quinta-feira, 5 de março de 2015

Exoneração na PMDF: “QUE PAÍS É ESTE?”

Nunca esta pergunta, parte de uma música famosa do grupo Legião Urbana, se mostrou tão apropriada para descrever o Brasil como nos dias atuais.

Desmandos da parte dos ocupantes maiores do Poder Político Nacional, em todos os níveis (Federal, Estadual/Distrital/Municipal), acontecem numa velocidade estonteante e numa quantidade tamanha que não se sabe onde mais vai ter fim.

O pior, junto a tais desmandos vêm uma perda de valores tamanha que não se sabe mais o que é certo o que é errado, o que é legal ou ilegal.

Vamos a um exemplo recente ocorrido em plena Capital da República que se diz democrática.

Em matéria veiculada no site denominado “G/1” das organizações Globo, em 05 de março de 2015 (http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/03/chefe-do-batalhao-de-transito-deixa-cargo-apos-buzinaco-na-esplanada.html), encontramos a seguinte manchete:

Chefe do batalhão de trânsito deixa cargo após 'buzinaço' na Esplanada

PM diz que comandante colocou 'cargo à disposição' e que avalia saída.
Policial afirma que homem foi exonerado; caminhões fizeram comboio.” (sic)


Lendo-se a matéria, verifica-se que tal ocorreu devido a um protesto realizados por determinado número de caminhoneiros em Brasília, nas proximidades do Congresso Nacional e do Palácio do Planalto.

Contudo, mesmo sendo induzido pela manchete a se achar que o Comandante do Batalhão de Trânsito possa ter cometido alguma violência, ameaça, ou arbitrariedade, verifica-se nas entre linhas da reportagem que o mesmo “foi exonerado” ou “solicitou sua exoneração”, justamente por ter permitido o pleno exercício da cidadania, consubstanciado num protesto de determinada categoria que se mostra insatisfeita com os rumos tomados pelos(as) atuais ocupantes do Poder Maior do País. Como se chega a esta conclusão?
Tomando-se por base um próprio trecho da reportagem que diz:

(...) “Um membro do batalhão informou à reportagem que Soares foi exonerado e negou que ele tenha colocado o cargo à disposição. Segundo o servidor, após os caminhoneiros fazerem a carreata Soares foi chamado pelo comandante-geral da PM, coronel Florisvaldo César, para dar explicações sobre o motivo da liberação do deslocamento dos caminhoneiros.
Ainda de acordo com o policial, o comandante-geral afirmou que Soares descumpriu um acordo entre o GDF e o governo federal de que os caminhoneiros não poderiam sair do estacionamento do estádio. O G1procurou o GDF, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.” (grifo)
    
 Ou seja, existe uma suspeita ou possibilidade de que o mesmo tenha sido exonerado porque “descumpriu um acordo entre o GDF e o governo federal de que os caminhoneiros não poderiam sair do estacionamento do estádio”, mesmo que em tal protesto, embora de forma estrondosa (pelo acionamento de buzinas de caminhões de forma simultânea), não se tenha registrado nenhum incidente que indicasse violência, truculência ou arbitrariedade da parte de nenhum dos policiais que ali estavam administrando a legítima manifestação democrática.

Isto faz muito sentido se for lembrado que, noutras manifestações havidas em plena Esplanada dos Ministérios, notadamente as ocorridas em 2013, graças à ação dos chamados “vândalos” ou “Black Blocs”, mesmo com a existência de confrontos entre estes e à PMDF, nenhum comandante de Batalhão à época perdeu seu cargo, pediu exoneração ou foi removido.

Lembre-se ainda dos confrontos havidos entre “índios” e Policiais Militares em maio de 2014, quando os primeiros buscaram interromper à visitação a Taça do Mundo da FIFA aqui exposta (http://oglobo.globo.com/brasil/indios-manifestantes-entram-em-confronto-com-policiais-em-brasilia-12618379).

Naquela ocasião, mesmo com policiais militares sendo alvejados por flechas, sendo lesionados a golpe de tacape, bordunas e com “indígenas” sendo presos, nenhum Comandante de Batalhão foi afastado, pelo contrário, em matéria veiculada no Jornal O Globo de 27 de maio de 2014 (mesmo link citado no parágrafo anterior) encontra-se:

Em nota, o governo do Distrito Federal (GDF) informou que a Secretaria de Segurança Pública "agiu estritamente dentro do protocolo previsto em casos de manifestações". Segundo o GDF, a operação foi eficiente, preservou a integridade física dos manifestantes e protegeu o grande público, "especialmente crianças, estudantes e idosos que estavam no evento de visitação à Taça da Copa do Mundo". Informou ainda que a manifestação "teve de ser contida no limite estabelecido para segurança dos visitantes". De acordo com o GDF, os policiais não usaram armas letais. 

