quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Nota ofensiva do JBr causa revolta e indignação dentro da PMDF


Uma nota publicada na coluna OPINIÃO do Jornal de Brasília de hoje (14), causou revolta e indignação em toda corporação.

Um cidadão de nome Rafael acusou filhos de policiais militares de praticarem diversos crimes com o apoio de seus pais e o corporativismo da instituição. Dentre os crimes citados estão crimes contra o patrimônio, tráfico e homicídios.

A repercussão foi imediata, até mesmo de um parlamentar federal que não é policial militar, como o deputado Laerte Bessa. Vejam abaixo as notas de repúdio:

Senhor pseudo RAFAEL, em primeiro lugar gostaria de saber qual o amparo científico em que se baseiam suas afirmações? Isso porque suposições também posso fazer, como por exemplo:

1-Suponho que o senhor seja um marginal que já tenha sido preso várias vezes pela Polícia Militar; 

2-Suponho que o senhor seja filho de algum policial Militar que se virou para o mundo do crime apesar de ver seu pai arriscar a vida diariamente e tê-lo expulso de casa;

3-Suponho que o senhor seja militante político de algum partido desses de esquerda caviar que tenta desmoralizar a única linha de defesa entre a sociedade e o mal instalado no país;

4-Suponho ainda que o senhor estivesse em alguma Ilha deserta para nao olhar que o grande mal que aflige o país é a corrupção instalada nos mais altos cargos de nossa nação, a qual aumenta a criminalidade, acaba com a educação e a saúde pública e desvia bilhões de dólares para países governados por ditadores ou contas particulares no exterior;

5-Por fim, suponho que o senhor não saiba que em média 500 policiais militares são mortos no Brasil defendendo pessoas que nem conhecem, algumas inclusive com o mau caratismo e índole tão ruim como a sua.

Findo minha resposta ao escárnio que apresentou-se num jornaleco de quinta categoria, que deveria ter responsabilidade no que escreve, pois nota-se que o senhor nada sabe sobre nossas famílias, traduzindo suas informações num mero retrato do que seja a vossa família.

Como disse Lênin: "Acuse-os de fazer justamente aquilo que você faz".

Jorge Martins (Ten Poliglota), Jornalista e Policial Militar com muito orgulho

Mais desabafos e repúdios

** “Acostumado a ver diariamente o trabalho policial sendo criticado e achincalhado pela imprensa, esta foi a primeira vez que vi o preconceito atingir também os nossos filhos. É uma vergonha a nota que o Jornal de Brasília publicou. Como um jornal de renome publica uma nota ofensiva desse cidadão que tenta atingir a Polícia Militar, seus servidores e principalmente a família policial militar. Fazemos parte da solução e contribuímos para a melhoria da nossa capital e do país. A Polícia Militar respeita os direitos humanos e somos reconhecidos como uma das melhores e mais bem preparadas instituições policiais do país. Respeite-nos, senhor Rafael, respeite-nos Jornal de Brasília”.   Alexandre da Silva Rodrigues - Tenente-coronel da PMDF.

** O deputado federal Laerte Bessa (PR/DF) repudia os ataques feitos à Polícia Militar por um leitor, na edição desta quarta-feira (14), no Jornal de Brasília. Na sessão de comentários do veículo, o rapaz ataca a reputação da corporação e de seus policiais com acusações vagas, preconceituosas e tendo como base uma matéria que cita um policial que vai à julgamento.
Com mais de 30 anos dedicados ao trabalho policial e muitas vezes em parceria com a PM, Bessa lamenta a publicação de um comentário absurdo com acusações infundadas, inclusive a filhos de policiais. Esse ataque não é dirigido somente à instituição, mas principalmente aos valorosos policiais militares que, mesmo com baixos salários e sem condições digna de trabalho, arriscam a própria vida em defesa da sociedade brasiliense.
A Polícia Militar do DF é uma instituição séria, qualificada e com o trabalho reconhecido em todo o País. E uma análise descabida como essa nada tem a acrescentar em um jornal de grande circulação da capital do Brasil.
Assessoria de Imprensa – Dep. Federal Laerte Bessa - Fone: (61) 3215 5340

