terça-feira, 25 de novembro de 2014

Reestruturação: Só promoções não basta...

Observo que o nosso policial está preocupado com as promoções e estão se esquecendo da Lei 10.486/2002 (Lei de vencimentos) que está defasada há quase 13 anos e que ninguém toca no assunto. Sem alterações nessa Lei de nada vai adiantar a formulação e uma nova Lei para substituir a 12.086/2009.

Na verdade o que precisa ser feito nessa Lei 12.086/2009 é um ajuste e nada mais, pois querendo ou não, com o fim do sobrestamento teremos que fazer valer a partir de 2015 as promoções.

Se lermos o projeto com atenção, veremos que as promoções estão previstas de 4 em 4 anos sem dependência de vagas, mas a coisa não funciona bem assim! Muitos Sargentos ainda não dispõem do CAP e CAEP que é uma exigência para a promoção e tais cursos estarão sob o poder discricionário do Comandante Geral da corporação, cabendo exclusivamente a ele determinar o quantitativo de vagas e quando haverá tais cursos. E se partirmos do princípio de que somente 300 policiais são habilitados por ano, ao final e 4 anos teremos somente 1200 habilitados para as promoções com o interstício previsto e os demais NÃO SERÃO PROMOVIDOS.

Quem não lembra que com a edição da Lei 10.486/2002 o soldo de um soldado era quatro vezes o salário mínimo. E hoje? Se não houver complemento fica abaixo do valor, concordam?

Temos que pensar em modificar a Lei 10.486/2002 e trazer para a responsabilidade do GDF a sua regulamentação. Aí sim estaremos garantidos na reserva. Ademais, mexer com a 12.086 e fingir que a 10.486 não existe acabará levando todos para a vala comum, pois daqui a 15 anos (próximo dela completar 30 anos) nosso salário não valerá um centavo. E os inativos e pensionistas? Já pensaram nisso? E você policial, amanhã será um inativo, sem sombra de dúvidas e aí verá o quanto sofrerá com os efeitos da aprovação desse Projeto.

O que queremos dizer é de que nada adianta vir promoções se de fato o que realmente importa é o ganho “real” de salário, coisa que da forma que está infelizmente nunca será alcançada.

Portanto, reflitam: Hoje qual é a vantagem de ser Subtenente se o salário ainda é e continuará sendo regido por uma lei de 2002 com 13 anos de existência? Sem contar que muitos parecem estar de fato preocupados com promoções, e que no final das contas, quase nada representará, porque se já está ruim com esse salário hoje, imaginem daqui uns 5, 10 ou mais anos sem que essa Lei 10.486 sofra qualquer tipo de alteração/reajuste.

A prova de que estamos falando a verdade está aí abaixo, e contra fatos e números não pode haver contestações! Vejam:

Salário mínimo em 2002: R$ 200,00
Salário mínimo em 2003: R$ 240,00
Salário mínimo em 2004: R$ 260,00
Salário mínimo em 2005: R$ 300,00
Salário mínimo em 2006: R$ 350,00
Salário mínimo em 2007: R$ 380,00
Salário mínimo em 2008: R$ 415,00
Salário mínimo em 2009: R$ 465,00
Salário mínimo em 2010: R$ 510,00
Salário mínimo em 2011: R$ 540,00
Salário mínimo em 2012: R$ 622,00
Salário mínimo em 2013: R$ 678,00
Salário mínimo em 2014: R$ 724,00

Fonte: http://www.guiatrabalhista.com.br/guia/salario_minimo.htm

Os reajustes nesses 12 anos só em cima do salário mínimo foram de 262%!!! Isso mesmo 262% em 12 anos, o que dá uma média anual de 21,83% ao ano fora as diversas contas, impostos, taxas e etc. que são reajustadas ano após ano, como por exemplo, luz, água, telefone e combustíveis que já sofreram só esse ano diversos reajustes. A previsão para o salário mínimo em 2015 será de R$ 788,06, ou seja, um reajuste de 8,8% o que levará a uma complementação de R$ 81,96 no soldo dos Soldados e, pasmem, chegará ao soldo dos Cabos também.

Portanto, quando tal Lei entrou em vigência, pasmem, só de “soldo” o soldado ganhava quase 4 vezes o salário mínimo, fora as demais gratificações/adicionais e etc. E hoje nossa realidade é totalmente diferente, pois querendo ou não, boa parte está recebendo complemento do soldo, visto que na constituição ninguém pode receber valores menores do que o salário mínimo.

Com base nisso, fazemos os seguintes questionamentos a todos:

1º) Seu salário teve esse mesmo reajuste anual?

2º) Só promoção fez com que largasse o bico, voluntários e etc?

Podemos garantir que não! Portanto, parem e reflitam no que estão querendo para o futuro, pois ao tomar essa atitude de só pensar em promoção, todos estarão “literalmente” se matando em vida. E sabem porque? Porque vários já estão sendo cobrados agora na atividade. Agora pare e se vislumbre daqui a 30 anos em que o buraco estará enfiando não só você, como eu e todos nós!

Concluindo, do que adianta termos a falsa ilusão de sermos promovidos se no fundo só vai aumentar o gasto com novas fardas? Parem e pensem! Principalmente os mais modernos de hoje. Se já está ruim hoje com essa lei altamente defasada, o que dizer daqui a 20 anos quando sair Subtenente? Ou seja, o seu futuro será o mesmo do antigo de hoje, que é se matar nos SVG´s, nos bicos, e etc. Salvo melhor juízo, por causa do “EGO” em só pensar em promoções, todos estão cavando uma cova mais do que coletiva para todos que estão dentro, fora ou ainda pensam em entrar.

Nossa equipe técnica elaborou um estudo sobre a Lei 10.486/2009 a qual disponibilizamos para todos para que analisem com sapiência. Nela propomos a transferência das regulamentações para o Governo do Distrito Federal, porém há a necessidade de todo empenho da bancada federal do DF no Congresso, a ser eleita, pois teremos que nos livrar definitivamente dos antigos territórios, e isso será uma luta árdua.

LEI 10.486/2002
Art. 1º. Os artigos 1º, 2º, 3º, 18, 20, 30, 33 da Lei 10.486, de 04 de julho de 2002 passam a vigorar com a seguinte redação:

Art. 1o ......................................................................................................
I - ......................................................................................................
II - ......................................................................................................
a) ......................................................................................................
b) ......................................................................................................
c) ......................................................................................................
d) ......................................................................................................
e) de Título Acadêmico;
III - ......................................................................................................
a) ......................................................................................................
b) ......................................................................................................
c) ......................................................................................................
Parágrafo único. ......................................................................................................

Art. 2º ......................................................................................................
I - ......................................................................................................
a) ......................................................................................................
b) ......................................................................................................
c) ......................................................................................................
d) ......................................................................................................
e) ......................................................................................................
f) ......................................................................................................
g) ......................................................................................................
h) ......................................................................................................
i) ......................................................................................................
II - ......................................................................................................
a) ......................................................................................................
b) ......................................................................................................
c) ......................................................................................................
d) ......................................................................................................
e) adicional de inatividade;
Parágrafo único. Os valores representativos dos direitos previstos neste artigo são os estabelecidos em legislação específica de forma igualitária para todos os postos e graduações, regulamentado pelo Governo do Distrito Federal.

Art. 3º ......................................................................................................
I - ......................................................................................................
II - ......................................................................................................
III - ......................................................................................................
IV - ......................................................................................................
V - ......................................................................................................
V- adicional de Título Acadêmico – é composto pelo valor individual referente a 01 (um) curso de Pós-graduação ou equivalente, ou 01 (um) curso de Pós-graduação em nível de Mestrado ou equivalente, ou 01 (um) curso de Pós-graduação em nível de Doutorado ou equivalente, ou 01 (um) curso de Pós-graduação em nível de Pós-Doutorado ou equivalente, inerente aos cursos realizados com aproveitamento, regulamentado pelo Governo do Distrito Federal.
VI - ......................................................................................................
VII - ......................................................................................................
VIII - gratificação de Serviço Voluntário – parcela remuneratória devida ao militar que voluntariamente, durante seu período de folga, apresentar-se para o serviço de policiamento, prevenção de combate a incêndio e salvamento, atendimento pré-hospitalar ou segurança pública de grandes eventos ou sinistros, com jornada não inferior a 06 (seis) horas, na conveniência e necessidade da Administração, regulamentado pelo Governo do Distrito Federal;
IX - ......................................................................................................
X - transporte - direito pecuniário devido ao militar para custear despesas com transporte, quando estas não forem realizadas por conta de qualquer outro órgão ou entidade, nas movimentações e viagens por interesse do serviço ou conveniência administrativa, incluindo a necessidade de internação hospitalar decorrente de prescrição médica, utilizando os parâmetros estabelecidos na legislação federal e regulamentado pelo Governo do Distrito Federal;
XI - ajuda de custo - direito pecuniário devido ao militar, pago adiantadamente, por ocasião de transferência para a inatividade ou quando se afastar de sua sede em razão de serviço, para custeio das despesas de locomoção e instalação, exceto as de transporte, nas movimentações para fora de sua sede, regulamentado pelo Governo do Distrito Federal;
XII - auxílio-fardamento - direito pecuniário devido ao militar para custear gastos com fardamento, regulamentado pelo Governo do Distrito Federal;
XIII - ......................................................................................................
XIV - auxílio-moradia - direito pecuniário mensal devido ao militar, na ativa e na inatividade, para auxiliar nas despesas com habitação para si e seus dependentes, regulamentado pelo Governo do Distrito Federal;
XV - auxílio-natalidade - direito pecuniário devido ao militar por motivo de nascimento de filho, regulamentado pelo Governo do Distrito Federal;
XVI - auxílio-invalidez - direito pecuniário devido ao militar na inatividade, reformado como inválido, por incapacidade para o serviço ativo, regulamentado pelo Governo do Distrito Federal;
XVII - auxílio-funeral - direito pecuniário devido ao militar por morte do cônjuge, do companheiro ou companheira, reconhecido junto à Corporação ou do dependente, ou ainda ao beneficiário no caso de falecimento do militar, regulamentado pelo Governo do Distrito Federal.

Art. 18. O militar em missão especial no exterior terá sua remuneração calculada em moeda estrangeira, durante o período compreendido entre as datas de saída e retorno ao território nacional, conforme regulamentação do Governo do Distrito Federal.
Parágrafo único. (REVOGADO)

Art. 30. ......................................................................................................
Parágrafo único. ......................................................................................................
I - ......................................................................................................
II - ......................................................................................................
III - ......................................................................................................
IV - ...................................................................................................... 
V – ao adicional de Títulos Acadêmico;
VI – ao adicional de Inatividade.

Art. 33. ......................................................................................................
§ 1o A contribuição para a assistência médico-hospitalar, psicológica e social é de 20% a.m. (vinte por cento ao mês) e incidirá sobre o soldo, quotas de soldo ou a quota-tronco da pensão militar.
§ 2o ......................................................................................................
§ 3º ......................................................................................................
§ 4o ......................................................................................................
a) ......................................................................................................
b) ......................................................................................................
c) ......................................................................................................
d) ......................................................................................................

ANEXO I
TABELA DE SOLDO E ESCALONAMENTO VERTICAL
TABELA I – SOLDO
EM R$

POSTO OU GRADUAÇÃO
A PARTIR DE 1oDE MARÇO DE 2015
Coronel
3.195,04
Tenente-Coronel
2.875,54
Major
2.715,78
Capitão
2.556,03
Primeiro-Tenente
2.396,28
Segundo-Tenente
2.236,53
Aspirante-a-Oficial
1.278,02
Cadete (último ano) da Academia de Polícia Militar ou Bombeiro Militar
1.118,26
Cadete (demais anos) da Academia de Polícia Militar ou Bombeiro Militar
958,51
Subtenente
2.236,53
Primeiro-Sargento
1.917,02
Segundo-Sargento
1.757,27
Terceiro-Sargento
1.597,52
Cabo
1.437,77
Soldado - 1a Classe
1.278,02
Soldado - 2a Classe
958,51




TABELA II – ESCALONAMENTO VERTICAL
POSTO OU GRADUAÇÃO
OFICIAIS SUPERIORES

Coronel
1000

Tenente-Coronel
900

Major
850


OFICIAIS INTERMEDIÁRIOS

Capitão
800


OFICIAIS SUBALTERNOS

Primeiro-Tenente
750

Segundo-Tenente
700


PRAÇAS ESPECIAIS

Aspirante-a-Oficial
600

Cadete (último ano) da Academia de Polícia Militar ou de Bombeiro Militar
350

Cadete (demais anos) da Academia de Polícia Militar ou de Bombeiro Militar
300

PRAÇAS GRADUADAS

Subtenente
700

Primeiro-Sargento
600

Segundo-Sargento
550

Terceiro-Sargento
500

Cabo
450



DEMAIS PRAÇAS

Soldado - 1ª Classe
400

Soldado - 2ª Classe
300



ANEXO II
TABELAS DE ADICIONAIS
TABELA III – ADICIONAL OPERAÇÕES MILITARES
SITUAÇÃO
VALOR PERCENTUAL QUE INCIDE SOBRE O SOLDO DE CORONEL
FUNDAMENTO
Desempenho de Operações Policiais ou de Bombeiros e para a compensação dos desgastes orgânicos e danos psicossomáticos pelo desempenho das atividades técnico-profissionais nos respectivos Quadros (1)
25%
Arts. 1º e 3º, desta Lei.
Trabalho com Raios-X ou substâncias radioativas (1)
25%

(1) Não são acumuláveis


ANEXO III
TABELA DE GRATIFICAÇÕES
TABELA I-A – GRATIFICAÇÃO DE FUNÇÃO DE REPRESENTAÇÃO

SITUAÇÃO
VALOR DE INCIDÊNCIA
FUNDAMENTO
A
Militares na ativa e na inatividade
5% do soldo do Coronel
Arts. 1º e 3º desta Lei.
B
Representação Especial no Exterior
Conforme Legislação Federal



ANEXO IV (REVOGADO)

Clique Aqui para ver a Lei 10.486/2002

99 comentários:

  1. Esse será o maior golpe na história da PM!!!!

    NÃO VAMOS ACEITAR!!!!!
    ESSE PLANO DE CARREIRA É UM LIXO!!!!!
    SEM FALAR QUE JOGA O TEMPO DO ANTIGO NA LATA DO LIXO!!!!

    ResponderExcluir
  2. Vamos desmilitarizar a PM!!!!

    Vamos marchar até o congresso nacional!!!!
    Se colocarmos 20.000 durante uma semana a PMDF será desmilitarizada!

    ResponderExcluir
  3. O PT SERÁ ENTERRADO NO BRASIL E NO DF!!!!

    AVANTE PRAÇAS CONTRA O PIOR PLANO DE CARREIRA DA HISTÓRIA DA PM!

    SE VC FOI CONTRA A VOTAÇÃO SECRETA NO CLUBE DOS OFICIAIS, AGORA É HORA DE DIZER NÃO A ESTA PROPOSTA APRESENTADA NO CENTRO DE CONVENÇÕES!!!

    POLIGLOTA VAMOS MARCAR UMA REUNIÃO COM O GOVERNADOR E COLOCAR 15.000 PPMM!!!

    ResponderExcluir
  4. BOM DIA SENHORES EU VENHO SEMPRE POSTANDO , NOSSA RESTRUTURAÇÃO AGORA SERA DISCUTIDA COM O NOVO GOVERNADOR A PARTI DE JANEIRO A GDF ESTARA SOB NOVA DIREÇÃO
    SEGUNDO AS PESQUISA O PT NAO VAI NEM PARA O SEGUNDO TURNO.
    ESQUEÇAM RESTRUTURAÇÃO DO PT AMIGOS VAMOS QUE VAMOS NOSSA LUTA E PARA DERROTAR ESTES CARAS NAS URNAS E PONTO FINAL

    ResponderExcluir
  5. MUITO BEM LEMBRADO A POSTAGEM SOBRE A LEI 10.486 POIS FOI BEM CLARA.NÃO ADIANTA MUDAR A LEI DE PROMOÇÕES SE NÃO MUDAR A LEI DE VENCIMENTOS.O QUE O PM TEM QUE COLOCAR NA CABEÇA É QUE TEM QUE PARAR COM ESSA IDIOTICE DE FICAR SÓ QUERENDO PROMOÇÃO.TEM QUE PENSAR É NA INATIVIDADE E PRONTO POIS É NA RESERVA QUE VAMOS PRECISAR ESTAR BEM.O PROBLEMA DO CANA É QUE NÃO GOSTA DE LER E COM ISSO ACEITA QUALQUER COISA.ASSINEM ESSE PROJETO E DEPOIS VÃO SE ARREPENDER E NÃO ADIANTA VIR PRA REDE SOCIAL PEDIR ASSEMBLEIA NÃO PORQUE QUANDO O POLIGLOTA CONVOCOU TODO MUNDO PRA O CLUBE DOS OFICIAIS TODO MUNDO ARREGOU E POUCOS FORAM LÁ E CONSEGUIRAM BARRAR ESSE PROJETO TOSCO QUE JÁ TERIA SIDO ENVIADO.PM TEM QUE APRENDER SENÃO VAI COMER CAPIM A VIDA TODA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também partimos do mesmo princípio de que não adianta vim às promoções, sejam elas quais forem se de fato nosso maior problema hoje é e sempre será a questão “salarial”. Ou seja, como bem frisamos nesse texto. Nosso maior problema hoje não é promoção e sim salário! Pois querendo ou não, com a implementação da lei 12.086/09 tivemos muitos polícias beneficiados (1) - boa parte das praças que são hoje 2 sgt´s até sub´s e/ou oficiais que em menos de 10 anos saíram cap´s, isso não podemos negar.

