terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Boca fechada não entra mosquito!

Dois áudios divulgados nas redes sociais que se suspeita ser de um coronel da ativa da Polícia Militar do DF deixou muitos dos integrantes da caserna em polvorosa (Ouça abaixo).

Segundo alguns policiais que fizeram contato com o blog, os áudios foram completamente inoportunos e de tamanha infelicidade, principalmente num momento delicado porque passam as corporações militares do DF e do Brasil.

Como diz o velho ditado, "boca fechada não entra mosquito", e esse era o momento de mantê-la bem fechadinha.



Nas suas colocações, desestimula a categoria em relação às articulações que os representantes no parlamento ligados à segurança pública de todo país estão fazendo para que os malefícios da reforma previdenciária atinjam o mínimo possível os militares estaduais e do Distrito Federal.

Nas “previsões” do militar, o governo tenta “costurar” uma saída pela tangente para poder resolver seus problemas jogando as polícias militares na mesma vala comum das Forças Armadas. Afirma que nas Forças Armadas o tempo de serviço é de 35 anos, aumentando para 38 anos.

No áudio, o suposto coronel incentiva os integrantes da categoria que tem tempo a pedirem a reserva remunerada (aposentadoria) tendo em vista as mudanças que estão sendo cogitadas na previdência dos militares, fazendo ilações completamente desconhecidas já que não detém sequer um mandato eletivo.

No momento em que a tropa começa a se estabilizar e se acalmar com as conquistas alcançadas e acompanhando atentamente o desenrolar no Congresso das medidas referentes à previdência dos militares, o áudio veio como uma bomba desestabilizadora.

O blog, após receber os áudios e inúmeros telefonemas, e-mails e mensagens dos integrantes da corporação preocupados com as gravações, imediatamente entrou em contato com o Deputado Federal Alberto Fraga (DEM-DF), militar da PMDF no Congresso, para que se pronunciasse. O texto do projeto ainda nem foi definido, estando ainda nas Comissões de praxe da Câmara dos Deputados e só devem começar a ser debatido após o recesso parlamentar que termina em fevereiro. O esclarecimento veio em áudio do deputado Fraga, o qual reproduzimos abaixo.



Na avaliação de muitos que nos ligaram, nesse momento delicado e de expectativas o que menos nos interessa são essas tentativas de desestabilização e terrorismo por quem quer que seja, principalmente se ela partir de quem deveria ser o primeiro a tranquilizar a categoria e ombrear com ela nessa luta tão desigual.

Da redação,

Por Poliglota...

10 comentários:

  1. conheço essa voz e vejo por outro lado as opiniões de todos os policias se não for a maioria pensa do mesmo jeito,tendo em vista a a insegurança do governo em relação a expectativa a essa medida em relação aos policiais militares e bombeiros do distrito federal .os ventos sobram forte e não sera um deputado ou alguns que conseguiram segurar a corda quando o barco começar a afundar por isso e momento de cautela e quem ja estiver em condições D o ideal e pedir permissão e dar meia volta volver e romper marcha porque se ficar vai perder principalmente os praças.

    ResponderExcluir
  2. O coronel está correto, nesse momento ele é o único que tem coragem de conversar com a tropa, principalmente com as praças. Nós sabemos que do governo podemos esperar tudo, então quem tem tempo (direito) para pedir RR, que peça o mais rápido possível. Lembrem-se de 2001? Perdemos vários direitos em única tacada, no caso uma Medida Provisória.

    ResponderExcluir
  3. Quem tem direito e tempo para ir embora, que vá e leve o que ainda tem direito pois o futuro é sombrio para nós da Segurança Pública, mexer nos milhões que os políticos recebem por ano, nas aposentadorias especiais que a grande maioria detém, inclusive o Presidente da Republica, não vimos nenhuma articulação mas pra ferrar com a vida dos trabalhadores que falam a vida inteira pra ter direito à uma aposentadoria que o deixe ao menos morrer com dignidade, isso não pensam duas vezws

    ResponderExcluir
  4. Ele está certo, aonde está a mentira no que ele está falando?Alguem acha q meia dúzia deputados federais vai fazer frente contra 500,o governo tem maioria tanto no Senado como na câmara,eles vão aprovar o que quiser e vai piorar para todo mundo,acho que o pessoal q tem tempo serviço deveria ir logo enquanto da tempo.Mas se o pessoal quiser arriscar e confiar em meia dúzia de deputados e achar que eles vão conseguir barrar a votação no plenário de uma
    Câmara,boa sorte.salve-se quem puder e acreditem em quem quiser.Nao se esqueçam que uma andorinha só não faz verão

    ResponderExcluir
  5. Acho que o deputado fraga só se esqueceu de uma coisa,vai piorar a situação,agora não sabe o quanto vai piorar,mas a certeza é essa no qual vai piorar,se quiser pagar pra ver, pode esperar, talvez tenha sorte,mas pode ter certeza que o deputado não tem força política contra um governo.nao é questao de especulação é realidade econômica.

    ResponderExcluir
  6. Quem tem seu tempo pela RR...os ventos são fortes e o mar revolto...galera naum percam a chance de receber essa verba, quitar o imóvel, investir, se livrar do BRB, enfim, não paguem pra ver...boa sorte para quem fica...Deus nos proteja de todo o mal.

    ResponderExcluir
  7. Poliglota,vendo como vc é imparcial e honesto no seu trabalho como jornalista e preza pela lei e acima de tudo assegura o direito constitucional, no qual todos terão direito de resposta, gostaria de pedir para o senhor postar o outro áudio do coronel, fazendo jus o direito de resposta e primando com a imparcialidade, com relação a resposta dada ao deputado Fraga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre amigo anônimo,

      Agradeço sua percepção e reconhecimento a nosso trabalho. Isso nos cobra mais responsabilidades e respeito ao nosso público.

      No entanto, você deve ter percebido que por uma questão ética preservei a identificação do autor, mesmo suspeitando da sua voz.

      Desde o dia 11 novembro de 2015 a nova Lei do direito de resposta está valendo. Além de ser um direito constitucional previsto no Art 5º, Inciso V, "É assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo...”, porém desde que o ofendido, caso tenha havido a ofensa, o requeira nos termos estabelecidos. Na nossa visão isso não aconteceu.

      Mesmo assim, estamos abertos para recebermos a solicitação do coronel, desde que seguindo os protocolos, com sua pretensão e identificação, o qual avaliaremos e publicaremos com todo prazer. Nosso espaço é e continuará sendo o mais democrático possível.

      Grande abraço,

      Poliglota...

      Excluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com