** As acusações são muito fortes e levianas. Levianas, sim, por que na opinião do leitor a corporação é composta só de bandidos, o que não é verdade.
A Polícia Militar do Distrito Federal tem em seus quadros homens e mulheres com terceiro grau e que sabem perfeitamente de suas obrigações constitucionais para com Estado.
É lamentável, que um órgão de informação do porte do Jornal de Brasília caia no ridículo de abrir espaço para que um sujeito desqualificado e sem provas contundentes do que fala, venha a denegrir a imagem de uma corporação bicentenária e que presta relevantes serviços ao povo e ao país.
Não pega bem, que um elemento com fortes traços de loucura, bipolaridade e com sérios transtornos psiquiátricos use de um espaço tão precioso para desonrar a imagem de homens e mulheres que saem de casa com a difícil missão de proteger à sociedade sem saber o que encontrarão pela frente no dia a dia de trabalho.
Portanto, determinei ao departamento jurídico da ASPRA para que entre com as medidas judiciais cabíveis, para que o senhor Rafael prove na Justiça as graves denúncias que faz sobre os PMs do DF.
Sargento Sansão - Vice-presidente da ASPRA - Fone: 9272 5470

** Em nome de todos os policiais militares, homens e mulheres de bem, pais de família, que compõem a Polícia Militar do Distrito Federal, tornamos público o nosso repúdio ao comentário publicado no Jornal de Brasília, na data de hoje (14).
O Jornal de Brasília cedeu espaço para que fosse publicado um comentário limitado, descabido e preconceituoso atribuindo aos filhos de policiais militares a prática de crimes como tráfico, homicídio e crimes contra o patrimônio, apoiados pelos pais, policiais militares, e pelo corporativismo.
Um jornal de tamanha importância em nossa capital federal jamais deveria publicar em seu caderno um comentário que denigre uma instituição tão importante para a preservação da ordem pública e de combate à criminalidade. Pelo contrário, deveria enaltecer o trabalho dos nossos 15 mil policiais militares que arriscam as suas vidas, dia e noite, na defesa da sociedade. Ser policial militar é ser um herói!
A PMDF é considerada uma das melhores polícias do Brasil, com um dos menores índices de mortalidade. Somos policiais honrados, treinados e agimos conforme estabelece a Constituição Federal e as leis existentes no nosso país. Protegendo o Estado e também o cidadão.
Temos a certeza de que este comentário mentiroso não influencia e tão pouco representa o pensamento da população do Distrito Federal. Os filhos dos nossos policiais militares não são diferentes dos filhos dos profissionais de outras categorias. Não há nada que comprove uma afirmação tão infame. Todos estão sujeitos às venturas e aos infortúnios da vida, afinal, todos nós somos parte da sociedade.
Diante da difamação ofensiva à conduta dos policiais militares do Distrito Federal, informamos que a PMDF tomará as medidas judiciais cabíveis.
Centro de Comunicação Social da PMDF - Assessoria de Imprensa - +55 61 3910-1342/1343


Da redação, por Poliglota...

23 comentários:

  1. TODOS POLICIA QUE DE SANGUE NA VEIA TEM ENTRA NA JUSTIÇA CONTRA ESTE SENHOR E ESTE JORNAL VAGABUNDO , JORNAL DE QUINTA CATEGORIA QUE NAO SERVE NEM PARA LIMPAR BUNDA. SE NAO FOSSE O GOVERNO LOCAL ESTE JORNAL SEM VERGONHA JA TINHA FECHADO AS PORTAS.

    ResponderExcluir
  2. Esse cidadão Rafael foi infeliz nas suas palavras. Graças a deus tenho três filhos bem encaminhados na vida, o mais velho se formou na católica agora em agosto e trabalha em uma agencia bancaria, o do meio esta se formando em janeiro também trabalha, e o mais novo com 11 anos esta na sexta serie. Preste atenção no que você fala cidadão. Graças a Deus todos bem criados.

    ResponderExcluir
  3. temos que dar resposta imediata juridicamente a este senhor e esse jornal tem que fornecer dados para que nos policiais militares possamos saber os desdobramento deste caso em tela estamos sendo deturpado e desmoralizado publicamente por qualquer um que queira falar da policia militar e seus membros e sua familia , esta na hora de reagimos.

    ResponderExcluir
  4. PODE DEIXAR SEMPRE TEM ALGUEM DAQUELE JORNALZINHO BORREA PEDINDO AJUDA ALI NO SIG, UM DIA DA CAÇA E OUTRO DO CAÇADOR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É companheiro, eles não sabem que quem vela pelo sono da sociedade somos nós.Que este jornal foi longe demais. Devemos processá-lo. Chega de perseguição contra os anjos da guarda da sociedade.

