quarta-feira, 8 de abril de 2015

Pacto pela Vida terá projeto-piloto em quatro regiões

Previsão é que o programa da área de segurança pública seja totalmente implantado daqui a dois meses

A partir desta semana, começa a funcionar de modo experimental em quatro regiões administrativas do Distrito Federal — ainda não divulgadas — o Pacto pela Vida, considerado o principal programa da área de segurança pública do governo.

O piloto funcionará por dois meses para que se avalie a articulação entre Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Departamento de Trânsito do DF (Detran) e sejam feitos os ajustes necessários. Ao final do prazo, a iniciativa será implantada em todas as regiões de Brasília...

O secretário da Segurança Pública e da Paz Social, Arthur Trindade, afirmou que as corporações já têm colocado em prática as ações do programa, mesmo ainda não totalmente implementado. Segundo o titular da secretaria, já houve mudança na rotina das investigações, no cumprimento dos mandatos, na política de distribuição de efetivos da Polícia Militar e aumento do número desses profissionais nas ruas. "Esse pacote de medidas é condição necessária para o pleno funcionamento do pacto e já está trazendo resultados positivos", garante Trindade.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Hamilton Santos Esteves Junior, disse que a instituição está preparada para testar o programa nas regiões administrativas: "A corporação está bem organizada. Agimos desde o sexto dia do ano, quando o governador lançou o programa, fizemos um grupo de trabalho extenso com vários setores para que todos andassem alinhados com as metas do programa. Com isso, ganhamos um tempo de preparação."

Indicadores

A consolidação dos indicadores que serão adotados no programa — passo fundamental para se colocar em prática o projeto-piloto — está sendo discutida nesta terça-feira (7), no Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb), da Asa Norte, até o final da tarde. Especialistas nacionais e internacionais da área de segurança estão reunidos para apresentar sugestões e críticas sobre o tema. "A expectativa é que essas medidas, agora com foco e indicadores, resultem na queda de taxas de criminalidade", declarou Trindade.

A maior parte dos indicadores já foi definida nos dois primeiros meses de governo, como os que dizem respeito aos crimes violentos letais intencionais, aos crimes contra o patrimônio, à qualidade de vida, à confiança nas polícias e à qualidade do serviço policial. "Esses conjuntos serão apresentados hoje e esperamos sair com uma convicção de que nossos indicadores são válidos, que eles medem o que gostaríamos que eles medissem e que, portanto, serão úteis para o Pacto pela Vida", ressaltou o secretário.

O chefe do Estado-Maior da Polícia Militar, coronel Marco Antônio Nunes de Oliveira, afirmou que os indicadores, tanto de produtividade como de desempenho, serão fundamentais para dar feedback (retorno) do caminho que as corporações estão seguindo: "Estamos motivados e confiantes que vamos conseguir atingir os objetivos de redução da criminalidade e retomar a sensação de segurança de Brasília. O grande mérito dessa ação é a sinergia que a coordenação do programa está trazendo para que os órgãos possam trabalhar em conjunto."

Principais metas

O programa tem como principais metas reduzir os crimes violentos letais intencionais — homicídio, latrocínio e tentativa de homicídio — e aumentar a sensação de segurança dos moradores de Brasília. Essa última prioridade se dará com a redução dos crimes contra o patrimônio e a melhoria da qualidade dos serviços prestados pelos órgãos envolvidos no pacto.

Fonte: Jornal de Brasilia/Agência Brasília

12 comentários:

  1. Cadê a restruturação? Quero é aumento de salario e não de serviço, governador lixo esse.

    ResponderExcluir
  2. NOSSO FAMILIARES PRECISA URGENTE DE UM PACTO PARA VIDA SAUDE QUE ESSES CARAS TIRARAM ISSO SIM

    ResponderExcluir
  3. Que tal fazer um pacto pela vida dos PMs e BMs.

    ResponderExcluir
  4. O que vai trazer a sensação de segurança novamente dos brasilienses é a motivação das Praças, a recuperação das perdas salariais - aumento salarial nem ouso falar -, e cursos de capacitação aplicados com eficiência. Do jeito que tá, tá mais pra pacto com os politiqueiros, que vivem em eterna campanha politiqueira, pra não usar outra expressão. Fora disso é embuste e conversa pra boi dormir. Enquanto, a briosa não for tratada, como uma instituição de Estado, independente de governo de partido A ou B a tendência é que os crimes continuem acontecendo.

