domingo, 21 de dezembro de 2014

Pela continuidade da Polícia Militar

Foto: Veja
EDITORIAL - Visão do Correio.

Indignadas com a sucessão de escândalos de corrupção na Petrobras, descobertos pela Polícia Federal na Operação Lava-Jato, as pessoas de bem correm o risco de não perceberem a gravidade de uma armação que atenta contra uma das maiores carências do cidadão brasileiro: a segurança pública.

Trata-se de um movimento patrocinado por parlamentares ligados ao atual comando do país e por ativistas de ideologias antidemocráticas que não medem consequências para implantar seus projetos de poder. Querem acabar com as polícias militares.

Especialistas em desconstruir reputações, essas pessoas desenvolveram um discurso sedutor, de aparência politicamente correta, para desmoralizar as PMs, supervalorizando deslizes localizados que, infelizmente, ocorrem em qualquer atividade humana.

E quando não ocorrem, é fácil produzi-los. Basta provocar o confronto, reagindo às ações destinadas a expulsar marginais de áreas habitadas por cidadãos honestos, cumprir decisão judicial de desocupação de propriedades públicas ou privadas e controlar manifestações que se tornam violentas.

A estratégia é passar para a população a ideia de que o policial militar é o bandido - não o traficante, o estuprador, o latrocida ou os políticos curruptos.

Mas ao cidadão atento não escapa a evidência de que se trata de uma tentativa sórdida de remover uma barreira incômoda aos que pretendem aumentar a concentração de poder em Brasília, atropelar as leis, desmoralizar a Justiça e, assim, quebrar a ordem institucional.

Tradição no Brasil desde os tempos coloniais, as forças policiais militares tiveram a sua missão, assim como a das polícias civis, confirmada pela Constituição "Cidadã" de 1988. As PMs são treinadas e armadas para fazer o policiamento ostensivo e executar ações que exigem o braço forte do Estado em defesa do cidadão.

As polícias civis cumprem indispensável papel de investigação e levantamento de provas e evidências que vão fundamentar as denúncias do Ministério Público à Justiça. Devem, portanto, dispor de aparato técnico e científico que aumente a eficiência de suas ações de inteligência.

Essa origem constitucional tem blindado as PMs dos ataques, às vezes sorrateiros, dos interessados em extingui-las, ou desarmá-las (o que daria no mesmo). Mas eles não desistem. Sempre que surge uma oportunidade, retomam o discurso e os projetos no Congresso. As manifestações de rua de 2013, por exemplo, foram amplamente usadas por esse lobby contra as PMs, como se os black blocs fossem os mocinhos e os policiais os bandidos.

Se forem desarmadas, é de se imaginar os militares da Rotam do Distrito Federal, em operações contra o tráfico (que já movimenta anualmente R$ 700 milhões, ou 0,5% do PIB local) nos arredores mais violentos de Brasília, oferecendo rosas em troca de armas e drogas ilegais. Ou o pessoal da PM mineira dialogando com os marginais que infernizam as famílias de quase todos os 853 municípios do estado, para que façam a gentileza de deixar o rendoso negócio do crack.

Com nossas fronteiras abertas ao contrabando de armas sofisticadas, descontinuar ou desarmar as PMs será deixar o cidadão vulnerável aos bandidos e as cidades entregues aos vândalos.


Fonte: CORREIO BRAZILIENSE - 16/12/2014

19 comentários:

  1. MAIS 4 QUATRO ANOS DE PT NO PODER A TENDENCIA E ELES TIRAR O PODER DE POLICIA DA POLICIA MILITAR
    A JUSTIÇA E ALGUNS POLICIA JA ESTA COMENDO NA MAO DELES AS COISAS FUNCIONAR E PONTO FINAL .

    ResponderExcluir
  2. Isso é algo inimaginável, mas plenamente possível, considerando a formação do Congresso Nacional: uma instituição repleta de teóricos inescrupulosos e corruptos; verdadeiros espoliadores da Nação Brasileira em todos os sentidos. Digo que isso é possível também, por se tratar de um projeto de poder dessa corja de PilanTras que se apossaram do Brasil e os brasileiros "inocentes", beneficiários das "bolsas" tudo, não se deram conta e nem vão perceber isso, enquanto a corja mandar no país. Finalmente, considero isso possível porque temos um Poder Judiciário construindo, propositalmente pelo Poder Executivo para dar respaldo ao seu projeto, colocando na mais alta Corte, ministros defensores do mesmo projeto de poder. Isso é plenamente possível porque os recursos espoliados dos contribuintes são utilizados, prioritariamente, para desconstruir o Estado atual para dar lugar ao Estado do PT. E nesse sentido, a análise aqui apresentada está correta, pois revela, perfeitamente, o que de fato está sendo engendrado, sem qualquer pudor, pelo governo que aí está. Só Deus poderá salvar a Nação brasileira da desconstrução pretendida por essa gente, cujas base encontram-se solidificadas entre os eleitores subsidiados, através das "bolsas" durante todo o mandato dos governos petista. O que certamente continuará, pois assim decidiram o seus "eleitores" e, se nada for feito nas próximas eleições, o risco de isso vir a se concretizar, se tornará cada vez maior.

