terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Governo decide reforçar policiamento nas ruas e a central 190

Pressionados por nova onda de crimes, especialmente em áreas nobres do DF, governador Rollemberg e secretária de Segurança anunciam pacote que tenta ampliar ação preventiva

Depois de um início de ano marcado por casos de violência em vários pontos do Distrito Federal, inclusive no último fim de semana, chegou o momento de o governo colocar o assunto em pauta.  De imediato, o GDF determinou que o policiamento na capital será reforçado com cerca de 600 militares nas ruas, e a Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade) da PM, que atende à população pelo 190, deverá ser aprimorada. 

O governador Rodrigo Rollemberg, em reunião fechada com a cúpula da segurança pública local, debateu o problema. O encontro, que, segundo o assessor de Gestão Estratégica e Projetos da Secretaria de Segurança Pública, Haroldo Areal, estava previsto para acontecer independentemente das ocorrências do fim de semana, veio a calhar com o cenário. Ontem mesmo, uma mulher foi sequestrada por dois adolescentes, sendo um armado, em plena luz do dia, no Gama. 

O crime aconteceu na Quadra 1 do Setor Sul. Os suspeitos roubaram o carro da vítima e a abandonaram na BR-040, próximo à Marinha.  Pouco tempo depois, a dupla foi apreendida, e o caso registrado na 20ª Delegacia de Polícia (Gama). Na semana passada, a violência esteve duas vezes estampada na capa do JBr., uma delas  após assaltos a famílias dos lagos Sul e Norte. 

De acordo com Areal, a ideia inicial era tratar da reestruturação da Ciade e, consequentemente, ajustar o atendimento de emergência às vítimas de crimes. "Mas não teve jeito: os casos mais recentes também entraram na discussão", afirmou o assessor. 

A reunião contou ainda com a presença da secretária de Segurança, Márcia de Alencar; do comandante-geral da PM, coronel Marcos Antônio Nunes; do diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba; e de representantes do Corpo de Bombeiros e do Departamento de Trânsito (Detran).

Realocação

Segundo Areal, ficou definido que, ainda esta semana, será criado um comitê executivo, cuja responsável será a Subsecretaria de Integração de Operações de Segurança (Siosp). 
"Na prática, vamos deslocar policiais que trabalham na parte administrativa da secretaria para a Ciade. O número, ainda preliminar, é de 23 militares. Estamos focados em melhorar o atendimento do 190", ressaltou o assessor. 

Crimes recentes assustam os brasilienses

Na madrugada de sábado, dois criminosos armados abordaram um morador que chegava pela garagem do Bloco K da 203 Sul. No apartamento, eles amarraram o rapaz, os pais e o porteiro. A dupla roubou objetos, dois carros e fugiu com a mulher para fazer saques em caixas eletrônicos. Ela foi deixada em Valparaíso (GO). A polícia não localizou os criminosos. 

No domingo à tarde, duas mulheres tiveram o carro roubado ao lado do shopping Pier 21. Segundo a PM, elas foram abordadas por dois homens armados enquanto desciam para o estacionamento. Uma hora depois, o veículo foi localizado no Bloco P da 402 Sul.

Na tarde do mesmo dia, uma família, com uma criança, foi presa em um matagal após roubar um carro na Quadra 8 do Setor Norte de Brazlândia. 

Em Águas Claras, na segunda- feira da semana passada, uma mulher levou um tiro no peito enquanto passeava com o cachorro na Rua 4 Norte. Segundo a PM, o suspeito anunciou o assalto, mas se assustou com o ataque do cão e atirou. A mulher não se feriu gravemente. Os criminosos estão foragidos. 

No Lago Norte, um homem esfaqueou um menino de 12 anos, na madrugada do dia 6, após roubar a casa na QL 15. A família dormia quando o assaltante entrou, roubou objetos e atacou a criança. O menino passa bem. Não há informações sobre os suspeitos.

No mesmo dia, quatro homens mantiveram três pessoas reféns em um assalto a residência na QL 12 do Lago Sul, na Península dos Ministros. Enquanto os assaltantes recolhiam objetos, as vítimas ficaram trancadas no escritório. Os suspeitos fugiram. Não há informações sobre o paradeiro dos ladrões.

Unificação de dados

De acordo com o assessor de Gestão Estratégica e Projetos da Secretaria de Segurança Pública, Haroldo Areal, o sistema da Ciade está ultrapassado e também vai passar por mudanças.
"Vamos melhorar a plataforma e apostar no compartilhamento de dados. A ideia é que consigamos ter uma base de dados unificada, ou seja, que as informações de cada chamado sejam atualizadas e fiquem disponíveis a todos os que estiverem envolvidos com aquela ocorrência. Vale lembrar que isso é algo gradativo", completou. 

