quarta-feira, 7 de maio de 2014

Desmilitarização: Qual sua opinião?

Até o dia 15 de maio a página do Senado federal disponibilizou uma enquete solicitando sua opinião sobre a desmilitarização das polícias. Você, policial e bombeiro, podem ajudar a transformar. 

Você é a favor ou contra a proposta que desmilitariza o modelo policial, convertendo as atuais polícias Civil e Militar em uma só, de natureza civil?

Acesse o link abaixo e opine:


16 comentários:

  1. Eu e minha família votamos a favor da proposta.

    Esta é a hora de apresentar nossa vontade.

    abraços

    ResponderExcluir
  2. BOM, MUITO BOM MEU JOVEM!!!
    E ESSA PORRA MESMO..

    AJUDE A DIVULGAR:

    " Você é a favor ou contra a proposta que desmilitariza o modelo policial, convertendo as atuais polícias Civil e Militar em uma só, de natureza civil (PEC 51/2013)? "

    Leia o projeto na íntegra (http://www.senado.gov.br/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_mate=114516)

    ( X ) A FAVOR
    ( ) CONTRA

    OBS: AO ENTRAR NO SITE DO SENADO, ESSE CITADO PELO POLI.. A ENQUETE ESTÁ DO LADO DIREITO SUPERIOR!!

    - - -

    APROVEITO PRA DIVULGAR OUTRA ENQUETE!!

    LINK: http://www.citizengo.org/pt-pt/signit/6662/view
    LINK: http://www.citizengo.org/pt-pt/6662-queremos-jair-bolsonaro-presidente-do-brasil?tc=ty&tcid=3544106

    AMBAS SÃO PARA O MESMO ASSUNTO!!

    " Queremos Jair Bolsonaro Presidente do Brasil "

    Você quer um Brasil decente? Bolsonaro Presidente! O deputado federal Jair Bolsonaro oficiou seu partido, o Partido Progressista, solicitando que seu nome seja submetido na convenção de junho, objetivando candidatura a Presidência da República. Extraoficialmente, o PP só acolherá o pleito de Bolsonaro caso ele apresente números próximos a 10% de intenções de voto junto à opinião pública (IBOPE). A média de pessoas entrevistadas pelo IBOPE em pesquisas de intenções de votos para presidente é de 2.000 pessoas, e a página oficial de Bolsonaro no Facebook conta com quase 350 mil pessoas. Assine essa petição que será encaminhada a: Ciro Nogueira Lima Filho -- cujo endereço parlamentar é: Ala Teotônio Vilela gab. 01

    JÁ TEMOS 2.583
    VAMOS DÁ UM BASTA DE LADRÕES NO PODER!!


    NOVINHUUU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opinião: O Brasil precisa voltar a acreditar nas instituições

      Sem esperança resta apenas o caos!

      Não é de hoje que as nossas instituições gozam de pouca credibilidade. O tema é batido: a justiça é lenta e falha, os políticos são corruptos, a polícia abusa do poder. Dito isso, e parafraseando um famoso metalúrgico, nunca antes na história deste país se viu um clima de tanta desesperança com nossas instituições e nosso futuro. O metalúrgico tem boa parcela de culpa.
      Não, o PT não inventou nada disso, e os problemas nacionais não começaram em 2003 com Lula. Mas os petistas são responsáveis, sim, pelo agravamento da situação. Ao colocar as expectativas de muitos lá em cima, após décadas monopolizando a bandeira da ética na política, e ao se mostrar simplesmente o mais cínico e corrupto de todos os partidos, o PT colaborou muito para o esgarçamento social completo...
      O editorial do GLOBO de hoje concorda:
      Há uma séria questão nisso tudo que é a percepção popular — mesmo que não seja verbalizada por todos — da falência de instituições. A situação se agrava com o péssimo exemplo dado por partidos políticos, do PT ao PSDB, pelo envolvimento de correligionários em casos de corrupção. O mau exemplo do PT chega a ser mais daninho, por ter conquistado o poder com a aura de extrema seriedade e honestidade. Ao trair as promessas de defesa intransigente da ética, dá grande contribuição, infelizmente, ao descrédito da população diante dos poderes constituídos. Não há culpado único por todo este drama social.
      Após o escândalo do mensalão, abriram-se as comportas do cinismo e passou a valer tudo para se perpetuar no poder. É verdade que os eleitores têm culpa também. Dizem que cada povo tem o governo que merece. Pode ser. E eu mesmo apontei várias vezes o dedo para as escolhas que estavam sendo feitas, desprezando-se totalmente as questões éticas. Quando Dilma foi eleita, mesmo após claro abuso da máquina estatal em uma “democracia suja”, escrevi no GLOBO:
      O dia 2 de novembro foi escolhido como data oficial para a homenagem aos mortos. Gostaria de prestar aqui minha homenagem ao mais recente defunto brasileiro: a Ética. Seu falecimento gerou profunda tristeza em milhões de brasileiros. Não foi morte acidental, mas homicídio. Cinqüenta e cinco milhões de brasileiros executaram a Ética a queima-roupa, no dia 31 de outubro. As armas usadas: as urnas.
      Em sua coluna desta terça, Arnaldo Jabor escreveu talvez seu melhor artigo dos últimos anos, ao fazer um diagnóstico dos motivos pelos quais o Brasil “está com ódio de si mesmo”. O país, por meio da maioria dos eleitores, acabou trilhando um caminho que nos trouxe até aqui, em meio a esse clima de anomia, de desesperança, de raiva, intolerância e ódio. Ele diz:

