terça-feira, 28 de outubro de 2014

DF: Desafios do novo governo

Assembleia de PMs na Praça do Buriti, em 2012: a categoria promete fazer cobranças a Rollemberg


Rodrigo Rollemberg (PSB) deve iniciar o ano de 2015 navegando em águas agitadas. As principais categorias de servidores do GDF já se organizam para cobrar o governador eleito logo nos primeiros dias de mandato. O socialista terá de ter jogo de cintura para dialogar com os trabalhadores, ao mesmo tempo em que se familiariza com a máquina pública. O novo chefe do Executivo local e sua equipe terão de administrar desde pedidos de aumento salarial a exigências de concurso público. ...

Os policiais civis e militares prometem fazer uma cobrança incisiva. Em comum, as duas corporações exigem do GDF a elaboração do plano de reestruturação das carreiras e o encaminhamento da proposta ao governo federal. Agnelo Queiroz (PT) não conseguiu atender tal reivindicação e enfrentou uma ferrenha mobilização. Em 2012, os agentes cruzaram os braços por 83 dias, a maior greve da história da Polícia Civil do Distrito Federal.

No mesmo ano, praças da PM iniciaram a Operação Tartaruga, que consistia em atrasar o atendimento de ocorrências. O corpo mole da tropa fez os índices de criminalidade atingirem patamares recordes. No mês de março, por exemplo, a cidade registrou 88 homicídios, quase três por dia.

Na área da educação, o Sindicato dos Professores (Sinpro) pretende fazer intensa campanha para que 100% das escolas públicas da capital sejam de tempo integral. Além disso, os docentes vão exigir de Rollemberg isonomia salarial com outras categorias do funcionalismo, elevando o salário bruto dos educadores para R$ 7,3 mil em início de carreira. Hoje, eles recebem R$ 4,8 mil.

“Basicamente, vamos abrir o ano exigindo três coisas: a valorização dos professores por meio da isonomia salarial, a escola em tempo integral em todo o DF e a redução de alunos por sala de aula. Com a sala lotada, o ensino passa a não ser de qualidade e contribui para que o professor desenvolva doenças”, afirmou o diretor de Imprensa do Sinpro, Cláudio Antunes.
Calcanhar de aquiles de Agnelo Queiroz, a área da saúde deve continuar dando dor de cabeça à gestão de Rodrigo Rollemberg. O socialista prometeu a volta de programas como o Saúde em Casa, mas precisará de um cardápio maior de propostas para resolver os inúmeros problemas que afetam diariamente a vida de milhares de usuários da rede pública. 
Equipar e ampliar as unidades de saúde e conseguir atrair médicos para a rede são alguns dos desafios. Agnelo não conseguiu. Fora isso, terá de conversar com uma categoria que promete pressionar o GDF já em 1ª de janeiro. Entre os pedidos de enfermeiros e técnicos, está o aumento do vale-alimentação de R$ 340 para R$ 800.

Dificuldades

Na visão do presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Direta (Sindireta), Ibraim Yusef, Rollemberg demonstrou interesse em se sentar à mesa com os servidores públicos, mas acredita que o novo governador encontrará dificuldades para cumprir todos os compromissos. “Ele vai pegar um governo endividado, que passou os últimos meses empurrando as contas. Além das reivindicações de cada categoria, ele terá de arcar com os reajustes escalonados firmados no atual governo. Certamente, vai gerar um impacto grande nos cofres do GDF”, afirmou Ibraim.

Problemas no transporte

Além de dialogar com as várias categorias do funcionalismo, Rodrigo Rollemberg herdará problemas na área de transporte. Um deles é aperfeiçoar o funcionamento do BRT, que liga Santa Maria e Gama ao Plano Piloto. Passageiros reclamam da demora entre um veículo e outro e exigem a volta de linhas internas extintas após a inauguração do Veículo Leve sobre Pneus. Também deve estar preparado para ser cobrado sobre a promessa de campanha de expandir o metrô. A construção do túnel no centro de Taguatinga é outro compromisso firmado por Agnelo e assumido por Rollemberg.

Os insatisfeitos

Servidores de algumas das principais categorias do GDF prometem começar 2015 pressionando o novo governador. Confira as principais reivindicações de cada uma:

Polícia Civil:
» Reestruturação da carreira 
» Nomeação de 600 agentes aprovados no último concurso para agente de polícia
» Reforma e substituição de mobília das delegacias
» Aumento do auxílio-saúde, que hoje é de R$ 90
» Participação de agentes e delegados na escolha do próximo diretor da corporação

Polícia Militar:
» Reestruturação da carreira, acelerando o tempo de promoções 
de praças
» Promoções de praças e oficiais, independentemente do 
número de vagas
» Reajuste salarial anual com o mesmo índice de correção do Fundo Constituicional 
» Aumento da Gratificação por Serviço Voluntário (GSV), benefício pago a PMs que trabalham na folga. 

