terça-feira, 30 de junho de 2015

Enquanto brincam com a PMDF e o CBMDF, a PCDF caminha! Parabéns à co-irmã!

Segundo informações colhidas pelo blog, está prevista para hoje (30) as 17:00 horas, no plenário da Câmara Legislativa do DF, a votação do PELO 80 (Projeto de Emenda à Lei Orgânica Nº 80/2014), de autoria do Deputado Distrital Wellington Luiz, que cria, sem prejuízo do subsídio que já recebem e de outras verbas de natureza indenizatória, o auxílio-moradia, o auxílio-uniforme e o auxílio-alimentação, impondo ao GDF a sua regulamentação e implementação.

O projeto também autoriza, que o Diretor-Geral da PCDF regule e promova a realização de concursos públicos para o provimento de cargos das carreiras da Polícia Civil, que ocorrerá sempre que as vagas excederem a cinco por cento dos respectivos cargos, ou, com menor número, de acordo com a necessidade.

Enquanto a nossa co-irmã, com um efetivo três vezes menor que o nosso mas com uma representação digna, caminha a longos passos buscando a valorização de seu servidor, aqui dentro não observamos o mesmo empenho. Pelo contrário, o que observamos é uma nítida paralisia institucional que a cada dia atribui mais responsabilidades ao policial e bombeiro militar em detrimento de sua verdadeira, merecida e digna valorização. Estamos literalmente numa barca furada...e completamente desmotivados, o que é pior!


Conheça o PELO Nº 80:

PROJETO DE EMENDA À LEI ORGÂNICA Nº 80 de 2014
(Autoria: Deputado Wellington Luiz e outros)

Trata da regulamentação do inciso XVI, do art. 17, da Lei Orgânica do Distrito Federal, e do inciso XVI, do art. 24, da Constituição Federal, e dá outras providências.

A MESA DIRETORA DA CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL, nos termos do art. 70, §2º, da Lei Orgânica, promulga a seguinte emenda ao texto da referida Lei:

Art. 1º O art. 119, da Lei Orgânica do Distrito Federal, passa a vigorar acrescida do §10, com a seguinte redação:
Art. 119 ...................................
................................................
§ 10 Compete ao Diretor-Geral da Polícia Civil do Distrito Federal, por delegação, autorizar a realização de concursos públicos para o provimento de cargos das carreiras da Polícia Civil, que ocorrerá sempre que as vagas excederem a cinco por cento dos respectivos cargos, ou, com menor número, de acordo com a necessidade, bem como decidir sobre o provimento dos cargos e expedir normas complementares necessárias aos referidos fins.
§ 11 A delegação de que trata o § 10 exige prévia manifestação da Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento do Distrito Federal, antes da realização do concurso, que confirme a existência de disponibilidade orçamentária para cobrir as despesas com o provimento dos cargos.
Art. 2º A Lei Orgânica do Distrito Federal passa a vigorar acrescida do art. 119-A, com a seguinte redação:
Art. 119-A Lei disporá sobre normas específicas e suplementará as normas federais sobre organização da Polícia Civil do Distrito Federal e sobre direitos, garantidas e deveres de seus integrantes, nos termos do inciso XVI e § 1º do art. 24 da Constituição Federal, e do art. 17 inciso XVI desta Lei Orgânicasendo-lhes devido, sem prejuízo do subsídio e de outras verbas de natureza indenizatória, auxílio-moradia, auxílio-uniforme e auxílio-alimentação, na forma do regulamento.
Parágrafo único. Aplica-se aos integrantes das carreiras de Delegado de Polícia do Distrito Federal e de Polícia Civil do Distrito Federal, no que couber, a lei que trata sobre direitos e garantias dos servidores públicos civis do Distrito Federal.

Art. 3º O governo do Distrito Federal regulamentará, por decreto, as verbas indenizatórias especificamente previstas no caput do art. 119-A, acrescentado pelo art. 2º desta Emenda.
Parágrafo único. O governador apresentará, no âmbito da legislação concorrente do Distrito Federal, projeto de lei tratando da organização da Polícia Civil do Distrito Federal e dos direitos, deveres e obrigações de seus integrantes, sem prejuízo dos direitos expressos nesta Emenda.
Art. 4º Esta Emenda entra em vigor na data de sua promulgação.