    ResponderExcluir
  3. ESSES CEL SÃO ESPERTOS, JÁ ESTÃO DIZENDO PARA IMPRENSA SUJA QUE VÃO ACABAR COM A PM, NÃO É ACABAR É SAIR DA ESCRAVIDÃO DO MILITARISMO QUE É UM LIXO, SÓ SERVE PARA OS OFICIAIS COMER GORDO E NÃO FAZER NADA, NÃO SABEM ADMINISTRAR NADA NEM A CASA DELES. O QUE QUEREMOS É OUTRA POLICIA DESMILITARIZADA E ORGANIZADA, NÃO ESSA BAGUNÇA QUE É A PM FALIDA, OS PRAÇAS DESMOTIVADOS SÓ CUMPRINDO A ESCALA QUE JÁ UMA ESCRAVIDÃO. NINGUEM QUER ACABAR COM A POLICIA, QUEREM É REFORMULAR FAZER OUTRA POLICIA SEM ESSA MERDA DE MILITARISMO. A DITADURA ACABOU .

    ASS: DESMOTIVADO

    ResponderExcluir
  4. CFSD1995 - REFORMADO21 de dezembro de 2014 13:58

    Até que enfim um editorial jornalístico despojado da ideologia petralha/comunista/vermelha/bolivariana!

    ResponderExcluir
  5. ESSE JORNAL SAFADO SÓ FALA MERDA!!!!

    A DESMILITARIZAÇÃO É NECESSÁRIA PARA QUE HAJA UMA POLÍCIA EFICIENTE E MENOS ESTÁTICA!

    ACIMA DA PATENTE DE SARGENTO NÃO HÁ PRISÕES!!!! FATO!!!!

    A policia precisa ser 95% operacional (como a ROTAM) e com um plano de carreira com apenas 04 patentes!!!

    Enquanto nós formos militares iremos comer feno (PRAÇAS)!!!!
    E os oficiais vão continuar ganhando altos salários sem fazer nada (prender bandidos)

    NÃO SEJAMOS INOCENTES!!!! ESSE JORNAL QUER QUE CONTINUEMOS MILITARES, SEM DIREITO A VOZ OU DIREITOS!

    DESMILITARIZAÇÃO JÁ! SISTEMA PORCO, ARCAICO E ENGESSADO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VAI SONHANDO VAI

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. CFSD1995 - REFORMADO23 de dezembro de 2014 17:01

      Você está equivocado.
      Antes de mais nada sugiro que conheça como funciona hoje a extinta PM da Venezuela, que é o mesmo modelo que o PT quer implementar no Brasil.
      Apenas um dos males: - Hoje a polícia ostensiva da Venezuela tem suas ações pautadas por agentes cubanos infiltrados, e funciona como mera MILÍCIA BOLIVARIANA.

      Esse jornal sempre está ao lado dos comunistas e suas políticas deletérias, e pela primeira vez em alguns anos está discordando do PETRALHISMO.
      Essa é a primeira que o CORREIO acerta.

      Já escrevi aqui porque é um grave erro a efetivação da desmilitarização da Polícia Ostensiva no momento atual, isto é, enquanto tivermos como governantes a petralhada que desmonta diariamente a República até transformá-la em Cuba/Venezuela.

      Penso que o fervor dos que só veem as mazelas de uma polícia militarizada(e são muitas mesmo), esquecem, porém, que a Polícia Militar, fora as FFAA é o último bastião que os comunalhas ainda temem. Depois de desmilitarizada e transformada em MERA MILÍCIA VERMELHA como já ocorre na Venezuela, então os senhores verão que nem tudo que parece ser a solução de um problema deve ser feito só porque isso parece bom. A desmilitarização é necessária, mas não enquanto tivermos no poder bandidos vermelhos, que despudoradamente querem adequar o Brasil à sua imagem e semelhança.

