quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Ciclo Completo de Polícia. A quem interessa?

QUAL SERIA O INTERESSE DA PM EM ACUMULAR TAMBÉM AS FUNÇÕES DA POLÍCIA CIVIL?
COMO FAZER O TRABALHO CARTORÁRIO DIGNIFICARIA A PM?

CICLO COMPLETO - Significado: Consiste na atribuição à mesma CORPORAÇÃO POLICIAL das atividades REPRESSIVAS DE POLÍCIA JUDICIÁRIA ou investigação criminal e da PREVENÇÃO AOS DELITOS E MANUTENÇÃO DA ORDEM PÚBLICA, realizadas pela presença ostensiva uniformizada dos policiais nas ruas.

Traduzindo em miúdos, a Polícia Militar está reivindicando fazer o trabalho dela (policiamento preventivo ostensivo fardado) e, de quebra, ainda fazer o trabalho da Polícia Civil (repressão e investigação, elaboração de Termo Circunstanciado, Auto de prisão em flagrante delito e Inquérito Policial).

A quem interessa usurpar as funções da Polícia Civil quando não conseguimos sequer cumprir as funções constitucionais da PM?

A Polícia Civil trabalha a partir do momento em que o trabalho da PM (preventivo) falhou, ou seja, a partir de quando ocorre o crime. A falha da PM deve ser atribuída não só à leniência do trabalho de campo, mas também à falta de planejamento adequado, às questões sociais, falta de efetivo, falta de meios e equipamentos além de tantos outros fatores. O fato é que, se conseguíssemos cumprir o trabalho preventivo, a polícia civil nem precisaria existir.

O que significa o CICLO COMPLETO para o soldado, na prática?

Com o acúmulo de funções, de imediato, seriam removidos metade dos policiais de rua para fazerem o trabalho burocrático nos quartéis, o que por si só, já prejudicaria o trabalho preventivo, que já é ruim. Além disso, dobraria o trabalho do patrulheiro e prolongaria indefinidamente seu horário, o que é uma desvantagem, uma vez que não há, por definição militar do ofício, previsão de horas extras e banco de horas... É ISSO QUE O POLICIAL QUER?

Então, se não conseguimos cumprir satisfatoriamente a nossa parte, por que queremos abraçar a parte dos outros?

A partir dessa análise, caminhamos em direção aos reais motivos do interesse da INSTITUIÇÃO POLÍCIA MILITAR.

Quanto ganha um soldado, em comparação ao salário de um coronel?

UM SOLDADO GANHA PELO MENOS SEIS VEZES MENOS DO QUE UM CORONEL, numa instituição cuja previsão constitucional não distingue cargos e funções, mas tão somente define como corporação. A imensa cratera entre os vencimentos não é a única discriminação que os separa. Os coronéis gozam da dupla jurisdicionalidade, não trabalham períodos noturnos, nem finais de semana ou feriados, possuem veículo institucional com motorista pessoal para busca-los e leva-los todos os dias, desde sua residência em qualquer cidade do estado até seu trabalho, possuem cartão corporativo para suas despesas de alimentação, hospedagem, viagens internacionais, diárias pagas em resorts e mais uma série de benefícios, enquanto o soldado não tem vale-alimentação, nem vale transporte, nem recebe adicional por trabalhar no período noturno, nem aos finais de semana ou feriados, não recebe adicional de periculosidade, previsto na CLT para quem trabalhe em serviço de risco, não tem direito a banco de horas, FGTS, e mais uma série de restrições, que atingem diretamente a sua dignidade humana, como por exemplo, os procedimentos e processos administrativos onde, ao arrepio da Constituição Federal, não têm direito a um advogado e são julgados por pessoas leigas, subordinadas à mesma administração e em cargos de chefia, com vínculos diretos de superioridade subordinativa aos acusados.

Que interesse teria um soldado, que é quem realmente trabalha na PM, em acumular funções de outra polícia?

Ao fazermos essa reflexão, chegamos a outro assunto: A HEGEMONIA DO CORONELISMO NAS POLÍCIAS.

Qual o poder legítimo dos coronéis?

Um coronel tem sob seu poder milhares de homens, conduzidos por uma disciplina militar rígida, que não lhes permite pensar, mas sim obedecer irrestritamente sob pena até de prisão, às ordens “superiores”, sem que lhes seja permitido questionarem suas ordens, quer moralmente, quer legalmente.