JUSTIFICAÇÃO

Buscamos acrescentar o art. 119-A à Lei Orgânica, que trata de norma editada no âmbito da competência concorrente do Distrito Federal, a quem compete legislar, concorrentemente com a União, sobre organizaçãogarantiasdireitos e deveres da Polícia Civil do Distrito Federal, nos termos do inciso XVI do art. 24 da Constituição Federal [1].
            Cumpre acentuar que ao Distrito Federal “são atribuídas as competências legislativas reservadas aos Estados e Municípios”, nos termos do §1º do art. 32 da Constituição Federal.
Tais normas constitucionais são de observância obrigatória pelos Estados e Distrito Federal, razão pela qual a Lei Orgânica do Distrito Federal, no inciso XVI, art. 17, repete integralmente a Constituição Federal, vejamos:

LODF. Art. 17. Compete ao Distrito Federal, concorrentemente com a União, legislar sobre: [...]
XVI - organização, garantias, direitos e deveres da polícia civil.
§ 1º O Distrito Federal, no exercício de sua competência suplementar, observará as normas gerais estabelecidas pela União.

Visto isso, não resta dúvida da admissibilidade constitucional para que o Distrito Federal suplemente a legislação federal e disponha especificamente sobre direitos e garantias dos policiais civis desta unidade federativa.
            Portanto, pelo presente projeto suprimos uma omissão no sentido de instituir o direito dos policiais civis a verbas indenizatórias, especificamente auxílio-moradia, auxílio-uniforme e auxílio-alimentação, cujos benefícios já alcançam a Polícia Militar do Distrito Federal.
            São verbas mínimas e imprescindíveis para que os policiais civis tenham condições digna de vida, refletindo positivamente na prestação de um serviço publico de qualidade, fortalecendo a boa imagem que a Polícia Civil mantém em toda a comunidade local e nacional.
Nesse sentido, em 2013, segundo a revista Exame[2], baseada em dados do Datafolha, a Polícia Civil do Distrito Federal foi a mais bem avaliada do Brasil no quesito índice de confiança da população.
Temos, portanto, um referencial para todo o Brasil como a mais bem conceituada Polícia Civil do país, que, todavia, tem muito a perder em razão do desestímulo de ser a única instituição do Distrito Federal que ainda não promoveu a valorização necessária de seus servidores.
Este Projeto, destarte, visa cumprir com um dever com essa relevante e indispensável instituição policial ao nosso Distrito Federal.


WELLINGTON LUIZ
Deputado Distrital


[1] CF. Art. 24. Compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre: [...]
XVI - organização, garantias, direitos e deveres das polícias civis. [...]
§ 1º - No âmbito da legislação concorrente, a competência da União limitar-se-á a estabelecer normas gerais.
§ 2º - A competência da União para legislar sobre normas gerais não exclui a competência suplementar dos Estados.
Da redação,
Por Poliglota...

35 comentários:

  1. Quem ltem que aprovar estas gratificaçpes salarial e o governador , em comun acordp com a UNIAO . O AGNELO CONSEGUIU NOS DAR ESTAS GRATIFICALOES EM ACORDO COM A DILMA PARA ACABAR COM A TARTARUGA,,,ROLLLEMBERG NAO CONSEGUE MARCAR NEM CAFEZINHO COM A DILMA ,,,NUNCA VAI PASSAR ISTO

    ResponderExcluir
  2. PMDF PRECISA DE AJUDA NOS PRECISAMOS REAGIR , NAO PODE CONTINUAR COM ESSE DESCASO ,

    ResponderExcluir
  3. NA PMDF PM SO TRABALHA PARA GARANTI GRATIFICAÇÃO DE CORONEL E PONTO FINAL .

