quinta-feira, 21 de maio de 2015

Jurista Celso Antonio Bandeira de Melo: “O que diferencia o PM do bandido é uma carteira de funcionário”

O “brilhante” jurista Celso Antonio Bandeira de Melo, que já advogou para a Associação de Cabos e Soldados da PM de São Paulo, cometeu um erro que certamente afetará a sua reputação.

Durante uma palestra em uma faculdade no Paraná, Bandeira de Melo humilhou a categoria policial, afirmando que “o que diferencia o PM do bandido é uma carteira funcional”. E o pior: revoltou muitos parlamentares que integram a Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga a realidade do Sistema Carcerário Brasileiro.

Presidida pelo deputado Alberto Fraga (DEM-DF), oficial da reserva da PM, a CPI reúne inúmeros policiais civis e militares que ganharam mandato nesta legislatura e juntos apresentarão requerimento nesta semana, convocando Bandeira de Melo a se explicar na comissão apuradora.

Certamente mal assessorado, e quiçá desatualizado, o advogado não imaginou que estaria sendo filmado e gravado, senão evitaria o besteirol inadmissível, verdadeiro vexame em se tratando de um professor de direito. 

Com informações do blog do professor Chico


Vídeo de repúdio do deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF):

15 comentários:

  1. JURISTA DE LU E LOLA PARABENS FRAGA , SEM VERGONHA PILANTRA SAFADO E CADA UMA

    ResponderExcluir
  2. Tinha que verificar se caberia ação penal individual contra essa pessoa por danos morais já que com sua fala ofendeu todos policiais militares do Brasil, fato grave como esse não pode passar despercebido, ele tem que responder na justiça pelo que falou.

    ResponderExcluir
  3. CFSD 1995 - REFORMADO21 de maio de 2015 11:26

    Esse cabra safado milita na esquerda, por isso sua ojeriza a policiais, em que pese já ter sido patrono da Associação de Cabos e Soldados da PM de São Paulo, o que não quer dizer muito, já que, não atuou por ideologia e por gostar de policiais, mas por ter sido bem pago para isso.
    Esse asqueroso "jurista" é o mesmo que despejou e vomitou insultos a Joaquim Barbosa, porque este mostrou boa parte das entranhas do PETRALHISMO para o Brasil, quando do julgamento da AP 470 no STF, que desmascarou os petralhas.

    Ora, o que esperar de uma figura excrescente dessas, que achincalha um Ministro decente como Joaquim Barbosa?

    ResponderExcluir
  4. ATENÇÃO ANTIGOS: NO DIA 21 DE FEVEREIRO DESTE ANO O JORNAL DE BRASÍLIA JÁ ANUNCIAVA O PLANO "MAQUIAVÉLICO" DO GDF EM RELAÇÃO AO FIM DO CONVERSÃO DA LICENÇA ESPECIAL EM PECÚNIO, MAS À ÉPOCA, POUCOS DERAM IMPORTÂNCIA, E AGORA, SEGUNDO INFORMAÇÕES, O GDF QUER INCLUIR EM SEU PACOTE DE MALDADES, TAL PROJETO. ENFIM, À TODOS AQUELES QUE ESTÃO INDO EMBORA, COMO EU, TEREMOS A CHANCE DE AINDA SAIR DA BRIOSA COM ESTE BENEFÍCIO, PORÉM, AOS DEMAIS COLEGAS, QUE AINDA FALTA ALGUM TEMPO, ISSO REPRESENTARÁ UMA PERDA MUITO SIGNIFICATIVA. NOS DISSERAM NO ANO PASSADO, QUE SE QUISÉSSEMOS MELHORIAS BASTARIA QUE FIZÉSSEMOS NOSSO TRABALHO COM DEDICAÇÃO E MOSTRÁSSEMOS SERVIÇO. NO ENTANTO, A MAIORIA TEM SE DEDICADO AO MÁXIMO, APESAR DA PRECARIEDADE EM NOSSA INSTITUIÇÃO, E O QUE RECEBEMOS É APENAS NOTÍCIAS RUINS E ARROCHO. LAMENTÁVEL!!!! AOS QUE FICAM, UM ABRAÇO E BOA SORTE!!!

    ST REVOLTADO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. irmão essa noticia é forte ?

      Excluir
    2. Isso ST REVOLTADO, vai soltando Bizú, quem sabe todo mundo vaza e vc vai para o Choaem por antiguidade, isso se a Lei mudar. Vc é um Brincante 02. KKKKK.

