domingo, 15 de março de 2015

Mais um guerreiro que tomba... Parabéns Justiça Brasileira!

Os integrantes da Polícia Militar estão de Luto!

Tombou no estrito cumprimento do dever legal o nobre colega 2º SGT QPPMC Reinaldo Francisco Vieira, ou simplesmente o SGT VIEIRA, como era conhecido pelos amigos, após ser alvejado por um bandido que, pasmem, estava em PRISÃO DOMICIALIAR mesmo sendo autor de TRÊS crimes de homicídio.

A morte se deu após a troca de tiros com um vagabundo que provavelmente cometeria seu quarto homicídio. A guarnição do SGT VIEIRA foi atender uma ocorrência de típica de “Maria da Penha” no condomínio Del Lago (Itapoã/Paranoá), após denúncia de uma mulher que acusava seu companheiro de estar agredindo-a. Foram recebidos a bala pelo meliante que disparou sem um pingo de receio, talvez acostumado a saber que hoje em dia a Lei e os Direitos Humanos praticamente os favorece em detrimento da autoridade policial.

Um dos tiros acertou o braço do sargento passou pelo pulmão e chegou até o coração. Fatal, e ali se ia mais um herói defensor da sociedade. Porém, o marginal não estava satisfeito e continuou a enfrentar a tiros os policiais que finalmente o alvejaram levando-o a óbito.

Não perdemos só mais um policial! A família perde um pai, um gestor, um exemplo! A instituição e a sociedade perdem um policial exemplar que deu sua vida pela de outros que sequer conhecia, honrando o seu juramento quando adentrou aos quadros da polícia.
E agora? Agora o de sempre né verdade?

Teremos a notinha de solidariedade do Secretário de Segurança, do Comando da corporação e a vida segue. Mas não é isso que gostaríamos, e todos sabem!

Será que os grandes meios de comunicação, que tanto se preocupam em defender esses marginais tornando-os vítimas irão se pronunciar? E os Direitos Humanos, é, esse mesmo defendido por inescrupulosos intelectuais de merda (me perdoem o termo) que não sabem o que é ser policial, acomodados em seus gabinetes rarefeitos de ar condicionado de última geração, irão dar suporte à família?


Infelizmente meus amigos essa é a realidade que estamos vivendo, onde os valores estão completamente invertidos. Nesse caso, em especial, pelo menos a sociedade que tanto critica e cobra da Polícia, juntamente com essas Comissões de Direitos Humanos que parecem terem sido constituídas somente para proteger “os direitos dos manos” não terão que se preocupar com menos um vagabundo que, com certeza, não os farão vítimas no futuro.

Encerro aqui, deixando minhas condolências à família do nobre amigo SGT VIEIRA e rogando ao céu que tire as vendas de nossas autoridades constituídas e que façamos, IMEDIATAMENTE, uma reformulação total em nossa legislação criminal, para que outros HERÓIS não tombem. Deixo abaixo um desabafo de um policial que recebi via zap, preservando-lhe a identidade por uma questão óbvia nos meios castrenses:

Desabafo de uma policial: de que lado vocês estão?



“Com muita tristeza fechei ontem meu primeiro ano de polícia. Não tem sido fácil a caminhada.

Foram dias de muito aprendizado, de esforço ao máximo, de dedicação.

No curso nos tratam como lixo, com a justificativa que seria importante para nós aqui fora resistirmos à frustração.

Hoje sei de que nada adianta aquele tratamento, mas que a frustração vai sempre existir aqui fora. Mas não tenho que aprender a conviver com ela, tenho que vencê-la.

Não é fácil voltar pra casa feliz mesmo quando prendemos um criminoso, porque sabemos que ele não ficará muito tempo e quando sair vai continuar sua empreitada criminosa.

Não é fácil voltar pra casa depois de bater boca com a população que escolhe ficar do lado do criminoso.

Não é fácil ter como cobertura um sistema falho e que tem como maior objetivo punir o policial e não ajudá-lo a seguir.

Não é fácil voltar pra casa sem o respeito da população, porque isso nem mesmo é ensinado mais em casa.

Não é fácil trabalhar sem a estrutura mínima e ainda lograr êxito.

Não é fácil olhar nos olhos da família ao se despedir com a certeza que a volta pra casa é uma incerteza.

Não é fácil prender e ver a justiça soltar.

Não é fácil ver o criminoso tomar sua bebida na esquina sorrindo pra você enquanto ontem você corria atrás dele arriscando sua vida por nada.