Coincidência ou não, em 2014, o (des) governo do Distrito Federal era ocupado pelo mesmo partido do atual (des)governo federal e, frise-se, a manifestação havida em 2014 era contra a Copa do Mundo que, segundo os mesmos dirigentes deste mesmo partido político, “deixaria imenso legado para o País”. Talvez aqui tenha-se usado um tempo verbal para o verbo “Deixar” de forma equivocada uma vez que, além de perdermos a Copa de forma vexatória, nenhum “legado” ainda foi deixado!

Voltando ao episódio do “buzinaço”, algumas perguntas não podem calar.

Na hipótese de que o Comandante do Batalhão de trânsito tenha sido exonerado pelo descumprimento do acordo que dizia “os caminhoneiros não poderiam sair do estacionamento do estádio”, pergunta-se:
1)    Quem é a Presidência da República para determinar tal medida?
2)    Não vivemos num Estado Democrático de Direito onde, salvo engano, a Constituição prevê ser livre e legítimo o Direito de Manifestação, vedada a violência?
3)    O partido que está no Poder hoje não é o mesmo daquele ex-presidente que disse ter um exército de sem-terra para defender a democracia?
4)    Finalmente, o tal partido que está no Poder, não é o mesmo que se diz defensor ferrenho de todos os princípios Democráticos?
5)    Onde estaria o Ministério Público, principalmente o Militar (que tem como competência os Policiais e Bombeiros Militares do DF) que não busca verificar a possível ilegalidade cometida pelo Comandante Geral da PMDF contra um seu subordinado?
6)    O Comandante Geral da PMDF, aceitando a exoneração ilegal imposta (?) pela esfera federal do Poder, não estaria cometendo um abuso de autoridade?
7)    E o governador Rolemberg? Sabia disso? Foi conivente? Aceitou a imposição Federal?

Por fim, tem-se que a busca de tais respostas talvez nos mostre o quanto este País está se perdendo em termos de valores.

Sem ordem e sem cumprimento da Lei, seja por quem for, do maior mandatário, seja pelo cidadão mais humilde, só restará mais uma pergunta:

QUE PAÍS É ESTE?

Por Poliglota... (Foto: Vianey Bentes/TV Globo)

21 comentários:

  1. Sr TC Evaldo Soares volte a comandar o 9º BPM, pois aqui seu comando foi ótimo.

    ResponderExcluir
  2. VERGONHOSO ISSO. SE O CMT GERAL TIVESSE COMPROMISSO COM A TROPA PEDIRIA EXONERAÇÃO IMEDIATAMENTE E DEIXARIA ESSA POLITICAGEM SAFADA PARA TRÁS SEM SUJAR O SEU NOME. VEJA O EXEMPLO DO LEÃO E DO ANDERSON. SAIRAM PELAS PORTAS DOS FUNDOS E DENTRO DA CORPORAÇÃO FICARAM MARCADOS PARA SEMPRE. CMT ENTREGUE SEU CARGO, É O MÍNIMO QUE O SENHOR FARIA EM PROL DE SUA TROPA

    ResponderExcluir
  3. FIZERAM ISSO COM UM CORONEL, SE FOSSE UM PRAÇA O RESPONSÁVEL PELA LIBERAÇÃO DO DIREITO DE IR E VIR, O MESMO JÁ ESTARIA LÁ PELOS LADOS DE SÃO TIÃO, NUM COMPLEXO CHAMADO DE PAPUDINHA, PRAÇA NA LEGALIDADE ETERNA PRA QUE NÃO ACONTEÇA ESSE TIPO DE COISA.

    ResponderExcluir
  4. E deixar essa gorda gratificação? Duvido!

    ResponderExcluir
  5. nossa briosa virou motivo de chacota há muito tempo e agora até o governo federal mete o bedelho em nossas ações.Isso é falta de governo e de comando, nunca um comandante poderia aceitar uma imposição dessas,nem que custasse sua função, ou será que o dinheiro fala mais alto ao ponto de calar por inteiro aquele que deveria gritar sempre?

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde!!!!
    O que Tc Evaldo fez foi nos livrar daquele engarrafamento terrível que sofremos... Alguém acima dele ficou sabendo das reivindicações dos caminhoneiros!!!
    O mais prudente seria o imediato retorno ao comando ao qual estava. Senhor governador não caia no "CANTO DA SEREIA" deixe o comandante trabalhar, pois ele só fez o bem à comunidade que já sofre diariamente.