      Excluir
    4. CFSD1995 - REFORMADO24 de dezembro de 2014 18:06

      Anônimo 21 de dezembro de 2014 17:58,

      Presumo que você seja novinho. Caso contrário saberia que, foram as praças antigonas(SGTs e STs) que acabaram com a ascensão meritocrática em nosso ciclo de praças.

      Quando entrei em 1995 e até por volta do ano 2002 o rápido acesso à graduação de CB e SGT dependia exclusivamente da capacidade intelectual do soldado. Por exemplo, o concurso interno para SGT promovido pela PMDF através do CESPE/UnB no ano 2000, trazia 200 vagas imediatas para integrantes da corporação que bastavam ser Soldado de 1.ª classe do Quadro de Praças Policiais Militares Combatentes (QPPMC), com, no mínimo, três anos de efetivo serviço na Corporação, até 31 de dezembro de 2000.

      Ocorre que, os antigões alegavam que estavam cansados de verem "novinhos" com melhor nível de instrução chegarem na corporação e com pouco tempo começarem a "mandar" neles. Eu mesmo vivi isso na pele, quando o SGT comandante de meu pelotão, percebeu que eu era dedicado aos estudos, chegando a me "intimidar" em uma ocasião em que me pegou em sala de aula com um exemplar do famoso livro "CÓDIGO PENAL ANOTADO - Damásio de Jesus".

      Pois bem, com a grita da maioria, acabou-se a meritocracia, e hoje optou-se apenas pela antiguidade, quando as duas opções deveriam coexistir, por ser o mais justo.
      Virou um estímulo ao descaso com os estudos, e um grande desestímulo aos "novinhos" que chegam com uma grande capacidade intelectual ao mesmo tempo em que estão no auge de seu vigor físico, o que poderia ser extremamente favorável à corporação.
      Isso porque, não restam dúvidas que muitos "novinhos" de hoje tem muito mais capacidade gerencial em razão de suas excelentes formações acadêmicas, que a maioria esmagadora dos oficiais que foram formados apenas pela Academia de Polícia Militar do DF. Porém, jamais saberemos o que esses "novinhos" poderão oferecer à instituição, pois, estão impedidos pelo orgulho dos antigões, que optaram por "FREAR" os novinhos cheios de capacidade intelectual que chegam hoje na corporação, tornando assim inócuo o propalado incremento de novos integrantes com nível superior. Tudo foi por água abaixo.
      E agora, a culpa recai apenas sobre os já sabidamente incompetentes oficias da instituição.

      VEJA O EDITAL DO CONCURSO PARA SGT NO ANO 2000:

      http://www.cespe.unb.br/concursos/_antigos/anteriores_2002/2000/pmdf2000/Arquivos/Ed_PMDF_2000_1.pdf

      Excluir
  6. "Essa origem constitucional tem blindado as PMs dos ataques, às vezes sorrateiros, dos interessados em extingui-las, ou desarmá-las (o que daria no mesmo)."

    DESARMAR POLICIAL? PQP!!!!!

    Jornaleco tendencioso!!! Ninguém quer desarmar PM!!!!! Acho que esse jornalista deve estar dando pra algum civil!

    DESMILITARIZAÇÃO JÁ!!! PEC 51!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CFSD1995 - REFORMADO24 de dezembro de 2014 09:17

      Já dizia o sábio Salomão em seus Provérbios: "Há um caminho que ao homem parece bom, mas o fim dele é destruição."

      Quanto ao que o CORREIO disse sobre a intenção de desarmar as PMs, o jornal estava certo. Já começou.

      ANTEONTEM(23/12) Dilma Sancionou a Lei 13.060 que disciplina e recomenda como prioridade o uso de armas de menor potencial ofensivo e já traz vedações ao uso de armas de fogo aos policias, especialmente os ostensivos, o que vale dizer que se dirige tacitamente às PMs.

      FONTE: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13060.htm

      ESPECIALMENTE a mim, esse destino que a Segurança Pública está tomando não deveria me preocupar, pois estou reformado. Mas tenho além de colegas que fiz no período em que trabalhei também 04 irmãos de sangue e 02 cunhados(as) que estão nas fileiras da PF(01), PC(03) e PM(02). De resto, toda a sociedade vai sentir ainda mais a piora, quando nossos irmãos de polícia ostensiva em especial, estiverem servindo de meros milicianos a serviço do petralhismo/bolivarianismo à lá Venezuela.