      Excluir
    2. Com 27 anos de polícia, ainda em combate nas ruas de ceilândia e do sol nascente, não esperava este comportamento absurdo deste jornal. No meu serviço passado, prendi um covarde que agredia sua esposa que estava com uma criancinha nos braços. A pobre mulher quase morreu estrangulada por um sujeito covarde que se diz homem. Como vocês podem ver, continuo defendendo a sociedade de Brasília. Sempre falo para os meus filhos: "tudo que você fizer, faça bem feito!' Uma filha minha faz psicologia e quer ser a melhor psicóloga, repudia a cola nas provas. Porque herdou o caráter da nossa família. Outra filha, Foi contratada por uma grande empresa que presta serviços para o governos e em vários estados brasileiros, inclusive alguns países, na área tecnológica e informática. Foi contratada, ainda estagiária, como analista de testes. Procuro passar as mais nobres qualidades aos meus filhos, vizinhos e amigos! NÃO ACEITO ESTA ATITUDE DESTE JORNAL! NÓS POLICIAIS BRASILEIROS, SOMOS TIDOS COMO HERÓIS POR POLICIAIS DO MUNDO! DIZEM ELES: QUE AQUI AGIMOS COMO VERDADEIROS HERÓIS, PORQUE NÃO TEMOS APOIO DE NINGUÉM PARA DEFENDER A SOCIEDADE! DOIS EXEMPLOS:TODO MUNDO DEVE TER PRESENCIADO O GRANDE RESPEITO QUE A NAÇÃO AMERICANA PRESTOU O COLEGA DA POLÍCIA CIVIL, INCLUSIVE COM A PRESENÇA NOS FUNERAIS DO EMBAIXADOR DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA. IMAGINA TER QUE DEFENDER A SOCIEDADE SEM PLANO DE SAÚDE.PRECISAM DE MAIS EXEMPLOS.Garanto que se todos policiais contassem aqui uma historia de amor ao próximo e sua proteção, encantaríamos a nossa sociedade. daria para escrever livros.Espero que tenhamos amparo da nossa corporação para ajuizarmos ações.

      Excluir
  5. Esse corno deve ser um daqueles vagabundos que levou tapa na cara de algum PM por estar usando droga na rua, e agora quer denegrir a imagem da instituição. Com certeza motivado pelo fato de ser mais um frustrado que não teve competência pra entrar na POLÍCIA.

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente o Jornal de Brasília dirá que não tem dados do cidadão, que as postagem foram feitas via Internet, moral da história: Infelizmente não dará nada para este inconsequente.

    ResponderExcluir
  7. SE TIVESSEMOS POLICIAIS CORAJOSOS COMO NO ESTADO DE SERGIPE QUE PROCESSOU A RITA LEE E GANHARAM CADA UM 5 MIL REAIS, ESSA POUCA VERGONHA NÃO ACONTECERIA JAMAIS.ESSE VERME QUE MANDOU ISSO E O JORNAL QUE O PUBLICOU DEVEM SER PROCESSADOS IMEDIATAMENTE.NÃO SE PODE OFENDER ASSIM UMA CORPORAÇÃO COMO UM TODO. QUE O COMANDO PROVOQUE A PROCURADORIA DO GDF PARA O DEVIDO PROCESSO LEGA, MAS SERÁ QUE O FARÃO SOB RISCO DE PERDEREM SUAS POLPUDAS GRATIFICAÇÕES? COVARDES E OMISSOS, ISSO SIM SÃO GOVERNOS E COMANDOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CFSD1995 - REFORMADO15 de outubro de 2015 14:01

      Exatamente.

      Sem falar nas nossas associações, que apenas estão atentas se os descontos dos associados estão em dia, mas que nessas horas não aparecem para tomar qualquer iniciativa.

      Excluir
    2. Temos que ajuizar ações contra este elemento e jornal de Brasilia.

      Excluir
  8. deixa eles precisar na madrugada que aí eles vera o que são realmente vagabundos . uma dá certo

    ResponderExcluir
  9. Irmãos, bom dia a todos, é com muita tristeza que leio tal notícia, fico me perguntando: como é que um veículo de comunicação da capital do país dar publicidade a tamanha leviandade que está denegrindo a imagem de uma instituição centenária PMDF, será que existe redator chefe nesse JORNALECOZINHO? Coloquei a minha vida em risco durante (trinta) anos em prol da segurança do cidadão brasiliense com muito orgulho e dedicação. Tenho três filhos e todos estão formados graças a DEUS MAIOR e nenhum deles se envolveram no mundo do crime como afirma esse tal de RAFAEL, agora farei mais uma pergunta, será que esse cidadão desqualificado existe mesmo? Tenho aqui minhas dúvidas. Se esse cidadão não for fictício, que nós homens e mulheres de brios nos uniremos e acionaremos a justiça contra tal pessoa e principalmente contra o jornal (minúsculo mesmo) pois afinal eles denegriram a imagem de nossa razão de viver que são nossos familiares. Será que as associações tomarão as devidas providências? Ou só existem pra levar os famigerados descontos nos contra cheques? Estou de olho. ST RR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CFSD1995 - REFORMADO16 de outubro de 2015 09:59

      Mesmo que o nome desse canalha, o RAFAEL, seja fictício, a PCDF tem peritos em crimes cibernéticos e descobrirá o real responsável por esse crime de calúnia.