    ResponderExcluir
  4. O complicado é só o absurdo da PCDF estar usando a PMDF como parâmetro, mesmo sabendo da superioridade de salários dos mesmos... Isso na verdade nos prejudica, pois dá a entender que ganhamos melhor do que eles, dificultando, assim, nossas lutas, as quais já estão completamente enfraquecidas. Nós, além de não conseguirmos conquistar nada do que queremos, ainda conseguimos perder! Pois perdemos o nosso plano de saúde. Hoje, para viver com dignidade, tive que começar a pagar um absurdo de plano de saúde para mim e minha família para que não ficássemos desamparados. Eu nunca vi uma categoria que ao invés de ganhar, perde. Mas, infelizmente, esses somos nós... Amedrontados, esquecidos e completamente inertes à nossa situação. Eu sempre afirmo para meus colegas que a PMDF nunca mudará. Nunca ganharemos como a Polícia Civil. Nunca seremos desmilitarizados. Essa é a grande verdade. Só os praças querem isso. Mas praça não tem poder. E basta que nos arrochem um pouquinho para que fiquemos caladinhos e morrendo do RDE. Nós protegemos a sociedade, mas a sociedade não se importa conosco. Na PMDF existem Oficiais e o resto. E em relação aos oficiais, há apenas um jogo de ego indescritível em cima dos pracinhas. Somos esquecidos, Poliglota... Somos esquecidos... E talvez, meu amigo, você também tenha se amedrontado um pouco, pois não vejo mais neste blog aquelas postagens de antigamente, que instigavam a tropo a levantar a cabeça e lutar. Eu acho que você tem esse poder, amigo. Basta que você se levante novamente, com verdade, e tenho certeza que a tropa, aos poucos, se levantará com você. Todos precisamos de um líder. E você é um, guerreiro. Então, ajude a erguer a tropa novamente, e, assim, faremos acontecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem palavras meu nobre colega....
      Tem certas coisas que, as vezes, a emoção fala mais alto!

      Obrigado e um bom dia...

      Excluir
  5. A QUESTÃO É QUE, ENQUANTO A DIREÇÃO GERAL DA PCDF SE PREOCUPA EM MELHORAR A CARREIRA DA INSTITUIÇÃO, AQUI NA PMDF OS CORONÉIS SE PREOCUPAM APENAS COM SUAS GORDAS GRATIFICAÇÕES E O OUTROS 95% DA TROPA QUE SE VIRE COM SEUS PARCOS VENCIMENTOS. É APENAS SIM SENHOR, SIM SENHOR, SEM CONTESTAR, ENQUANTO ISSO TOMAMOS NA CABEÇA, E O PIOR, NÃO APRENDEMOS, E CONTINUAMOS TRABALHANDO, TRABALHANDO, COMO BURROS DE CARGA.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns a união da classe, mas algumas tentativas de ajuda a PMDF por esta casa legislativa local no final o filme é sempre os mesmos : Ou a matéria é tornada inconstitucional por ser necessário aval do congresso nacional ou também é freada com a ladainha que o legislativo não pode criar despesas para o executivo e dessa forma teria de ser de iniciativa dos inertes dos governadores que brincam de oferecer segurança pública a população local .
    Sgt Chagas !

    ResponderExcluir
  7. Concordo com o colega das 07h38 e digo mais, o Blog e o Poliglota enfraqueceu depois que ele ameaçou convocar uma assembléia, depois colocou uma enquete e usando os cálculos dele achou que não deveria convocar e muito menos liderar uma grande assembléia que com certeza seria repleta de policiais, no entanto ele preferiu se manter neutro, de lá pra cá o Blog não é o mesmo que costumávamos ver, acho que ele tem os interesses e os motivos de não querer ser esse líder que a tropa tanto precisa, haverá um dia em que seremos unidos sem a necessidade de líderes que buscam interesses próprios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre colega,

      Desculpe-me mas vou discordar de vossa senhoria. Ao contrário do que imagina, nosso espaço não enfraqueceu. Pelo contrário, a cada dia atravessa fronteiras inimagináveis que somente nossa equipe é capaz de avaliar. Somos, orgulhosamente, participantes de uma Associação de Blogueiros de Política, da qual sou vice-presidente do Conselho Consultivo e de Ética, composto pelos mais renomados blogs do Distrito Federal (ABBP) e que pode não estar refletindo dentro de nossa corporação justamente pela desmotivação e falta de interesse político de parte de nossa classe. Mas como disse antes que atravessamos fronteiras, a instituição Polícia Militar e seus integrantes estão verdadeiramente no foco de toda sociedade que através desses meios de comunicação estão conhecendo a cada dia nossa realidade.

