quinta-feira, 22 de outubro de 2015

GDF faz pesquisa para a população avaliar trabalho da polícia

Secretaria quer traçar estratégia para combater crimes nas regiões. Estudo quer saber ainda por que alguns crimes não são registrados.

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal começou a realizar uma pesquisa em casas de 15 regiões para saber o que os moradores acham do trabalho da polícia e por que alguns crimes não são registrados. O governo quer ouvir 19 mil pessoas.

Segundo a pasta, o objetivo é utilizar as estatísticas para melhorar a atuação das forças de segurança de acordo com as localidades. O questionário leva cerca de 45 minutos para ser respondido, e o levantamento é inédito no DF. Os pesquisadores estão uniformizados e identificados com crachá. As respostas são sigilosas.

O subsecretário de Gestão da Informação, Marcelo Durante, afirma que o intuito da pesquisa é aproximar as forças de segurança da população. “É fundamental trabalhar com uma relação polícia-comunidade a melhor possível. Polícia e comunidade tem que se aproximar. Eu tenho que sentir, eu cidadão, que quando precisar, a policia estará ali ao meu lado.”

O aposentado Otavio Pedro de Araujo diz que espera que o levantamento ajude a combater a criminalidade. “Toda pesquisa vai trazer algo de bom para a sociedade.”

O jornalista Gervazio Gonçalves, morador do Cruzeiro, já participou da pesquisa. “Ajuda muito porque tem muita gente que não vai mesmo à delegacia por pequenos furtos, um botijão de gás, uma bicicleta, e tem que ir, tem que registrar  tudo, porque tudo isso vai fazer parte de uma estatística e essa estatística vai ajudar a Secretaria de Segurança Pública a melhorar naquela localidade naquela, naquele bairro, a  segurança de uma maneira geral.”

Criminalidade

Balanço da Secretaria de Segurança divulgado em setembro mostrou que o número de homicídios no DF caiu 16,7% em agosto deste ano, na comparação com o mesmo mês de 2014. Foram 35 assassinatos registrados no período em 2015 contra 42 em agosto do ano passado. Segundo a pasta, foi o menor número de mortes na capital federal desde junho de 2007.

O número de roubo em residência passou de 40 para 61 em agosto, em comparação com o mesmo mês do ano passado. O crime foi o único que cresceu no balanço mais recente. Roubo a transeunte teve queda de 13,1%, com 2.439, no mês passado, contra 2.808 no mesmo período de 2014.

Nos oito primeiros meses do ano, o crime que mais registrou queda foi roubo em comércio, com 1.838 casos neste ano contra 2.939 no mesmo período do ano passado, seguido de roubo de veículos, furto em veículos e roubo em transporte coletivo – redução de 37,2%, 21,2% e 13,8%, respectivamente.


Fonte: G1.com / Foto: internet

6 comentários:

  1. Kkkkk Piada mesmo, deveria fazer uma pesquisa para saber se os profissionais da segurança pública, principalmente os PMS se estão satisfeito com este governador que só sabe dizer que não tem dinheiro: Cadê nosso convênio, Cadê nossas promoções, Cadê o plano de carreiras do praça, Cadê a dignidade que nós praças não temos, só chibatadas nos couro e ninguém faz nada; até quando está palhaçada..... Arrego a mídia anti policia e a sociedade tem a polícia que merece

    ResponderExcluir
  2. GIILBERTO SOUZA DOS SANTOS23 de outubro de 2015 11:01

    BOM NOBRE COMPANHEIRO POLIGLOTA E NOBRES COMPANHEIROS DA POLICIA MILITAR. VENHO ME UTILIZAR DESTE ESPAÇO QUE SEI NÃO É O MAIS APROPRIADO PARA TECER ALGUNS COMENTÁRIOS ACERCA DE UM AÚDIO QUE ESTA CIRCULANDO NAS REDES SOCIAIS ATRIBUIDO A VOCE NOBRE COMPANHEIRO. ACERCA DA ATUAÇÃO DO NOBRE COMPANHEIRO ALBERTO FRAGA, VOCE DIZER QUE ELE POR SER UM HOMEM PÚBLICO NAO PODE SE EXPOR E LIDERAR A NOSSA TROPA ACHO ISSO RIDÍCULO E NÃO CONCORDO ABSOLUTAMENTE. EM RELAÇÃO AO NOSSO FOCO ATUAL, CONCORDO PLENAMENTE CONTIGO NOBRE COMPANHEIRO QUE DEVEMOS ESTAR FOCADOS NOSSO PLANO DE SAÚDE. ISTO SIM É A NOSSA GRANDE DIFICULDADE E NECESSIDADE HOJE CARO COMPANHEIRO. TAMBÉM NÃO ACHO QUE UM MONTE DE PESSOAS QUE DURANTE TODA A VIDA CASTRENSE SÓ PENSARAM EM SI MESMOS, OU SEJA OS CORONEIS, E SÃO ELES QUE EM EM MINHA MODESTA VISÃO ESTÃO POR TRÁS DESTA CHAPA CHAMADA COALISÃO IRÃO LIDERAR ALGUM TIPO DE MOVIMENTO REINVINDICATÓRIO. DIGO ISTO COMPANHEIRO PORQUE LABUTEI POR TRINTA LONGOS NA ATIVA DA GLORIOSA E MUNCA VI MENHUM DELES SE MOVIMENTAREM EM APOIO AS NOSSAS REINVINDICAÇÕES, ASSIM COMO HOJE NA RESERVA REMUNERADA AINDA NÃO OS VEJO. POR ESTE MOTIVO NÃO CREIO QUE ELES SE MOVIMENTARÃO AFIM DE PRECIONAREM O GOVERNO.
    CORDIALMENTE; GILBERTO SOUZA DOS SANTOS, PRIMEIRO SGT PM RR

    ResponderExcluir
  3. geová disse: bom dia a todos. pesquisas sempre são boas, mas não surtirá efeito sem melhores salários e condições de serviços. apesar que para um bocado de pm s q estão nas ruas não faz diferença se tem reconhecimento e valorização dos seus serviços prestados a sociedade, pras esses um elogio verbal ou escrito já satisfaz o egocentrismo humano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geová, você está enganado com a sociedade brasileira! você está no Brasil e não nos EEUU! Se liga polícia!

      Excluir
  4. só gostaria de fazer um breve comentário, colegas disseram que no batalhão de águas claras tem um tal de RPO que esta escravizando os policiais de radio patrulhamento, assim que possivel dar uma averiguada sobre se realmente esta acontecendo mesmo. desde já agradeço, um forte abraço.

    ResponderExcluir
  5. Eu não espero reconhecimento da sociedade que defendo. Até porque é instruída pela imprensa perniciosa. A nossa sociedade não defende a sua polícia! Mas se você tiver que usar da energia necessária para conter um meliante, ela, a sociedade, vai em favor do meliante. "A SOCIEDADE QUE NÃO DEFENDE SUA POLÍCIA VIRA REFÉM DO BANDIDO!"Recordo-me de um caso em que um policial era muito atuante( várias prisões, apreensão de armas,etc.) no Setor Habitacional Sol Nascente,(ch. 89- Condomínio Brasil), Ceilândia-DF. A imprensa fez entrevista com a população sobre a violência no setor. A população disse: "nunca vimos polícia andar por aqui!" O cidadão foi questionado pelo policial sobre aquela entrevista maldosa. O cidadão disse:" Eu falei isso para ver se o governo põe mais polícia aqui!" O cana ficou puto! o resultado: desde aquela época ficamos acostumado em boicotar o setor. Se a ciad nos manda em ocorrência, a gente vai naquele esquema.

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com