Mandados

Areal destacou o esforço que a Polícia Civil se propôs a fazer para aumentar o cumprimento dos mandados de prisão. "Uma operação nesse sentido deve acontecer nos próximos dias", concluiu. 

“Dados otimistas”

Rodrigo Rollemberg (ao centro) avaliou o encontro como positivo: "Estamos analisando as medidas propostas pela Secretaria de Segurança. Já temos dados otimistas, como a redução de 17 homicídios neste ano, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Além disso, estamos intensificando o policiamento, e o comandante da PM está trocando o expediente administrativo alguns dias da semana e colocando todo o efetivo nas ruas. Quanto ao serviço do 190, vamos garantir maior agilidade para a população. Teremos mais possibilidades de socorrer as vítimas e prender os criminosos".

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

12 comentários:

  1. O QUE ESSE GOVERNO TEM QUE FAZER E COMPRI A PALAVRA E PROMESAS , HOMEM SEM PALAVRA E UM O SACO DE BATATA , GOVERNO SEM PALAVRA NAO MERECER RESPEITO DA PMDF. NAO ADIANTA PAGAR A REDE GLOBO PARA LEVANTAR A MORAL DE GOVERNO SEM NOÇAO A POPULAÇÃO ESTA DE OLHO JA HA UMA GRITOS NAS RUAS FORA EMRROLABERG SIMPLES ASSIM.

    ResponderExcluir
  2. Só embuste. O que vai fazer diminuir a criminalidade é a reposição das perdas salariais dos Praças, no qual retornarão com toda motivação para trabalhar. O resto é lorota pra boi dormir. Que ojeriza que tenho destes "gestores" que só tem teorias mirabolantes. O que diminui criminalidade é o policial trabalhando motivado e sabendo que tem o respaldo de seus líderes. Quero mais é ir embora. Enquanto a briosa for tratada como instituição de "programa de auditório" a sociedade pagará um preço alto, até mesmo tendo suas vidas ceifadas. Até parece que efetivo do expediente administrativo é a solução para o problema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, eu sou do expediente e a tartaruga, junto com o bicho preguiça mandaram me dizer que eu estou muito mole para pertencer ao clã deles. Disseram que pareço uma lesma gorda e com artrose.

      Excluir
  3. EU NÃO SEI QUAL É O PROBLEMA DO GOVERNADOR EM NÃO ENTENDER A CRIMINALIDADE DE BRASÍLIA.É SIMPLES: CUMPRA SUAS PROMESSAS DANDO UM PLANO DE CARREIRA AOS POLICIAIS, DÊ A OPORTUNIDADE DE BENEFÍCIOS IGUAIS ENTRE PRAÇAS E OFICIAIS E VALORIZE SEUS POLICIAIS.SE FIZER ISSO A CRIMINALIDADE DESPENCA

    ResponderExcluir
  4. Ninguém entende, quem manda na rua é o praça.

    ResponderExcluir
  5. tartaruga silenciosa essa e a pior que existe daqui uns dias os jornais começam a falar dela e so questao de tempo

    ResponderExcluir
  6. Tenho uma solução Governador. Coloque os mais de 1200 OFICIAIS para reforçarem o patrulhamento nas ruas, do Tenente ao Coronel. Tem culhão governador? ou tem medo de oficial? Para a sociedade pouco importa quem está nas ruas combatendo o crime, se soldado ou coronel, a farda é a mesma. E ai governador? ou só sabe falar grosso com praça da PMDF?

    ResponderExcluir
  7. Entra governo sai governo e nenhum deles aprende! Valorizem o policial e verão os resultados na rua!

    ResponderExcluir
  8. SEM VALORIZAR OS PRAÇAS COM UM AUMENTO DE SALARIO, PROMOÇÃO , PLANO DE SAUDE, VIATURAS NOVAS E OUTROS EQUIPAMENTOS . SENDO ASSIM EM 2018 NÃO VAI GANHAR NEM PARA SÍNDICO. E A VIOLENCIA VAI ESTOURAR NO DF.

    ASS: PRAÇA DESMOTIVADO

    ResponderExcluir
  9. Enquanto tiver otário subindo em telhado e pegando ocorrencia na folga nao conseguiremos nada

    ResponderExcluir
  10. EU AINDA COMPLEMENTO, ENQUANTO AINDA TIVER BOMBEIRO E POLICIAL FAZENDO CURSOS, QUE SEQUER NÃO AUMENTA R$1,00 EM SEUS CONTRACHEQUES, OS OFICIAIS E GOVERNO BATERÃO PALMAS!!!!!

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com