      Quanto a enquete, e mais uma vez não me furto de citar, a CONSULTA não foi uma decisão minha e nem do grupo Poliglota, mas sim uma solicitação daqueles que ainda se importavam por proporcionar melhorias para nossos pares. Óbvio que sua crítica vem carregada de um sentimento acusatório onde tenta jogar a opinião interna contra o Poliglota como se ele fosse o responsável e o único responsável por não adquirirmos o que necessitamos por justiça e direito.

      Acontece, nobre colega, que quem conhece meu trabalho sabe muito bem que jamais me comprometeria com algo que não pudesse cumprir e em momento algum avocamos para nós a responsabilidade. Se acompanhou nossos trabalhos até hoje, recordará que desde a criação do NMU (Novo Movimento Unificado) sempre dissemos que as decisões caberiam exclusivamente à TODOS e não a alguns. Não havia LÍDERES e todos os integrantes da corporação eram um NMU. Cada homem era um LÍDER!

      Entretanto, nos dispusemos a auxiliar no que nos fosse possível, pois o bem maior era os interesses dos integrantes da corporação, onde até meios logísticos já estavam preparados para a realização de algum evento. Agora sejamos sinceros e honestos consigo mesmo: Temos uma corporação composta de 16 mil homens onde menos de 1% demonstraram interesse em defender seus direitos. Seria justo expor uma categoria do tamanho da nossa ao ridículo? E os LÍDERES que ano passado tanto defenderam a instituição e seus integrantes, pulverizando a representação que hoje não temos? Porque não assumiram a causa e a responsabilidade de LIDERAR? Porque não procuraram o Poliglota e se utilizando dos meios que dispúnhamos não deram a cara a tapa? Viu como é fácil se esconder no anonimato e destilar todo fel que queremos sem ao menos avaliarmos todo o contexto?

      Pois bem nobre colega, digo e repito, respondi a um Conselho de Justificação onde venci por 3X0 por quererem me calar, tenho sofrido perseguições políticas porque defendo minha classe do meu jeito e de acordo com minha responsabilidade, mas nada disso me assusta, porque sou ainda daquele tempo onde meus avós diziam e biblicamente está escrito: “NA VIDA HÁ TEMPO PARA TUDO, PORÉM, O TEMPO PERTENCE AO CRIADOR”

      Tenha um bom dia e obrigado pela sua participação. No entanto, ressalvo que não é salutar julgar sem conhecer. E os meus interesses já foram muito bem explicitado em tudo que fiz até o presente momento em defesa de minha classe. E continuarei fazendo, mas do meu jeito, com a minha responsabilidade e principalmente respeitando minha classe. Afinal, sou só mais um entre milhares.

      Grande abraço,

      Poliglota...

      Excluir
  8. Um esclarecimento:

    No campo da competência legiferante relacionada aos órgãos de segurança público, mais especificamente da Polícia Civil do Distrito Federal e territórios, o Constituinte foi preciso, não deixando dúvidas sobre a competência concorrente da Uníão e do Distrito Federal.

    Nesse diapasão, dispõe o inciso XIV do artigo 21 da Carta magna: "Art. 21. Compete à União: [...] XIV - organizar e manter a polícia civil, a polícia militar e o corpo de bombeiros militar do Distrito Federal, bem como prestar assistência financeira ao Distrito Federal para a execução de serviços públicos, por meio de fundo próprio;" Nota-se que o art. 21 não trata de competência legislativa, mas genérica para dispor tão somente com relação ao custeio e organização geral das instituições de segurança pública do Distrito Federal, visto que as regras de competência estão definidas nos artigos 22 e 24 da Constituição Federal. Nesse sentido, o art. 22, que trata da competência legislativa privativa da União, nada dispõe sobre a matéria contida no inciso XIV do art. 21, no que tange à Polícia Civil do Distrito Federal, mas tão somente com relação às polícias militares e corpos de bombeiros militares.