      (1) Tirando dos 20 milhão que souberam aproveitar as provas de CB/SGT, os demais infelizmente até hoje só tiveram uma promoção. Ou seja, hoje os 20/70/190/210 milhões são os maiores prejudicados e fazem parte do grupo dos que não existem (CB´s e SD´s), por não ter mais a oportunidade de prova ou questão vaga;

      Logo, ambos os lados tiveram sim suas bonificações! No entanto, de nada adiantou as promoções (terem vindo rápidas - média de uma por ano) se elas no final das contas estão atreladas ao "soldo", não concordam?
      Por causa disso, que fugindo a linha dos demais (2) de estarem sempre preocupados com promoções e mais promoções, que apelidamos de "EGO" por "EGO". Optamos por fazer o “diferente”. Com essa ideia na cabeça de pensar muito além e no coletivo, chegamos ao que de fato está incomodando nossa categoria: salário. Logo concluímos que devemos priorizar nossa lei de vencimento (10.486/02), e o resultado podem ver nessa postagem. Ou seja, estamos sempre priorizando a coletividade. E pra isso, não há solução a não ser “atualizar” essa lei que se encontra à quase 13 anos sem qualquer reajuste (3).

      (2) Que só pensam em mais vagas disso ou daquilo;
      (3) Exemplo claro, desde sua promulgação só o salário mínimo teve média real de reajuste de praticamente 22% a.a.;

      Por sua vez, se todos “recusarem” essa reestruturação e buscarmos “juntos” por algo que seja justo para todos (4), não há no que se falar: ela não nos atende – estando hoje na ativa ou do que dizer quando boa parte estiver na inatividade. Sendo assim, podemos afirmar “categoricamente” que tal ação irá atingir a todos, desde o ativo até o inativo. E sabe por quê? Porque estamos pensando na “coletividade” e principalmente no futuro não muito distante.

      (4) A devida atualização da Lei 10.486/02, conforme o que estamos aqui propondo;

      Pensem nisso: promoção apenas por promoção há muito tempo não está nem atendendo os anseios básicos daqueles que foram promovidos justamente por que tais promoções estão atreladas “diretamente” a essa lei de vencimentos. Portanto, o que devemos mudar não é a Lei 12.086/09 (atual de promoções) e sim a Lei 10.486/02 que trata dos nossos salários – fato! Ou seja, promoção por promoção tendo soldos menores do que o próprio salário mínimo de nada irá resolver a vida de seu ninguém.

      Exemplo A: hoje temos diversos SUB´s (do que dizer os demais) se matando nos bicos, voluntários e etc. justamente por que o seu salário está defasado (e o mesmo de quase 13 anos atrás).
      Exemplo B: quem nunca ouviu essa frase em nosso seio: “não quero sair coronel, mais se der pra ganhar como tal são outros 500´s”. Ou seja, o que buscamos aqui nessa proposta de alteração da Lei 10.486/02 e justamente isso, fazer diversas correções no soldo do soldado até o coronel – atribuindo um escalonamento vertical mais justo, assim como já é feito, por exemplo, na POLÍCIA CIVIL. Como também deixar expresso de que boa parte das decisões deve ser principalmente “regulamentada” pelo Governo do Distrito Federal. Evitando assim estarmos sempre na mão do Governo Federal ou pior, o que esta acontecendo hoje! Temos o Fundo Constitucional a nossa disposição, mais por conta de formalidade da União previstas nessa lei, não podemos fazer nada. Agora parem e se questionem? Ao invocarmos tais “obrigações” a serem decididas pela CLDF e posterior aprovação do Governador do DF, não há do que se falar mais em desculpas do governo local e sim tendo verba, aprovar nossas reivindicações. E essas podemos dizer que estão bem claras aqui nesse texto.

      EQUIPE TÉCNICA
      POLIGLOTA 25190

      Excluir
  6. essas formaturas estão sendo uma coação a nóis policiais e alguém tem que denunciar isso.onde estão os deputados que querem nossos votos?cade o patrício e o ailton?bando de frouxos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo19 de setembro de 2014 08:44 SE OS OUTROS ESTÃO INERTES, O NOSSO FUTURO DEPUTADO JÁ ESTÁ MOSTRANDO ANTES MESMO DE SER ELEITO PARA QUE VEIO. PORTANTO, VOTE POLIGLOTA 25190. ESSE SIM FALA A NOSSA LÍNGUA.

      SGT RODRIGUES

      Excluir
  7. Nossa Instituição tem que ser Desmilitarizada e pronto, chega de blá, blá.... Nossos Comandantes, querem ser nossos Líderes que qualquer jeito.. nem que seja de goela abaixo... querem ser Nossos representantes, para na hora de dividir o Bolo, nos tratam como fizeram no Clube dos Oficiais, em Fevereiro/14.. Lembram??? Mas nossos Comandantes são apenas Comandantes Militares..E estão todos, verdadeiramente interessados em suas Gratificações que passam dos 13.000,00 mil reais... Amigos Praças, nunca esqueçam desse valor... 13.000,00 mil reais só de gratificação, é maior que seu Salário ao final de 30 anos de trabalho..
    Precisamos de Líderes que proponham, verdadeiramente a Desmilitarização da PMDF, carreira única, etc... Valorização de todos os Policiais, e não apenas de "Vossas Excelências"...Só irei apoiar Candidatos que estiverem compromissados com esses princípios..Desmilitarização e Carreira Única...
    Praças, fiquem atentos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo19 de setembro de 2014 08:50 então você veio fazer o seu desabafo no espaço certo, porque esse líder que faltava é o POLIGLOTA 25190 PARA DEPUTADO DISTRITAL

      Excluir
    2. DESMILITARIZAÇAO JÁ!!!!
      FIM DO SISTEMA PORCO E ARCAICO!!!

      Excluir
    3. Fale o nome dos que ganham essa gratificação de 13.000,00...blá, blá, blá. Parece um pescador baiano amigo meu...hehe

      Excluir
    4. VOCÊ QUER REALMENTE QUE CITEMOS OS NOMES??
      TEM CERTEZA DISSO??
      PRA NÃO FICAR TÃO OFENSIVO, IREI INDICAR APENAS UMA TABELA EM QUE HÁ DESCRIMINADOS OS VALORES DOS QUAIS O COLEGA AI FALOU, PODE SER??

      FONTE: http://www.transparencia.df.gov.br/RemuneracaoServidores/19%20-%20Cargos%20em%20comiss%C3%A3o.pdf

      #FICAADICA
      SÃO OS CNE´S E PRINCIPALMENTE OS DF´S DE 10 PRA CIMA!!!
      AH UM DETALHE, PODE ATÉ NÃO SER VÁRIOS QUE ESTÃO RECEBENDO OS TAIS 13MIL DE GRATIFICAÇÕES, MAIS O 01... O 02.. O 03.. TODOS FICAM ENTRE OS CNE 3 AO 1.
      DETALHE, SENDO QUE TAL GRATIFICAÇÃO SE LEVA SIM PRA RESERVA...
      VÃO ATRÁS DA LEGISLAÇÃO QUE VÃO ENTENDER DO PORQUE MUITOS SE MATAM PRA PEGAR A CADEIRA DO DITO ESCALÃO.. GERAL!!

      NOVINHUUU

      Excluir
  8. Vejo muito disse me disse, policiais nós somos inteligentes, leiam o projeto de restruturação e tirem suas próprias conclusões. Toda hora vejo um monte de besteiras sendo postada. Quer dizer que não posso pegar agora nessa restruturação a promoção por independência de vaga e depois lutar depois por alteração na 10.486?
    Meus nobres me poupem.
    A minha opinião sobre a restruturação é que para os praças que estão entre 10 a quinze anos de caserna, e que desejam estudar estarão "obrigados a saírem da PMDF, pois a porta da academia estará limitada a bacharéis de direito, e o CHOAEM aos subtenentes. Para os que não desejam estudar, o plano contém uma diretriz que balizará a acensão programada de sua carreira.

    Praça que não existe mas vive e depende da PMDF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordamos nessa lógica, e sabe por quê? Porque se devemos brigar por algo que seja realmente viável e principalmente traga poderes ao nosso Governador do DF, a melhor saída pra isso e corrermos para reajustar a Lei 10.486/02. Ou seja, se conseguirmos (e vamos conseguir com o empenho de todos) o reajuste dela. O resto será lucro, pois o que realmente está faltando pra nós e “salário” e infelizmente hoje tal reconhecimento está notório que não está vindo com as promoções. E isso eles nessa falsa proposta de reestruturação, estão omitindo. Portanto, devemos usar nossas munições com algo que irá beneficiar a “coletividade” e não apenas um grupo de oficiais ou pior, pessoas que nem aqui estarão nos próximos anos. Por conta disso, o real perigo esta justamente aqui! Pensar no “agora” e no futuro, nada. Vejam que promoção por promoção não está resolvendo a vida de seu ninguém. Se assim estivesse, não teríamos SUB´s se matando nos bicos, voluntários e etc. O que realmente precisamos mudar e nossa lei de vencimentos, e pra isso devemos nos unir e buscar esse reajuste que aqui estamos propondo. Lembro a todos, que isso não foi feito na tora ou a toque de caixa como essa restruturação, e sim que buscamos por meio de diversos estudos algo que realmente faria a diferença pra todos.
      Já sobre sua colocação do CHOAEM, a Lei 12.086/09 prevê outros requisitos que não são esses que está aqui citando. Portanto não confunda o decreto do Agnelo com a Lei, pois há inúmeras diferenças. Recomendo dá uma lida na lei, pois o que podemos adiantar é que a contar de Novembro desse ano, quem estiver nos requisitos dela, bastar prestar o concurso que saíra sim QOPMA. Então, quem de fato será prejudicado, podemos garantir que não será o pessoal com até 18 anos, e sim aqueles que estão aqui no mínimo desde 2000. Pois esses sim vão ter que depender das futuras baixas. Sendo assim concluímos que não é de todo mal! Porém, se essa reestruturação for realmente pra frente, temos total convicção de que será ruim pra todas as praças, pois promoção por promoção sem salário não quer dizer nada.

      EQUIPE TÉCNICA
      POLIGLOTA 25190

      Excluir
  9. SALVEM NOSSA POLICIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL.
    1-POR FAVOR PETISTAS, DEVOLVAM A POLICIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL PARA A POPULAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL .
    2-POR FAVOR PETISTAS , A POLICIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL NAO E DE UM GOVERNADOR
    OU DE UM CORONEL, A POLICIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL E DA POPULAÇÃO DO DF.
    3- POR FAVOR PETISTAS, A POLICIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL PERTENCE AOS CORONEIS,
    OFICIAS E PRAÇAS. POR FAVOR NOS DEVOLVAM A NOSSA CORPORAÇÃO.
    4- POR FAVOR PETISTAS, DEVOLVAM NOSSA ALEGRIA DE DA UM BOM DIA AOS NOSSOS SUPERIORES E COMPANHEIROS DE FARDA,
    5- DEVOLVAM NOSSA ALEGRIA DE VESTIR UMA FARDA E IR PARA O TRABALHO COMBATER O CRIME
    6- DEVOLVAM NOSSA MOTIVAÇÃO QUE VCS CONSEGUIRAM TIRAR NESSES QUATRO ANOS.
    7- DEVOLVAM NOSSA LIBERDADE DE VIVER COM NOSSA FAMÍLIA E COM O NOSSO TRABALHO.
    8- DEVOLVAM NOSSO CONVÍVIO, DE OFICIAS E PRAÇAS PARA VIVERMOS EM HARMONIA.
    9- DEVOLVAM NOSSO SANGUE NOS OLHOS PARA COMBATER O CRIME NAS RUAS DO DF , ESTE SANGUE NOS OLHOS QUE VCS PETISTAS, TIRARAM COM SUAS COVARDIA E HUMILHAÇÃO A NOSSA CORPORAÇÃO .
    10- DEVOLVAM O PRAZER DE SERVIR COM AMOR A NOSSA POPULAÇAO DO DISTRITO FEDERAL.
    11- DEVOLVAM NOSSA LIBERDADE TIREM NOS DESTA ESCRAVIZAÇÃO DO SVG.
    12- DEVOLVAM NOSSO PRAZER DE CUMPRIR AS ONDENS DOS NOSSOS SUPERIORES.
    13- DEVOLVAM NOSSA ALEGRIA DE SERVIR UMA INSTITUIÇÃO DE MAIS DE 200 ANOS
    14- POR ULTIMO PETISTAS, DEVOLVAM O DISTRITO FEDERAL PARA SUA POPULAÇÃO NOS NAO MERECEMOS VCS MAIS QUATRO ANOS NO PODER.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, não fiquem com raiva mas estou certo que a PMDF NÃO VAI EVOLUIR PARA AS PRAÇAS, então se a instituição NÃO MUDA, estude e vá procurar OUTRO EMPREGO, deixe a instituição para os VOCACIONADOS (quase idiotas). Procurem melhora!!! A PMDF só presta para os OFICIAIS. ESTUDEM e vão para outro local que te valorize!!! Só isso! Se ela (PMDF) não MUDA, mude você!!! SAIA DESTA MERDA DE INSTUIÇÃO (Para as praças)

      Excluir
    2. Não é culpa da instituição amigo! a culpa é nossa. É antigo chorando é novinho que chegou agora querendo sentar na janela é os babazovão que não larga os cabelo do saco é os de tempo médio querendo empurrar os veio pra fora e por ai vai. fica difícil pensar e mais difícil é falar algo, pois até agora todo mundo acendeu a churrasqueira , mas ta todo mundo de olho na churrasqueira do vizinho vendo se tem carne assando. DECIFRE.

      Excluir
    3. Discordamos desse pensamento, em parte! Pois hoje boa parte só pensa em promoção para sustentar o próprio EGO. Esquecendo que no final das contas o salário não se paga com EGO ou com divisas. Ou seja, nossa proposta visa como pilão principal a “coletividade”. Isso mesmo, COLETIVIDADE. Algo que muitos só viram durante o curso de soldado. Portanto, para não favorecer o antigo ou o novinho apenas, buscamos o bem comum e esse comum é e sempre será a coletividade. Devido a isso, que devemos priorizar a Lei 10.486/02, pois essa sim irá beneficiar a todos. Agora parem e pensem: “Ontem vocês hoje antigos, eram novinhos e os novinhos de hoje serão os antigos de amanhã. Porém, o destino de ambos é a mesmo, inatividade, logo lá todos com suas rixas ou não, vão ser todos iguais.”.
      Vamos parar com essa briguinha ridícula que não leva ninguém a lugar algum, por favor! Vamos brigar pela aprovação desse reajuste que estamos aqui propondo, pois ela sim garante tratamento igualitário para todos – sem distinção.

      EQUIPE TÉCNICA
      POLIGLOTA 25190

      Excluir
  10. BOM DIA NOBRE POLIGLOTA, POR FAVOR OBSERVE ESSES ARTIGOS DA LEI 7289/84, TEMPO EM QUE AINDA POSSUÍAMOS ALGUMA DIGNIDADE. DEVEMOS OBSERVAR QUE O PRAÇA NÃO SERÁ PROMOVIDO E ,SIMPLESMENTE, COMO FORMA DE COMPENSAÇÃO, TERÁ SEU SOLDO CALCULADO COM REFERÊNCIA AO GRAU HIERÁRQUICO IMEDIATO ESTOU ANÔNIMO, MAS GARANTO QUE MEU CANDIDATO É VOCÊ. UM ABRAÇO.
    Art. 96 - A incapacidade definitiva pode sobrevir em conseqüência de :
    I - ferimento recebido em operações policiais-militares ou na manutenção da ordem pública;
    II - enfermidade contraída em operações policiais-militares ou na manutenção da ordem pública, ou enfermidade cuja causa eficiente decorra de uma dessas situações;
    III - acidente em serviço;
    IV - doença, moléstia ou enfermidade adquirida em tempo de paz, com relação de causa e efeito a condições inerentes ao serviço;
    V - tuberculose ativa, alienação mental, neoplasia maligna, cegueira, lepra, paralisia irreversível e incapacitante, cardiopatia grave, mal de parkinson, pênfigo, espondiloartrose anquilosante, nefropatia grave e outras moléstias que a lei indicar com base nas conclusões da medicina especializada; e,
    VI - acidente ou doença, moléstia ou enfermidade, sem relação de causa e efeito com o serviço.
    § 1º - Os casos de que tratam os itens I, II, III e IV, serão provados por atestado de origem, inquérito sanitário de origem ou ficha de evacuação, sendo os termos do acidente, baixa ao hospital, papeleta de tratamento nas enfermidades e hospital, e os registros de baixa utilizados como meios subsidiários para esclarecer a situação.
    § 2º - Os policiais-militares julgados incapazes por um dos motivos constantes do item V deste artigo somente poderão ser reformados após a homologação, por junta superior de saúde, da inspeção de saúde, que concluiu pela incapacidade definitiva, obedecida a regulamentação específica ou peculiar.
    Art. 97 - O policial-militar da ativa julgado incapaz definitivamente por um dos motivos constantes dos itens I e II, III e V do artigo anterior será reformado com qualquer tempo de serviço.
    Art. 98 - O policial-militar da ativa julgado incapaz definitivamente por um dos motivos constantes dos itens I e II do artigo 96 será reformado com remuneração calculada com base no soldo correspondente ao grau hierárquico imediato ao que possuir na ativa.
    § 1º - Aplica-se o disposto neste artigo aos casos previstos nos itens III, IV e V do artigo 96, quando, verificada a incapacidade definitiva, for o policial-militar considerado inválido, isto é, impossibilidade total e permanentemente para qualquer trabalho.
    § 2º - Considera-se, para efeito deste artigo, grau hierárquico imediato:
    I - o de Primeiro-Tenente PM, para Aspirante-a-Oficial PM e Subtenente PM;
    II - o de Segundo-Tenente PM, para Primeiro-Sargento PM, Segundo-Sargento PM e Terceiro-Sargento PM; e,
    III - o de Terceiro-Sargento PM, para Cabo PM e as demais Praças constantes do Quadro a que se refere o artigo 15.
    § 3º - Aos benefícios previstos neste artigo e seus parágrafos poderão ser acrescidos outros relativos à remuneração, estabelecidos em legislação específica, desde que o policial-militar, ao ser reformado, já satisfaça as condições por ela exigidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa lei continua valendo, pois nela que vem a descrição de alguns benefícios que temos direitos, ou seja, ela como se fosse nossa atual 8.112, como elenca os círculos e etc. Que por sinal precisa também de uma atualização. Porém, devemos nos restringir em algo realmente importante para a “coletividade” e só teremos êxitos com a aprovação desta nossa proposta aqui exposta.