Não é fácil ver o antigo aposentar frustrado dizendo "Essa polícia nunca vai mudar!".
Eu queria dizer pra ele que vai, mas não posso.

Não é fácil ter de se defender pra um juiz ou promotor como se bandidos fosse, por ter cumprido sua missão, as vezes com exageros e erros sim, mas só quem sabe como é nas ruas, só quem já sentiu frio, fome e medo, só quem foi desrespeitado, só quem viu roubar, matar, só quem viu tanta crueldade sabe como é dura sua reação quando tem de ser.

Não é fácil voltar pra casa querendo ter feito mais.

Não é fácil voltar pra casa sem seu parceiro, sem seu maior exemplo, sem seu amigo morto pelo inimigo sem qualquer defesa.

Não é fácil ser incompreendido.

Não é fácil sentir está dor e continuar a lutar, às vezes, por tão pouco.

Ninguém nos disse que seria fácil, é verdade. Fomos preparados para a guerra, mas queremos viver nela. Morremos e vivemos pela paz, pelo amor e respeito à vida. E que nossas vidas não sejam retiradas em vão.

Respeitem a minha dor, porque ontem perdi um amigo na guerra das ruas do Distrito Federal.

Ele era um bom homem, um dos melhores e seu assassino já tinha matado três e estava livre.

A liberdade dele agora é no inferno e do nosso amigo e anjo é no céu. Porque cada um tem seu lado, de que lado vocês estão?”

19 comentários:

  1. O PRIMEIRA NOTICIA QUE CHEGOU E QUE PEDIRAM APOIO NO REDE RADIO NAO HOUVE TRANSMISSÃO NO LOCAL, FALTA DE INVESTIMENTOS, EM ALGUNS LUGAR DO DF NAO TEM COMUNICAÇÕES DA CENTRAL E VIATURAS DE RUAS UMA VERGONHA EU SE ESSE HISTORIA FOR VERDADE E MUITO TRISTE, DUVIDO QUEM TENHA ALGUMA NOTA DESDE SECRETARIO DE SEGURANÇA SE FOSSE A TURMA DA ASA NORTE ELE ESTARIA PRESENTE PARA COBRAR DA PMDF PRISAO DE PMS QUE JOGARAM PIMENTA NA CARA DE ALGUNS BADERNEIROS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero nunca trabalhar em local assim que nem comunicação funciona para pedido de apoio , mas em minha permanência que creio ser por pouco tempo na Pmdf se me deparar com esse tipo de situação ou irei já acompanhado de mais guarnições ou me recusarei em deslocar sem amparo de comunicação para uma eventualidade assim , responderei tranquilamente porém vivo que é o que interessa para minha família , digo isso pois ja fui criticado algumas vezes onde fui solicitado pela central para deslocar em local onde reuni-se centenas de pessoas bebendo e se drogando curtindo som automotivo e eu com guarnição a dois que ja é errado ter de atender solicitação de tumulto generalizado no local , nunca fui e nem vou . St Véi mais não doido .

      Excluir
    2. duvido se o Geo control não estivesse funcionando.

      Excluir
  2. Infelizmente os especialista de poltronas não conhecem o front.E tem muitos deles no comando

    ResponderExcluir
  3. O juiz que concedeu prisao domiciliar a este assasino covarde deveria ser responsabilizado por a morte do Sgt ., por quanto ele matou com o aval deste dito juiz que deve fazer parte de uma desas ongs que defende os marginais.

    ResponderExcluir
  4. OS ADMINISTRADORES DA PMDF !!!! OFICIAIS !!!!! GASTARAM MILHOES DE REAIS IMPLANTANDO UM BIG BROTHER PRA PERSSEGUIR OS PRAÇAS NAS VIATURAS ,, COM TELEVISOES E COMPUTADORES FUNCIONANDO a todo vapor pra saber onde o praça vai com a viatura quando entrA DE SERVIÇO,,,, POLIGLOTA FAÇA UM SEMINARIO PARA OS OFICIAIS DA PMDF , PARA MOSTRAR PARA OS MESMOS QUE OS INIMIGOA NAO SAO OS PRAÇAS E SIM A BANDIDAGEM,, ME PARECE QUE OS 3 anos de academia so servem para colocar na cabeça dos cadetes que seus inimigos sao os praças....