      Excluir
  5. PARABÉNS AO DEPUTADO FRAGA E ÀS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS POLICIAIS. CHEGA DE LEVAR PORRADA E DEIXAR POR ISSO MESMO.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo19 de maio de 2015 12:08

    COMENTÁRIO POSTADO NA MATÉRIA SOBRE O CHOAEM:

    Bom dia a todos. Quando a Lei 12086 entrou em vigor e foi publicado o Decreto dando acesso ao CHOAEM apenas pela antiguidade, de início não concordei, pois via no concurso interno uma chance de ascender ao oficialato de forma mais justa. Mas ao longo dos cinco anos seguintes percebi que estava errado, pois o meu pensamento naquela época era apenas de cunho pessoal, pois caso houvesse o concurso e viesse a passar o benefício seria exclusivamente meu e não coletivo. Digo isso, pois uma vez tendo acontecido o CHOAEM ao longo desses anos em que a lei ficou sobrestada abriu um leque de promoções para baixo, o que não aconteceria se tivesse acontecido o concurso, pois não se teria a garantia que os ST's haveriam passado e abrindo com isso vagas como efeito cascata para baixo. Então, com essa constatação cheguei a conclusão que o mais correto é o que já acontece com os oficiais, que só fazem um único concurso e chegam no topo da carreira. Lendo as várias opiniões noto que existem de Soldado a Sub Ten defendendo o concurso interno e de igual modo para o uso da antiguidade para o ingresso no QOPMA. Não há ainda um consenso sobre qual dos dois modelos seria o mais justo, apenas opiniões individuais de cada um olhando para o seu próprio benefício, conforme um dia também me posicionei. Sendo assim o melhor a se fazer é um estudo ou pesquisa demonstrando os dois lados da moeda, onde aquele que demonstrar ser o melhor para a coletividade que seja verdadeiramente aplicado. E dizer apenas que deve-se cumprir a lei de acordo com a opinião de alguns ainda é muito vazio, pois a lei pode ser interpretada de acordo com a conveniência de cada lado defendido. Para ilustrar isso vou citar a expressão que causou essa dupla interpretação: "processo seletivo". E para aqueles que não sabem seu significado eu cito "como sendo uma sequencia de ações no intuito de selecionar algo ou alguém para determinado objetivo". Ou seja, o concurso interno pode fazer parte de um processo seletivo, mas não é o processo em si, pois demanda outras etapas. Assim como a escolha pela antiguidade também pode ser reconhecida como uma fase de um processo seletivo. Portanto, não confunda processo seletivo como sendo exclusivamente a aplicação de um concurso e dizer que a escolha por outro critério estaria fora da legalidade.

    ST EUSVAN
    Responder

    ResponderExcluir
  7. Anônimo19 de maio de 2015 12:09

    CONTINUAÇÃO...

    Diante dessa pequena explicação pode-se escolher um norte a ser seguido, seja para um lado ou par o outro sem ferir a lei. Mas para isso é preciso avaliar qual deles trará maior benefício para coletividade. Tenho lido algumas opiniões que a prova seria mais democrática, pois atingiria a todos. Nesse ponto hei de discordar, pois segundo os critérios elencados no Art. 32 apenas aqueles com no mínimo 18 anos e com o CAP ou equivalente poderia prestar o concurso. Ou seja, se abrisse o concurso hoje haveriam sargentos com 18 anos ou mais de serviço que não poderiam fazer a prova, mesmo com maior graduação, enquanto que outros poderiam. Sem contar que aquele que não concorrer poderá ficar estacionado na graduação por muito tempo, pois havendo a possibilidade de outros sargentos de menos graduação passarem, não abrirá vaga para ele. Desde que entrei na PMDF que ouço dizer que o concurso interno sempre foi uma grande injustiça dentro da instituição, pois só beneficiou aqueles poucos privilegiados que passaram, seja por mérito próprio ou por algum subterfúgio que não cabe a mim mencionar. E com o advento da 12086 essa dita injustiça foi amenizada em parte, onde todas as promoções se deram pelo critério da antiguidade, adquirida pela avaliação meritória quando no curso de formação de soldado. Mas deixou ainda uma parte dessa dita injustiça ao permitir a possibilidade de ascender ao QOPMA através do concurso interno. Digo isso, pois hoje temos também ST's que demonstraram sua meritocracia ao longo dos anos e que também não poderão ascender na carreira porque já ultrapassaram a idade limite de 51 anos. Vejo muitos dizerem que seria uma enorme injustiça se as demais graduações, que se encaixam nos pré requisitos estabelecidos pela lei, não concorrerem ao CHOAEM, sendo apenas os ST's pelo critério da antiguidade, mas de igual modo não os vejo defender a prova para os soldados e cabos ou reconhecer essa esdrúxula finalização da carreira de um Sub Ten. pode ter ultrapassado a idade limite. Portanto, meu amigos, se for apontar as injustiças que já aconteceram ou que ainda existem em nossa carreiras, poderia que escrever um livro. Então, conforme já citei acima, embora tenha ficado claro o meu posicionamento, que se faça uma melhor análise dos critérios que possam ser adotados para o acesso ao QOPMA e aquele que melhor beneficiar a coletividade que seja o adotado, até que se tenha uma reestruturação implantando de vez a promoção com independência de vagas. Reflitam e paz e bem a todos.