      EQUIPE TÉCNICA
      POLIGLOTA 25190

      Excluir
    2. solicito informações à equipe técnica: Este artigo (Art. 98 - O policial-militar da ativa julgado incapaz definitivamente por um dos motivos constantes dos itens I e II do artigo 96 será reformado com remuneração calculada com base no soldo correspondente ao grau hierárquico imediato ao que possuir na ativa) não foi alterado pelo art. 24 da Lei 10.486/02. Para melhor entendimento solicito o telefone da equipe técnica.

      Excluir
    3. PARTE 1

      Então, em resposta ao seu questionamento segue os seguintes detalhes que devem ser esclarecidos por partes, pois ambas estão vinculadas ao mesmo caso - aqui mencionado por você:

      Lei 7.289/84 (estatuto dos PM´s)

      SEÇÃO III
      Da Reforma
      Art 96 - A incapacidade definitiva pode sobrevir em conseqüência de:
      I - ferimento recebido em operações policiais-militares ou na manutenção da ordem pública;
      II - enfermidade contraída em operações policiais-militares ou na manutenção da ordem pública, ou enfermidade cuja causa eficiente decorra de uma dessas situações;
      III - acidente em serviço;
      IV - doença, moléstia ou enfermidade adquirida em tempo de paz, com relação de causa e efeito a condições inerentes ao serviço;
      V - tuberculose ativa, alienação mental, neoplasia maligna, cegueira, lepra, paralisia irreversível e incapacitante, cardiopatia grave, mal de Parkinson, pênfigo, espondiloartrose, anquilosante, nefropatia grave, e outras moléstias que a lei indicar com base nas conclusões da medicina especializada; e
      VI - acidente ou doença, moléstia ou enfermidade, sem relação de causa e efeito com o serviço.
      § 1º - Os casos de que tratam os itens I, II, III e IV, serão provados por atestado de origem, inquérito sanitário de origem ou ficha de evacuação, sendo os termos do acidente, baixa ao hospital, papeleta de tratamento nas enfermarias e hospitais, e os registros de baixa utilizados como meios subsidiários para esclarecer a situação.
      § 2º - Os policiais-militares julgados incapazes por um dos motivos constantes do item V deste artigo, somente poderão ser reformados após a homologação, por junta superior de saúde, da inspeção de saúde, que concluiu pela incapacidade definitiva, obedecida a regulamentação específica ou peculiar.
      Art 97 - O policial-militar da ativa julgado incapaz definitivamente por um dos motivos constantes dos itens I, II, III e V do artigo anterior será reformado com qualquer tempo de serviço.
      Art 98 - O policial-militar da ativa julgado incapaz, definitivamente por um dos motivos constantes dos itens I e II do art. 96 será reformado com remuneração calculada com base no soldo correspondente ao grau hierárquico imediato ao que possuir na ativa.
      § 1º - Aplica-se o disposto neste artigo aos casos previstos nos itens III, IV e V do art. 96, quando, verificada a incapacidade definitiva, for o policial-militar considerado inválido, isto é, impossibilitado total e permanentemente para qualquer trabalho.
      § 2º - Considera-se, para efeito deste artigo, grau hierárquico imediato:
      I - o de Primeiro-Tenente PM, para Aspirante-a-Oficial PM e Subtenente PM;
      II - o de Segundo-Tenente PM, para Primeiro-Sargento PM, Segundo-Sargento PM e Terceiro-Sargento PM; e
      III - o de Terceiro-Sargento PM, para Cabo PM e as demais Praças constantes do Quadro a que se refere o art. 15.
      § 3º - Aos benefícios previstos neste artigo e seus parágrafos poderão ser acrescidos outros relativos á remuneração, estabelecidos em legislação específica, desde que o policial-militar, ao ser reformado, já satisfaça as condições por ela exigidos.
      § 4º - O direito do policial-militar previsto no art. 50, item Il, independerá dos benefícios referidos no caput e no § 1º deste artigo, ressalvado o disposto no parágrafo único do art. 136.
      § 5º - Quando a Praça fizer jus ao direito previsto no item II do art. 50 e, conjuntamente, a um dos benefícios a que se refere o parágrafo anterior, aplicar-se-á somente o disposto no § 2º deste artigo.
      Art 99 - O policial-militar da ativa julgado incapaz definitivamente por um dos motivos constantes do item VI do art. 96, será reformado:
      I - com remuneração proporcional ao tempo de serviço, se Oficial ou Praça com estabilidade assegurada; e
      II - com remuneração integral do posto ou graduação desde que, com qualquer tempo de serviço, seja considerado inválido, isto é, impossibilitado total e permanentemente para qualquer trabalho.

      Excluir
    4. PARTE 2

      Art 100 - O policial-militar reformado, considerado incapaz definitivamente, que for julgado apto em inspeção de saúde por Junta Superior em grau de recurso ou revisão, poderá retornar ao serviço ativo ou ser transferido para a reserva remunerada, conforme dispuser a legislação específica ou peculiar.
      § 1º - O retorno ao serviço ativo ocorrerá se o tempo decorrido na situação de reformado não ultrapassar 2 (dois) anos e na forma do disposto no § 1º do art. 82.
      § 2º - A transferência para a reserva remunerada, observado o limite de idade de permanência nessa reserva, ocorrerá se o tempo transcorrido na situação de reformado ultrapassar 2 (dois) anos.
      Art 101 - O policial-militar reformado por alienação mental, enquanto não ocorrer a designação judicial do curador, terá remuneração paga aos seus beneficiários desde que estes o tenham sob sua guarda e responsabilidade e lhe dispensem tratamento humano e condigno.
      § 1º - A interdição judicial do policial-militar, reformado por alienação mental, deverá ser providenciada junto ao Ministério Público, por iniciativa dos beneficiários, parentes ou responsáveis até 60 (sessenta) dias a contar da data do ato de reforma.
      § 2º - A interdição judicial do policial-militar e seu internamento em instituição apropriada, deverão ser providenciados pela Policia Militar, quando:
      I - não houver beneficiários, parentes ou responsáveis; e
      II - não forem satisfeitas as condições de tratamento exigidas neste artigo.
      § 3º - Os processos e os atos de registros de interdição do policial-militar terão andamento sumário, serão instruídos com laudo proferido por Junta Policial - Militar de Saúde e isentos de custas.
      Art 102 - Para fins do previsto na presente Seção, as Praças constantes no Quadro a que se refere o art. 15 são consideradas:
      I - Segundo-Tenente PM, os Aspirantes-a-Oficial PM;
      II - Aspirante-a-Oficial PM, Alunos da Escola de Formação de Oficiais PM, qualquer que seja o ano;
      III - Terceiro-Sargento PM, Alunos dos Cursos de Formação de Sargentos PM; e
      IV - Cabo PM, os Alunos do Curso de Formação de Soldados PM.



      Lei 7.479/86 (estatuto dos BM´s)

      Art 55. O auxílio-invalidez, atendidas as condições estipuladas na lei específica que trata da remuneração dos bombeiros-militares, será concedido ao bombeiro-militar que, quando em serviço ativo, haja sido ou venha a ser reformado por incapacidade definitiva e considerado inválido, total e permanentemente, para qualquer trabalho que o impossibilite de prover a própria subsistência.
      SEÇÃO III

      Da Reforma
      Art 95. A passagem do bombeiro-militar à situação de inatividade, mediante reforma, será sempre ex officio e a ele aplicada, desde que:
      I - atinja as seguintes idades-limite de permanência, na reserva remunerada:
      a) para oficiais: 65 (sessenta e cinco) anos; (Redação dada pela Lei nº 12.086, de 2009).
      b) para Praças: 63 (sessenta e três) anos; (Redação dada pela Lei nº 12.086, de 2009).
      c) (revogado); (Redação dada pela Lei nº 12.086, de 2009).
      II - seja julgado incapaz, definitivamente, para o serviço ativo do Corpo de Bombeiros;
      III - esteja agregado há mais de 2 (dois) anos, por ter sido julgado incapaz temporariamente, mediante homologação de junta Superior de Saúde, ainda que se trate de moléstia curável;
      IV - seja condenado à pena de reforma prevista no Código Penal Militar, por sentença transitada em julgado;
      V - sendo oficial, a tiver determinada pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal, em julgamento efetuado em conseqüência de Conselho de Justificação a que foi submetido; e
      VI - sendo aspirante-a-oficial BM ou praça com estabilidade assegurada, for para tal indicado, ao Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, em julgamento do Conselho de Disciplina.
      Parágrafo único. O bombeiro-militar, reformado nos termos dos itens V e VI deste artigo, só poderá readquirir a situação de bombeiro-militar anterior, respectivamente, por outra sentença do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e nas condições nelas estabelecidas ou por decisão do Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros.

      Excluir
    5. PARTE 3

      Art 96. Anualmente, no mês de fevereiro, a Diretoria de Pessoal organizará a relação dos bombeiros-militares que houverem atingido a idade-limite de permanência na reserva remunerada, a fim de serem reformados.
      Parágrafo único. A situação de inatividade do bombeiro-militar da reserva remunerada, quando reformado por limite de idade, não sofre solução de continuidade, exceto quanto às condições de mobilização estabelecidas em legislação específica.
      Art 97. A incapacidade definitiva pode sobrevir em conseqüência de:
      I - ferimento recebido em atividades próprias dos bombeiros-militares ou na manutenção da ordem pública;
      II - enfermidade contraída em atividades próprias dos bombeiros-militares ou na manutenção da ordem pública, bem assim a que tenha como causa eficiente uma dessas situações;
      III - acidente em serviço;
      IV - doença, moléstia ou enfermidade adquirida em tempo de paz, com relação de causa e efeito a condições inerentes ao serviço;
      V - tuberculose ativa, alienação mental, neoplasia maligna, cegueira, lepra, paralisia irreversível e incapacitante, cardiopatia grave, mal de parkinson, pênfigo, espondiloartrose anquilosante, nefropatia grave e outras moléstias que a lei indicar, com base nas conclusões da medicina especializada; e
      VI - acidente ou doença, moléstia ou enfermidade, sem relação de causa e efeito com o serviço.
      § 1º Os casos de que tratam os itens I, II, III e IV, deste artigo, serão provados mediante atestados de origem ou inquérito sanitário de origem, sendo os termos do acidente, baixa ao hospital, papeleta de tratamento nas enfermarias e hospitais e os registros da baixa utilizados como meios subsidiários para esclarecer a situação.
      § 2º Os bombeiros-militares, julgados incapazes por um dos motivos constantes do item V deste artigo, somente poderão ser reformados após homologação, por junta superior de saúde, da inspeção de saúde que concluiu pela incapacidade definitiva, obedecida a regulamentação específica ou peculiar.
      Art 98. O bombeiro-militar da ativa julgado incapaz definitivamente por um dos motivos constantes dos itens I, II, III, IV e V, do artigo anterior, será reformado com qualquer tempo de serviço.
      Art 99. O bombeiro-militar da ativa, julgado incapaz definitivamente por um dos motivos constantes dos itens I e II do artigo 97, será reformado com a remuneração calculada com base no soldo correspondente ao grau hierárquico imediatamente superior ao que possuir na ativa.
      § 1º Aplica-se o disposto neste artigo aos casos previstos nos itens III, IV e V do artigo 97, quando, verificada a incapacidade definitiva, for o bombeiro-militar considerado inválido, ou seja, impossibilitado total e permanentemente para qualquer trabalho.
      § 2º Considera-se, para efeito deste artigo, grau hierárquico imediato:
      a) o de primeiro-tenente BM, para aspirante-a-oficial e subtenente BM;
      b) o de segundo-tenente BM, para primeiro-sargento BM, segundo-sargento BM e terceiro-sargento BM; e
      c) o de terceiro-sargento BM, para cabo BM e as demais praças constantes do Quadro a que se refere o artigo 15.
      § 3º Aos benefícios previstos neste artigo poderão ser acrescidos outros relativos à remuneração, estabelecidos em legislação específica, desde que o bombeiro-militar, ao ser reformado, já satisfaça as condições por ela exigidas.
      § 4º O direito do bombeiro-militar previsto no artigo 51, item II, independerá dos benefícios referidos no caput e no § 1º deste artigo, ressalvado o disposto no parágrafo único do artigo 136.
      § 5º Quando a praça fizer jus ao direito previsto no item II, do artigo 51 e, conjuntamente, a um dos benefícios a que se refere o parágrafo anterior, aplicar-se-á somente o disposto no § 2º deste artigo.

      Excluir
    6. PARTE 4

      Art 100. O Bombeiro-Militar da ativa julgado incapaz definitivamente por um dos motivos constantes do item VI do artigo 97, será reformado:
      I - com a remuneração proporcional ao tempo de serviço, se oficial ou praça com estabilidade assegurada;
      II - com a remuneração calculada com base no soldo integral do posto ou graduação desde que, com qualquer tempo de serviço, seja considerado inválido, como impossibilitado total e permanentemente para qualquer trabalho.
      Art 101. O bombeiro-militar reformado por incapacidade definitiva, que for julgado apto em inspeção de saúde por Junta Superior, em grau de recurso ou revisão, poderá retornar ao serviço ativo ou ser transferido para a reserva remunerada, conforme dispuser a legislação específica ou peculiar.
      § 1º O retorno ao serviço ativo ocorrerá se o tempo decorrido na situação de reformado não ultrapassar 2 (dois) anos e na forma do disposto no § 1º do artigo 83.
      § 2º A transferência para a reserva remunerada, observado o limite de idade para permanência nessa situação, ocorrerá se o tempo transcorrido como reformado ultrapassar 2 (dois) anos.
      Art 102. O bombeiro-militar reformado por alienação mental, enquanto não ocorrer a designação judicial do curador, terá remuneração paga aos seus beneficiários, desde que estes o tenham sob sua guarda e responsabilidade e lhe dispensem tratamento humano condigno.
      § 1º A interdição judicial do bombeiro-militar; reformado por alienação mental, deverá ser providenciada junto ao Ministério Público, por iniciativa dos beneficiários, parentes ou responsáveis, até 60 (sessenta) dias a contar da data do ato de reforma.
      § 2º A interdição judicial do bombeiro-militar e seu internamento em instituição apropriada deverão ser providenciados pelo Corpo de Bombeiros, quando:
      a) não houver beneficiários, parentes ou responsáveis; e
      b) não forem satisfeitas as condições de tratamento exigidas neste artigo.
      § 3º Os processos e os atos de registros de interdição do bombeiro-militar terão andamento sumário, serão instruídos com laudo proferido por Junta de Saúde do Corpo de Bombeiros e isentos de custas.
      Art 103. Para fins do previsto na presente Seção, as praças constantes do Quadro a que se refere o artigo 15 são consideradas:
      I - segundo-tenente BM: os aspirantes-a-oficial BM;
      II - aspirantes-a-oficial BM: os alunos do Curso de Formação de Oficiais BM, qualquer que seja o ano;
      III - terceiro-sargento BM: os alunos dos Cursos de Formação de Sargento BM; e
      IV - cabo BM: os alunos dos Cursos de Formação de Soldados BM.

      Excluir
    7. PARTE 5

      Lei 10.486/02 (lei de vencimentos geral - PM/BM)

      CAPÍTULO IV
      DOS INCAPACITADOS
      Art. 24. O militar incapacitado terá seus proventos calculados sobre o soldo integral do posto ou graduação em que foi reformado, na forma da legislação em vigor e os adicionais e auxílios a que fizer jus, quando reformado pelos seguintes motivos:
      I - ferimento recebido em serviço ou na manutenção da ordem e segurança pública ou por enfermidade contraída nessa situação ou que nelas tenha sua causa eficiente;
      II - acidente em serviço;
      III - doença tendo relação de causa e efeito com o serviço;
      IV - por moléstia profissional, doença grave, contagiosa ou incurável, desde que torne o militar total ou permanentemente inválido para qualquer trabalho.
      § 1o Consideram-se doenças graves, contagiosas ou incuráveis, a que se refere o inciso IV deste artigo, tuberculose ativa, alienação mental, esclerose múltipla, neoplasia maligna, cegueira posterior ao ingresso no serviço militar, hanseníase, cardiopatia grave, doença de Parkinson, paralisia irreversível e incapacitante, espondiolartrose anquilosante, nefropatia grave, estados avançados do mal de Paget (osteíte deformante), pénfigo, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS), e outras que a lei indicar, com base na medicina especializada.
      § 2o Os proventos serão proporcionais nos demais casos.
      § 3o Na inatividade, o militar que venha a adquirir uma das doenças descritas no § 1o deste artigo, desde que declarado por Junta Médica da Corporação, terá direito à revisão dos seus proventos, nas condições estabelecidas no caput ou no art. 26.
      Art. 25. O militar reformado por incapacidade decorrente de acidente ou enfermidade sem relação de causa e efeito com o serviço, ressalvados os casos do inciso IV do art. 24, perceberá os proventos nos limites impostos pelo tempo de serviço computável para a inatividade, observadas as condições estabelecidas no art. 24.

      CAPÍTULO V
      DO AUXÍLIO-INVALIDEZ
      Art. 26. O militar julgado incapaz definitivamente por um dos motivos constantes no art. 24, terá direito ao auxílio-invalidez, desde que considerado total e permanentemente inválido, para qualquer trabalho, não podendo prover os meios de subsistência e satisfaça ainda a uma das condições a seguir especificadas, declaradas por Junta Médica da Corporação:
      I - necessitar de hospitalização permanente;
      II - necessitar de assistência ou de cuidados permanentes de enfermagem.
      I - necessitar de internação especializada, militar ou não; ou (Redação dada pela Lei nº 12.086, de 2009).
      II - necessitar de assistência ou de cuidados em razão das doenças relacionadas no § 1o do art. 24. (Redação dada pela Lei nº 12.086, de 2009).
      § 1o Para continuidade do direito ao recebimento do auxílio-invalidez, o militar ficará sujeito a apresentar anualmente declaração de que não exerce nenhuma atividade remunerada pública ou privada e, a critério da Administração, submeter-se, periodicamente, a inspeção de saúde de controle. No caso de militar mentalmente enfermo, a declaração deverá ser firmada por dois oficiais da ativa da respectiva Corporação.
      § 2o O auxílio-invalidez será suspenso automaticamente, pela autoridade competente, se for verificado que o militar beneficiado exerce ou tenha exercido, após o recebimento do auxílio, qualquer atividade remunerada, sem prejuízo de outras sanções cabíveis, bem como se, em inspeção de saúde, for constatado não se encontrar nas condições citadas neste artigo.
      § 3o O militar na inatividade que contrair uma das doenças do art. 24, § 1o, declarado por Junta Médica da Corporação, fará jus ao auxílio-invalidez.