A Disciplina Militar institui a “verdade institucional”, ou seja, a verdade do chefe.

Com esse instrumento institucional, um único coronel consegue movimentar milhares de policiais para atingir um fim específico, determinado por algum político ou latifundiário, ou industrial, ou banqueiro com ascendência direta sobre ele, tornando legítima qualquer ação da corporação, uma vez que quem edita a legislação interna são os coronéis.

Esse poder é exclusivo dos coronéis, não acontecendo o mesmo com os delegados de polícia, que mal conseguem comandar o ralo efetivo de cada delegacia das quais fazem parte.

Então, por que motivo os soldados, quase oitenta por cento do efetivo das Polícias Militares, estaria encampando a luta dos oficiais?
DESCONHECIMENTO.

Falta ao policial militar das categorias de base, conhecimento político e inserção na sociedade. Somos uma categoria dessindicalizada, sem representatividade política e sem representatividade social. O mais perto que passamos da sociedade são os Conselhos Comunitários de Segurança, mas ainda assim, quem determina a participação policial no CONSEGs são os coronéis.

Qual o interesse dos oficiais no ciclo completo de polícia?
PODER. PURO E SIMPLES.

Você sabia que há no Congresso nacional, pelo menos um coronel da PM do estado de São Paulo, cujas despesas, salário, subvenções e verbas de gabinete são pagas pela PM simplesmente para que ele passe o dia inteiro cuidando do LOBBY institucional da PM?
Você sabia que há no Congresso Nacional, pelo menos dois projetos de lei e Emenda Constitucional que dá aos oficiais da PM poderes de delegados de polícia, promotores de justiça e até juízes?

Emenda Constitucional Nº. 83/2010 e Lei complementar N°. 115/2010.

E às praças, oitenta por cento do efetivo? Quais os projetos lhes conferem dignidade? NENHUM, porque não é uma vontade institucional A EMANCIPAÇÃO do efetivo mas sim a segregação e dominação irrestrita pelos coronéis, que usam a PM para garantir às oligarquias a manutenção do PODER PELO PODER.

Não há congressistas praças, e quando há, são “paus mandados” do oficialato, que tem interesses corporativos.

Não podemos cair no “CANTO DA SEREIA” e lutar por algo que não traz ABSOLUTAMENTE NENHUMA VANTAGEM para a já tão sofrida categoria das praças das Polícias Militares de todo Brasil.

Senhores coronéis, se querem realmente ajudar seu efetivo, se querem realmente fortalecer sua polícia, se querem realmente que a persecução penal seja melhorada, comecem por permitir dignidade aos seus homens. 

Permitam que eles levem comida pra dentro de casa, de maneira digna, sem precisarem se matar no bico nas horas de folga. 

Querem saber o que deseja o seu efetivo?

-  Adicional noturno (lei 8112/1990);
- Adicional de periculosidade (lei 12.740/2012);
- Banco de horas (lei 9.601/1998);
- Auxílio alimentação (Lei  8.460/1992);
- Vale Transporte (Lei Complementar nº 150/2015);
- FIM DO RETP.

Essas são conquistas que abrangem toda a categoria, conferindo dignidade a todos os postos e patentes, e não só aos marajás que já têm todo um séquito a seu serviço.

SENHORES POLICIAIS MILITARES POLÍTICOS, se desejam realmente defender a categoria, façam propostas nesse sentido, daí acreditaremos na seriedade do seu trabalho.
PELO FIM DO ABISMO QUE SEPARA PRAÇAS E OFICIAIS DA PM.