      Excluir
  7. NÃO TENHA DÚVIDA QUE OS OFICIAIS ESTÃO MORRENDO DE MEDO DESSE RELATÓRIO!!!
    O MILITARISMO TEM ACABAR MESMO!! A POLICIA E BOMBEIRO NÃO!!
    SÃO COISAS TOTALMENTES EQUIDISTANTES!

    ResponderExcluir
  8. Felizmente, ainda vivemos em um país em que podemos discordar de outras opiniões, em que podemos falar aquilo que pensamos e acreditamos. Respeito a opinião do narrador acima, porém sou totalmente favorável a DESMILITARIZAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR. Em quase 25 anos de serviço, presenciei inúmeras arbitrariedades, injustiças, prisões ilegais, abusos de autoridades, desmandos e incompetências cometidos por diversos OFICIAIS bem como também de vários PRAÇAS (sargentos e subtenentes) contra seus subordinados. Vi várias formaturas em que eram lidos os boletins internos e, quando chegava a 4ª Parte eram "cantadas" as prisões de vários colegas na presença de todos ali. Sei que muitas coisas mudaram hoje, mas o ranço autoritário permanece nos dias atuais. E aí eu pergunto: a segurança pública no Brasil melhorou? A Polícia Militar realmente consegue cumprir o seu papel perante a sociedade? Ou ela é simplesmente uma polícia que atende aos interesses de quem a comanda? Vivemos em um regime democrático de natureza CIVIL, e as forças de segurança tem que se enquadrar dentro desse regime. Uma das melhores polícias do mundo é a de Nova Iorque, e por acaso ela é MILITAR? NÃO! O país precisa de uma polícia forte, bem preparada, equipada e bem remunerada para atender os anseios de nossa população e dar-lhe paz e segurança, e não uma polícia que fica marchando dentro de quartéis. Essa é a minha opinião.
    ST 1996

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CFSD1995 - REFORMADO24 de dezembro de 2014 09:09

      Jamais discordei ou discordarei da DESMILITARIZAÇÃO DA PM BRASILEIRA.
      Mas, por exemplo, em relação à polícia ostensiva nova iorquina, vale ressaltar que não há esquerdistas que a querem transformar em mera milícia bolivariana vermelha como a intenção do PT no Brasil.

      Quanto ao que o CORREIO disse sobre a intenção de desarmar as PMs, o jornal estava certo. Já começou.

      ANTEONTEM(23/12) Dilma Sancionou a Lei 13.060 que disciplina e recomenda como prioridade o uso de armas de menor potencial ofensivo e já traz vedações ao uso de armas de fogo aos policias, especialmente os ostensivos, o que vale dizer que se dirige tacitamente às PMs.

      FONTE: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13060.htm

      Excluir
    2. CFSD1995 - REFORMADO24 de dezembro de 2014 09:22

      ST1996,

      Se você fizer um retrospecto na história, verá que a segurança pública piorou não por causa das nossas polícias, mas porque nossos governantes optaram pelo Estado Penal Mínimo(sugiro leitura sobre esse tema). A partir daí, com nossa legislação penal leniente, os crimes cresceram exponencialmente, especialmente os homicídios que estão por volta de 60.000 anualmente. Dizer que isso é culpa do aparato policial, é desconhecer completamente a ideologia que foi paulatinamente implementada em nossa legislação penal a partir de 1988, tornando bandidos em mocinhos, e especialmente policiais em vilões, entre outros fatores e nuances que levariam muito tempo para discorrer aqui.

      Ressalto outra vez, que a desmilitarização é necessária, mas não enquanto vigorar esse estado bandido/vermelho.

      Excluir
  9. Isso é conversa de oficial. Tem que desmilitarizar a policia sim. Tem.que ser iniciada uma policia mais justa, sem esse maldito.ego militar que coloca o militarismo acima do serviço policial.

    ResponderExcluir
  10. Sou sgt 24mil. Sou a favor da desmilitarização, mas não agora! Concordo com o Correio, o objetivo do PT é destruir as instituições que são obstáculo ao seu projeto de poder boliviano. Penso que quando essa quadrilha sair do poder, aí sim, deveremos lutar por uma polícia mais profissional, eficiente e humana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo26 de dezembro de 2014 19:36

      Heureca!

      Até que enfim uma voz lúcida nesse mar de ódio!

      Excluir
  11. B NOITE, COM MUITA TRISTEZA E REVOLTA INFORMO AOS COMPANHEIROS O ASSASSINATO DE MAIS UM IRMAO POLICIAL CIVIL DO GAMA DF.ATE QUANDO VIVEREMOS ISSO?

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com