      Excluir
    8. PARTE 6

      Conclusão, após verificar nos artigos aqui citados, verá que tal dispositivo não foi revogado e sim apenas teve somado as demais leis, uma nova redação no seguinte sentido: 1) manteve tudo que já estava garantido no passado, conforme leis citadas antes de 2002; 2) com a Lei de vencimentos, 10.486/02, ela veio apenas a somar o que já era garantido informando de quanto seria tal auxílio-invalidez (hoje estipulado em 10% da remuneração); e 3) idem o caso da Lei 12.086/09.

      Resumindo, não houve alteração nas três leis aqui citadas apenas um acréscimo no que já existia. Tal fato é esse que tanto no estatuto dos BM´s como PM´s, o texto permaneceu intacto. Ou seja, quando você consultar a Lei 12.086/09 no seu arts. 115 e 116, verá a seguinte redação:

      Art. 115. Os arts. 3o, 19, 23 e 26 da Lei no 10.486, de 4 de julho de 2002, passam a vigorar com a seguinte redação:
      “Art. 3o ........................................................................
      XI - ajuda de custo - direito pecuniário devido ao militar, pago adiantadamente, por ocasião de transferência para a inatividade ou quando se afastar de sua sede em razão de serviço, para custeio das despesas de locomoção e instalação, exceto as de transporte, nas movimentações para fora de sua sede, conforme Tabela I do Anexo IV;
      ...................................................................................” (NR)
      “Art. 19. O militar, ao ser transferido para a inatividade remunerada, além dos direitos previstos no inciso XI do art. 3o e nos arts. 20 e 21 desta Lei, fará jus ao valor relativo ao período integral das férias a que tiver direito não gozadas por necessidade do serviço e ao incompleto, na proporção de 1/12 (um doze avos) por mês de efetivo serviço, sendo considerada como mês integral a fração igual ou superior a 15 (quinze) dias, bem como licenças não gozadas.
      ...................................................................................” (NR)
      “Art. 23. .......................................................................
      II - da cassação da situação de inatividade.
      III - (revogado).
      Parágrafo único. Será cassada a situação de inatividade do militar que houver praticado, quando em atividade falta punível com a demissão ou exclusão a bem da disciplina.” (NR)
      “Art. 26. ..........................................................................
      I - necessitar de internação especializada, militar ou não; ou
      II - necessitar de assistência ou de cuidados em razão das doenças relacionadas no § 1o do art. 24.
      .................................................................................” (NR)
      Art. 116. A Tabela V do Anexo IV da Lei no 10.486, de 4 de julho de 2002, passa a vigorar na forma do Anexo V.

      Portanto, no art. 116, o que houve de alteração foi apenas deixar mais explicito de que aqueles que estão nessa condição de "invalidez", farão jus a esse auxílio. Sendo assim, como mencionou, não entendendo como alterada e sim que veio a somar ao que já existe. Pois para que um dispositivo seja realmente alterado, tal lei anterior deverá deixar de existir por completo, tal exemplo podemos ver na Lei nº 5.906, de 23 de julho de 1973, ou seja, isso é um exemplo claro de que ela deixou de existir. Muito diferente do que temos hoje em que todas as lei aqui citadas, ainda estão vigorando.

      EQUIPE TÉCNICA
      POLIGLOTA 25190

      Excluir
    9. Veja esta decisão do Min. DIAS TOFFOLI ...http://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21419598/agravo-de-instrumento-ai-853087-df-stf

      Excluir
  11. Poliglota, sinceramente acho que sua luta vai ser em vão. Digo isso porque tudo que é merda os oficiais nos apresentam o idiota do praça acha bom, por isso estou chegando à conclusão de que o praça tem mais é que se lascar mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordamos dessa teoria e sabe por quê? Pois se todos se unirem, se esclarecerem, e trabalharem juntos em prol da “coletividade”. Dificilmente seremos tombados nessa batalha! Agora se ficarmos só pensando em promoções e mais divisas, infelizmente todos estaremos fadados a morrermos em vida – a dita morte ficta. Pois quando forem inativos, tais promoções não vão mais beneficia-los e o seu salário só será migalhas. Por causa disso, que nossa proposta vai muito além dos demais que só pensam em promoção, aumento de quadros e etc. Queremos com essa proposta atingir a todos sem exceção. Pensem nisso?

      EQUIPE TÉCNICA
      POLIGLOTA 25190

      Excluir
  12. Só vejo uma maneira de acabar com essa celeuma de reestruturação: é colocar o Poliglota lá na câmara e ponto final.Senão porque digo isso.Esse ano a lei impede qualquer benefício a servidores públicos e caso essa reestruturação passe a toque de caixa ela primeiro vai pra o ministério do planejamento, depois casa civil da presidência e finalmente para o congresso.Agora vamos raciocinar pessoal, a Dilma tá lascada tentando se virar pra conseguir se eleger,a casa civil deve estar cheia de medidas provisórias e projetos de lei de muitas classes e alguém aí acha que eles iriam se preocupar justamente com nós pms?E o escândalo da Petrobrás que deve estar tirando o sono da dona Dilma?Alguém aqui é burro pra achar que darão alguma prioridade a nossas reivindicações?Acorda PM.Vamos é votar em massa no Poliglota e no Frejat para que com o novo governo e caso essa merda aí passe eles possam trazer de volta e mandar algo que toda tropa queira.Pronto, falei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BELA CONCLUSÃO Anônimo19 de setembro de 2014 10:28. O RACIOCÍNIO É ESSE MESMO. ACONTECE QUE ESTÃO QUERENDO MANDAR ESSA MAL FADADO PROJETO ADIANTE COM A FALSA IMPRESSÃO QUE AS CATEGORIAS ESTÃO CONCORDANDO EXATAMENTE PARA O AGNELO COLOCAR EM SUA PROPAGANDA ANTES DO DIA 05 QUE NOS ATENDEU EM TODOS OS ASPECTOS, JOGANDO A POPULAÇÃO CONTRA NÓS E CONSEQUENTEMENTE TENTANDO FICAR DE BOA COM ELA. A ESTRATÉGIA É ESSA E MUITOS DAQUELES QUE CHIARAM QUANDO O CMT GERAL DISSE QUE NÃO EXISTIAM SÃO OS PRIMEIROS A LAMBER AS BOTAS DELE E ACEITAR ESSA ENCENAÇÃO. JÁ ESTOU PUTO COM ISSO. QUE NÍVEL SUPERIOR É ESSE QUE OS CARAS NÃO TEM A CAPACIDADE DELES MESMOS LEREM ESSA PROPOSTA INFAME E TIRAR SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES. PRECISA DE UM CORONEL ESTÁ A SUA FRENTE, PONTUAR ALGUNS PONTOS POSITIVOS PARA DEPOIS COM AQUELA CARA DE CACHORRO QUE CAIU DA MUDANÇA LEVANTAR A MÃO E DIZER QUE ACEITA ISSO! ARREGO! E SÓ NÃO DESISTO DESSA INSTITUIÇÃO PORQUE NÃO TENHO MAIS TEMPO PARA CORRER ATRÁS DE OUTRA COISA, PORQUE A CADA DIA QUE PASSA ME ENVERGONHO COM A ESSA CLASSE QUE DIZ SER DE NÍVEL SUPERIOR, MAS PENSAM COMO UNS ANALFABETOS POLÍTICOS. POLIGLOTA O MEU VOTO É SEU. POR FAVOR NÃO NOS DECEPCIONE PORQUE VAMOS PRECISAR DE TODA A SUA CAPACIDADE DE PERSUASÃO PARA TENTAR MUDAR O PENSAMENTO DESSA CATEGORIA. VOCÊ JUNTOS COM OUTROS BUSCOU TRAZER UM POUCO DE DIGNIDADE PARA AS CATEGORIAS ATRAVÉS DOS MOVIMENTOS REIVINDICATÓRIOS, MAS QUE ALGUNS ESTÃO JOGANDO POR TERRA SENDO SUBMISSOS ÀQUELES QUE SÓ QUEREM O NOSSO OCO. VOTE POLIGLOTA 25190.

      PRAÇA ATENTA

      Excluir
    2. Desde quando deputado distrital legisla em lei federal?
      Só uma obs.

      Excluir
    3. Anônimo 19 de setembro de 2014 15:26 NÃO DEVIA TI RESPONDER, MAS COMO A SUA PERGUNTA ESTÁ CARREGADA DE MALDADE, ENTÃO, MERECE SER COMBATIDA COM UMA BOA RESPOSTA. CERTAMENTE QUE O DEPUTADO DISTRITAL NÃO LEGISLA EM LEI FEDERAL, MAS SAIBA VOCÊ QUE É ELE QUE INTERMEDIA JUNTO AO EXECUTIVO AS NECESSIDADES DAS CATEGORIAS. E PARA VOCÊ QUE NÃO SABE, O PROJETO QUE GEROU A LEI 12086 FOI ELABORADO PELAS ASSESSORIAS DO PATRÍCIO E DO AILTON GOMES. POR ISSO HOJE SÃO COBRADOS DO PORQUÊ NÃO TEREM CAPRICHADO NO PROJETO. E MAIS. SE ELES NÃO FOSSEM RESPONSÁVEIS ESTARIAM INTEIRAMENTE ABSOLVIDOS DE NOSSAS COBRANÇAS. MAS NÃO É ISSO O QUE SE VÊ. PORTANTO, O DEPUTADO DISTRITAL, EMBORA NÃO VOTE LEIS FEDERAIS, ELE É TÃO IMPORTANTE QUANTO OS FEDERAIS, POIS É O ELO MAIS PRÓXIMO DO GOVERNADOR COM A CATEGORIA E TAMBÉM COM A BANCADA FEDERAL, ONDE PODE USAR SUA CAPACIDADE DE ARTICULAÇÃO EM FAVOR DELA. SERÁ QUE RESPONDI SUA PERGUNTA?

      PRAÇA ATENTA

      Excluir
    4. Discordamos! Se tivesse lido iria ver que diversas coisas que estamos sugerindo tais como: adicional por títulos acadêmicos, gratificação pra inatividade, valor igualitário dos auxílios e etc. estamos propondo que seja tudo 100% regulamentado pelo nosso Governador. Ou seja, hoje tal atribuição é feitas em boa parte pelo governo federal e algumas más interpretações pelo governo local. Exemplo, qual a justificativa de o auxílio alimentação e voluntário serem iguais pra todos e as demais como fardamento, natalidade e etc. serem diferentes? Ou pior, com má interpretação da lei, estarmos sempre na mão de interesses que buscam apenas favorecer pequenos grupos (olhem a prova real de o auxílio moradia ser pra uns de mil e pra outros de cem reais)? Estranho né. Se não acha? E porque está sendo um dos beneficiados diretamente. Sugiro pensar na coletividade!
      Por sua vez, respondendo a sua colocação de que adianta um Distrital? Podemos afirmar que após essa devida atualização da Lei 10.486/02, não só o Distrital como o governo local poderão sim, legislar ao nosso favor. Afinal de contas, como já citamos a cima: temos o fundo constitucional ao nosso favor, só não estamos usando ele por impedimentos diretos dessa lei. Por causa disso, que propomos as devidas alterações. Por gentileza, leia e venha somar com a “coletividade”.

      EQUIPE TÉCNICA
      POLIGLOTA 25190

      Excluir
  13. O praça tem uma visão limitada tem preguiça de ler por isso somos ludibriados só estão pensando na promoção se esquecem da estabilidade do serviço que iremos perder com essa restruturação já que ficamos nas mãos dos oficiais quanto ao critério de produtividade se tiver conceito negativo pode ir até para o conselho de disciplina ficara para trás se não preencher todos os requisitos para a promoção como o TAF em dia Bienal, nível superior não ser punido com transgressão grave tudo subjetivo dos oficiais tínhamos que lutar pelo estabilidade funcional tirar das mãos dos OFICIAIS, o poder de nos excluir da corporação como era antes com a mort-ficta tirar dos OFICIAIS a subjetividade de quem ou quem vai ser promovido, nenhum órgão publico é assim nosso salario tinha que estar ligado as graduações dos oficiais valorizando nosso tempo de serviço.
    1º SGT e ainda 7 anos para ir embora e não concordo com essa restruturação.

    ResponderExcluir
  14. Essa tabela acima é interessante só que acho que o soldo de ST deveria ser igual ao do MAJOR já que o ST estara no final de carreira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me diz onde que o balconista ganha igual o gerente. É cada uma. Trabalhar que é bom...

      Excluir
  15. Poliglota, eu gostaria de saber se a informação do anônimo da 09:51 ainda esta valendo?

    Att. Siqueira

    ResponderExcluir
  16. Todos os batalhões que tiveram formatura com o comandante geral até agora aceitaram a proposta. O praça é egoísta, imediatista e muitas vezes chega a ser burro mesmo. Com as promoções dependendo de aprovação em conselho feito por oficiais não poderemos nos manifestar nunca mais para aumento de salário ou qualquer outro benefício. Vamos puxar carrocha pelo resto da vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos os batalhões que tiveram formatura com o comandante geral até agora aceitaram a proposta? De onde tirou isso chegado? Eu heim.

      Excluir
  17. Preciso de "santinhos" para distribuição na família. Qual seu watssap?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre colega peço a gentileza que entre em contato nos numeros 9169-4447 ou 8419-4118 (zap).

      Poliglota25190

      Excluir
  18. No bog da rede democratica,tem uma tabela dizendo que o Hermeto ta
    Iiderando nas pesquisas,então eu digo o seguinte:DUVIDO,e mentira,pm que se preza jamais votaria nesse parasita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkk. um é governo e o outro bipolar

      Excluir
  19. ESTAVA NA REUNIÃO E A MAIORIA QUE VOTOU A FAVOR ERA DO CFP 3 E OS ANTIGOS DO QUARTEL. EU E MUITOS DO CFP 1 E 2 QUASE QUE NO TOTAL FOI CONTRA A PROPOSTA. DEPOIS CONVERSAMOS COM OS NOVINHOS QUE ENTRARAM AGORA E A GRANDE MAIORIA NÃO SABE NADA DE NADA AINDA DA LEI ANTIGA . ELES NÃO SABEM QUE DO JEITO QUE TA NO MOMENTO IA SER MELHOR PARA TODOS QUE ENTRARAM RECENTEMENTE. ELES VOTARÃO A FAVOR MAIS PELO VISTO POR QUE TÃO LEIGOS ACHANDO QUE VAI DEMORAR MUITO MAIS SER PROMOVIDO DO QUE COMO JÁ ESTA. EXPLICAMOS PRA ELES QUE DO JEITO QUE ESTA PRA QUEM É NOVO DE PMDF AINDA ESTARIA MUITO MELHOR QUE ESSE PLANO DE CARREIRA , POIS DAQUI A 10 ANOS SÓ FICARIA OS NOVOS DE PM E CHOVERIA DE VAGAS. ESTOU DECEPCIONADO É COM MUITOS ANTIGOS QUE SE VENDEM FÁCIL POR UMA PROPOSTA DESSAS. NO QUARTEL FALAM QUE SÃO CONTRA E NA HORA DA VERDADE LEVANTAM A MÃO E FALAM QUE SÃO A FAVOR. E O MAJOR DO QUARTEL DISSE QUE QUEM NÃO ASSINASSE A LISTA DE CHAMADA IA RESPONDER , INTIMIDANDO OS PMS.
    CFP 1 E 2 80 % CENTO CONTRA.

    AGORA QUERO VER. OS OFICIAIS ESTÃO DESESPERADOS PARA APROVAR A CARREIRA .

    ResponderExcluir
  20. Poliglota, muito boa essa sua colocação. De fato muitos antigos e infelizmente alguns novinhos e até mesmo os recrutas que chegaram agora só estão pensando nessa "enganação" de promoção sem pensar no que de fato importa. Ou seja, hoje o que realmente está fazendo falta não é uma reestruturação (fluidez apenas na carreira) que só visa mais e mais promoções, e sim um salário realmente de acordo com a devida promoção! Isso sim fará a grande diferença. E como bem frisou por meio da sua excelente equipe técnica, que não adianta nada sair SUB se realmente a lei de vencimentos não for "atualizada", que por sinal encontra-se desatualizada há quase 13 anos (só de pensar nesse número lembro-me da maior enganação de todos os tempos).
    Por conta disso que cada dia que passa, vejo que você será sim a nossa melhor opção de representação na CLDF e provar que não só nós, CFP1/2/3/4 e 20/70mil não existimos, como também os inativos/pensionistas.
    Aproveito também o momento pra fazer um adendo, fui a uma das suas reuniões de águas claras. E lembro muito bem que você falou diretamente ao ex-governador Arruda de que existe um estudo, do qual foi confeccionado, que comprova que daqui os próximos 2 a 5 anos no máximo, nosso efetivo sofrerá uma perda de praticamente 50% (pude até presenciar o espanto das autoridades presentes naquele dia).
    Ou seja, minha dúvida é a seguinte? Realmente isso confere? Pois do que estou acompanhando existem dois quadros: 1) de capitão até coronel fechado, não existe mais vagas - logo, daí o "real" desespero deles em injetar guela adentro esse plano imoral por diversos motivos que só aquele alienado não vê; 2) de 2º sargento a subtenente a mesma lógica - no entanto, com essa proposta imoral visando apenas ganhar as praças com promoções e nada de salário. Portanto, o desespero de alguns somado com a promoção sem ganhos reais, dá nisso: proposta imoral que favorecerá apenas os de sempre.
    Isso confere? Portanto, teria como citar tal estudo em que nos próximos anos haverá "sim" inúmeras baixas.