      Excluir
  10. Ué, e o "nobre deputado"Fraga não falou nada não????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CFSD1995 - REFORMADO16 de outubro de 2015 09:57

      Você cometeu o mesmo erro que cometi, de não ler a matéria do blog por inteiro. Há sim uma nota do Dep Fraga acima, condenando o comentário do canalha-cidadão-caluniador, Rafael, bem como condenando a postura do JORNALECO de Brasília, por dar publicidade a esse tipo de comentário.

      Compreendo o seu comentário, pois já estávamos acostumados a não ver reações de nossos representantes, inclusive do Comando da PMDF.
      Mas, dessa vez parece que vai ser diferente. Que não fique só no discurso de nossos representantes, mas que medidas judiciais cabíveis saiam realmente do papel.

      Excluir
  11. CFSD1995 - REFORMADO15 de outubro de 2015 13:59

    Aí padecemos dos velhos problemas de nossos INÚTEIS REPRESENTANTES como os parlamentares e associações, além, é claro, de nosso comandante geral, que não se dignam a emitir notas de repúdio, bem como RESPONSABILIZAR PENALMENTE esse tido de cidadão pela CLARA CALÚNIA que proferiu!

    Se esse canalha acusa policiais militares de acobertarem filhos criminosos, então, ele tem que provar que o diz é verdade, caso contrário deve ser representado criminalmente, processado, e com certeza será condenado por danos morais causados aos policiais militares.

    Sugiro a quem quiser entrar com REPRESENTAÇÃO CRIMINAL contra esse senhor, que se dirija à DP mais próxima e peça ao delegado para apurar a acusação desse cidadão. O Jornal de Brasília por sua vez, será obrigado a fornecer os dados desse cidadão, IP ou qualquer coisa que torne possível a identificação desse canalha, caso contrário, o Jornal também poderá ser responsabilizado por dar publicidade a essa calúnia.

    ResponderExcluir
  12. CFSD1995 - REFORMADO15 de outubro de 2015 14:12

    Quero pedir desculpas por ter atacado de forma genérica a todas as associações, bem como o comando da corporação, por nunca tomarem iniciativa contra caluniadores da PMDF.
    Isso ocorreu porque já estávamos acostumados a ver esse tipo de calúnia, como essa do CANALHA CIDADÃO Rafael, sempre passar incólume, e por isso sequer li o restante da matéria, onde há as notas da ASPRA; do TC Alexandre Rodrigues; do Dep. Cel Fraga e o mais importante, do Comando da PMDF, que sempre sentíamos falta de posicionamento nesses casos.

    Precisamos que esse tipo de indignação, bem como medidas judiciais sejam mais constantes inclusive com a finalidade de desestimular caluniadores, que sempre são covardes, e não se surpreendam se ficar provado que o nome desse sujeito não seja mesmo esse, quando ele for definitivamente identificado.

    ResponderExcluir
  13. TEM QUE FICAR INDIGNADO É COM A SITUAÇÃO DA SAÚDE E NÃO PERDER TEMPO COM LEITURA DE PAPEL HIGIÊNICO!

    ResponderExcluir
  14. Além do Jornal de Brasília não ter retirado o comentário criminoso do tal de Rafael, ontem postou outro não menos maldoso de um tal de Ikaro, "PM do DF não mata bandidos, mas matar pessoas inocentes na crocodilagem,ah isso eles sabem."
    Tô desconfiado que esses dois nomes são "fakes" do JBr, que na certeza de que pode achincalhar a PMDF na hora que quiser, não se intimida nem mesmo diante da ameaça de sofrer ações judiciais. Se ao contrário dos irmãos baianos, deixarmos passar essa, somos frouxos e merecemos as calúnias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CFSD1995 - REFORMADO19 de outubro de 2015 14:00

      Tempos atrás, havia um sujeito que se apresentava com vários nomes(PLÍNIO MARNHÃO, Chapolin Colorado, etc) assim no CORREIO, o qual já era conhecido em blogs de PMs, e, na verdade se tratava de um elemento pertencente a uma outra polícia... Depois de desmascará-lo no CORREIO e em um Blog da ASPRA de Minas Gerais, o tal sujeito sumiu por um bom tempo, mas, tudo indica que retornou à atividade criminosa de caluniar.

      Excluir
  15. Em primeiro lugar quem tem que tomar providências é o COMDO, segundo essa mídia escrita e televisiva estão com os dias contados.
    Tudo que acontece no país e no mundo, é divulgado em minutos na internet, então eles inventam tudo prá vender. Eu não percco tempo em sujar minhas mãos com esses lixos.

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com