sábado, 28 de junho de 2014

Perdão e Polícia

O exercício da atividade policial exige, inúmeras vezes, o uso da violência como forma legítima de exercício da profissão. Seja para proteger um cidadão inocente ou um colega de trabalho o policial precisa estar pronto para, em frações de segundos, tomar uma decisão que poderá levar a morte de outra pessoa. Mesmo nos casos onde esta outra pessoa é um marginal, um assassino, o policial, quando tem uma formação cristã, acaba se ressentindo de seus atos, mesmo que justificados juridicamente, pelo menos nas primeiras vezes em que é preciso utilizar tais medidas.

O problema do uso da violência é que, como toda situação desagradável, acabamos nos acostumando com ela e, algumas vezes, podemos chegar a tomar gosto por sua utilização. O evangelho já nos alertava sobre isso, o perigo de termos nossas mentes cauterizadas pelo pecado. Uma vez nesta situação perdemos a capacidade de discernir entre um comportamento adequado e um inadequado, ou melhor, entre o certo e o errado. E podemos ver policiais, antes empenhados no combate ao crime, se sujando em grupos de extermínios, grupos de vigilantes ou em qualquer outra atividade ilícita que julguem necessárias para atingir os seus “nobres” objetivos.

Na minha ótica abrimos espaço para este tipo de comportamento quando nosso coração está aberto a um sentimento mórbido e escuro, a vingança. Se o uso frequente da violência dessensibiliza nosso olhar ao sofrimento do próximo, mesmo que este seja uma pessoa má. A vingança permite que utilizemos nossos extintos mais baixos para expelir violência e ódio contra aqueles que, de alguma forma nos causaram dor, sofrimento, prejuízo ou dano.

No início concentramos essa violência nos “verdadeiros bandidos” aqueles que machucaram ou mataram um colega de serviço, que violentaram uma criança ou cometeram algum tipo de crime que, na nossa ótica, não merece perdão. Para eles a lei deve ser cobrada com o sangue dos inocentes. Contudo, em pouco tempo, este sentimento começa a contaminar todas as nossas relações e todos aqueles que nos causaram algum sofrimento acabam sendo dignos de nosso ódio e vingança. Alma e espírito doentes, se antes devíamos usar a violência de forma controlada, para ajudar as pessoas, agora ela nos controla e consome nossa alma.

Na nossa atividade é fundamental estarmos com as palavras do mestre sempre em nossas mentes:

Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas. Marcos 11:26

Perdoar não significa que a pessoa não irá sofrer a consequência por seus atos. Por exemplo, se um amigo marretar o para-brisas do seu carro, apenas para te irritar, é fundamental que liberar o perdão e não revidar a agressão. Entretanto, o prejuízo pode ser cobrado, de forma legal e sem violência, a confiança não será reestabelecida da noite para o dia, a relação de vocês precisará ser reconstruída.

Jesus estabelece uma condição para que sejamos perdoados de nossas iniquidades é que perdoemos aqueles que nos fazem mal. É importante lembrar que o perdão não é um sentimento, mas uma decisão. Não envolve vontade, mas decisão. Precisamos decidir perdoar, depois os sentimentos seguirão nossas ações. E se os sentimentos não vierem nossas ações devem falar mais alto. Senão fosse assim o Senhor não nos daria uma ordenança que não pode ser cumprida.

A caserna é prodiga em fabricar injustiças, podemos sentir isso na pele todos os dias, mas se desejamos proteger nossas mentes e almas do domínio da violência das armadilhas da vingança é preciso que estejamos comprometidos com o perdão, mesmo que os objetos de nosso perdão não o mereçam. Por que, afinal, nos mesmos não merecemos o perdão e a salvação de Deus, recebemos por sua maravilhosa graça.  

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. 1 João 1:9


Fonte: Blitz Digital

11 comentários:

  1. !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! URGENTE !!!!!!!!!!!!!


    POLICIAIS MILITARES ESTÃO SENDO OBRIGADOS A SUBIR NUMA TORRE DE OBSERVAÇÃO NA FAN FEST SEM ESCADA E SEM CORDA DE SEGURANÇA, ORDEM ABSURDA

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo texto que trás grandes lições, então fica assim o recado:
    Sr. Poliglota, não se embrenhe(por hora) para o lado da Câmara dos Deputados Federais, foque a Câmara dos Deputados Distritais e será perdoado por nós, OK.

