terça-feira, 12 de agosto de 2014

NOTA DE ESCLARECIMENTO


Vimos através dessa esclarecer aos nobres colegas acerca de MAIS UMA reunião programada pela equipe Poliglota na data de hoje e que maldosa e covardemente está sendo utilizada por adversários com o intuito de dividir ainda mais nossa categoria.

Como de praxe, aqueles que nada têm a apresentar logo encontram uma forma vil de tentar desqualificar o trabalho que têm sido realizados por nossa equipe com afinco e respeito às categorias, disseminando inverdades e protagonizando conflitos entre os integrantes da corporação.

Assim como já realizamos várias reuniões com diversos batalhões que se interessaram em conhecer o Projeto 80/20, os nobres colegas operacionais (GTOP/ROTAM/GTAM/BPRV entre outros) decidiram se organizar, contataram-nos e irão conhecê-lo. Para nós é uma satisfação apresentá-lo e melhor, saber que existe interesse em conhecê-lo, afinal, trata-se de projetos com perspectivas para nossas carreiras.

Se observarem na lateral direita de nosso Blog, lá consta o nome e telefone de nosso Coordenador Geral de Campanha, Sgt Godói, para que as unidades que DESEJAREM AS REUNIÕES contatem e agende a mesma. E agora as unidades operacionais terão a oportunidade solicitada, que também é aberta a todos, inclusive a sociedade civil.

Portanto, esperamos que num momento onde nossos anseios estão sendo tratados com dignidade, seriedade e respeito, prudente seria que essas pessoas que nada podem ou têm a acrescentar apenas observasse e guardasse suas brilhantes conclusões para o mundo que criaram repleto de inércia, covardia e falta de união.

Em tempo: A reunião acontecerá na SHA Quadra 4, Conjunto 04, Área Especial 01 – Prefeitura Comunitária de Arniqueira/Águas Claras, às 20:00 horas.


Equipe Poliglota 25190...

8 comentários:

  1. Caro Tenente Poliglota, participei de uma reunião na cidade de Formosa Go onde o Sr fez uma breve explanação do projeto 80/20 achei muito interessante com relação a formula criada dentro do projeto para evasão de quem tem 30 anos e deseja ir para reserva entendo que isso seria um avanço e uma conquista para os praças já que vamos para reserva com muitas perdas no meu entender ficou meio vago o que seria as melhorias trazidas para o quadro de praça com relação as alternativas de melhorias salarias quais seriam os mecanismos utilizados dentro da nossa legislação, outro ponto e quanto a escala 12/24 e 12/72, como o Sr mesmo disse o que for considerado uma conquista não podemos perder então entendo que a escala 12/36 e 12/60 esta entre estas conquistas devíamos era melhora-la transformando-a em 3 por 1 igual foi anteriormente essa escala trará prejuízos no sentido que muda toda a rotina do individuo temos que pensar que alguem que trabalha 12 horas de dia vai sair as 19 horas, não tem como tirar voluntario a noite já que tem que ter 8 horas de descanso então imagine ele terá que entrar as 4 horas para poder parar as 13 horas por que temos que pensar que ele pode ter que ir responder no fórum que só funciona as 13 horas dependo do tempo que permanecer lá supondo já estará de serviço por 23 horas contando as 12 horas anterior mais 11 horas do voluntario e o fórum ou alguma sindicância, ipm dependendo do local em que trabalha terá que sair de casa 2 horas antes então lá se foi a folga de 24 horas como esse policial vai cumpri um bom serviço 12 horas noturnas temos que pensar ainda com relação os estudantes que terão uma rotina mais complicada no meu entender praticamente estaremos das 36 horas iniciais estaremos a disposição da instituição 23 horas não acho viável sem contar que a maioria hoje precisa do voluntario e se sacrificara mais ainda nas 72 horas de folga sem contar que você praticamente perde a organização social da sua rotina como lazer etc, outro ponto é quanto aos PCS que é um tipo de projeto totalmente desaprovado pelos policiais de rua já que não temos efetivo suficiente e os oficiais não abrem mão do controle do policiamento não sabem delegar só fiscalizar não há uma avaliação da efetividade do projeto, quem vai trabalhar sobre rígida fiscalização serão os mesmos que se encontram atualmente na rua uma formula de aumentar o efetivo seria trazer os que se encontram em secretarias de Governo só uma ideia, esse é ponto de vista em um primeiro momento mais o Srº mesmo disse que trabalhamos para a construção de ideias.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1º) Nobre colega, agradeço sua observação e desde já antecipo que esse estudo e apresentação das propostas é algo que com o passar do tempo pode e deve ser aperfeiçoado, com toda certeza.

      2º) Nesse quesito “melhorias salariais”, o próprio Projeto 80/20, conforme explanado, permite ao Governador do Estado, a critério de sua vontade política, discricionalidade e compromisso, atender de imediato aos anseios da classe (80%), porém sabemos que muitas Leis inerentes às nossas causas são de cunho federal, então os 20% restante passa a fazer parte do processo de negociação e pressão ao Chefe de Estado local para o bom andamento e cumprimento das necessidades, função essa cabível ao distrital eleito.