    Por outro lado, com relação à Polícia Civil do Distrito Federal, a competência para legislar está prevista no art. 24 da Constituição Federal, cujo inciso XVI dispõe sobre a competência concorrente da União, dos Estados e do Distrito Federal para dispor sobre organização, garantias, direitos e deveres dos policiais civis do Distrito Federal vejamos:

    "Art. 24. Compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre: [...] XVI - organização, garantias, direitos e deveres das polícias civis." Conquanto o inciso XIV do art. 21 da Constituição Federal disponha que incumbe à União legislar sobre "organização" da Polícia Civil, o art, 24 da Carta Magna, que trata de çompetência legislativa, dispõe que compete tanto à União como ao Distrito Federal legislar sobre a matéria "organização" . Importa destacar que o inciso XIV do art. 21 apenas define a competência da União para tratar de organização, enquanto o inciso XVI do art. 24 define a competência legislativa concorrente para tratar tanto de organização como de "garantias, direitos e deveres".

    Logo, sobre "garantias, direitos e deveres" dos policiais civis não resta dúvida alguma da competência legislativa do Distrito Federal. Com relação à matéria "organização", qualquer dúvida que poderia existir é resolvida pela própria Carta de 1988, nos termos dos parágrafos 1° a 3° do art. 24 e do art. 32, parágrafo 1°, todos da Constituição Federal, in verbis: "Art. 24. Compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre:

    [...] Parágrafo 1° - No âmbito da legislação concorrente, ª competência da União Iimitar-se-à a estabelecer normas gerais. Parágrafo 2° - A competência da União para legislar sobre normas gerais não exclui a competência suplementar dos Estados. Parágrafo 3° - Inexistindo lei federal sobre normas gerais, os Estados exercerão a competência legislativa plena, para atender a suas peculiaridades." "Art. 32. O Distrito Federal, vedada sua divisão em Municípios, reger- se-à por lei orgânica, votada em dois turnos com interstício mínimo de dez dias, e aprovada por dois terços da Câmara Legislativa, que a promulgará, atendidos os princípios estabelecidos nesta Constituição. Parágrafo 1° - Ao Distrito Federal são atribuídas as competências legislativas reservadas aos Estados e Municípios."

    Diante do exposto, pode-se concluir que a competência da União sobre organização da Polícia Civil do Distrito Federal restringir-se-á a definir normas gerais, enquanto ao Distrito Federal compete tratar de normas especificas e suplementar as normas gerais da União, no que tange à organização da Polícia Civil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quanto à violação ao paragrafo 4º da Magna Carta, que veda a concessão de acréscimos ao subsídio dos servidores públicos, que não sejam verbas indenizatórias, nestes termos:

      § 4º O membro de Poder, o detentor de mandato eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários Estaduais e Municipais serão remunerados exclusivamente por subsídio fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória, obedecido, em qualquer caso, o disposto no art. 37, X e XI.

      Excluir
    2. LEI ORGÂNICA DO DISTRITO FEDERAL

      Art. 33

      § 5º O membro de Poder, o detentor de mandato eletivo, os Secretários de Estado, os Administradores Regionais e os demais casos previstos na Constituição Federal são remunerados exclusivamente por subsídio, fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação OU OUTRA ESPÉCIE REMUNERATÓRIA, obedecido, em qualquer caso, o disposto no art. 19, IX e X. (CAIXA ALTA MINHA) (Parágrafo acrescido pela Emenda à Lei Orgânica nº 80, de 2014.)

      PERCEBA QUE O PARAGRAFO FOI INCLUÍDO PELA MESMA EMENDA Nº 80/2014

      Excluir
  9. PARABÉNS A PC, UNIDOS SEMPRE EM FRENTE, ENQUANTO NA PM OS CEL SÓ PENSAM EM ...........VCS SABEM NÉ. ETA POVINHO BESTA VAMOS REAGIR, SENHORES NÃO CONTRA OS GANHOS DA PC, MAS PRECISAMOS REAGIR ESSE GOVERNO E CMT SÃO IGUAIS OU PIOR DA ÉPOCA DO ANGULO. PARABÉNS POLIGLOTA SEMPRE EM ALERTA E MOSTRANDO A VERDADE. POLIGLOTA COMEÇA A FAZER UMA REUNIÕES NAS SATÉLITES .