    CFP, APENAS-1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim colega, com toda certeza.

      É fácil você fazer as contas. Estamos no ano de 2014 e em 2024 estará completando 30 anos de serviço na Polícia Militar quem entrou em 1994 e os que entraram em 1996/1997/1998/2000 e 2001 totalizando cerca de 4 mil homens, originalmente, já estarão com no mínimo 25 anos de serviço.

      Após esses cursos, só restarão os CFP 1, 2, 3 e 4 que entrou agora. Com a debandada em massa que certamente ocorrerá por falta de atrativos na carreira, principalmente dos novinhos, estimo uma perca de 70%, restando então, mais ou menos 1000 novinhos e cerca de 3 mil com mais de 25 anos de serviço.

      Mas isso não é novidade, pois tal estudo foi feito em 2008 pela Diretoria de Inativos e Pensionistas que o entregou pessoalmente ao Diretor de Pessoal à época, Cel Figueiredo, que nunca tomou uma providência.

      De lá para cá o quadro só se agravou e agora chegou a uma proporção tão absurda que é simples realizar essa nova conta: Se hoje temos 16 mil homens no serviço ativo, para uma população de 2,8 milhões de pessoas e você incorporar 1000 mil homens por ano durante esse período (2014 – 2024) teremos 10 mil homens com mais os 3 mil já velhos, perfazendo um total de 13 mil homens para uma população estimada em 4 milhões de habitantes, ou seja, menos do que nós já temos hoje para uma população muito maior. E o mais grave, você está vendo alguma movimentação para incorporar 1000 mil homens por ano?

      Pois éééé....Nem eu!

      Outra curiosidade. Pense nisso: UM SOLDADO ENTRA NA POLÍCIA E FAZ UM CURSO DE 6 MESES E POSTERIORMENTE VAI PARA A TROPA ONDE IRÁ TRABALHAR 29 ANOS E 6 MESES, até completar os 30 anos. AGORA O OFICIAL: ENTRA NA ACADEMIA ONDE FAZ UM CURSO DE 3 ANOS E VAI PARA A TROPA ONDE SÓ TRABALHA 27 ANOS, sendo os 6 últimos como Coronel desfrutando das regalias que a carreira oferece. É JUSTO????

      Poliglota25190...

      Excluir
    2. SABE O QUE ME DEIXA REALMENTE REVOLTADO COM ISSO AQUI TUDO?
      NÃO É APENAS TER QUE ENGOLIR UMA PROPOSTA INDECENTE DESSAS E SIM VER NÃO SÓ O ANTIGO COMO BOA PARTE DOS RECRUTAS DO CFP3 IREM NESSA PILHA ERRADA.
      OU SEJA, UMA COISA É UM 4º SÉREIE NO CALOR DAS EMOÇÕES, POR TER TIDO FALTA DE OPORTUNIDADE (QUE POR SINAL FOI SIM CORRIGIDA NO GOVERNO DO ARRUDA – POIS SÓ PERMANECEU NESSA CONDIÇÃO QUEM QUIS, POIS FOI PAGO O ENSINO MÉDIO, SUPERIOR, PÓS, MESTRADO E ETC) E COMETER NOVAMENTE O MESMO ERRO DE PENSAR APENAS EM PROMOÇÕES.
      MAIS UM RECRUTA QUE TEVE OPORTUNIDADE DE ESTUDAR EM NO MÍNIMNO RAZOÁVEIS COLÉGIO, TEREM FORMADOS NO NÍVEL SUPERIOR E CAIREM NESSA VALA??
      MEU DEUS, DESU??
      ISSO NÃO PODE ESTÁ ACONTECENDO!!
      PRA MIM NÃO EXISTE NADA PIOR DO QUE O ANALFABETO FUNCIONAL, POIS ESSE POR MAIS QUE TENHA OPORTUNIDADE DE TER ACESSO AO CONHECIMENTO.. TEIMA EM COMETER ERROS ATRÁS DE ERROS.
      E SABE PORQUE DIGO ISSO??
      PORQUE AO ACEITAREM ESSA MERDA DE RESTRUTURAÇÃO.. ESTÃO LITERALMENTE COLOCANDO AQUELE CHAPÉU DE BURRO DO CHAVES!!

      DEVIDO A ISSO TUDO, QUE NÃO É DE HOJE QUE VENHO POSTANDO EM DIVERSOS CANAIS AQUI NAS REDES SOCIAIS (INCLUSIVE JÁ PROVEI ISSO COM UM ARTIGO “CAMINHO DAS PEDRAS”) DO QUE REALMENTE DEVEMOS LUTAR PRA MUDAR..
      E INFELIZMENTE VEJO QUE TODA ESSA LUTA POR UMA INSTITUIÇÃO QUE LITERALMENTE NÃO QUER EVOLUIR, TIRAR DA MASSA O TÍTULO DE ANALFABETOS E ETC!!

      IREI PROVAR A TODOS MAIS UMA DAS MINHAS TESES QUE SE VOCÊS FOREM ANALISAR COM O DEVIDO CUIDADO, VÃO VER QUE ESSE FDP AQUI.. QUER VER UMA POLÍCIA MELHOR, E PRA ISSO PRECISA DO APOIO DE TODOS!!
      AGORA, DO JEITO QUE ESTÁ.. REALMENTE, SÓ FICARÁ AQUI AQUELES QUE REALMENTE SÃO FRACOS DE TUDO.. A COMEÇAR PELO DIPLOMA MIOJO!!

      POIS BEM..
      TAL RESTRUTURAÇÃO CONFECCIONADA PELO NUNES, PRA MIM É UM LIXO!!
      POIS ELE ESTÁ PREOCUPADO É COM SUA CARREIRA DE OFICIAL E QUEM SABE NUM FUTURO NÃO TÃO DISTANTE TER QUE RECEBER ORDENS DE DELEGADOS, POIS QUERENDO OU NÃO, OFICIAL É QUALQUER GRADUAÇÃO E PRONTO!!
      LOGO, A PREOCUPAÇÃO:
      1) DELE É NÃO RECEBER ORDEM DE DELEGADOS, QUE POR SINAL, PRA MIM TAMBÉM NÃO QUER DIZER NADA..
      2) ELE E TÃO CARA DE PAU, QUE VEM COM A DESCULPA QUE ESTAMOS PERDENDO DIVERSAS ÁREAS POR ISSO E AQUILO, E DAÍ ELE VEM JSUTIFICAR QUE A POLÍCIA FERROVIÁRIA DEIXOU DE EXSISTIR.. ORAS??
      DESDE QUANDO A PM ESTÁ PERDENDO ESPAÇO??
      SÓ VEJO O IDIOTA DO PM, FAZENDO SERVIÇO DE TODOS.. SEJAM DO GRUPO DA SEGURANÇA OU NÃO.. PORQUE PASMEM!!

      CONTINUA...
      NOVINHUUU

      Excluir
    3. CONTINUANDO...

      JÁ ME DERAM A ORDEM PRA FAZER SERVIÇO DO SLU NUM EVENTO..
      3) ELE QUER PORQUE JUSTIFICAR QUE NÃO PODE APLICAR A MESMA LÓGICA DE DEPENDENCIAS DE VAGAS PRA OFICIAS. OU SEJA, PRAÇA ATÉ PODE FICAR LIVRE DE VAGAS E OFICIAL NÃO. MAIS VOCÊ JÁ PAROU PRA PENSAR DO PORQUE E MAIS VANTAJOSO PRA ELES NÃO TEREM LIBERDADE DE VAGAS?
      RESPONDO! TENDO LIMITAÇÃO DE VAGAS ELES CONTINUAREM COM A FARRA DAS AGREGAÇÕES PRA DIVERSAS COISAS E SEREM PESOS MORTOS EM OUTROS LUGARES, QUEM ESTÁ ATRÁS SERÁ PROMOVIDO. OUTRA VANTAGEM DE TEREM DEPENDENCIA DE VAGAS E QUANDO COMPLETAREM O TEMPO, E NÃO SENDO PROMOVIDO, VÃO RECEBER 50% PORCENDO DO SOLDO SUPERIOR. ORAS, ORAS.. ASSIM ATÉ EU TAMBÉM NÃO QUERO!! OLHA O TANTO DE COISA QUE IREI PERDER?
      4) A CONSTITUIÇÃO É CLARA EM NOSSAS ATRIBUIÇÕES, E COM ESSA PORCA RESTRUTURAÇÃO ELE QUER PORQUE QUER ABRAÇAR A MISSÃO DO MUNDO. ORAS? PENSEM, SE HOJE JÁ NÃO TEMOS RECONHECIMENTOS E PORQUE COMETEMOS OS ERROS DOS OUTROS E PIOR, SÓ FICAMOS COM OS ÔNUS.
      5) COM ESSE LIXO, SE VOCÊ PRAÇA ACEITAR.. ESTARÁ DIZENDO, OFICIAL.. SOU BURRO!! SABE PROQUE? PORQUE O EFEITVO ESTÁ VELHO.. E DAQUI NO MÁXIMO 5 ANOS, É FATO!! HAVERÁ UMA REDUÇÃO DE 50% NO MÍNIMO DOS PRAÇAS. LOGO, AS VAGAS VÃO SURGIR NATURALMENTE.
      6) SABE PORQUE O OFICIAL QUER MUDAR A LEI 12086, PORQUE PRA ELE NÃO É VANTAGEM CONTINUAR SÓ PORQUE QUEM DE FATO VAI SE DÁ BEM AGORA É OS DITOS NINGUÉNS... OS CABOS E SOLDADOS.
      7) ELES ESTÃO LOUCOS PRA MUDAR A LEI ATUAL PORQUE HOJE ELES QUE ATÉ ONTEM FICARAM NO MÁXIMO 10 ANOS PRA SAIR CAPITÃO, NÃO TEM HORIZONTE NENHUM DE SUBIR. E SABE PROQUE? PORQUE ESTA TRAVADO DE MAJOR PRA CIMA, EXEMPLO CLARO PODE SER VISTO COM QUASE O DOBRO DE CORONEIS.
      8) APROVANDO ESSE LIXO, DEEM ADEUS AS REDUÇÕES. LOGO, TENTÃO IMAGINAR O QUE SERÁ ESPERAR 20 LONGOS ANOS PRA SAIR SUB. AINDA MAIS COM ESSE SALÁRIO MIXARIA E SEM DIREITO A GRATIFICAÇÃO, POIS SÓ PODE SER CHEFE O OFICIAL, MESMO ELE SENDO ALTAMENTE INCAPAZ PRA TAL ATRIBUIÇÃO.

      RESUMINDO, O MAIOR MEDO DO OFICIAL HOJE É VER O PRAÇA SE DÁ BEM COMO ELE DEU NO PASSADO. EXEMPLO CLARO É O CASO DO PESSOAL DO BOMBEIRO QUE COM 24 MESES SAIRAM CABOS.. E COM NO MÁXIMO UNS 48 MESES VÃO SER SARGENTOS. E AQUI NA PM, O FUTURO SERÁ JUSTAMENTE ISSO, QUANDO MINHA TURMA COMPLETAR 5 ANOS.. SERÁ INEVITÁVEL, VÃO SUBIR TODOS.. QUERENDO OU NÃO, VÃO SUBIR SIM! E O COMANDO JÁ PROVOU QUE NÃO QUER ISSO EM NÃO NOS PROMOVER COM MAIS DE 4 ANOS COMO SOLDADO.

      NOVINHUUU

      Excluir
    4. VAMOS AO CASO CONCRETO?
      HOJE BOA PARTE DOS ANTIGOS QUE FORAM SIM BENEFICIADO EM PESO PELA LEI ATUAL A 12086, SÃO NO MÍNIMO 2 SGTS. CERTO?
      POIS BEM, DIGAMOS QUE DAQUI NO MÍNIMO A CONTAR DE 5 ANOS..
      JÁ COMPROVADO COM NÚMEROS, TEREMOS UMA BAIXA DE PRATICAMENTE 50%!!
      POIS TODOS AQUELES QUE ENTRARAM ANTES DE 1994, JÁ VÃO TER COMPLETADOS OS 30 ANOS DE EFETIVO SERVIÇO.
      SENDO ASSIM, PAREM E SE QUESTIONE??
      UMA GALERA VAI EM BORA QUERENDO OU NÃO, VAI SIM!!
      PORTANTO, SERÁ NATURAL ABRIR AS VAGAS QUE PRECISAMOS.
      OU SEJA, A PM SERÁ DAQUELES QUE ENTRARAM DEPOIS DE 1994...
      SENDO ASSIM, FAZEMOS AS CONTAS??
      HOJE PARTINDO DESSE PRESUPOSTO DE QUE DE 3 SGT PRA CIMA, TODOS OU QUASE TODOS, ESTARÃO NA REFORMA... NOS RESTARÁ NO MÍNIMO 6MIL VAGAS!!
      A SEREM DISTRIBUIDAS ENTRE OS 20, 70, 190, 210 E INCLUSIVE 700MIL.
      FAÇAM AS CONTAS??
      O UNIVERSO DESSES HOJE NÃO CHEGAM AOS 6MIL!!
      LOGO, MUITOS SERÃO PROMOVIDOS.
      E SABE PORQUE??
      VAMOS A LEI 12086/09:

      Art. 5o Promoção é ato administrativo e tem como finalidade básica a ascensão seletiva aos postos e graduações superiores, com base nos interstícios de cada grau hierárquico, conforme disposto no Anexo I.
      § 1o Interstício é o tempo mínimo que cada policial militar deverá cumprir no posto ou graduação.
      § 2o Cumpridas as demais exigências estabelecidas para a promoção, o interstício poderá ser reduzido em até 50% (cinquenta por cento), sempre que houver vagas não preenchidas por esta condição.
      § 3o A redução de interstício prevista no § 2o será efetivada mediante ato:
      I - do Governador do Distrito Federal, por proposta do Comandante-Geral, para as promoções de Oficiais; e
      II - do Comandante-Geral, por proposta do titular do órgão de gestão de pessoal, para as promoções de Praças.

      OBSEVER QUE ELA É CLARA!!
      TENDO VAGAS, QUE VÃO TER.. NATURALMENTE.. ISSO QUER DIZER QUE O TEMPO DE CADA PROMOÇÃO SERÁ DA SEGUINTE FORMA:

      SOLDADO – HOJE 120 MESES, COM A REDUÇÃO CAI PRA 60 MESES;
      CABO A 2 SGT – HOJE 60 MESES CADA, COM A REDUÇÃO CAI PRA 30 MESES CADA;
      PRA SAIR SUB – HOJE 36 MESES, COM A REDUÇÃO CAI PRA 18 MESES.

      OU SEJA, FAÇAM A CONTA DE SOMAR..
      SD PRA CB – 60M
      CB PRA 3SGT – 30M
      3SGT PRA 2SGT – 30M
      2SGT PRA 1SGT – 30M
      1SGT PRA SUB – 18M

      TOTAL DE 168 MESES QUE EQUIVALE A 14 ANOS!!
      ISSO MESMO, 14 ANOS.
      6 ANOS A MENOS DO QUE A PROPOSTA LIXO DESSE COMANDO!!
      E VOCÊ QUER QUE ELE MUDE ISSO??
      TÁ DE SACANAGEM!!

      OU SEJA, BOA PARTE DOS 70MIU VÃO DÁ UM PULO GIGANTE DAQUI OS PRÓXIMOS 5 A 10 ANOS. E MINHA TURMA EM DIANTE, ASSIM QUE ESSES SAIREM, SERÁ FATO!! ESSA POLÍCIA SERÁ NOSSA. PORTANTO, VÃO DIXAR QUE OS OFICIAIS MUDEM ISSO??

      NOVINHUUU

      Excluir
    5. PORTANTO O QUE DEVEMOS MUDAR AGORA NESSE PRIMEIRO MOMENTO NÃO E A LEI ATUAL E SIM A LEI DE VENCIMENTOS COMO FOI TRATADO AQUI NESSA POSTAGEM. OU SEJA, O OFICIAL NÃO QUER O PRAÇA SE DANDO BEM... E IREI NOVAMENTE CITAR ALGUNS ITENS:
      1) HOJE SE BOA PARTE DOS PRAÇAS TIVESSEM O CAP E O CAEP, NÃO IRIAM ESPERAR PROMOÇÕES, IRIAM EMBORA;
      2) SE MUDARMOS ESSA LEI E AJUSTARMOS OS SOLDOS COMO JÁ FALEI NAQUELE ARTIGO (EM 2012 - LINK), MUITOS NÃO FICARIAM AQUI PROLONGANDO A MORTE EM VIDA, IRIAM SIM PRA RESERVA;
      3) O MEDO DOS OFICIAIS E TÃO GRANDE DE QUE SÓ ELES PODEM SE DÁ BEM, EXMEPLO CLARO FORAM AS PROMOÇÕES DELES EM QUE A MÉDIA PRA CHEGAR A CAPITÃO FOI DE 10 ANOS.. E EM ALGUNS CASOS MAJOR COM MENOS DE 15. EXEMPLO CLARO, E O ATUAL COMANDANTE COM MENOS DE 25 JÁ É CORONEL FULL;
      4) MUDANDO A LEI, É FATO, VÁRIOS PODERAM TER NO MÁXIMO 2 PROMOÇÕES E PONTO! VÃO EMBORA COM UM SOLDO MIXARIA E DEPOIS NÃO PODERAM CHORAR, POIS ACEITARAM ESSA PROPOSTA LIXO;
      5) VEJAM O CASO DOS BOMBEIROS, LÁ TODOS QUE ENTRARAM A CONTAR DE 2011 JÁ SÃO CABOS E GARANTO QUE ATÉ 2020, VÁRIOS JÁ VÃO SER NO MÍNIMO 2 SGTS. E AQUI?? TALVEZ TEREMOS OS PRIMEIROS 3 SGTS;
      RESUMINDO, ANTES DE VENHAM AS CRITICAS.. PEÇO PARA QUE TODOS REFLITAM NO QUE ESTÃO DESEJANDO PARA O SEU FUTURO E PRINCIPALMENTE PRA QUEM VAI REALMENTE FICAR!! POIS O QUE DE FATO ESTÁ UMA MERDA HOJE NÃO É A PROMOÇÃO, POIS JÁ PROVEI QUE COM A REDUÇÃO PODEREMOS CHEGAR A SUB COM 14 ANOS.. LÓGICO, QUE NEM TODOS.. MAIS SERÁ RÁPIDO, VISTO QUE O EFETIVO ESTÁ VELHO E NO SEU LIMITE. MAIS O QUE DE FATO PRECISAMOS LUTAR E PRINCIPALMENTE MELHORAR E ESSA LEI DE VENCIMENTOS... POIS HOJE, POSSO SAIR SUB, QUE MEU SALÁRIO SERÁ MIXARIA. AGORA IMAGINA DAQUI HÁ 10, 15 OU MAIS ANOS?? EU ESTANDO NA ATIVA ME FUDENDO.. E VOCÊS NA INATIVIDADE MENDIGANDO.