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde amigos,

    O CASO DA EXONERAÇÃO DO CMT DO BPTRAN (Ainda)

    “Coronel aposentado da Polícia Militar, o deputado federal Alberto Fraga (DEM) tentou se posicionar ontem no Plenário da Câmara dos Deputados sobre a exoneração do tenente-coronel. “Só não fiz porque não deu tempo. O que aconteceu foi uma falta de respeito. O coronel agiu de maneira corretíssima, foi muito habilidoso e organizou o movimento”, afirmou.
    Fraga disse que conversou com o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) sobre a saída de Evaldo Soares. “ELE DISSE QUE A DECISÃO FOI DO COMANDANTE DA PM, MAS SABEMOS QUE PEDIRAM A CABEÇA DELE (DO TENENTE-CORONEL) POR MOTIVOS POLÍTICOS. É UMA FALTA DE RESPEITO QUE DEIXA O POLICIAL VULNERÁVEL”, complementou. A reportagem do Correio tentou entrar em contato com o tenente-coronel Evaldo Soares, mas ele não havia sido localizado até o fechamento desta edição. Também tentou falar com o comandante-geral da PM no fim do dia para saber quem ocupará o cargo do tenente-coronel, mas as ligações não foram atendidas. “

    COMENTO:

    Como eu não tenho papa na língua e não devo nada a ninguém, vejam pelas declarações do Deputado Fraga e do próprio governador de que tudo leva a crer que a decisão foi mesmo uma ingerência arbitral e política.

    Agora pergunto? Onde está o brio dos coronéis da PM que não intercederam pelo TC Evaldo Soares? Se o ato foi isolado do comandante e por ingerência política, como afirmam as reportagens, porque todos se calaram e deixaram um excelente profissional (elogiado até mesmo pela sociedade) ser execrado assim? Não tenho razões para defender o TC Evaldo, aliás, nem o conheço, mas estudei sua ficha, mas a verdade tem que ser dita.

    Está na hora do governador tomar uma postura, pois ele governa ou não governa Brasília? E observem que ele, o governador, tirou o corpo fora e jogou a culpa no comandante. Isso porque sua indicação foi por amizade (foi aluno dele na faculdade, assim como um monte de idiotas que o alardeiam) E aí? Vai ficar por isso mesmo governador? Governar é sério senhor Rodrigo Rolemberg!
    "Prefiro um inimigo ao meu lado onde posso monitorá-lo, do que um amigo á minha sombra que só vai me prejudicar!"

    O espaço está aberto para quem quiser falar, se desejarem, mas o silêncio e a omissão diante de um fato tão grave pode comprometer, e muito, tanto a gestão de governo como a de comando.

    E aos demais coronéis da PMDF sugiro que mostrem agora o espírito de camaradagem e união que tanto demonstram e defendam seu colega de farda, afinal, os senhores não são tão unidos na hora de usar com OSTENTAÇÃO essas três estrelas gemadas para punir os praças?

    Poliglota...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CFSD 1995 - REFORMADO7 de março de 2015 20:33

      Poliglota,

      A exoneração do TC Evaldo ocorreu depois de uma ligação do Ministro da Justiça. Ele não gostou do buzinaço dos caminhoneiros.

      Está no CORREIO BRAZILIENSE IMPRESSO de hoje(07/03) na página 20 do Caderno Cidades, na coluna EIXO CAPITAL da Ana Maria Campos. Infelizmente é só uma pequena nota no canto alto da página com o título "Alto comando".

      Parece que o Correio também deve ao PT, senão teria publicado em 1ª página sobre esse despautério.

      Você falou bem. Esses oficiais não têm brio.
      Nem mesmo a ASOF se manifesta.

      Excluir
  8. CARO POLIGLOTA UMA INSTITUIÇÃO ONDE TODOS MANDAM, MENOS Á PRÓPRIA,O QUE ESPERAR DESTA INSTITUIÇÃO. QUEM Á COMANDA SÓ TEM OLHARES PARA O PRÓPRIO UMBIGO E NADA MAIS, E QUANTO Á INSTITUIÇÃO, ESTA VAI SE DESMORONANDO AOS POUCOS...VIDA QUE SEGUE....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse, repito e vou continuar falando. Não existe policiamento nenhum no MUNDO que funcione se a mão de obra qualificada não estiver motivada.

      Motivada salarialmente e equipada. Esse governo nada mais é do que a cópia fiel do outro que saiu e a cada dia prova mais sua incompetência.

      "Prefiro um inimigo ao meu lado do que um amigo à minha sombra para me destruir!"
      Assim está esse governo, fadado ao fracasso e com prazo de validade vencido. 2018 promete, pois os "meninos prodígios do DF" vieram, se estabeleceram e não entenderam que não estão num parque de diversões.

      Grande abraço guerreiro,

      Poliglota....