    ASS: PARADO

    ResponderExcluir
  10. NA PM OS PRAÇAS ESTÃO EM REGIME DE ESCRAVIDÃO PARA DÁ BOA VIDA AOS CEL, QUE SÓ PENSAM EM GRATIFICAÇÃO E NÃO TÁ NEM AÍ PARA A INSTITUIÇÃO. E AINDA TEM PRAÇA QUE FICA SE MATANDO NA RUA. ACOR DA PRAÇA.

    ResponderExcluir
  11. Pessoal parece que acordamos. Lembro do Poliglota alertando sobre a mudança na nossa Lei de Vencimentos. Que ficaríamos para trás e agora começar a surgir a realidade. Enquanto alguns só pensam em CHOAEM, a instituição está gemendo. Sem saúde, sem plano de carreira e principalmente de salários. A verdade é que somos uma classe desunida. Vou dar um exemplo: quem é nosso representante na CLDF? Ninguém. Sabem por quê? O Poliglota foi traído pela classe. Teve pouco mais de 5 mil votos. Se cinco mil tivessem pedindo para as esposas e filhos votarem nele, nós teríamos um representante pelo menos pra informar aos outros deputados sobre nossas necessidades. Mas eu vi foi PM votando em Celina Leão e Laerte Bessa pra Federal (Nada contra ele), mas eu acho que já representa uma classe. A verdade é que nós somos uma classe desunida. Vejo muitos PMs querendo Operação Tartaruga, mas na realidade eles querem que outros façam, mas eles sequer vão nas audiências ou assembleias que são feitas. A verdade é esta amigos, vamos ver os outros se dando bem e nós chupando dedo.

    ResponderExcluir
  12. A policia Civil querendo auxilio fardamento só faltava essa, daqui a pouco eles vão querer indenização de posto e graduação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho justo o auxílio fardamento, vez que a PCDF realiza inúmeras operações de repressão que necessitam de caracterização específica. Quanto à questão de posto e graduação, amigo, essa é a grande diferença: há apenas uma hierarquia na instituição, não se pode comparar PC com Oficial ou com praça; são categorias distintas, atividades distintas, e, complexidades também distintas e com finalidades distintas(Polícia Judiciária). Há uma graduação interna e inserida no próprio cargo de quem a ocupa. Concordo com um dos colegas quando se manifestou afirmando que o certo é acabar com injustiças no cerne da própria corporação e não ficar, definitivamente, apontando o "dedo" para categoria diversa. Atente-se a isso.

      Excluir
  13. Brincam com policiais e bombeiros porque não tem lideranças...

    ResponderExcluir
  14. Temos que criar um mecanismo que não seja associação e que não seja pessoal da ativa e arrecadar fundos para nos manifestar através de carro de som,propaganda televisiva,jornalística,folders e outras coisas do tipo.Chega de ficar esperando um salvador...

    ResponderExcluir
  15. Boa noite nobre colega TEN Poliglota!eu sempre aqui neste espaço me dirigir,ao nobre colega como o meu legitimo representante,pois tenho um respeito e um apreço enorme pelo seu trabalho.E sei que o amigo sempre tem algo para acrescentar a nossa luta em busca de sermos vistos,pelas autoridades que se quiserem podem nos ajudar,valorizando o nosso trabalho que e de fundamental importância para o Governo e a sociedade. Mas infelizmente tem uma meia duzia de lobistas, que só olhão para o seu próprio umbigo,pensando nas gordas gratificações que os cargos comissionados lhes renderão,e que se arrebentem os que estão lá em baixo sem saúde,sem plano de carreira sem motivação para desempenhar os seus trabalhos,e agora vendo os nossos primos ricos,buscarem e que e direito deles,e aqui na gloriosa só portarias e mais arrochos,mas sem graça para trabalharmos ficamos,falo isto por sentir na própria pele,tem dias que eu saio para o quartel mas é pela misericórdia de Deus,não é porque eu não ame o meu trabalho,mas sim por causa da falta de comprometimento por parte daqueles,que se dizem gestores e respostareis para levar as nossas demandas às autoridades,mas por conta do seu egocentrismo não o fazem,por isso meu amigo eu sei que o amigo sendo esse jornalista e comunicador brilhante que é,sendo bem relacionado com os poder e aqueles que o cercam,pode muito nos ajudar neste momento de total falta de expectativas,com relação a nossa carreira,e a valorização da nossa gloriosa PMDF,meu amigo nos ajude eu sei que você pode nos ajudar a sair dessa situação .caótica e desanimadora em que nos encontramos neste momento,em tantos anos de polícia militar eu ainda não tinha vivenciado nada igual ao momento em que estamos vivendo,nesses últimos anos dentro da nossa PMDF .Mas creio que Deus não há de nos desamparar,e nos enviará uma solução para nós os mais necessitados ou a parte mais fraca,dessa guerra de gigantes e quem perde com tudo isso e a sociedade,na qual eta também inserida os nossos familiares,eu ao contrario do que disse um colega em seu comentário,eu sempre participei das mobilizações e chamados feito a nosso respeito,salvo umas duas convocação as quais eu estava de serviço e não pude comparecer.Caros amigos policiais nos temos que fazer algo em nosso favor, do jeito que esta não pode ficar,eu não sei o que mas que algo tem que ser feito isto é fato,eu estou e sempre estarei pronto para atender um chamado para irmos a luta em prol das nossas conquistas e em defesa dos nossos familiares,e melhorias para a nossa gloriosa PDF,e parabéns aos nobres primos ricos coragem vocês merecem,suas conquistas porque lutam para consegui-las!! um forte abraço a todos!!!