      NOVINHUUU

      Excluir
    6. OUTRO CASO CONCRETO.. NO CFP3, TIVEMOS O INGRESSO DE SOLDADOS MÚSICOS!!
      ESSES AQUI VÃO SER DÁ EXTREMAMENTE BEM!!
      E SABE PORQUE?
      PORQUE O MAIS MODERNOS DOS ANTIGOS HOJE É 2 SGT.
      LOGO TEM DÚVIDAS DE QUE COM 14 ANOS, ESSES VÃO SER SUBS??
      EU APOSTO O QUE FOR!!
      SE NO MÍNIMO 50% DO QUE ENTRARAM NÃO VÃO SER..
      VISTO QUE ENTRARAM 13, E TEMOS VAGAS PRA 15 SUBS!!
      QUEM FICAR ATÉ O FINAL.. VAI FALAR: BEM QUE ESSE FDP TINHA RAZÃO!!

      PORTANTO, TODOS QUE ENTRARAM DEPOIS DE 1994... DIGA NÃO A ESSA PROPOSTA LIXO!! VAMOS MELHORAR PRIMEIRO O NOSSO SALÁRIO E PRA ISSO ESSA SUGESTÃO AQUI É A MELHOR DE TODOS. SÓ DE COLOCARMOS DIVERSAS RESPONSABILIDADE NA MÃO DA CLDF/GDF... JÁ PODEREMOS GALGAR MUITAS MELHORIAS!! QUE HOJE SÓ OUVIMOS DESCULAS.. NÃO SOMOS NÓS QUE DECIDIMOS, E SIM O CONGRESSO.
      ENTÃO, VAMOS BRIGAR PRA QUE ESSA PROPOSTA SEJA APROVADA..
      QUE ESSA DESCULPA NÃO EXISTIRA MAIS!!

      PRA QUEM TEM CURIOSIDADE, VEJA O ARTIGO POSTEI EM 2012 EM TODOS OS CANAIS:
      1) O LINK DE 2012, NÃO ACHEI AGORA.. POR CAUSA DISSO VAI A RE-POSTAGEM EM 2013
      2) http://tenpoliglota2012.blogspot.com.br/2013/10/caminho-das-pedras-fatos-ou-bizus-com-o.html

      NOVINHUUU

      Excluir
    7. esse NOVINHUU pode escrever mal pra cacete mas de burro ele não tem nada, tudo que falou foi na lata kkkkk

      Excluir
    8. O nobre colega só olvida-se do fato de que a dotação de sub-tenentes é apenas 560, ao passo que a quantidade de policiais por turma é, em média, 1.000 policiais, o que permite concluir que boa parte dos policiais, mantendo inalterada a situação atual, jamais acenderá a graduação de sub-tenente, posto que, as vagas para tal graduação e absurdamente menor que a quantidades de 1º sgt (2.156).

      Outra ressalva oportuna, é que o significado do verbo poderá, inserto no § 2º do art. 5º da lei 12.086, é diferente do verbo deverá, este ultimo sim, obrigaria o Gov e/ou Cmt Geral a reduzir o os interstícios.

      Excluir
  21. Sou CFP II e quase apanhei de um sargento IGNORANTE que apoia essa reestruturação. As PRAÇAS ESTÃO querendo viver A LEI DA MORDAÇA. Quem sair por último apague as luzes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, não perca o seu tempo discutindo com ANALFABETOS FUNCIONAIS!!!
      Converse com os novinhos que entraram por último.

      CB INEXISTENTE

      Excluir
  22. Sou CFP II e quase apanhei de um sargento IGNORANTE que apoia essa reestruturação. As PRAÇAS ESTÃO querendo viver A LEI DA MORDAÇA. Quem sair por último apague as luzes.

    ResponderExcluir
  23. A LEI DA MORDAÇA está voltando!!!! quem está respondendo alguma coisa Cuidado!!! Você dificilmente será promovido com essa lei.

    ResponderExcluir
  24. COLEGAS DO 3º BPM. NOSSA REUNIÃO COM O COMANDO JA DEVEM SABER QUE SERÁ DIA 23, TERÇA FEIRA, AS 09 HS NO COLÉGIO MILITAR. CONCLAMO A TODOS, INCLUSIVE, OS POLICIAIS NOVINHOS RECÉM-CHEGADOS QUE NÃO SE DEIXEM ENGANAR. SABEMOS O QUE É BOM E O QUE É RUIM PARA NOSSA INSTITUIÇÃO POLICIAL. A PEQUENA SABEDORIA DESTE QUE TEM 27 ANOS DE SERVIÇO FALA QUE ESTE PLANO NÃO PRIORIZA NOSSAS DEMANDAS E NECESSIDADES. OS OFICIAIS QUE A ELABORARAM TIVERAM A CHANCE DE ENTRAR PARA A HISTÓRIA COM UM PROJETO MODERNO QUE ATENDESSE OS DESEJOS DA CATEGORIA, COM REFORMULAÇÕES QUE DE FATO NOS APROXIMASSEM OU IGUALASSEM COM AS DEMAIS CATEGORIAS DO GDF, QUE ESTÃO BEM À FRENTE FINACEIRAMENTE DE NÓS, POR MAIS QUE LÁ NA FRENTE, UM OU OUTRO ARTIGO FOSSE VETADO, SAIRIAMOS NO LUCRO E A COMISSÃO TERIA FEITO SUA PARTE DIGNAMENTE. POR SUA VEZ, NÃO PRIORIZARAM NOSSOS VENCIMENTOS. DE FATO, PEQUENAS VANTAGENS FORAM INSERIDAS, E CLARO, DIVULGADAS PARA OS PRAÇAS, MAS AO VER TODO O PROJETO, PERCEBE-SE NAS ENTRELINHAS "LOBOS NA PELE DE CORDEIROS", COM UMA MINI REFORMA INSTITUCIONAL, QUE RETROCEDE CONQUISTAS ALCANÇADAS COM O SIMPLES INTUITO DE DETER O PODER NAS MÃOS, AO INVÉS DE RESSALTAR O PODER FINACEIRO ANTE AO PROJETO. ASSIM, AMIGOS DO TERCEIRO BATALHÃO, E DE TODAS AS OUTRAS UNIDADES, E PRINCIPALMENTE, POLICIAIS RECEM-FORMADOS, NÃO CAIAM NESSA ARAMADILHA. E, SE O COMANDO SOLICITAR NA TERÇA UMA POSIÇÃO, FICAREMOS UNIDOS. NÃO ACEITE, NÃO CONCORDE. CADA POLICIAL VIGIE AQUELE QUE ESTÁ SENTADO AO SEU LADO E OLHE-O NOS OLHOS SE ACASO PENSAR EM DIZER SIM. AOS POLICIAIS NOVOS, SE NÃO SABEM O QUE FAZER DIANTE DO TEMA, SIGAM OS MAIS ANTIGOS OU PROCUREM SE INFORMAR, APENAS NÃO SEJAM OBJETO DE MANOBRA POR PARTE DO COMANDO. AGRADEÇO A OPORTUNIDADE. ESTOU COM VOCÊ POLIGLOTA. "SGT CANSADO DOS GOLPES"

    ResponderExcluir
  25. A MATEMATICA E SIMPLES, A MAIORIA DOS NOVATOS ESTAO ENTRANDO COM 28 A 30 ANOS CORRETO, + 20 ANOS PRA SAIR 1º SGT ESTARAO COM 48 E 50 ANOS OK! SERA QUE ELES ESTAO FELIZES! NAO. A NOSSA SORTE E QUE O AGNELO NAO VAI NEM PRO 2 TURNO, E GOLPE DOS OFICIAIS VAI SE ENTERRADO JUNTO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho 47 anos, sou terceiro sgt e nem fiz o famigerado CAP. Entrei na pm com 24 anos.

      Excluir
  26. Aviso aos navegantes: Irmãos praças não nos deixemos iludir. Esta proposta de reestruturação já encontra-se encaminhada. Estas formaturas são só EMBUSTE pra dizerem que ouviram a tropa e a mesma concordou. Quem garante que os estrelados estão sendo sinceros conosco? A proposta é interessante para as estrelas. Por que será que querem aprová-la a todos custo? Praça do complexo.

    ResponderExcluir
  27. EXCELENTE POSTAGEM POLIGLOTA! MUITOS POLICIAIS E BOMBEIROS ESTÃO APENAS PENSANDO EM SEU EGO,MAS ESQUEÇEM DE QUE NOSSOS SALÁRIOS ESTÃO MUITO DEFASADOS E QUE ESSAS PROMOÇÕES SÃO MAIS PALEATIVAS E EM POUCOS TEMPO ESTARÃO QUERENDO MAIS PROMOÇÕES E NOSSOS SOLDOS E GRATIFICAÇÕES ESTARÃO ESTACIONADAS!
    OUTRA COISA QUANTO ESSE AUXÍLIO MORADIA QUE É UMA VERDADEIRA VERGONHA, DEVERIA SER MAIS EQUALIZADA! É UM ABSURDO CORONEL GANHAR 3.500,00 E SOLDADO 1.200,00 TUDO AO FINAL DE 3 ANOS, OU SEJA O CORONEL PODE MORAR EM AGUAS CLARAS E O SOLDADO EM ÁGUAS LINDAS!! É UMA ABERRAÇÃO TOTAL!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1 PARTE

      Infelizmente se nada fizermos para adequar essa lei (10.486/02) que aqui estamos abordando com essas sugestões (1), podemos literalmente desistir da PM/BM.

      (1) que são mais do que viáveis, pois o nosso objetivo é dá poderes de “decisão” a quem de direito e nesse caso não é o congresso nacional e/ou presidente da republica e sim o “Governo do Distrito Federal e nosso representante na CLDF como distrital”. Ou seja, porque só os valores do auxílio alimentação e serviço voluntário podem ser decididos aqui? Porque não podemos estender tais poderes a outras modalidades? Porque o auxílio alimentação e voluntário são “iguais” a todos e o moradia, fardamento, natalidade, creche são diferente? Isso não faz sentido! Por conta disso, que estamos buscando melhorias “coletivas” e não paliativas como muitos vem querendo, exemplo claro é promoção por promoção, e provando que não estão preocupados com o futuro e tão pouco com a coletividade.

      Outra coisa, como bem falou, por mais que tirem as dependências das vagas, retirem os critérios de promoções e etc. o que sempre fará a diferença e a questão salarial. Ou seja, se todos analisarem os “fatos”, desde 2002 vão chegar à mesma conclusão: que em 2002, boa parte das praças, estava na condição de cabos. Logo, com o passar dos quase 13 anos (2), e principalmente com a Lei 12.086/09 (3), hoje se tornaram “SIM” boa parte 2º SGT´s antigos ou boa parte são SUB´s. Aonde queremos chegar? Exatamente nesse ponto, de que a Lei 12.086/09 não é ruim, pois ela deu acessão profissional a vários que iriam passar aqui seus 30 anos e se saíssem 3º cão/juruna (4) seria lucro. Mais hoje, são em sua totalidade na média 1º SGT´s ou na eminência de sair. E isso é muito bom, ou não é? Outro detalhe, tal lei também foi boa para os oficiais, e isso eles não podem negar. Pois com ela, vários saíram com 10 ou menos anos, capitães. E como no quadro de praças, travou de major pra cima (praça de 2ºSGT pra cima).

      (2) levando em conta essa lei de vencimentos, Lei 10.486/02, que estamos aqui sugerindo tais alterações, principalmente na tabela vertical escalonaria e dando poderes ao Governo do Distrito Federal e também a Câmara Legislativa do Distrito Federal.
      (3) a referida lei de promoções querendo ou não, e muito boa, pois caso não fosse diversos policiais não teriam tido promoções desse sua vigência. O que de fato precisa melhorar nela não inventar diversas atribuições que já sabemos que é nossa de direito e sim fazer com que ela seja dinâmica, e nesse sentido para atender os anseios de todos, não podemos pensar apenas em promoção. Ou seja, do jeito que ela está hoje, não podemos afirmar que e a melhor pra quem está quase no final da linha e sim que ela veio para favorecer aqueles que vão ficar. E nesse sentido, não podemos mexer nela pra piorar como a provável reestruturação quer. Daí que entra aqui nossa proposta de alteração na lei de vencimentos, pois ela sim fará a diferença.
      (4) adjetivo que era dado às praças que passavam boa parte dos seus 30 anos como soldados e próximo de irem pra reserva eram promovidos a cabos ou nos casos especiais, os sortudos saiam 3º sargentos.

      Excluir
    2. 2 PARTE

      Portanto, vejam que promoção por promoção não está resolvendo a vida de ninguém e sim só alimentando o EGO. E EGO por EGO, todos já sabem: e a mesma lógica de elogios na ficha, ou medalhas no peito. Na hora de pagar as contas, ninguém aqui usa nenhuma dessas coisas. Ou pior, no caso de serem questionados na justiça, nada disso irá contar ao seu favor. Seja ela Praça ou Oficial, pois o pilar “principal” atrelado às promoções e infelizmente o soldo. E se o soldo está com o mesmo valor desde 2002, do que adianta sair até coronel? Nada, num é verdade! Por causa disso, que os oficiais se matam dia pós dia, por causa de gratificações, principalmente de comandante geral pra levarem pra reserva mais 13 mil, e mais uma vez só pensando na sua individualidade.
      Sendo assim, nós da equipe técnica do candidato POLIGLOTA (25190), chegamos ao consenso de que promoção por promoção não irá “nunca” resolver a vida de ninguém aqui, seja ela praça ou oficial. Pois o que devemos lutar pra melhora e o nosso salário e pra isso, precisamos “todos” se unirem e recusar essa proposta vergonhosa que só visa o momento. E como bem estamos aqui provando, o momento e passageiro, e o futuro sempre estão nos cobrando. Ou seja, sabemos que nossa proposta aqui é extremamente “inovadora, arrojada e etc.”, mais estamos preocupado com a coletividade. E tendo essa premissa como principal objetivo, não há outra saída: precisamos deixar o EGO de lado, a vontade de só ser promovido e lutarmos por melhorias salarias. Pois isso sim fará a diferença hoje e no futuro.

      Importante frisar que hoje tal lei de vencimentos, Lei 10.486/02, nos limita em não só nossas decisões reivindicatórias como também de direitos. Ou seja, desde 2002 estamos “cansados” de ouvir de nossos falsos representantes de que todos os pleitos da nossa categoria devem passar pelo congresso e depois aprovação do presidente da republica, certo? Pois bem, o que estamos aqui propondo e trazer tais “decisões” para serem tomadas pelo Governo e Câmara Legislativa do DF. E sabe por quê? Porque ficando assim, tudo que pleitearmos será resolvido aqui na nossa casa. Sabe qual a vantagem disso? Quem não se lembra das quase 30 carreiras que foram beneficiadas com reestruturação salarial nos últimos anos? Lembram? Pois bem, todas elas não precisaram sair do nosso cercadinho e sim apenas cobrar da CLDF e do GDF, e viram o resultado. Foi provado que tinha dinheiro em caixa e todos foram atendidos!
      Viram o poder que não está em nossas mãos? Alguém já se questionou do porque só o valor da alimentação e voluntário pode ser decidido aqui? E do porque não estendermos tais decisões à moradia, natalidade, fardamento, título acadêmico, inatividade – tudo de forma igualitária?
      Pensem nisso! Pois com essa proposta após inúmeros estudos, garantimos que irá atender o anseio de todos, sem qualquer distinção.
      Agora se queres ser enganado? Concorde com essa proposta que só pensa em lhe dá uma ou duas promoções. Que num futuro não muito distante, ele irá cobra-lo por essa decisão mais do que equivocada e motivada pelo EGO.

      EQUIPE TÉCNICA
      POLIGLOTA 25190

      Excluir
  28. O bacana disso tudo é ver as vagas de TC QOPM pular de 78 para 120 e todos os demais postos dobrarem o seu número. Para os demais, só C ARANHA E CATANHA.

    ResponderExcluir
  29. Treinamento da PM vai até o limite da tolerância

    Em treinamento, policiais são obrigados a ingerir vômito dos colegas. Corporação justifica ato


    O Curso de Operações Especiais (COEsp) da Polícia Militar tem o objetivo de preparar os participantes para as mais variadas situações. Mas qual o limite entre a capacitação e o desrespeito aos direitos humanos? Em um dos treinamentos, o PM é obrigado a ingerir o vômito do colega de farda. Uma denúncia feita ao JBr. questiona a necessidade das atividades.

    Quem responde é a Comunicação Social da PM. De acordo com a corporação, o objetivo é deixar o policial pronto para lidar com situações complexas e extremas, "como salvamento aquático, onde o policial pode se deparar com o socorro de afogados, sendo que o treinamento serve para quebrar qualquer barreira para salvar uma vida”, informa a nota enviada ao JBr..

    A PM justifica ainda que “o treinamento é feito de maneira técnica e profissional realizada por especialistas de diversas áreas como psicólogos, médico etc".