#JuntosSomosFortes

Marco Ferreira
– Cientista Político
– Presidente da APPMARESP


42 comentários:

  1. EU SOU A FAVOR DO CICLO COMPLETO ESSA E A MINHA OPINIAO

    ResponderExcluir
  2. A PCDF conseguiu a aprovação para receber auxilio moradia, fardamento e auxilio alimentação igual da PMDF. Eles falam que querem isonomia com a PM nessa questão de tratamento. Engraçado que o PMDF não tem isonomia salarial com eles. Muita hipocrisia. Se é para ter isonomia que seja em tudo. A PCDF tem que se decidir, eles querem subsidio ou querem que seja igual remuneraçao? Se for assim a PMDF tem que lutar para ser subsidio já que esse subsídio pois o da PCDF além do subsídio vai ter outras gratificações. Isso que não da para entender ou é 8 ou 80. E a PM querendo fazer mais e continuar ganhando menos. Sabem que somos mão de obra barata. Estão achando bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo. Eles são um poço de incoerência.
      Quem recebe por subsídio tem vedado benefícios como esses que eles pleiteiam. E depois os palhaços ainda têm o despautério de nos criticarem, quando se fala em paridade social na segurança pública do DF.

      Excluir
  3. Anônimo 07:43, VC nunca vai ver um cana falando em isonomia com PM. Nunca meu nobre! Você não deve ter muito conhecimento jurídico. O fato de uma categoria receber por subsídio não impede que seja concedido benefícios com natureza jurídica indenizatória. Se não concorda arrume argumentos e não fique choramingando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quer dizer que tudo agora toda gratificação terá o apelido de "verba indenizatória"? É inconstitucional mané!!! Sem falar que a PCDF recebe por subsídio!

      Excluir
    2. Anonimo de 18h52. Auxilio alimentação, auxilio uniforme e auxilio moradia tem caráter de indenização, pois só são devidos enquanto o policial estiver em atividade.
      Se tiver duvidas consulte a jurisprudência do STF quanto ao assunto.
      O único problema desses auxílios para a PCDF não é a impossibilidade, mas a competência de instituição que existe controvérsia se é privativa da união ou concorrente entre união e DF.

      Excluir
    3. Trata-se de indenização e não gratificação. Não é inconstitucional.

      Qualquer pessoa que estudou um pouco sabe...

      Excluir
    4. É inconstitucional e ponto final! Pura malandragem. Isonomia da sombra (que pra PM é bem menos), tratamento diferenciado quando é pra distribuir a carga do trabalho (pra PM é bem mais). O resto é xurumela.

      Excluir
    5. Falta de estudo é f...
      Pode até ser inconstitucional devido ter partido do GDF e não da União.
      Mas de resto é indenização e plenamente cabivel com subsidio.
      SE não acreditar em mim acredito no STF, pois já decidiu inúmeras vezes assim.

      Excluir
    6. Malandragem é f...

      Excluir
  4. Quem escreveu não conhece o que é ciclo completo ou está de má fé.

    ResponderExcluir
  5. O ciclo completo seria bom! Porque todos entrariam por uma porta e chegariam ao topo! A análise foi feita baseada no atual modelo, egoísta e cheio de privilégios aos coronéis e tudo que foi tido é verdade. Porém o que se quer é reduzir as graduação e dividir os ônus e bônus de forma igualitária. Sobre o fato de se a polícia militar fizesse seu trabalho a polícia civil nem existiria não é verdade, talvez tivesse menos serviço. Existem crimes que não tem como evitar, como um marido ou esposa movido por ciúme, num momento de ira, mata o cônjuge dentro de casa. A pessoa não é criminosa, nem vime do crime, mas naquele momento delinquiu. O que seria perfeito, seria uma polícia estadual nos moldes da polícia federal que tem as duas funções e funciona muito bem.

    ResponderExcluir
  6. Senhores temos praças preocupado em fazer serviços do Detran ,Civil até de lixeiro pois vi um PM saindo de dentro de um Bueiro ,salário não interessa para.esse ruminantes acho que a principal reinvindicações seria subsídios aonde um soldado teria pelo menos ganhar 50% do salário do coronel a preocupação dos ditos jumentos digo praças e promoção que ao meu ver e pasto,água e capim temos que nos valorizar diminuir as patentes existentes e partir para potencializar nossos salários com o teto máximo ou seja o de coronel e parar de.mendigar pedindo gratificação no nosso contra cheque desmilitarização já.