    ResponderExcluir
  16. Boa noite, caro Poliglota.
    Gostaria de sugerir-lhe que, se possível, respeitado o direito de expressão e democracia vigentes em nossa nação, fossem filtrados comentários que expressem comparações de nossa instituição com outras, principalmente no que tange a remunerações, pois não galgamos nada de melhorias com debates que fomentam discórdia e desânimo, dando ideia de inveja e fracasso. Debater, buscar melhorias, reivindicar, enfim, evoluir, é um direito nosso como trabalhadores e merecemos isto como profissionais, porém, devemos nos ater à nossa "casa" e deixar que cada "dono" cuide da sua. Já temos nossas próprias divergências internas, que não são poucas. A "luta" é e sempre será grande e árdua. Por isso, irmãos de farda, amigos de trabalho e muitas vezes pessoais, atemo-nos à nossa própria "batalha", à nossa própria causa, pois se assim não fizermos, ficará muito mais difícil. Este é apenas meu pensamento, respeito a opinião de todos, embora nem sempre concorde. Abraços a todos.
    Sgt Pedro
    Sgt Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeita colocação Pedro...

      Na medida do possível será atendido.

      Grande abraço,

      Poliglota...

      Excluir
  17. Poliglota , sempre participei de quase todas as assembleias que fizemos, salvo quando estava de serviço, vc Poliglota deve começar já com reunião setorizadas para podermos partir pra praça do relogio, vc sabe o tempo é curto e logo..logo 2018 e sendo assim estamos sendo enganados mais 4 anos com esse desgoverno que nem os buracos das ruas, ele consegue tampar. Poliglota tenho tirado alguns serviço em outros BPM, em apoio e os colegas falam a mesma coisa, precisamos começar. um abraço a todos fiquem com DEUS.

    ass:SGT desmotivado, sem esperança dentro da PM.

    ResponderExcluir
  18. POLIGLOTA CONSIDERO VC UM LIDER DENTRO DA PM, VC FOI BEM VOTADO INCLUSIVE EU E MINHA FAMILIA VOTAMOS EM VC, 2018 ESTA AÍ NÃO É HORA DE COMEÇAR SE MOBILIZAR NÃO SÓ PARA FALAR DE POLITICA, MAS PARA ACORDAR ESSE FALIDO GOVERNO QUE FOI ELEITO POR FALTA DE OPÇÃO.

    ResponderExcluir
  19. SENHORES PRAÇAS VÃO COMEÇAR ACORDAR QUANDO, ESTAMOS SENDO ESCRAVOS DA SEGURANÇA, SEM DIREITO A NADA, SÓ ARROCHO NOS QUARTEIS E ESCALA EM CIMA DE ESCALA.

    ResponderExcluir
  20. Não sei se meu comentario foi enviado.envio outra vez.Estou tentando entrar na Rede Democratica e não consigo. Ela foi desativada ? Agradeço a resposta que lerei mais tarde. Ou no meu e-mail santosfirmo@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  21. Auxílio-moradia, auxílio-uniforme e auxílio-alimentação, cujos benefícios já alcançam a Polícia Militar do Distrito Federal.

