quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Polícia ou bandidos? Eis a questão!


Ontem (21), o blog do Poliglota publicou uma matéria sob o título “Governador cria comitê Petista para proteger vândalos” o que gerou insatisfação à Secretaria de Segurança e Paz Social, ao ponto da mesma solicitar um pedido de esclarecimento acerca do exposto na matéria.

Como somos um espaço democrático, íntegro e respeitado pelos milhões de leitores que nos prestigiam com seus acessos a nível nacional, recebemos a nota e a publicamos (Leia Aqui).

Apesar da negativa da Secretaria na Nota de Esclarecimento de que o Comitê (denominado por eles de “Comitê de Pacificação”) não tinha ligações parlamentares de e com a esquerda, coincidentemente, as redes sociais começaram a divulgar um vídeo produzido pelo Partido dos Trabalhadores (PT) que confirmava a reunião de “parlamentares do PT e membros de movimentos sociais (MST)” com o governador e o comando da segurança pública, criticando a recorrente violência da Polícia Militar e uso abusivo da força em manifestações políticas de esquerda, nitidamente direcionado a formar opinião negativa acerca do trabalho da Polícia.



Mas parece que o tiro acabou saindo pela culatra, pois tanto na corporação como perante a sociedade o vídeo causou um sentimento de revolta e injustiça, além de uma suspeita, pois não foi observado a presença de parlamentares de direita, e que residem no DF, que foram ferrenhos defensores das ações policiais, como Izalci Lucas (PSDB-DF), Alberto Fraga (DEM-DF), Laerte Bessa (PR-DF) e o Senador Hélio José (PMDB-DF), ao contrário dos parlamentares de esquerda Erika Kokay (PT-DF), Carlos Zaranttini (PT-SP) e Zé Geraldo (PT-PA) que participaram da reunião tentando defender as ações criminosas dos vândalos travestidos de manifestantes.

Tão logo a secretaria tomou conhecimento, um suposto áudio da Secretária de Segurança Márcia Alencar também começou a circular nas redes sociais, onde a mesma dizia estar totalmente indignada com a manifestação oficial através do vídeo disponibilizado no site do PT. No áudio, ao contrário do pregado pelo partido dos Trabalhadores, a secretária valoriza o trabalho policial e critica a ação de vandalismo, inclusive afirmando que solicitara ao comandante da PMDF, coronel Nunes, o agraciamento aos policiais militares feridos com a comenda de “Cruz de Sangue” (condecoração que reconhece publicamente os verdadeiros heróis que, por seu desprendimento, coragem e principalmente a voluntariedade na assunção de risco, tenham sofrido ferimentos que ensejaram inatividade temporária ou definitiva no desempenho da função policial ou em razão dela, para a defesa da comunidade e patrimônio públicos).


O texto abaixo, divulgado nas redes sociais e creditado sua autoria ao General Paulo Chagas, traduz a realidade do que pensa a população do Brasil e, em especial, a de Brasília. Leia o texto:

QUEM ANDA COM VÂNDALO, VÂNDALO É!

“Em todas as manifestações dessa gente há atuação prioritária de vândalos.
Já disse e repito o ditado popular: "Dize-me com quem andas e te direi quem és".

Quem anda com vândalo, vândalo é. Quem anda com bandido, bandido é. Simples assim.

Todos esses hipócritas são bandidos em busca de liberdade para fazer baderna na via pública e depredações do patrimônio público e privado com o objetivo de intimidar a sociedade ordeira e manter o status da degradação física e moral produzida pela esquerda no Brasil.

Cadeia e repressão para todos, em particular para esses que usam seus cargos para defender a baderna.

A Polícia tem que ter a missão como farol e aplicar a violência legal em proporção intimidadora. Todos sabem o que é certo e o que é errado. Quem se propõe a protestar deve conhecer os limites da liberdade para fazê-lo, bem como as consequências da ultrapassagem desses limites. Não pode haver leniência, diálogo ou negociação de procedimentos com essa gente.

O Comando da PMDF tem que ser intransigente e inflexível na defesa da sua força e da sua exclusiva competência para lidar com esse tipo de ocorrências. Não será nenhuma deputada ou dirigente sindical de segunda categoria que irá ensinar à PM o seu ofício.

Não aceito a possibilidade de o Cmt Geral admitir ser "ensinado" em seu ofício por um bando de baderneiros travestidos de manifestantes e de defensores da democracia.

Politicamente correto é ser SEMPRE mais violento que os violentos.

Estive em várias manifestações, levei minha família, aí incluídos os meus netos, e nunca vi a presença policial como uma ameaça à minha liberdade de protestar, mas, pelo contrário, uma garantia de segurança pessoal e do meu direito.

Só os cafajestes e os bandidos têm medo da Polícia!

General Paulo Chagas.”

Da redação,


Por Poliglota...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com