    ResponderExcluir
  7. Em Santa Catarina 99% dos TCOs são lavrados por soldados, que marcam audiência e requisitam perícias, tudo no local dos fatos e sem a necessidade de prévia autorização de Oficial.
    Também já começamos a informatizar de maneira que os TCOs seguirão direto da ria para o fórum.
    Portanto não há cartório para os TCOs.
    Queremos o Ciclo Completo para todas as polícia, mas não queremos que ele seja baseado no vetusto e ultrapassado IP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro major PMSC, em Goiás minha turma de cabo de 1996 tb ficou mais uns dias no Cfap para aprender a realizar o TCO, porém para usarmos onde não havia, naquela época, delegados e os cabos iriam realizar essa função.
      Não é bom para os praças mais atribuições.
      Saia de seu gabinete e do ar condicionado e venha para a rua trocar tiros com vagabundos, interferir em desinteligência entre familiares por causa de bebidas e drogas, saia na rua e perceba o número de crianças abusadas e abandonadas por suas famílias que são trasngressoras.
      Não precisamos de mais função!!!
      Precisamos de valorização!!!
      Você recebe muito bem pra ficar atrás de sua mesa!!
      Nós na linha de frente não recebemos o que você recebe e quando questionamos, somos atropelados pelos regulamentos maquiavélicos e arcaicos que só beneficiam sua classe, oficiais!
      Se ai já fazem TCO, estão além de suas funções.
      Unificação e desmilitarização, depois as demais funções.
      Nem posso me identificar, pois não vivo democraticamente dentro dessa caserna.
      Você pode colocar seu posto e nome e não dá nada, eu pelo contrário, sou vigiado e se descoberto, respondo.
      Fora ao LIMITARISMO IDIOTA de vcs oficiais.

      Excluir
    2. Pede pra sair! O mal que não é exclusivo das PMs e que, como ferrugem, corrói, é essa a falta de vocação. Quando a liminares que forçam as entradas de gente sem perfil pra determinada atividade eram mais responsáveis as coisas eram diferentes, até maluco entra...

      Excluir
    3. Só quero saber se nesse ciclo completo, onde o praça faz todo serviço, existe também o ciclo completo de salários? Isonomia no serviço sim, no salário não, fala sério.....

      Excluir
    4. Esse major como os demais oficiais quando não tem argumento usa o velho xavão SE NÃO ESTÁ SATISFEITO PEDE BAIXA, ora me poupe com argumento tão ultrapassado, lutar por melhoria nos salários das praças nada né, agora,arrumar mais serviço isso sim, fora este tal de ciclo completo, DESMILITARIZAÇÃO DA PM isso sim seria progresso em todas as pms do Brasil.

      Excluir
  8. Sou super a favor do ciclo completo. Me pergunto e o seguinte: a quem interessa q não façamos o ciclo completo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A quem não gosta de trabalhar, não quer trabalhar, não quer ajudar, não quer melhorar, ou seja, ao legítimo muar. kk

      Excluir
  9. É melhor confeccionar o TC no local da ocorrência, do que levar para a Delegacia e ficar tomando chá de banco junto com o preso. A seu Ten Patriota deixa os papas decidirem.

    ResponderExcluir
  10. A pmdf não consegue nem fazer o policiamento ostensivo direito, imagina fazer o trabalho alheio.

    ResponderExcluir
  11. Poliglota a previa sumiu i contra cheque não entra será se esse governo não nos incluiu na 32 categorias que não irá receber a merreca de aumento? monitora isso ai pra nós irmão esse governo é mentiroso igual ao governo federal...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma colega todo mes é assim a prévia some e dias depois o contra cheque se disponibiliza.

      Excluir
  12. Detalhe, o auxilio moradia dos PCDFs é no valor do auxílio de coronel, independentemente do tempo de serviço do policial, dessa forma por que o SOLDADO, tem que ganhar cerca de 1/3 desse auxilio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1° porque soldado não é coronel e 2° PM não é PC.
      Agora meu filho, vou te dizer uma coisa que vai acalmar seu coração cheio de inveja e rancor, o direito não foi regulamentado, deve demorar muito. Vc terá tempo pra estudar e passar em outro órgão.

      Excluir
    2. Olhe mais para a sua corporação e não para as outras. Como o colega acima disse, PM não é PC, Soldado não é Agente, Soldado não é Coronel e Agente não é Delegado. Cada um lutando pelas melhoras em seu cargo.

      Ninguém disse que o auxilio moradia da PCDF será com base em salario de Coronel ou Delegado, muito pelo contrario, provavelmente será com base no salario do agente especial.