    ST EUSVAN
    Responder
    Respostas

    ResponderExcluir
  8. Anônimo19 de maio de 2015 16:23

    Na verdade não tem como discordar de suas colocações, porém, se lembra na época o decreto do Arruda era claro: "50% antiguidade e 50% caneta". No entanto, os colados do Patrício foram lá e deram um jeitinho de ser 100% antiguidade. Ou seja, você não percebeu que os maiores injustiçados com isso tudo foram aqueles que entraram no mínimo em 2000. Sendo esses na sua grande maioria hoje compostas pelos CB´s de hoje? Então, se analisar no histórico verá que esse pessoal foram os mais injustiçados por não terem tido a oportunidade de concorrer nem a prova de CB, sendo que garanto que as turmas anteriores assim tiveram e se não aproveitaram, não venha o caso. Portanto, essa afirmação de que só antiguidade resolve e um engano tremendo! Visto que as vagas não estão sendo abertas, e as turmas que hoje formam 80% dos CB estão indo pra casa dos 20 anos e ainda são CB´s. Detalhe, sem esperança alguma de sair até 3sgt. Sendo assim, voltando para o possado vemos que vários que puderam participar da caneta hoje são no mínimo 2sgt antigos. E estão com muito medo de tentar outra prova! Mais medo porque? Quem passa uma vez, pode passar outra! Agora impedir que os maiores prejudicados por anos a ficarem 100% congelados no tempo e sacanagem! Ou seja, vocês tiveram só 5 anos para correrem atrás de mudanças no referido art., e só agora querem dar novamente um jeitinho? Francamente viu! E ainda vim falar de coletividade. Olha pro meu lado também, estou com 15 anos e ainda CB, e praticamente certo sair 3sgt quando completar 25 anos (no mínimo). Portanto, ou vocês lutam por algo que de fato corrija a injustiça que vivo até hoje, ou falar que e individualismo e ser falso. Pois quem hoje está de 2sgt pra cima, podemos garantir que 80% fizeram a última prova de CB, sendo que em alguns casos, já temos SUBs. E minha turma?

    SPARTACUS

    ResponderExcluir
  9. Anônimo20 de maio de 2015 18:34

    Boa noite. SPARTACUS, dizer que sou a favor hoje do critério da antiguidade não é para mim, e mesmo para outros com o mesmo pensamento, um medo do famigerado concurso. Muito pelo contrário, pois hoje me faltando apenas 7 anos para ir para a reserva e com algumas centenas de ST a minha frente, com o concurso, caso eu viesse a passar, só adiantaria o meu lado. E nessa situação se encontram outros tantos ST's. Então, não se trata da busca do benefício individual quando opto pela antiguidade. E mais. Se não fossem os CHOAEM's que tiveram ao longo desses cinco anos pelo critério da antiguidade, talvez hoje eu não fosse ST e você CB. E é isso que muitos não estão compreendendo, pois enquanto não houver a promoção sem dependência de vagas a fila só irá andar, ou com pedidos de reservas ou com promoções no topo, simples assim. E pegando um gancho na sua fala quando diz que sairá 3 SGT com 25 anos, infelizmente, caso haja o concurso e a maioria dos ST'S não venham a passar, será essa mesma a realidade vivida por muitos. Portanto, o que deveria acontecer é o curso natural das coisas onde aqueles que estão a frente abram espaço para quem está atrás. Esse não é um pensamento mesquinho ou individualista. Ele é muito mais coletivo do que aqueles que dizem que um concurso com no máximo 100 vagas irá melhor a vida de todos os demais. Mas é isso aí. Você mostrou o seu ponto de vista e o parabenizo por isso. Que os demais também mostrem os seus para quem sabe chegarmos a um denominador comum. Passar bem a todos.

    ST EUSVAN

    OBS.: Não esqueçam que de acordo com a lei atual as promoções de CB a ST são pelo critério da antiguidade. E a um tempo não tão longínquo assim a progressão se dava em parte pelo concurso interno, onde causou certas injustiças segundo o entendimento daqueles que não se beneficiaram a época. Será que repetir o mesmo erro consertará os desacertos do passado?

    ST EUSVAN

    ResponderExcluir
  10. SGT REFORMADO VERISSIMO21 de maio de 2015 23:56

    Bandido é vc jurista de merda. A Polícia Militar é formada por homens e mulheres honrados e pais de família descentes. Se tem algo na minha vida que me orgulho é de fazer parte da melhor Polícia Militar do País.

    ResponderExcluir
  11. ta falando bobagem ST REVOLTADO pega seu pijama e vai embora, para de criar instabilidade a tropa! se não tem um documento afirmando isso, melhor ficar calado, a PM ja ta cansada desse tal BIZÚ...

    ResponderExcluir
  12. O corte das licenças não está no pacote de maldade não, além disso a nossa legislação é federal.lei 12086, mas temos que ficar de olho, pois pode muito bem mandar uma MP pra Dilma extinguindo o beneficio na calada da noite. Para fazer o mal são bastante ágeis e sem piedade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu é q não quero pagar pra. Ver...... FUUUIIII

      Excluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com