      CONTINUA...
      NOVINHUUU

      Excluir
    2. CONTINUANDO..

      O Brasil está irreconhecível. Nunca pensei que a incompetência casada com o delírio ideológico promoveria este caos. Há uma mutação histórica em andamento. Não é uma fase transitória; nos últimos 12 anos, os donos do poder estão a criar um sinistro “espírito do tempo” que talvez seja irreversível. A velha “esquerda” sempre foi um sarapatel de populismo, getulismo tardio, leninismo de galinheiro e agora um desenvolvimentismo fora de época. A velha “direita”, o atraso feudal de nossos patrimonialistas, sempre loteou o Estado pelos interesses oligárquicos.
      A chegada do PT ao governo reuniu em frente única os dois desvios : a aliança das oligarquias com o patrimonialismo do Estado petista. Foi o pior cenário para o retrocesso a que assistimos.
      Invocando a profecia de Lévi-Strauss, Jabor alerta que podemos chegar a barbárie sem conhecer a civilização. Junto ao clima de ódio, há a mentalidade fatalista sendo alimentada, aquela que afirma a inevitabilidade de nossa desgraça. Recebo muitas mensagens de leitores com esse tom, alegando que só resta ir embora, e o último que sair que apague a luz. É a morte de qualquer esperança, a última que morre – e com boa razão: sem ela, o que resta? O niilismo, o caos!
      O Brasil mergulhou com o PT na era do maniqueísmo também: tudo se resume ao “nós contra eles”. Toda crítica construtiva ao governo foi tratada como ataque de um inimigo da nação. A imprensa, que mostrava os escândalos, trazendo luz como detergente das impurezas, era tratada como “partido de oposição”, uma “mídia conservadora e golpista”.
      O PT conseguiu o impensável: em véspera de Copa do Mundo, que será realizada no Brasil, nunca se viu um clima de tanta indiferença. Não há ruas pintadas, bandeiras penduradas, mascotes, nem mesmo febre de álbum de figurinhas, apesar de toda a campanha. Há a indiferença, ou mesmo a incerteza diante de várias ameaças de protestos e manifestações. O PT levou tão adiante o “pão & circo” que o tiro saiu pela culatra e o povo cansou. Jabor conclui:
      E o pior é que, por trás da cultura do crime e da corrupção, consolida-se a cultura da mentira, do bolivarianismo, da preguiça incompetente e da irresponsabilidade pública.
      O Brasil está sofrendo uma mutação gravíssima, e nossas cabeças também. É preciso tirar do poder esses caras que se julgam os “sujeitos da história”. Até que são mesmo, só que de uma história suja e calamitosa.
      Não há como discordar. O Brasil precisa resgatar alguma esperança no futuro, acreditar que um país desenvolvido se constrói solidificando as instituições republicanas, e que isso depende de nós, pois nada em nossos genes nos impede disso. É preciso dizer não ao fatalismo derrotista. É preciso enfrentar a ameaça com coragem e derrotá-la.
      Muitos, com razão, consideram as próximas eleições talvez a última chance de virar o jogo. Caso contrário, a Venezuela vem aí. Vamos aceitar isso passivamente? Ou vamos arregaçar as mangas e lutar para salvar nossa democracia?