      Excluir
  9. essa foi de mais inacreditável vergonhoso ate quando política vai interferir em ações de policia militar

    ResponderExcluir
  10. SEMPRE FOI ASSIM, QUANDO UM POLICIAL COMPETENTE TOMA UMA DESCISSAO EM BENEFICIO DA SOCIEDADE, DO CIDADAO DE BEM, OS INVEJOSOS IMCOMPETENTES, CORRUPTOS SEM VERGONHAS SE LEVANTAM PARA TIRAR O MERITO DAQUELE QUE TOMOU A DESCISSAO ACERTADA .

    ResponderExcluir
  11. Prezado anônimo de 18:39 que fez um comentário o qual a administração do blog foi obrigada a moderar.

    Concordo em número, gênero e grau, mas não podemos generalizar. Que precisamos mudar isso não há a menor dúvida, mas cabe ao Chefe supremo das forças policiais tomar a iniciativa.

    Abraços,

    Poliglota...

    ResponderExcluir
  12. Nenhum oficial vai pronunciar a favor do TC, pois entre eles mesmos há também a "guerrinha" de quem vai ou não assumir um comando e ganhar essas milionárias gratificações. Gratificações essas que eles nem deveriam receber pois, fazem academia e saem oficiais para comandar ou estou errado? Se tiver me corrijam.

    ResponderExcluir
  13. O problema na PM e BM é que são formados por uma maioria de pessoas falsas e hipócritas.Pessoas que se for possível pisam em você para se dar bem.Só o que tem é trairagem e depois querem a ajuda de Deus...por isso que não recebem.

    ResponderExcluir
  14. CEL, va embora, não derão o menor respeito pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir
  15. Senhor Xerecão, deveríamos detestar o contrário, o que conseguimos até hoje foi pela POLÍTICA e com a POLÍTICA, evidentemente há casos que extrapolam a racionalidade, você queria que estivéssemos sendo maltratados nos quartéis sem nada poder falar? Sei que abusos e desmandos ainda acontecem, mas não na mesma frequência como nos anos 80 e 90, quando passaram divulgar imagens de "batismos", com PM's levando terra na cara, breado de óleo queimado, bebendo sangue de galinha, em pé em cima de formigueiro, lembra-se?

    ResponderExcluir
  16. poliglota existe alguma explicação para essa debandada dos sub tenentes, pelo almanaque do dia 06, ficou claro que aconteceu algo?

    ResponderExcluir
  17. PESSOAL, O QUE DEVEMOS OBSERVAR É QUE POLÍTICOS SÃO FARINHA DO MESMO SACO, PARA QUEM ACHA QUE EXISTE PARTIDO A,B,C,D,E...É UMA GRANDE ENGANAÇÃO EXISTE APENAS UM PARTIDO: PARTIDO A e MAIS NADA!!!
    ELE DITA ÀS REGRAS PARA OS DEMAIS SACOS DE FARINHA!
    SENHORES TENHAM A MENTE MAIS ABERTA!!!

    ResponderExcluir
  18. irmãos já que esses coróneis pnc,não apoiaram seu graduado da mesma patente,cabe aqueles que estavam sobre seu comando mostrar sua insatisfação com tal covardia e safadeza e dar sua resposta na rua,digo,não a notificacões,só isso.

    ResponderExcluir
  19. CARO AMIGO DAS 09:06, EXISTE SIM UMA EXPLICAÇÃO PARA A DEBANDADA, QUE A CADA DIA CRESCE MAIS. EXISTE UMA MANOBRA NOS BASTIDORES POLÍTICOS PARA MUDAREM A FORMA DE PGTO DA L.E E A QUALQUER MOMENTO PODEMOS ACORDAR COM A TRISTE NOTÍCIA DE QUE À PARTIR DE ENTÃO SERÃO PAGAS EM PRECATÓRIOS, DAÍ VEREMOS ALGUNS COMPANHEIROS (QUE JÁ PASSARAM DOS 30 ANOS E INSISTEM EM FICAR AQUI ESPERANDO UM MILAGRE) MORREREM DE ARREPENDIMENTO DE NÃO TEREM IDO EMBORA LEVANDO UMA GRANINHA, QUE PARA MUITOS, SIGNIFICA O EQUILÍBRIO FINANCEIRO E UMA APOSENTADORIA MAIS TRANQUILA. SE SOMANDO A TUDO ISSO A INSATISFAÇÃO E A FALTA DE UMA REESTRUTURAÇÃO DE VERDADE E NÃO APENAS DEBATES E PROMESSAS QUE SABEMOS NÃO SAIRÃO DO PAPEL. QUERIA EU TER TEMPO PARA IR PRA R.R E LEVAR MINHA L.E E FÉRIAS, MAS AINDA ME FALTAM 7 ANOS, ENTÃO......

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com