comercio”, disse Cléber Pires.

Crime violento no Gama

Professora Raquel deixa dois filhos pequenos
O assassinato brutal da professora Raquel Costa Miranda, 41 anos, no Gama, quando saía de um Posto de Saúde onde tinha ido marcar uma consulta para sua filha de 5 anos, causou comoção na cidade. Um único tiro que entrou pelo ombro esquerdo, atingiu o coração e saiu pelas costas do lado direito foi o responsável por ceifar a vida da professora, segundo o médico do Posto que a atendeu antes da chegada dos bombeiros.

Segundo testemunhas que presenciaram o latrocínio, a professora saía do Posto de Saúde nº 5, localizado no Setor Central do Gama, quando percebeu um criminoso tentando furtar seu veículo, um Fiat Uno. Ao dar o alrme, o marginal abordou a vítima, disparou sua arma e pegou a chave do carro fugindo em direção ignorada.

Agora à noite a 14ª DP informou que o assassino já está identificado, porém seu nome não foi divulgado para não atrapalhar as investigações. Sabe-se que o suspeito é negro, com cerca de 1,75m e já é bastante conhecido pelas polícias de Brasília e do Goiás. O veículo foi localizado em chamas num condomínio em Novo Gama, cidade do entorno.

Da redação,

Por Poliglota...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com