      Excluir
    3. Ao colega charlie das 20:51 / 11:20, que tal seguir seu próprio conselho e deixar nossa categoria por aqui e voltar para seu reduto?

      Excluir
    4. O texto inicial fala sobre ciclo completo e sobre as policias como um todo. Não esta restrito ao âmbito da pm...

      Excluir
  13. Essa postagem é no mínimo imprudente, Poliglota. Num momento em que a PM está conquistando o direito de lavrar o Termo Circunstanciado, que não se confunde com Ciclo Completo, que não trará mais serviço ao policial militar mas, isso sim, otimizar, divulgar um artigo deste é atentar contra a própria instituição.
    Praça PM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo não se iluda, principalmente se tu fores praça. A unica vantagem que teremos com este infame TERMO CIRCUNSTANCIADO, é transformar a carreira de OFICIAL em carreira jurídica, ou seja , se equipararem a PROMOTORES, JUÍZES, etc. Simplesmente nós praças seremos usado para tal objetivo. Serviço nós já temos de sobra. Mas como diria os mais antigos " BURRO BOM É AQUELE QUE CARREGA A MAIOR CARGA, O MAIOR PESO NA CANGALHA".

      Excluir
    2. anônimo de 23 de setembro 20:33,

      Você pensa com o fígado, porque odeia oficiais.

      Ao contrário de você, quero uma polícia dirigida por oficiais bem qualificados e respeitados na sociedade por sua boa formação. Lutar para que continuemos sendo dirigidos por oficiais com qualquer formação é que é ser burro.

      Você nunca parou para pensar por que é que as PCs são mais respeitadas? Vou te contar um segredo: - Para dirigir qualquer PC no Brasil, o delegado tem que ser bacharel em direito, o que redunda em maior credibilidade, respeito e valorização também para a base da carreira policial civil.
      Se qualquer um com qualquer formação pode continuar dirigindo as PMs, por que esperar tratamento especial se somos dirigidos por oficiais com formação genérica?

      O TC vai nos tirar das humilhações que passamos nos balcões de DP, em razão da má vontade da maioria dos delegados, agentes e escrivães que nos atendem.
      Bem, mas só sabe o que é isso quem já trabalhou na atividade fim.

      Excluir
    3. Disse a mais pura verdade companheiro das 08:59, quem tem um pouquinho (só um pouquinho mesmo) de inteligência sabe que só vai nos ajudar e facilitar nosso trabalho, mas, reconheço também que quem já passou as agruras da atividade fim (não que não existam na meio), entende o avanço de tal novidade.

      Excluir
  14. Senhores boa tarde,


    Excepcional o debate e a diversidade de opiniões. Isso é o reflexo da democracia, principalmente no momento em que o país passa por um turbilhão de descrédito, desgoverno e irresponsabilidades políticas.


    O texto em tela, produzido originalmente pelo Cientista Político Marco Ferreira e publicado pela Associação das Praças Policiais Militares da Ativa e Reformados do Estado de São Paulo, induz a reflexão e discussão de um tema de tamanha complexidade para a Segurança Pública do país e principalmente nos reflexos imediatos à população.


    Óbvio que as autoridades e especialistas envolvidos nesse processo devem saber de sua complexidade, porém também tem plena ciência do descrédito no próprio congresso nacional e grande parte de seus políticos, que em detrimento de seus próprios interesses, muitas das vezes ignoram a opinião de seus maiores responsáveis por estarem a representá-los: SEUS ELEITORES.


    Que da mesma forma que as opiniões que foram e estão sendo colocadas no exercício do direito constitucional da livre manifestação, questionada através do título “Ciclo Completo de Polícia: A quem interessa?”, sugerimos aos especialistas e autoridades que defendem a causa que também façam a contra partida, levando aos interessados a informação e entitulando: “Ciclo Completo de Polícia: A quem NÃO interessa?”


    Grande abraço,

    Poliglota...

    ResponderExcluir
  15. Para quem é da área operacional que já ficou dez horas em DP como eu fiquei esperando a boa vontade de agente e delegado folgado, esse ciclo completo não seria do todo ruim. Há o lado bom e o lado ruim.
    O lado bom é que teremos poder para exigir mais benefíos salariais, como funcionais para desempenhar o serviço ostensivo e investigativo.
    O lado ruim seria o número reduzido de policiais na corporação para fazer esse papel no ciclo completo.