      3º) Na questão das escalas nobre colega, fizemos um levantamento por amostragem onde a maioria consultada achou que da forma como foi proposto os Serviços Voluntários Gratificados (SVG) poderiam ser melhor aproveitados, pois tanto para o policial quanto para a Administração o ganho seria eficiente e eficaz. Se analisarmos que com essa escala o policial só irá tirar seu serviço voluntário se ele realmente desejar, permitindo a reorganização de sua vida familiar e social, havemos de concordar que o objetivo fora alcançado. Infelizmente não podemos olhar só para um lado da balança. Ela precisa estar equilibrada, principalmente nesse primeiro momento, o que não impede de forma alguma que no futuro novas tendências possam ser aplicadas e inclusive aperfeiçoadas. Ademais, não podemos esquecer que sua aplicação, como foi comprovada através dos slides apresentados, se dará com o efetivo existente hoje na corporação. Você não pode esquecer que focamos nos dois principais fatores hoje existente na corporação que desagrada e aprisiona o policial, que é a falta de recursos e a má gestão na aplicação dos serviços voluntários. Se conseguirmos equilibrar esses dois quesitos, com toda certeza o restante será conseqüência.

      Espero poder ter esclarecido suas dúvidas e muito obrigado pela participação,

      Grande abraço,

      Poliglota25190...

      Excluir
  2. A desfaçatez, a inveja, a mentira, o desespero e o sortilégio são características de pessoas fracas e maldosas e que usam de meios torpes para prejudicar quem quer que seja. Levantem-se antes que o tempo finde e façam algo de louvor aos seus pares e não fiquem trazendo contendas e desavenças ao POLIGLOTA e equipe, pois tenho acompanhado o trabalho deste e de maneira alguma eles vos menosprezam. Façam como o POLIGLOTA e equipe, marquem suas reuniões e apresentem suas propostas e projetos, vamos unir e não espalhar.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  3. Irmãos de farda,

    Hoje, 12/08, pela manhã, mais uma vitória, mais um BATALHÃO conversou conosco. Bem vindos a família POLIGLOTA - SOBRADINHO, 13º bpm - Estou no aguardo que mais unidades nos procurem, afim de conhecer o que o POLIGLOTA 25190 pensa e buscará para a volta de nossa MOTIVAÇÃO.

    Obrigado

    SGT Godoi - Coordenador POLIGLOTA 25190
    8419-4118 OI/ZAP 9169-4447 CLARO

    ResponderExcluir
  4. Se por um acaso ele for impedido de se candidatar temos que observar quem tem mais chance de derrotar o PT essa gente deve ser varrida do DF.

    ResponderExcluir
  5. Desmilitarização da PM é apoiada por policiais

    Pesquisa da FGV ouviu milhares de policiais - civis, militares e federais - sobre a modernização das corporações. Respostas mostram que eles querem mudanças

    São Paulo - A insatisfação com a polícia brasileira está presente nas próprias corporações. Pelo menos é o que indica uma pesquisa de opinião feita com policiais brasileiros de todas as áreas sobre modernização na segurança pública.

    Conduzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), pelo Centro de Pesquisas Jurídicas Aplicadas da FGV e pelo Ministério da Justiça, o estudo entrevistou mais de 21 mil policiais.

    As respostas mostram a existência de uma maioria favorável à desmilitarização da polícia (veja na tabela abaixo). Foram entrevistados policiais civis, militares, federais, rodoviários e os bombeiros.

    Mais de 70% disseram concordar total ou parcialmente com a retirada das polícias militares e dos corpos de bombeiros como forças auxiliares do Exército.

    A modernização dos regimentos internos, a regulamentação do direito de greve (hoje negado aos PMs, pelo menos de forma legal) e um trabalho mais direcionado à cidadania são outras mudanças apoiadas pelos policiais.

    Quando perguntados qual seria o melhor modelo de polícia para a realidade brasileira, as duas opções mais votadas pelo policiais pediam por uma polícia integrada e civil.

    Quase 3 em cada 10 policiais afirmou apoiar a criação de uma nova polícia, de ciclo completo, de caráter civil e com hierarquia organizada em carreira única.

    Desmilitarização

    Embora 73,8% dos policiais queiram a desmilitarização, este índice varia quando são ouvidos apenas os interessados, isto é, a própria PM e os bombeiros. A diferença é grande entre os estados brasileiros.

    O Distrito Federal é o estado mais inclinado a essa desmilitarização, apoiada por 93,7% dos PMs e por 84,2% dos bombeiros. Em Minas Gerais, forma-se uma frágil maioria. Confira:

    Concordam total ou parcialmente Discordam total ou parcialmente
    Minas Gerais

    PM 51,60% 41,50%
    Bombeiros 29,70% 67,70%

    São Paulo
    PM 68,60% 29,70%
    Bombeiros 67,70% 29,40%

    Distrito Federal
    PM 93,70% 5%
    Bombeiros 84,20% 14,90%

    Bahia
    PM 81,60% 69%
    Bombeiros 69% 23,80%

    Pernambuco
    PM 90,40% 8,20%
    Bombeiros 80% 18%

    Rio de Janeiro
    PM 79,10% 17,70%
    Bombeiros 48,60% 49,30%

    ResponderExcluir
  6. A Reunião na Prefeitura de Arniqueiras será hoje às 20h? Pretendo participar.

    ResponderExcluir
  7. de uma coisa tenho certeza se o arruda não poder ser candidato o barbudo não terá melhoria no seu eleitorado, eu prefiro votar em um cachorro do que votar neste mentiroso que ai estar.

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com