Professores:
» Isonomia salarial com outras carreiras de nível superior 
do GDF, elevando o piso do professor para 
R$ 7,3 mil, considerando a média
» Ampliação de 300 para 657 escolas com o tempo integral no Distrito Federal, ou seja, 100%
» Reduzir o número de alunos por sala de aula. No ensino médio, são cerca 
de 42 por classe. A meta é diminuir para 30
» Implementação de um plano de saúde para a categoria. Hoje os professores recebem R$ 200 de auxílio-doença, insuficiente, segundo o Sinpro. 

Saúde:
» Tratamento isonômico das jornadas de trabalho. A reclamação é de que alguns servidores com a mesma função têm jornadas distintas 
» Aposentadoria aos 25 anos para servidores que exercem funções insalubres, como operadores de raios x, por exemplo. 
» Exigir que o governo pague a última parcela do reajuste escalonado em três vezes, acordo firmado no governo atual. 
» Aumento do vale-alimentação de R$ 340 para R$ 800.
» Aparelhar melhor os hospitais e as UPAs, tornando a rede mais atrativa a médicos, enfermeiros, técnicos e pacientes.

Fonte: Correio Braziliense. Por SAULO ARAÚJO. Foto: Daniel Ferreira/CB/D.A Press 

15 comentários:

  1. TRABALHAR SÓ COM VALORIZAÇÃO SALARIAL, FORA ISSO VOU CUMPRIR SÓ A GARGA HORARIA MESMO, E AINDA ACHO MUITO, POIS NOSSOS POLITICOS SÓ PENSAM NELES, NOSSO DINHEIRO ESTAR INDO PARA O RALO. ETA COMO TEM PICARETA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já que estar se espelhando nos maus politicos, então vc também é um picareta.?

      Excluir
  2. Eduardo Castro 28.10.2014 às 01:54

    Meu nome é Eduardo Castro, professor de matemática e voluntário nas eleições desde 2012 onde sou mesário ocupando o cargo de presidente de mesa na zona 42, seção 92 na cidade de Sapezal no Mato Grosso. Gostaria de expor para vocês minha opinião referente ao sistema de urnas eletrônicas, pois através de minha experiência nesta eleição do dia 26/10/2014, percebi uma grande possibilidade de fraude. Como em minha cidade existe uma grande rotatividade de pessoas, muitas dessas deixam de votar, para vocês terem uma ideia, dos 391 eleitores habilitados pela urna, não me recordo muito bem, mas somente uns 250 eleitores se apresentaram para votar, ficando aproximadamente uns 140 eleitores sem votar. Diante da situação cheguei a conclusão de como é fácil estar votando no lugar destas pessoas ausentes, pois: 1º Todos os companheiros mesários de minha seção tínhamos a mesma opção de voto; 2º Em minha seção não havia nenhum fiscal de partido para vistoriar os votos; 3° Fiquei quase uma hora sozinho quando os outros mesários saíram para almoçar; 4° Não houve vistoria ou questionamento de ninguém por parte do cartório eleitoral no momento em que estive sozinho; 5° O encerramento de urna não foi acompanhado por ninguém do cartório eleitoral e nem por nenhum fiscal de partido, portanto seria o melhor momento para estar votando pelas pessoas que não compareceram, realizando a fraude, assim como o horário para votar já estaria terminado ninguém iria reclamar que alguém votou no seu lugar. É claro que eu e os meus companheiros de trabalho realizamos todo o processo corretamente, sem fraudes, pois eu não estaria eu aqui expondo a respeito de como fraudar uma urna eletrônica e até falando minha seção e zona. Mas cheguei à conclusão que o sistema de urna eletrônica é um sistema falho. Lembrando lugares de difícil acesso, onde a opção por certo candidato é maioria, onde tiver algum mesário disposto a realizar a fraude, onde pode envolver dinheiro por parte de membros de partidos para influenciar os mesários etc... Agora pensam vocês comigo, se tal fraude fosse realizada, iria existir apenas um confronto que seria o de justificativa e voto, pois como uma pessoa vota em uma cidade e justifica em outra, e no caso nas pessoas que não compareceram para votar e nem justificaram, no sistema iria constar que elas votaram. E quando fosse notado a duplicidade com a justificativa e voto, determinado candidato pode ter tomado posse, passado 4 anos, e terminado o seu mandato e ninguém talvez iria reparar. E se reparar até achar, provar, julgar os culpados já se foram mais dois mandatos com certeza.
    Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/158170/Advogada-denuncia-poss%C3%ADvel-fraude-nas-urnas-eletr%C3%B4nicas.htm

    ResponderExcluir
  3. Espero que OS PRAÇAS DA PM E BM, tenham união para começar o DIÁLOGO COM O GOVERNADOR. com esse salário de 4. 000 para enfrentar BANDIDOS NA MADRUGADA NEM AÍ É DEMAIS. FORÇA PRAÇAS E VAMOS A LUTA. ATE 2018.