    ResponderExcluir
  5. VALORIZA OS PRAÇAS, SENDO ASSIM TEM SEGURANÇA, FORA ISSO É SO BLÁ..BLÁ...BLÁ..BLÁ,

    OBS: PRAÇA SEM VALOR NUNCA O SERVIÇO VAI PRESTAR, ESCRAVIDÃO HÁ MUITO TEMPO ACABOU.

    ASS: DESMOTIVADO

    ResponderExcluir
  6. SE QUEREM QUE REALMENTE O PROGRAMA PACTO PELA VIDA DE CERTO NO DF, VALORIZEM O POLICIAL , DE SALARIO DIGNOS; QUE TAL COMECAR IGUALANDO O AUXILIO MORADIA DOS SOLDADO COM O DO CORONEL. DESPOIS E SO CONQUISTAR A CONFIANCA DA SOCIEDADE E DA COMUNIDADE PARA QUE POSSA DENUCIAR O DELIQUENTE COM A CERTEZA DE QUE DENUCIANTE NAO TERA SEU NOME DIVUGADO. COLOCAR MAIS NUMEROS PARA O DISQUE DENUCIA E DA CONFIANCA AO DENUCIANTE QUE TUDO SERA INVESTIGADO E QUE SEU NOME JAMAIS SERA ANUCIADO ; QUE ELE PODE UTILIZAR DO ANONIMATO . TODOS MORADORES SABEM QUEM SAO OS DELINQUENTES NA COMUNIDADE ONDE VIVE, NAO DENUCIA PORQUE NAO CONFIA NA POLICIA NEM NO JUDICIARIO .










    ResponderExcluir
    Respostas
    1. irmão, foi feita uma pesquisa quanto ao grau de confiança da justiça brasileira,adivinha o que deu kkkkkkk poucos iludidos acreditaram,pouquissimos,a idéia para termos a sociedade junta e apoiando a policia ,primeiro partiria dos próprios legisladores levar a serio segurança publica ,valorizar o elemento humano ,mas enquanto tiverem apoiando peba,leis frouxas,vagabundo com direitos e direitos humanos tratando criminosos como cordeirinhos,estaremos enxugando gelo.

      Excluir
  7. Lá vem bomba! Pra cima do praça.

    ResponderExcluir
  8. Esqueceram de combinar com os principais autores capazes de, efetivamente, reduzirem a criminalidade: as Praças motivadas. KKKKKKKKKK Coloca, lá, os estrelados pra tirar PO que a segurança será um espetáculo. Afinal, eles são mais que motivados porque o salário é lá em cima. Praça, 26 anos de serviço e salário corroído pela inflação.

    ResponderExcluir
  9. Pacto pela Saúde do PM e família. Pelo fim dos extras ninguém fala.

    ResponderExcluir
  10. CFSD 1995 - REFORMADO11 de abril de 2015 10:22

    ESTÁ TUDO EQUIVOCADO!

    Se quiserem realmente levar isso a sério, ordem das coisas deve ser:

    1º) Pacto pelo respeito ao Policial Militar, como bem lembrado, por incrível que pareça, pelo jornalista da Globo Alexandre Garcia, no DFTV 1ª Edição, no dia em que PMs fizeram um parto no dia 23 de março do corrente ano. Infelizmente, não gravei nem achei o vídeo por aí.
    E, só relembrando que, RESPEITO AO POLICIAL MILITAR, implica em valorização salarial, plano de carreira motivador, pacto pela saúde do profissional e tratamento hierárquico respeitoso, entre outros;
    2º) Pacto por uma legislação penal condizente com o alto índice de criminalidade no Brasil, que faça com que os maus tenham receio de enfrentar a Polícia, bem como tenham certeza de que, quando forem pegos serão efetivamente punidos.

    Sem esses dois principais pilares na pauta de discussões, é tudo como os colegas já disseram aqui: - apenas enrolação, embromação, conversa fiada, embuste, e conversa fiada sem nenhum resultado prático.

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com