    ResponderExcluir
  5. ESSA CARNIÇA DESSE BANDIDO JÁ DEVERIA TER MORRIDO HÁ MUITO TEMPO, PRECISOU RETIRAR A VIDA DE UM PAI DE FAMILIA ETA PAIZINHO VAGABUNDO

    ASS: PARADO TOTAL

    ResponderExcluir
  6. DEPOIS DE 22 ANOS DE SERVIÇO NÃO TENHO NENHUMA MOTIVAÇÃO PARA TRABALHARA NA RUA E ARRISCAR MINHA VIDA, PRINCIPALMENTE PELA FALTA DE ESTRUTURA E PRECARIEDADE EM NOSSA CORPORAÇÃO, DEPOIS PELA TOTAL FALTA DE APOIO DE NOSSAS AUTORIDADES. TAL DESMOTIVAÇÃO JÁ ATINGE ATÉ MESMO NOSSOS VALOROSOS COLEGAS QUE ENTRARAM RECENTEMENTE NA PMDF E JÁ SENTEM O PESO DE UMA PROFISSÃO TÃO NOBRE, PORÉM, DESASSISTIDA E INCOMPREENDIDA POR UMA SOCIEDADE HIPÓCRITA. QUE DEUS CONFORTE OS CORAÇÕES DOS FAMILIARES E AMIGOS DESTE NOBRE POLICIAL.

    ResponderExcluir
  7. QUE DEUS CONFORTE O CORAÇÃO DA FAMÍLIA DO SGT VIEIRA, QUE IRÃO SENTIR SUA FALTA PRA O RESTO DA VIDA, E PARA AS AUTORIDADES SÓ UMA MATRÍCULA QUE SE FOI, E PARABÉNS PRA JUSTIÇA MAIS SEM VERGONHA DO MUNDO, E NÃO VENHAM ME FALAR QUE O JUÍZ CUMPRIU A LEI, MENTIRA, COMO O SISTEMA PRISIONAL ESTÁ FALIDO TAMBÉM, O JUDICIÁRIO SEMPRE ACHA UM JEITINHO DE COLOCAR ESSES VERMES NA RUA PRA MATAREM MAIS GENTE INOCENTE, REPITO GUARDE A ENERGIA QUE VC IRIA GASTAR DURANTE O SERVIÇO, PRA GASTAR PROTEGENDO A SI E A SUA FAMÍLIA.

    ResponderExcluir
  8. Que esse peba queime bastante no inferno parabéns aos nobre companheiros que neutralizou a ação delituosa do meliante...

    ResponderExcluir
  9. gostaria de pedir um minuto de silêncio...
    para dizer a verdade um minuto de silencio e pouco .....
    para uma vida de um nobre valente....
    Vamos ficar pensando durante uma hora em silencio....
    vamos rezar
    Pai Nosso que esta no ceu,santificado seja o vosso reino, seja feita a vossa vontade,assim na terra como no ceu.
    O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos nossa ofensas, assim como nos perdoamos a quem nos tem ofendidoão,
    não nos deixeis cair na tentação, mais livrai-nos do mal,
    Amém

    ResponderExcluir
  10. OS BRAVOS POLICIAIS QUE ABATERAM ESSE BANDIDO VAGABUNDO NO ESTRITO CUMPRIMENTO DO DEVER LEGAL E EM DEFESA DE TERCEIROS TEM QUE TER CUIDADO PARA NAO CAIREM NA MAO DESTE TAL JUIZ, PROTETOR DE MARGINAL; JA QUE TERAO QUE RESPONDER PELA MORTE DESTE PROTEGIDO DA JUSTICA BRASILEIRA.

    ResponderExcluir
  11. geová disse:
    é com pesar e meus sentimentos ao familiares do guerreiro falecido, que desejo bom dia a todos.
    como todos já sabemos e muito já foi falado neste blog , se não mudarem as leis, principalmente de aplicações penais; se não houver a valorização aos combatentes da segurança pública e o tomada de medidas que mudem a forma de representação dos nossos legisladores no congresso.... nos resta com a ajuda de Deus continuarmos lutando por todos os meios legais .

    ResponderExcluir
  12. irmãos ,minhas sinceras condolencias a familia de mais um herói ,pois executar o serviço e desempenhar nossa função sem o minimo de logistica tem que ser tratado como herói,senhores, o cumulo do absurdo é saber que os pebas filhos dessa carniça ,estão querendo vingar a morte do pai kkkk acreditem,é de fuder,peba querendo ameaçar os canas,um mora no del lago e o outro no varjão,informações passadas,fui.