    ResponderExcluir
  16. Ou Desmilitariza a PM ou enxuga essas milhares de patentes... depois a gente conversa de TCO, ciclo completo... pois praçra só toma no cú!!!!

    Estão querendo usar as praças como massa de manobra pra ganharem no grito mais status de Vossa Excelencia, dinheiro e perpetuar esse sistema porco se chama Militarismo!!!

    ResponderExcluir
  17. Gostei tanto desse comentário do Yamashita feita alguns dias atrás que resolvi colar nesta reportagem, parem e reflitam meus queridos PM's. :


    Estou no CAP 2015, estava sentado atras de uma parede quando ouvi dois policiais conversando FELIZES da VIDA sobre um PM que deixou de fazer o referido curso para evitar ZOMBARIAS E GOZAÇÕES contra sua pessoa, pensei comigo: Como podemos falar mau de oficial se as próprias praças são os primeiros a DESMORALIZAR a si e a sua classe? Meu DEUS, fiz o antigo CFSD em 1991 e vejo colegas com as mesma práticas de 24 ANOS ATRÁS: "brincadeiras", os pondo apelidos, com fuxicos, com insinuações maldosas, será que essa nossa categoria não vai amadurecer nunca? E não é só entre os ANTIGÕES que isso acontece, parece ser UMA PRAGA entre nós esse tipo de comportamento, há alguns dias divulgaram a matricula de uma policial novinha que supostamente teria recebido um outro policial em sua casa sendo casada com outro policial, os três seriam NOVINHOS, QUE ÉTICA É ESSA? Que terceiro grau é esses? Que moral queremos ter com uma atitudes dessas? LAMENTÁVEL, RIDÍCULO, BAIXO NÍVEL MORAL, VERGONHOSO, isso tem que mudar meus meus caros amigos !!!!!!! Isso tem que acabar meus bons irmãos, olhem seu colega como o paisano ti olha; com confiança e respeito.

    ResponderExcluir
  18. NÃO HAVERÁ REDUÇÃO DE INTERTICIO EM DEZEMBRO! ! ! PROMOÇÃO, SÓ DE PRIMEIRO PARA ST......

    ResponderExcluir
  19. Em um mundo ideal a PM lavrar TCs valorizaria a instituição como um todo se fosse feito da maneira certa.

    Na pratica com certeza só valorizará os Oficiais e dará mais trabalho para os praças.

    ResponderExcluir
  20. Difícil ver tanta lorota escrita num artigo só. Fácil comprovar a incoerência descaradamente apresentada por argumentos que estão longe da realidade. Chego à conclusão de que o ilustre "cientista político" (que confesso nunca ter sabido o que é mesmo e nem pra que serve), em suas "viagens nas maioneses", representa exatamente os interesses daquele "coronel malvado" de sua cabeça.
    Xerecão! Como você (hehehe), sei que a ideia do "ciclo completo" é mais do que bem vinda.

    ResponderExcluir
  21. Me ajuda ai, nenhuma instituição ou ocupante de cargo está acima da lei. Assim, a atuação dos policiais tanto civis como militares se baseiam na lei e não na verdade do chefe. Pois a lei é o limite do Estado Democrático de Direito. Nunca vi tanta asneira junta em um só artigo. TCO não é inquérito e poderia sim ser feito por ambas as polícias. Agora a PC desempenha um papel importante no controle das ações policiais, seria prejudicial tirar dela tal atribuição? Isso merece estudo e discussões maiores. Por outro lado, qual será o prejuízo para a prevenção exercida pelas PM?

    ResponderExcluir
  22. É ISSO MESMO! SOU À FAVOR DO CICLO COMPLETO DA POLÍCIA! À FAVOR DA PM, ESTA DEVE SIM CONCLUIR O CICLO COMPLETO DA POLÍCIA E ASSIM ATENDER MELHOR A POPULAÇÃO, POIS A POLICIA CIVIL, MUITAS VEZES NÃO POR FALTA DE VONTADE, MAS DE MEIOS E PESSOAL, NÃO CONSEGUE ATENDER À DEMANDA. AVANTE POLICIA MILITAR E O CICLO COMPLETO DA POLICIA!!!

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com