    Bom dia à todos.

    ResponderExcluir
  3. perdoar é o maior ato de caridade, a caridade é sofredora, tudo suporta, não compactua com a injustiça. Que Deus dê a nos o Dom do perdão e força para lutar sempre pelos nossos ideais.

    ResponderExcluir
  4. pm podre,instituiçao falida e desmoralizada.tenho vergonha e nojo de vestir essa farda.ainda bem que estou próximo de me aposentar,nao aguento ser membro de uma instituiçao tao despresivel.amei quando o cmt geral escancarou que somos duas polícias,disse p/quem quisesse ouvir,que os verdadeiros policiais militares,estavam no clube dos oficiais.quem sair por último,por gentileza,apague a luz.

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente perdemos mais um colega. trata-se do 1º SGT IVANILDO RAMOS FERREIRA, MAT 20.083-2 E ESTAMOS COM UM OUTRO POLICIAL, QUE AINDA APURAMOS O FATO, EM ESTADO GRAVE VÍTMA DE ESPANCAMENTO.

    ResponderExcluir
  6. ALGUEM SABE ,cade a restruturação que sera enviada dia 2 de julho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tartaruga revoltada28 de junho de 2014 19:25

      Vc acredita em papai noel mesmo né policia? esquece isso. Vamos focar no dia 5/10/2014. Vamos eleger o nosso representante, e cobrar dele as nossas demandas.

      Excluir

  7. Policial militar morre durante troca de tiros na Colônia Agrícola Samambaia
    Militar aborda jovens suspeitos em festa e morre com um tiro no rosto. Ele ainda conseguiu atingir um dos suspeitos, antes de receber socorro

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2014/06/28/interna_cidadesdf,434983/policial-militar-morre-durante-troca-de-tiros-na-colonia-agricola-samambaia.shtml

    ResponderExcluir
  8. Olha as voltas que a vida dá... Quando ela dá pra evolução da pessoa, ótimo. O João de Deus vaiado por mais de 10 policiais e bombeiros na Praça do Relógio, ainda se acha o tal! Antes um ferrenho critico de Agnelo, agora é um aliado fiel do governador que nos fez 13 promessas de campanha e não cumpriu e que foi o pior repressor dos PMS e BMS. João figura como um dos traíras das corporações e dizem nas tropas que a diretoria da ASPRA tá rachada em função dessa adesão no mínimo estranha de João a reeleição de Agnelo.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo 12h00... Que história esta de restruturação... você acredita nisto ainda? o PT mentiu para nós... e acredita que as vésperas das eleições irão aprovar uma restruturação... Aguarde e veja... irão dizer... vote em mim que no próximo governo aprovo a restruturação....


    Ore todos os dias que consigamos colocar o Poliglota na Câmara Distrital pois este é o dono da única voz que gritará por nós...

    Sem imunidade parlamentar já fez o que fez, imagine colocando 15 mil pm´s em frente ao buriti como nosso representante e exigindo que o governo nos valorize... ainda verei este dia

    Que venham as eleições, pois eu, minha família, amigos e quantos mais puder daremos a você Poligloto a vitória... que será a vitória dos praças..


    SGT São Tião

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Sgt são tião, boa noite, concordo com o sr. que não haverá reestruturação, apenas enganação, é lamentável quando vejo os irmãos sonharem com com promessas levianas feitas por alguém descompromissados com nossa classe PM/BM. Porém de agora em diante aparecerá vários e vários enganadores querendo ser o pai da criança prometendo mundos e fundos, para salvador da pátria, más pensando em seu próprio umbigo, nenhum deles vislumbrará dias melhores em benefícios de pais e mães que sofrem colocando a sua própria vida em risco em defesa de uma sociedade ingrata, só Deus terá compaixão de nós. Poliglota se liga muitos tentarão denegrir tua imagem, seja forte em Cristo nosso protetor. ST RR/CFS/90

      Excluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com