    ResponderExcluir
  13. Mais um Bravo Policial Morto... Além da desvalorização da categoria, ainda temos que lidar com as perdas. É ridículo um solado não ganhar bruto o que um Agente da Civil ou Penitenciário ganha líquido. Enquanto isso, vamos morrend... quero dizer, vivendo...

    ResponderExcluir
  14. E porque não pede autorização da família do sgt e faz uma manifestação no enterro do colega para mostrar toda nossa indignação?

    ResponderExcluir
  15. Sou PMGOe recebo essa triste notícia com sentimento de revolta e indignação....
    Que o poderoso Deus conforte a família do nobre guerreiro.

    ResponderExcluir
  16. Estive no velório e sepultamento de nosso CARO COLEGA Sgt. Vieira do GTOP 40 morto numa ocorrência policial no Itapuã no último dia 14 de março, estiveram presentes o Governado do DF Rodrigo Rolembergue, o Secretário de Segurança Artur Trindade, os Chefes da Casa Civil e Militar Hélio Doyle e Cel. Claudio Ribas respectivamente, os Deputados Federais Laerte Bessa e Izalci Lucas, diversos DELEGADOS e AGENTES da PCDF, além do Comandante Geral em exercício Cel. Seabra, que na ocasião fez a leitura da portaria da promoção POST MORTEN ao policial falecido à graduação de primeiro-sargento, foi um momento de tristeza para todos nós, mas o que pude concluir de tantos representantes de ESTADO em um velório é a de que a ótica deles em relação a nós é de uma categoria amadurecida para negociações, mas que não ficará mais BOVINAMENTE vendo chegar a hora do abate sem nada fazer, todos sabemos que após o movimento reivindicatório de 2013 e 2014 que culminaram com a OPERAÇÃO TARTARUGA, medidas foram tomadas pelo governo e pelo comando para coibir outros movimentos futuros, como cursos de condutores, geo-rastreamento das VTR's, e presumo eu, talvez um BIG BROTHER nas viaturas, então tenham cuidado ao falar de assuntos reservados QUANDO ESTIVEREM EMBARCADOS, todos viram recentemente as imagens de PM's do Rio de Janeiro envolvidos em execuções de uns anjinhos por lá, por isso sejam prudentes em falar de processos administrativos, sindicâncias, memorandos, etc, talvez esse tipo de gravação e escuta caso não tenham valor legal como prova criminal, mas darão subsídios vantajosos nas oitivas aos sindicantes, mesmo que seja num processo em que TODOS sejam inocentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Superior Tribunal de Justiça tem em sua jurisprudência pacificada de que A ESCUTA AMBIENTAL não precisa de autorização JUDICIAL. Mas, no que diz respeito a "um dos interlocutores". Ressalto que - por outro lado, quando tratar-se de Órgão público verifico que aí - haverá necessidade de decreto judicial para tanto (opinião minha - na segunda parte). Enfim, trago a seguinte decisão: PROCESSUAL PENAL. ESCUTA AMBIENTAL. REALIZAÇÃO POR UM DOS INTERLOCUTORES. DESCONHECIMENTO DO OUTRO (ORA RECORRENTE).
      ILICITUDE. NÃO OCORRÊNCIA. AÇÃO PENAL. TRANCAMENTO. SUPERVENIÊNCIA DE SENTENÇA CONDENATÓRIA. PREJUDICIALIDADE DO PEDIDO. PERDA DO OBJETO.
      1. É pacífico, neste Superior Tribunal e no Pretório Excelso, que a gravação ambiental, realizada por um dos interlocutores, com o objetivo de preservar-se diante de atuação desvirtuada da legalidade, prescinde de autorização judicial.
      2. Fica sem objeto o pedido de trancamento da ação penal diante da superveniente condenação da ré. Precedentes.
      3. Recurso ordinário julgado prejudicado, em parte, e, no mais, não provido.
      (RHC 31.356/PI, Rel. Ministra MARIA THEREZA DE ASSIS MOURA, SEXTA TURMA, julgado em 11/03/2014, DJe 24/03/2014)

      Tirem suas conclusões...

      Penso que - como se trata de policiais militares - todos querem arremessar as gigantescas rochas para sufocar nossa esperança e junto com ela - a justiça!

      Cb Epaminondas na eterna LEGALIDADE!

      Excluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com