    Denúncia

    Revoltado com o suposto excesso, um policial enviou mais de 20 imagens do curso. O treinamento ocorrido no DF contou com policiais da Colômbia e Argentina.

    A atividade ocorre no refeitório da corporação. Ali, aparecem homens vestidos com camiseta preta e bonés - a maioria com a bandeira do DF. Panelas e garrafas de refrigerante são colocadas na boca dos participantes.

    Uma das sequências das fotos mostra um militar de boné vermelho vomitando em uma grande panela. Na cena seguinte, o recipiente é derramado em uma jarra de alumínio que passa de boca em boca. Cada um dos aspirantes ingere um pouco do vômito liberado pelo policial de boné vermelho.

    Muitos não aguentam e vomitam também. O instrutor sorri. Em seguida, força o mesmo policial a tomar mais uma vez o vômito do colega. Um policial chega a colocar as mãos no joelho, como se não aguentasse mais aquilo.

    Como se não bastasse a tarefa anterior, muitos militares são forçados a passar o vômito com a boca para o companheiro. Eles sabem que estão sendo fotografados. Mesmo assim, não esboçam reação, em sinal de obediência.

    O curso tem carga horária aproximada de 1.164 horas e já preparou policiais de outros estados.

    Exercício considerado “desumano”

    Para a vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF), Indira Quaresma, o tratamento dados aos aspirantes é degradante e fere a Constituição Federal. "O artigo 5º estabelece que ninguém será submetido à tortura ou tratamento desumano ou degradante. É o que ocorreu nesse curso. Na minha opinião, sem necessidade", avalia.

    O presidente da Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares do DF, Manoel Sanção Alves, também criticou o treinamento. "Sou a favor de ministrar matérias humanas, como Direito, para tornar um policial mais qualificado. E não esse treinamento desumano", diz.

    O JBr. enviou as imagens à Corregedoria da Polícia Militar, que pediu que a demanda fosse encaminhada à Comunicação. Esta, por sua vez, garante que o conteúdo das imagens será analisado para verificar se há qualquer fato em desacordo aos treinamentos previstos.

    Para obter mais detalhes sobre o 6º COEsp, a reportagem procurou o Batalhão de Operações Especiais, em Taguatinga. Ali, foram vistos outros tipos de exercícios, que demonstraram a necessidade do uso da força. Um grupo de soldados a pé, escoltado por motociclistas, deixou o portão correndo. Alguns foram obrigados a carregar os colegas nas costas. Uns foram deitados nos ombros dos aspirantes.
    Fonte: Da redação do Jornal de Brasília.

    A PM é cheio de treinamentos idiotas! No CFSD passei 06 meses marchando e fazendo continencia, cantando hinos militares...

    A PM tem que acabar! Modelo arcaico e anacrônico! Sem falar que os Oficiais QOPM querem ser chamados de excelência (MUITOS NEM 2 GRAU TEM) dando um treinamento de merda pros policiais! Brasil!

    NÃO VAMOS ACEITAR ESTA REESTRUTURAÇÃO IMORAL!

    ResponderExcluir
  30. Kkkkkkkkkkkkk,ta nesse curso porque quer,ninguém e obrigado,aOAB,tem que se preocuparcom os pais de familias sendo massacrados por criminosos,que eles mesmo defende em juizo,...se a pm tem que acabar,que acabe junto com a OAB e MP,um bando de imprestavéis.defensores de vagabundos!

    ResponderExcluir
  31. POLIGLOTA
    ENQUANTO O ROLAMBERG VAI ARROCHAR A PM E DIZ QUE A CIVIL É DIFERENTE DA PM É MELHOR QUE NÓS. O FREJAT TEM COMO PRIMEIRA MEDIDA AO ASSUMIR O GOVERNO REESTRUTURAR A PM.

    https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=6mC3G4vNGc0
    Assitistam o video exatamente apos 1 hora. 1:00:00


    https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=6mC3G4vNGc0


    jOFRAN SABATINA AO JORNAL DE BRASILIA

    ResponderExcluir
  32. Poliglota você e sua equipe estão de parabéns.Eu estava indeciso agora não estou mais.É FREJAT E POLIGLOTA25190 os melhores disparados

    ResponderExcluir
  33. ANALISE DA PROPOSTA DOS OFICIAIS20 de setembro de 2014 14:28

    boa tarde a todos,
    analisando a proposta apresentada no site da PMDF vi alguns fatos curiosos, vejamos: O quadro de oficiais será acrescido de 425 novos oficiais (a previsão hoje é de 967 e irá para 1392), enquanto que o quadro de praças será reduzido em 572 (tinha previsão de 16552 e se pretende reduzir para 15998), vê-se claramente que se quer tirar poder das praças e quer aumentar e muito a força dos oficiais. Observando o quadro QOPMA também se tem a mesma lógica, a previsão de vagas na lei atual (veja almanaque de oficiais) é de 352 oficiais QOPMA e o acréscimo com esta proposta será de aumentar para 400, ou seja, 47 oficiais administrativos é o que se pretende incluir no QOPMA, enquanto que no quadro QOPM o aumento do efetivo seria de 425. Sinceramente, acho que é muita ousadia querer aumentar o efetivo de oficiais desta forma e reduzir o efetivo de praças. Ora, o que é que a sociedade está pedindo? policiamento nas ruas (resposta obvia), mas se a realização do policiamento é realizado pelas praças, onde está a lógica em aumentar o efetivo de oficiais em +/- 50% e reduzir o efetivo das praças? outro fato que me intriga na proposta divulgada no site da PMDF é a quantidade de vagas no quadro oficiais veterinários e oficiais capelães. no caso dos veterinários há previsão é de 4 atualmente e iria para 9 (com a proposta) e os capelães tem previsão de 5 e continuaria com 5. Ora, qual o quantitativo de cães e cavalos da PMDF? e qual o quantitativo de Seres Humanos que trabalham na briosa? Acho que está tendo uma inversão de valores muito grande na nossa corporação. Um bom policial precisa estar bem com seu corpo, alma e espírito, logo, ter um efetivo tão pequeno pra cuidar da alma e do espírito do pm não faz sentido. precisamos muito mais de psiquiátras e capelães oficiais e também da criação do quadro dos assistentes dos capelães que seriam praças(pois tem muito praça trabalhando pro bem estar dos seus colegas de farda e não tem sido reconhecido pelo belo trabalho que fazem). Fica aí a dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Brasil-Estado é um país laico (o povo é que tem suas religiões). Penso que o quadro de capelães não se coaduna com o atual estamento legal da nação. Minha fé, minha religião, trago dentro de mim, além de frequentar a igreja da minha comunidade. O quadro de especialistas é muito mais necessário. Na PM há seguidores de várias religiões: católicos, protestantes, espíritas, budistas, etc; coisa das tradições da caserna.

      Excluir
  34. Poliglota acessei o vídeo do Frejat se compromissando com nossa reestruturação já no primeiro dia de governo. Por gentileza, disponibilize o trecho e coloque aqui no site em todos os tópicos que forem abertos para de mostrar para nossa família militar, quem de fato está do nosso lado, além de você. Grato. Sargento do 3º BPM cansado de golpes.

    ResponderExcluir
  35. Poliglota, estamos em campanhas eleitorais opostas, mas quero parabênizá-lo!

    Estamos realizando um trabalho de conscientização, na rede Whatsapp, desde que a ProposTa "vazou", para que os policiais não aceitem nada goela abaixo para que negociem e se esforcem em modificar os pontos absurdos dessa proposta de reestruturação.

    Contudo nessa última semana para meu espanto, a esmagadora maioria está Aceitando como cordeiros prontos a ir ao abate, sem nenhuma garantia que os pontos controvertidos serão alterados.

    Espero que possamos contar contigo até o fim, nessa luta para resistir, pois se eles não PRECISAREM NEGOCIAR CONOSCO, eles não irão NEGOCIAR, O MINIMO QUE O POLICIAL MILITAR DEVE FAZER PARA BUSCAR A IMEDIATA ALTERAÇÃO DOS PONTOS CONTROVERTIDOS DA PROPOSTA é LEVANTAR O BRAÇO PARA O NÃO!!!!!!

    Não JOGUE SUA CAPACIDADE DE DISCERNIR NA LATA DO LIXO!

    Se dizem que os ataques a proposta são eleitoreiros, pq apresentar uma proposta em ano eleitoral seria uma postura louvável?

    Quando um praça se manifesta politicamente sobre algum assunto, sente mão pesada do MILITARISMO,

    e quando o Alto Comando se manifesta politicamente, não está ferindo nenhum dispositivo do Estatuto dos Policiais Militares?

    Se pretendem nos Dividir para Conquistar, está na hora de se UNIR PARA RESISTIR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobres colegas do NCP,

      Não colegas do NCP, não estamos em campanhas opostas, apenas temos divergências de pensamentos. Desde que iniciamos nosso embate em 2012 para buscarmos nossa valorização que não desviamos nosso foco. Sabemos que nossa categoria está dividida, assim como nossos co-irmãos bombeiros militares, mas desistir jamais foi uma possibilidade cogitada por nós. Fico feliz em saber que os senhores chegaram também a esse entendimento e tenho percebido o esforço de cada membro desse grupo.

      Como explicitamos na matéria, e por mais que ela doa a muitos, infelizmente é a realidade. Nosso povo está querendo viver o momento esquecendo-se do seu próprio futuro. Não posso me calar.


      Eu sempre estive pronto para lutar em prol do coletivo, aliás, nossa bandeira desde o início, mesmo sob críticas.

      Não costumo levar a sério tantas críticas, pois geralmente elas partem de quem nunca tem compromisso com a nossa categoria. Apenas continuo meu trabalho e de meu grupo que, graças a Deus, têm me dado retorno ao que me propus a fazer.

      Fico feliz em saber que não só eu se preocupo com nosso futuro, mas outros que têm a mesma capacidade, ou mais, para somarmos forças em prol de dias melhores para nosso povo. Não desistirei, jamais! Tomei isso como um propósito a ser atingido e quero crer que Deus nos propiciará chegarmos lá.

      Não encaro a política como um ninho de inimigos, mas de pessoas com pensamentos divergentes. Mas a partir do momento que TODOS se convergem no bem COLETIVO isso se torna louvável.

      Uma coisa é certa NCP, os únicos que se preocupam conosco somos nós mesmos. A política nesse mundo das “autoridades” pertence a eles, mas creio que com união e segurança vamos fazê-los entender que somos uma CORPORAÇÃO e não um amontoado de apernas policiais.

      Estou unido, como sempre fiz, mesmo com poucos, mas confiante de que vamos transformar e para melhor nossa categoria. Conto com vocês.

      Grande abraço,

      Poliglota25190...

      Excluir
    2. POLIGLOTA BOA NOITE,

      ACREDITE NO SEU TRABALHO QUE É LOUVÁVEL E ESTEJA CERTO QUE NÃO SÃO POUCOS QUE TE APOIAM MAS MUITOS E MUITOS COLEGAS DE FARDA QUE LHE ADMIRAM PELA SUA CORAGEM E INTELIGÊNCIA!! FORÇA E FÉ .

      Excluir
  36. BOA NOITE POLIGLOTA E COLEGAS,

    TEMOS TANTOS MOTIVOS CONCRETOS PARA QUE ESSA REESTRUTURAÇÃO NÃO VENHA A SER IDEALIZADA QUE A AFLIÇÃO TORNA-SE TAMANHA NO SEIO DA CORPORAÇÃO.DEVEMOS PENSAR NO QUE REALMENTE SERÁ MELHOR PARA TODOS NÃO ATINGINDO SÓ O MOMENTO QUE PASSAMOS MAS LÁ ADIANTE QUANDO NOS DEPARAMOS NA RESERVA COMO MUITOS JÁ ESTÃO SOFRENDO AS CONSEQUÊNCIAS DA DEFASAGEM SALARIAL QUE NO DECORRER DOS ANOS SÓ DIMINUIU O PODER DE COMPRA .POR ISSO CONCORDO QUE TEMOS QUE NOS ATENTAR PELA LEI DE VENCIMENTOS Lei 10.486/02, PARA QUE SENDO REAJUSTADA TODOS SERÃO BENEFICIADOS E COMO AS ELEIÇÕES JÁ ESTÃO CHEGANDO E VAMOS VOTAR COM A CERTEZA NA VITÓRIA DO POLIGLOTA QUE TEM MUITO CONTRIBUÌDO COM SUA SAPIÊNCIA TRANSMITINDO COM SEU CONHECIMENTO INFORMAÇÕES AOS POLICIAIS E BOMBEIROS. ACREDITAMOS QUE 2015 SERÁ O ANO DA RENOVAÇÃO! VAMOS ACREDITAR E FAZER ESSA DIFERENÇA EM 05 DE OUTUBRO E MOSTRAR A FORÇA QUE TEMOS.POLIGLOTA, FREJAT E FRAGA.

    ResponderExcluir
  37. Ex aliado de Agnelo Queiroz, Rodrigo Rollemberg, tem passado sujo, no Ministério Público

    O velho caminho, com Rodrigo Rollemberg, ex aliado do PT-DF, que arranca votos com imagem de Marina Silva e Reguffe

    O Ministério Público Federal analisa representação apresentada pelo Diretório Central dos Estudantes da Universidade de Brasília (DCE-UnB), contra o deputado federal Rodrigo Rollember (PSB), candidato ao Senado pelo Distrito Federal. O documento, protocolado no MPF no dia 09 de março, apresenta uma série de denúncias que remontam ao governo de Cristovam Buarque (PDT), hoje senador, que concorre à reeleição. Na época, Rollemberg foi nomeado por Buarque como secretário de Turismo do DF.

    Documentos anexados à representação sugerem que, por meio de emendas parlamentares, Rollemberg teria destinado a entidades e órgãos públicos mais de R$ 25 milhões dos cofres da União.

    As denúncias apontam, também, supostos projetos fantasmas e organizações não governamentais (ONGs), beneficiados por emendas parlamentares e convênios, que não teriam cumprido os fins propostos, com correspondente prejuízo ao erário.

    A representação protocolada no MPF denuncia que a partir da nomeação de Rollemberg por Buarque, a empresa Link Design, supostamente de propriedade da cunhada do deputado, passou a ser beneficiada com licitações e contratos governamentais. A empresa teria sido montada a fim de levantar recursos para campanhas eleitorais, de acordo com a denúncia.

    Conta, ainda o denunciante, que paralelamente, e supostamente por indicação de Rollemberg, sua esposa foi nomeada para comandar a Coordenação-Geral de Documentação e Informação da Secretaria de Administração Geral do Ministério da Saúde, gestão do então ministro Jamil Haddad (PSB). Depois, a esposa de Rollemberg teria sido empossada no cargo de chefe da Gerência de Projetos da Saúde, daquele mesmo ministério.

    A partir daí, e de acordo com a representação, a empresa Link Design passou a ser contemplada com contratos do Ministério da Saúde, em projetos supostamente sob a coordenação da esposa do deputado; aponta, ainda a denúncia, que o deputado teria destinado mais de R$ 1 milhão por meio de emenda parlamentar para o Ministério da Saúde, em projetos coordenados por sua esposa.

    Outros contratos teriam sido assinados, de acordo com a representação, favorecendo a empresa. Assinatura de convênios com entidades culturais e Organizações Não Governamentais (ONGs) faria parte do suposto esquema de captação de recursos, conforme aponta a denúncia. Algumas dessas entidades estariam sob o comando de parentes e amigos do deputado.


    Fonte: Jornal Tribuna do Brasil / Lívio Di Araújo (Arquivo, 23 de setembro, de 2010).

    ResponderExcluir
  38. Muito bem NCP e Clayton. Quem ganha com isso é a instituição e seus integrantes. Nunca houve dúvidas de que o Poliglota seria o melhor representante de nossas categorias. O cara sabe ser inteligente e ao mesmo tempo humilde. Acho que temos que unir forças nesse momento e deixar as diferenças de lado em prol de todos. Vocês foram no mínimo sensatos. Poliglota hoje é consenso e não adianta quererem falar ou fazer o contrário. Há muito venho dizendo isso e agora a prova está aí. Todos nós ganharemos e isso é o que importa.
    Olho Vivo

    ResponderExcluir
  39. MARINA .40,GIM.144,FREJAT.22.............,POLIGLOTA.25190. TÁ DECIDIDO

    ResponderExcluir
  40. Ten poliglota, sou soldado e acabei de me formar como PRI.eira classe... Não sei se o senhor pode me ajudar, mas queria entender esse maldito aumento que o Agnelo deu, pois, meu contracheque para outubro, retirando o que ganhamos de retroativo, 292 reais, meu salário bruto está dando R$ 6.107,00 reais. Na tabela que o Agnelo passou de aumento que receberiamos a partir de outubro referente ao mês de setembro, consta que um soldado primeira classe receberia R$ 6.220,00. Se eu entregar os certificados de alguns cursos que fiz durante o CFP, acredito que aumente ainda uns R$ 160,00 reais, mas isso seria vantagem pessoal. Chegaram a falar que nosso líquido depois de formado seria em torno de R$ 5.700,00 a R$ 6.000,00. Mas na realidade está muito abaixo disso. Pois nem sequer o bruto chega a ser o que está na tabela passada pelo Governador Agnelo. Queria muito que o senhor me ajudasse, se puder, a entender isso. Torço muito para que o Senhor ganhe essas eleições e ajude a mudar a história da PMDF...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nobre, veja que na tabela do auxílio o valor para quem tem dependente é maior... você tem dependente?