    Os cana da Papa Charlie querem incorporar de vez os macetes da Caserna, solicitam estes benefícios, sem prejuízo dos SUBSÍDIOS que já recebem, não custa nada pedi, vai que qq hora isso passa.

    ResponderExcluir
  22. E tem dinheiro pra pagar isso?

    ResponderExcluir
  23. Os caras fecharam com o roleberg
    Ja nos com o frejat
    queremos cobrar o que ?
    Ele prometeu e fez compromisso com quem fechou com ele

    ResponderExcluir
  24. Eles são bem aventurados porque existe um bem comum, enquanto aqui há guerra de interesse.
    (um reino dividido não pode subsistir)

    ResponderExcluir
  25. Auxílio moradia entre 2 mil e 3 mil para agentes. Aumento da alimentação de 340 para 850, somados ao auxilio uniforme. Pra quem ta na ativa, sera acrescentado o valor medio de 3 mil aos salarios de ate 14m(classe especial)
    Se distanciarao ainda mais da pmdf.
    Imagine o antigao da PCDF ganhando 17mil + as gratificações de chefia...e pra nós?

    ResponderExcluir
  26. Esse pessoal esquece facil, a PCDF, não menosprezando os colegas e sem desmerecer. Todos merecemos salário e digno e condições de trabalho. Quando o salário da PC não era subsídio eles recebiam dois contra cheque. Quem se lembra do auxilio paletó. Isso é uma forma de conseguir melhora salarial, assim como nós não temos plano de carreira. O que a PC tem. É luta meus irmãos. Pirao pouco o meu primeiro. É assim com os estrelados, com os professores, saúde, DETRAN. um querendo ser mais necessário que o outro. Ganha mais quem chora melhor.

    ResponderExcluir
  27. Acho que a velha tartaruga vai ter que voltar

    ResponderExcluir
  28. NÃO É MELHOR ACEITARMOS LOGO TRABALHO ESCRAVO E PRONTO? TODOS SABEM QUE A PMDF QUE MANTÉM A SEGURANÇA TRANQUILA. ESTÃO BRINCANDO COM OS PMS E BOMBEIROS SÓ PODE. PCDF VAI GANHAR MORADIA, AUXILIO FARDAMENTO E O MESMO VALOR 850 REAIS DE ALIMENTAÇÃO, BELEZA. ENTÃO QUEREM A PORRA DA ISONOMIA COM A PMDF NOS BENEFÍCIOS NÃO É? ISONOMIA JÁ NOS SALARIOS DE AGENTES COM PRAÇAS DA PMDF. OU É 8 OU 80. OU A PM VAI ACEITAR MAIS UMA VEZ FICAR PARA TRÁS. DAQUI A POUCO VÃO GANHAR HORAS EXTRAS VOCÊS VAO VER. KKKKKK

    ResponderExcluir
  29. Vamos esquecer a Policia Civil e se preocupar com a nossa Policia Militar e o Corpo de Bombeiros! Enquanto os companheiros desta Rede só critica o que a PCDF ganhou nós esquecemos de nos organizar e batalhar para conseguir pelo menos chegar perto. É só PCDF...PCDF...PCDF. Vamos nos organizar pessoal! Encostar nos deputados federal Bessa e Alberto Fraga, Bolsonaro! Deputados Distritais simpatizantes com a PMDF E CBMDF. A PCDF conseguiu o que queria porque se organizaram! Tem associações fortes! E a gente? Ta na hora de mudar! Aliás já passa da hora! Não esqueçam que a PMDF e a mais importante força policial! E ele que está nas ruas, nas manifestações! Nós somos insubstituíveis!Até no efetivo! As Policias Militares e Bombeiros Militares tem os efetivos maiores que os da Forças Armadas.Sem falar que nós somosprofissionais! Sem falar que são os Policiais Militares que são assassinados todos os dias no Brasil.Raramente se vê Policiais Civis sendo assassinados! Estão em trajes civis! Nós andamos fardados! Vamos agir urgente claro! Sem tumultuar a Constituição. Tem que haver a união das duas Corporações e não uma se pendurar na outra. Obrigado.

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com