    OBS: POLIGLOTA EU E MINHA FAMILIA CONTINUAMOS CONFIANDO EM VC COMO LIDER DAS NOSSAS DEMANDAS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VC VAI FICAR DOIDO, DELETA, ESQUECE O LIDER, VAI PASSEAR COM FAMILIA DA UM TEMPO! QUE LIDER E ESSE QUE NAO FOI ELEITO.

      Excluir
    2. Não concordo com você cara. Se o poliglota não foi eleito não foi por culpa dele mas sim por culpa nossa onde um bando de urubus que estavam pensando exclusivamente neles dividiram a tropa. Quem conseguiu mais votos na PM? Hermeto e Guarda Jânio não conseguiram sequer mil votos. A estupidez foi nossa e agora não adianta chorar. Perdemos playboy!

      Excluir
  4. TRABALHAR SÓ COM VALORIZAÇÃO SALARIAL, FORA ISSO VOU CUMPRIR SÓ A GARGA HORARIA MESMO, E AINDA ACHO MUITO, POIS NOSSOS POLITICOS SÓ PENSAM NELES, NOSSO DINHEIRO ESTAR INDO PARA O RALO. ETA COMO TEM PICARETA.

    ResponderExcluir
  5. QUEM RELACIONOU EM NOSSAS REIVINDICAÇÕES AUMENTO PARA O SERVIÇO VOLUNTÁRIO????? DEIXEMOS DE SER BURROS DE CARGA E FICAR QUERENDO TRABALHAR IGUAL A UNS MALUCOS, SEM FOLGA PRA APROVEITAR O CONVÍVIO COM NOSSAS FAMÍLIAS . PELO AMOR DE DEUS, QUEM FOR O INTERLOCUTOR DA PM JUNTO AO GDF, ESQUEÇA ESSE SERVIÇO VOLUNTÁRIO, E FOQUE EM GANHOS REAIS PARA TODOS. NECESSITAMOS DE TANTAS MELHORIAS EM NOSSAS ATIVIDADES, ATÉ MESMO A MELHORIA EM NOSSAS INSTALAÇÕES QUE, EM MUITAS UNIDADES, SÃO INSALUBRES. SERVIÇO VOLUNTÁRIO É UMA FORMA BARATA QUE O GOVERNO ENCONTROU DE AUMENTAR O EFETIVO NAS RUAS E AO MESMO TEMPO MANTER O PM ESCRAVO QUE CONSEQUENTEMENTE ESTÁ ADOECENDO, ESTRESSADO E, APESAR DE TUDO, NÃO RESOLVE SEU PROBLEMA FINANCEIRO. ACORDEM!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aumento do valor de serviço voluntário? KKKKKKK Tô doido!!! Tô doido!!! Tô doido!!!

      Excluir
  6. ;;FALTA TAO POUCO PARA PM E BM SE FELIZ . O PRIMEIRO ATO DE UM GOVERNADOR QUE QUER AJUDAR A CATEGORIA DA PMDF E EXTINGUI O RDE:
    1- AUMENTOS DAS VAGAS DE QOPMA E SUBTENENTES
    2- AUMENTO DE SALARIO
    3- FLUIDEZ NA CARREIRA
    4- ENTRADA UNICA
    5- RDE SUMIR DO MAPA
    6- AUXILIO INATIVIDADE

    ResponderExcluir
  7. ATENÇÃO LEIA E REFLITA:
    Rollemberg foi eleito Senador na Coligação do PT há 04 anos atrás e foi um dos principais avalistas de Agnelo Queiroz nas 13 promessas de Campanha. Na praça(COMERCIAL), quando o ator principal não paga quem assume é o avalista,; Talvez por isso Rollemberg não quis prometer, afinal já deve 13.

    QUEREMOS AS TREZE PROMESSAS E MUITO MAIS.

    ResponderExcluir
  8. VEJA O QUE UM ASSESSOR DO ROLEMBOSTA FALOU SOBRE A PMDF:

    Assessor de Rollemberg diz:
    Não devemos nada a ninguém, vamos fazer um governo pra todos e principalmente para os mais necessitado. A PMDF não pode transferir dívida do Agnelo pra nossa conta.

    ResponderExcluir
  9. JA ENCONTREI UMA GRANDE VIRTUDE NESTE GOVERNADOR ; O CARA E TORCEDOR DO BOTA, CERTAMENTE CUMPRIRA TODAS AS PROMESSA DE CAMPANHA ; E CRIA DE BRASILIA MAIS NAO E DA TURMA DO PAULO OTAVIO NEM DO LUIZ ESTEVAO - ESTOU BOTANDO FE -

    ResponderExcluir
  10. A PMDF também precisa melhorar a estrutura dos seus quartéis, ou seja, seu patrimônio.

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com