      Excluir
    2. Tenho sim... Por isso que estranhei... O meu salário era para ser 6220

      Excluir
  41. Pessoal cada vez mais o nome POLIGLOTA vem se destacando dentro e fora da PM. POLIGLOTA vem mantendo uma postura coerente e corajosa na defesa dos interesses da PMDF e, sobretudo das praças. Alguém que foi praça 29 anos e encerrou sua carreira como QOPMA merece o nosso respeito. Mesmo sendo do QOPMA e estar na R.Remunerada não se furtou de lutar por aqueles que estão na ativa e também os que estão na reserva. Por isso, incontestavelmente a cada dia as praças não somente aderem a campanha mas, se tornam multiplicadores no sentido de conquistar mais eleitores para que o tenhamos na CLDF para representar as praças. O segmento civil, lideranças comunitárias, representantes de entidades e a sociedade de modo geral também vêm aderindo ao nosso candidato . Portanto, temos sim muita confiança de que o tão falado coeficiente eleitoral será alcançado e o POLIGLOTA será eleito. Contamos com cada praça da PMDF e CBMDF, seus familiares, amigos e conhecidos. Estamos na reta final e você pode fazer a diferença. SIM NÓS PODEMOS ! POLIGLOTA 25190

    Cb Parrini

    ResponderExcluir
  42. Se lermos o projeto com atenção, veremos que as promoções estão previstas de 4 em 4 anos sem dependência de vagas, mas a coisa não funciona bem assim! Muitos Sargentos ainda não dispõem do CAP e CAEP que é uma exigência para a promoção e tais cursos estarão sob o poder discricionário do Comandante Geral da corporação, cabendo exclusivamente a ele determinar o quantitativo de vagas e quando haverá tais cursos. E se partirmos do princípio de que somente 300 policiais são habilitados por ano, ao final e 4 anos teremos somente 1200 habilitados para as promoções com o interstício previsto e os demais NÃO SERÃO PROMOVIDOS.

    DATA MÁXIMA VÊNIA, À OPINIÇÃO EXPOSTA NESTE PARAGRAFO, CONTUDO, FAÇÃMOS A SEGUINTE ANALISE:

    O QUE SERIA MAIS VANTAJOSO PARA O PRAÇA POLICIAL MILITAR? CONTINUAR DEPENDENDO DE DOIS REQUISITOS, QUAIS SEJAM: A EXISTENCIA DA VAGA E A REALIZAÇÃO DOS CURSOS EXIGIDOS POR LEI OU REGULAMENTOS, QUE NO CASO SUB EXAMINE É O CAP E O CAEP, OU APENAS DE UM DELES QUE NO CASO SERIA A REALISAÇÃO DOS CURSOS? POSTO QUE A LEI ATUAL - 12.086/2009 - EM SEU ART. 38 § 1º INC. VIII e IV JÁ PREVÊ A EXIGENCIA DE TAL RREQUISITO PARA CONSTAR NO QA.

    NA MINHA MODESTA OPINIÃO, ACABAR COM A EXIGENCIA DE UM DESSES DOIS REQUISITOS, QUE NO CASO SERIA A DEPENDENCIA DE VAGA, E CONTINUAR DEPENDENDO APENAS DA REALIZAÇÃO DOS CURSOS, SERIA UM AVANÇO!

    SUB CENSURA

    ResponderExcluir
  43. irmaos, podem acreditar, eu já chorei ao saber que a galera está levantando a mão e aceitando o que eu chamo de Regulamentação do RQQ. Antes faziam tudo sem consentimento de lei, agora farão com base na lei. Quero ver o PM buscar o judiciário e ganhar alguma coisa. Levantar a mão pedindo aprovação de um projeto de lei que NÃO leu e NÃO debateu é a prova do analfabetismo. Só lamento a todos nós, inclusive eu 70 mil.

    ResponderExcluir
  44. SINCERAMENTE NÃO SEI PORQUE ESSE MELINDRE TODO, POR CONTA DESSA REESTRUTURAÇÃO, SEJA LÁ BENEFICIANDO OFICIAL OU PRAÇA, SEJA LÁ QUAL FOR MANDADA, QUANDO CHEGAR LA NO CONGRESSO ELA PODE SER ALTERADA PARA MELHOR OU PIOR, PODEM COLOCAR LÁ PROMOÇÃO TODO ANO, 2 MIL REAIS DE GRATIFICAÇÃO DISSO OU DAQUILO, NADA GARANTE QUE VAI PASSAR, ACHO QUE TANTO O OFICIAL COMO NOS PRAÇAS ESTAMOS FAZENDO TEMPESTADE ATOA, QUEM DECIDE É O CONGRESSO, E UMA REESTRUTURAÇÃO FEITA COM TANTOS ARTIGOS NÃO VALE NADA, PODEM MANDAR QUALQUER UMA, DOS OFICIAIS, DO PATRICIO, DO HALK, ATE O TIRIRICA FEZ UMA,PORQUE TANTO ESTRESSE?

    ResponderExcluir
  45. SERÁ QUE NINGUÉM VER ESSE AUXÍLIO-IMORAL, DIGO, AUXÍLIO-MORADIA EM QUE O CORONEL GANHARÁ 3.600,00 E O SOLDADO 1.200,00??
    OU TODOS GANHAM O MESMO VALOR OU NINGUÉM GANHA NADA!!!!
    NO MÍNIMO O PRÓXIMO GOVERNADOR DEVERIA REVER ESSES VALORES GRITANTEMENTE DESIGUAIS!!!

    ResponderExcluir
  46. DEPENDER DE CONCEITUAÇÃO MORAL DE SUPERIOR HIERÁRQUICO PARA OBTER PROMOÇÃO É UM ABSURDO DE INSEGURANÇA JURÍDICA!!!

    IMAGINA SÓ VOCÊ ESPERANDO UM TEMPÃO PARA RECEBER A PROMOÇÃO E RECEBER UM PARECER DESFAVORÁVEL?JÁ ERA PROMOÇÃO!!!

    SABEMOS MUITO BEM QUE UM POLICIAL OFICIAL SAIU NA MÍDIA COMETENDO CRIMES SEXUAIS CONTRA GARÇONETES NUM BAR E QUE O MESMO SOFREU SUAVÍSSIMAS SANÇÕES.

    AGORA IMAGINA UM PRAÇA NUMA SITUAÇÃO DESSAS???????

    ELE NUNCA MAIS CONSEGUIRIA PROMOÇÃO NENHUMA!!!! SEMPRE QUE CHEGASSE O TEMPO DE SER PROMOVIDO TERIA QUE TER A TAL CONCEITUAÇÃO MORAL E IMAGINA SE O COMANDANTE NUNCA CONFERIR TAL CONCEITUAÇÃO?

    VOCÊ FICA TOTALMENTE NAS MÃOS DE SEU SUPERIOR HIERÁRQUICO!!!

    SABEMOS MUITO BEM QUE O TRATAMENTO DE OFICIAIS E PRAÇAS É MUITO DIFERENTE E A MÃO PESADA DE UMA PUNIÇÃO SEMPRE PESARÁ MAIS PARA OS PRAÇAS!

    ResponderExcluir
  47. ATENÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!ATENÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    LEIA ATÉ O FIM É MUITO IMPORTANTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    CENTENAS E CENTENAS DE PROCESSOS DE LICENCIAMENTO SERÃO ABERTOS TODOS OS ANOS E TODOS OS ANOS CENTENAS DE POLICIAIS SERÃO EXCLUÍDOS DA CORPORAÇÃO!!!

    CENTENAS E CENTENAS DE PROCESSOS DE LICENCIAMENTO SERÃO ABERTOS TODOS OS ANOS E TODOS OS ANOS CENTENAS DE POLICIAIS SERÃO EXCLUÍDOS DA CORPORAÇÃO!!!

    COM ESSA NOVA LEI CENTENAS E CENTENAS DE PROCESSOS DE LICENCIAMENTO SERÃO ABERTOS TODOS OS ANOS E TODOS OS ANOS CENTENAS DE POLICIAIS SERÃO EXCLUÍDOS DA CORPORAÇÃO!!!

    SE JÁ NÃO BASTASSE A CONSTITUIÇÃO FEDERAL QUE JÁ PREVÊ PRISÃO MILITAR POR TRANSGRESSÃO MILITAR ,AGORA COM A APROVAÇÃO DESSA LEI QUEREM PIORAR MAIS AINDA A VIDA TÃO SOFRIDA DOS PRAÇAS ,MAIS AINDA!!!!!!!

    COM ESSA NOVA LEI TERÃO PODER LEGAL DE EXCLUIR E PERSEGUIR QUE BEM ENTENDEREM!!!

    O POLICIAL PRAÇA ESTÁ SENDO EXTREMAMENTE PREJUDICADO COM ESSA LEI QUE ESTÃO ENCAMINHADO.

    VEJA O PORQUÊ:

    TEM QUE SER MUDADOS MUITOS ARTIGOS NESSA LEI QUE QUEREM ENCAMINHAR!

    SERÁ MUITO FÁCIL O AZAR DO DESTINO EXCLUIR UM PRAÇA! PELA LEI QUE ESTÃO QUERENDO ENCAMINHAR BASTAM APENAS POUQUÍSSIMAS DUAS OU TRÊS SANÇÕES GRAVES OU MÉDIAS,NUM PERÍODO BEM CURTO DE 3 ANOS ,PARA QUE O POLICIAL JÁ SEJA ENCAMINHADO PARA PROCESSO DE LICENCIAMENTO À BEM DA DISCIPLINA E FIQUE IMPEDIDO DE SUAS PROMOÇÕES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    O SOFRIMENTO ESTÁ PIORANDO!!!!

    ESTAMOS REGIDOS PELO RDE, CÓDIGO PENAL MILITAR ! É EXTREMAMENTE FÁCIL VOCÊ COMETER SANÇÕES GRAVES OU MÉDIAS! SABEMOS QUE RECEBEMOS ESSAS PUNIÇÕES POR BESTEIRAS AS VEZES, VIRA-E-MEXE, E VOCÊ INDO À FORCA POR CAUSA DISSO?? SENDO LICENCIADO POR CAUSA DE DUAS OU TRÊS SANÇÕES MÉDIAS OU GRAVES????????

    PERDER O EMPREGO POR CAUSA DE SANÇÕES GRAVES OU MÉDIAS?????????????????????????

    ATÉ AS LEIS DO CÓDIGO PENAL CONTRA A BANDIDAGEM TÊM MAIS PRIVILÉGIOS E FACILIDADES!!!!!

    QUEM EM TRINTA ANOS DE SERVIÇO NÃO FOI PUNIDO OU INJUSTAMENTE PUNIDO??????????

    PODE ATÉ ACONTECER DE UM POLICIAL EM TRINTA ANOS NÃO TER PUNIÇÃO ALGUMA,MAS ESSA LEI ESTÁ MUITÍSSIMO RIGOROSA!!

    RIGOROSÍSSIMA! É A VOLTA DO MILITARISMO PURO!! SE VC TEVE ALGUMAS SANÇÕES GRAVES OU MÉDIAS JÁ ERA!!!!!


    RIGOROSÍSSIMA! É A VOLTA DO MILITARISMO PURO!! SE VC TEVE ALGUMAS SANÇÕES GRAVES OU MÉDIAS JÁ ERA!!!!!

    FOI PRESO ACIMA DE 10 DIAS???

    FOI PRESO ACIMA DE 10 DIAS???

    VCS DERAM UMA OLHADA NA LEI????????????

    JÁ ERAA!!!!!!

    NINGUÉM SABE O DIA DE AMANHÃ! VC ENTRA NO SERVIÇO E NÃO SABE O QUE VAI ACONTECER AS VEZES!!! TEM SUPERIORES QUE SÃO AMIGÁVEIS,MAS TEM OUTROS QUE QUEREM PRENDER TODO MUNDO!!!!!!

    CADÊ A SEGURANÇA JURÍDICA DO PRAÇA???????????????? CADÊ OS BENEFÍCIOS?????
    É SÓ PAULADA NOS PRAÇAS???????????????????

    COM A APROVAÇÃO DO TEXTO COMO ESTÁ CENTENAS E CENTENAS DE PROCESSOS DE LICENCIAMENTO SERÃO ABERTOS TODOS OS ANOS E TODOS OS ANOS CENTENAS DE POLICIAIS SERÃO EXCLUÍDOS DA CORPORAÇÃO!!!

    É O FIM DA TRANQUILIDADE E DA PAZ DOS PRAÇAS!!!!CHEGA DE INSEGURANÇA JURÍDICA!!!!!!!!!!!!!!!!! CHEGA DE INJUSTIÇAS!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  48. Amanhã, na folga, vou ter que ir pra essa porra de formatura onde só verei as caras só querendo é saber de promoção. Não vejo ninguém se manifestar por reposição de perdas salariais, quiça, aumento de ganho real de salário. O Praça que levantar a mão a favor da aprovação da proposta feita pelos estrelado, estará traindo sua Categoria. Ela não foi discutida com os principais interessados que são os Praças. Portanto, precisamos deixar de sermos a tropa conduzida como se gado fóssemos. Somos humanos e merecemos ser tratados em igualdade de condições como as outras categorias são tratadas. Essa proposta é conversa pra boi dormir. É boa só para os estrelados cadentes. PS: Estou completamente descrente com as eleições. Entretanto, em prol da categoria das Praças, vou votar no Poliglota porque é o único candidato da Corporação que apresentou propostas coerentes e sensatas que atendem os anseios das Praças. Praça véi.

    ResponderExcluir
  49. Para aqueles Praças que votaram a favor da aprovação da Reestruturação na reunião ocorrida hoje no IESB o tempo dirá, mas vcs deram um tiro no pé. Saí de lá completamente desiludido. Ela só vai beneficiar os integrantes em início de carreira porque encntrará uma Instituição já praticamente democratizada oriunda da luta travado pelos antigos. Quem é final de carreira ficará a ver navios. A vontade que deu foi de sentar o aço na cabeça. A briosa sempre foi e será pura desilução. É muito fácil´pros estrelados falarem que a reestruturação é boa porque o salário deles é excepcional. Onde já se viu um praça com 25 anos de serviço com um contra cheque de 6.000,00. Isso é uma pouca vergonha. O comandante-geral disse que só tá enxergando a Instituição a longo prazo. Lá pelo ano 2030. Que se foda o presente momento para aqueles que são final de carreira. Tenho ojeriza por estrelas decadentes.

    ResponderExcluir
  50. Caros colegas, temos que aprender a ganhar e buscar melhorar o que está ruim. Lembro-me que em certa época ofereceram para polícia militar e corpo de bombeiros uma merreca para implantação do risco de vida, fizemos o maior alvoroço dizendo que nossa vida não valia somente aquilo e na mesma época foi oferecida a PCDF uma gratificação de 3%, o que de imediato foi aceito, e assim transcorreu, a PMDF e CBMDF ficaram sem nada e a PCDF assim que recebeu a gratificação, constando no contracheque, foi até o governador e disse "Senhor Governador isso não está dando para pagar nada, é muito pouco" resultado, verificou que realmente era baixa a gratificação e aumentaram o valor porque ela estava criada e como nós não tínhamos risco de vida no contracheque não era possível fazer nada. Moral da história, também temos que ver os pontos bons existentes nessa proposta, o que precisamos fazer é aceitar e nos organizarmos politicamente para que as mudanças necessárias sejam feitas. Para quem não sabe, as Leis podem e devem ser modificadas para acompanhar o desenvolvimento, a 12.086 é o exemplo claro disso, nasceu há menos de cinco anos e poderá ser toda reformulada. Outro fato ocorrido em nossa histórica carreira foi a tentativa de um realinhamento proposto na época pelo Deputado Fraga, que a maioria das praças rejeitaram, parece que em dez anos o soldado sairia cabo, quinze 3º sargento e assim por diante, veja bem, se tivéssemos aceitado naquela oportunidade, os 3º sgt’s de hoje seriam subtenentes e os outros provavelmente oficiais, só que o nossa categoria sempre quer o muito, mas não sabe conquistar aos poucos. E olha não é querendo desagregar ainda mais a nossa classe, mas vejo que os novinhos estão querendo carreira única, o que também acho o mais correto, mais tem que se ver que nada impedirá essa conquista no futuro, tem muitos indo para reserva a partir de agora e pense bem, será que eles poderão aguardar 3, 4 ou 5 anos? Claro que não, vamos pensar naqueles que se nada mudar, vai embora como 1º, 2º e até 3º sargento, eles sim serão prejudicados.

    ResponderExcluir
  51. EXCELENTISSIMO SENHOR GOVERNADOR DO DF RODRIGO ROLLEBERG , COMO ELEITOR DE VOSSA EXCELENCIA DESDE O PRIMEIRO PLEITO, SEU ADIMIRADOR E CORREGIONARIO SUPLICO A VOSSA EXCELENCIA QUE RECEBA O DIGNISSIMO SR. TEN POLIGLOTA PARA UMA EXPLICACAO DESTAS DEMANDAS QUE AFLIGEM TANTO OS POLICIAIS MILITARES QUE ESTAO NO COMANDO DE V. EXCELENCIA CREIO QUE O MESMO TEM MUITO A CONTRIBUIR COM V. EXCELENCIA PARA UMA BOA GESTAO DA SEGURANCA PUBLICA NO DF.

    ResponderExcluir
  52. Tem que criar uma gratificação para os inativos urgente, para pelo o menos suprir a perda da etapa alimentação.

    ResponderExcluir
  53. Não me lembro de ter ou não aceitado o realinhamento do Fraga esse projeto tramitou mais de 10 anos no congresso e não se chegou a acordo por falta de vontade política, e o projeto não era lá essa coisas não a 12086 foi muito melhor falta agora só alguns ajuste que vai fazer fluir com mais rapidez as promoções. Com relação aos 3% essa conversa partiu do próprio do Fraga principalmente tentou passar para nós que no futuro teria um reajuste maior e nós bobinhos acreditamos e no final tomamos mais esse prejuízo. Quanto a rejeitar reajuste não existe isto se o governo federal sanciona o projeto e pronto no próximo tá no contracheque nunca vi alguêm entrar com requerimento solicitando abrir mão de reajuste isso é balela. O mais recente foi o auxilio moradia muita gente esperneou e no final ficou valendo o valor proposto pelo governo e por enquanto não vi nenhum solicitando devolver o reajuste. Acredito que a carreira necessita de ajuste e acho que o governo vai fazer isso aliás foi promessa de campanha.

    ResponderExcluir
  54. Só promocão não basta"....até que enfim cairam na real,por muito tempo trocaram aumento de salário promoção.o que foi cansaram das divisas?ou das responsabilidades que veêm junto com elas?

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com