      Fonte: Coluna do RODRIGO CONSTANTINO - 07/05/2014 - - 14:48:34

      NOVINHUUU

      Excluir
    3. Desmilitarização é um objetivo claro de enfraquecer as forças armadas, pois seria tirado este poder das mão do Exército (como força auxiliar e reserva) e entregaria nas mãos do Governo, ou seja, as forças armadas possuem, juntas, um efetivo de 350 mil homens e as forças policias chegam a 500 mil homens, então, assim como na Venezuela, o governo comunista tem o intuito de trucidar a única forma de oposição armada.
      Deve-se buscar uma melhoria na carreira e nao apenas desmilitarização, pq isso, por si só, nao resolve nada.
      b/2 - 2013 CBMDF

      Excluir
    4. 3.A DESMILITARIZAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR

      Desdobramento direto da casca de banana anterior (que para muitos é mero cavalo de Tróia desta), a desmilitarização da Polícia Militar é proposta antiga da esquerda brasileira, verdadeiro fetiche de grupos defensores de direitos humanos, acadêmicos especialistas em segurança e “bem pensantes” em geral, que vinculam a existência de uma “polícia militarizada” à manutenção da doutrina de segurança nacional da ditadura, à cultura de guerra, de combate e extermínio do inimigo, daí derivando para argumentos ainda mais absurdos como “polícia de extermínio da juventude negra, pobre e periférica”, dentre outros que, por equivalentes, são dispensáveis de citação.

      As antigas “força pública” (no caso de São Paulo) e guardas civis foram transformadas em “Polícia Militar” durante a ditadura, subordinando-se às forças armadas até a Constituição Federal de 1988 (que ainda manteve as polícias militares como “forças auxiliares e de reserva ” do exército, conforme o § 6º do art. 144 da CF). Essa mudança agregou às polícias ostensivas estaduais características típicas das forças armadas, como patentes, graduações, medalhas, condecorações, regulamentos e normas, além dos princípios de hierarquia e disciplina típicos de organizações de natureza militar.

      Como eram forças subordinadas a um regime de exceção, as polícias (tanto a militar quanto a civil) agiam de acordo com as diretrizes do regime. Claro que a defesa das liberdades e direitos democráticos não era uma diretriz das polícias à época.

      Na esteira da redemocratização, as polícias militares eram vistas como herança da ditadura a ser superada, quando não extirpada. Embora os constituintes não tenham modificado o modelo geral de organização das polícias, fatos como o massacre do Carandiru e a Favela Naval (ambos em São Paulo) deram força ao movimento de desmilitarização da PM, cujo ápice foi o anteprojeto de emenda constitucional do então Governador Mário Covas, que propunha a unificação das polícias civil e militar, com a supressão do caráter militar desta nova polícia.

      Até hoje, toda ação da PM violenta ou arbitrária é considerada culpa “do modelo militarizado de organização, resquício da ditadura, que forma o policial para exterminar o inimigo, e não proteger o cidadão”. Estas críticas escondem, além de indisfarçável ranço ideológico de uma esquerda que ainda considera as instituições militares inimigas a serem subjugadas, profundo desconhecimento da realidade das polícias.

      Os fatos que, nos anos 90, levaram às PMs à beira da extinção também foram o motor de profundas autocríticas nessas instituições, que em muitos estados se reinventaram e tornaram-se instituições verdadeiramente subordinadas ao Estado Democrático de Direito.

      Se as polícias não defendiam os direitos humanos, as liberdades e direitos democráticos à época da ditadura, não é por serem instituições militares, mas sim porque o Estado não era democrático. Considerar que instituições militares brasileiras são antidemocráticas por essência é um equívoco ideológico casuísta e cínico. Casuísta, porque seu objetivo real é revisar e subjugar as instituições identificadas como “pró regime militar” ou “direitistas”, e não aprimorar a segurança pública; cínico porque só considera antidemocráticas as instituições militares que não se submetem ao ideário “progressista”, por mais republicanas e democráticas que sejam.

      Continua ...

      Excluir
    5. Continuando...
      A desmilitarização das PMs não teria o condão de resolver os problemas reais das polícias no âmbito de formação, recursos, logística, equipamentos, armas, corrupção, tolerância, relações comunitárias, inteligências. Apenas lhes retiraria instrumentos de gestão e organização que, em boa medida, mantém a hierarquia e a disciplina tão necessárias para o controle de homens e mulheres cuja missão é manter a ordem social, combater o crime e garantir os direitos elementares, individuais e coletivos, da sociedade, atribuições estas para cujo exercício tais homens e mulheres recebem armas, e poder para usá-las contra esta mesma sociedade.

      Ser militar é, para muitos destes policiais, motivo de orgulho. As PMs hoje são, de fato e de direito, subordinadas ao poder civil. Desmilitarizar a PM não resolve, por si, nenhum dos problemas das polícias militares, apenas impõe-lhes a vontade de grupos cujo interesse maior é impor sua agenda ideológica, e não enfrentar os reais e graves problemas da segurança pública.
      Texto de Paulo Eduardo Martins
      Fonte: http://reaconaria.org/colunas/colunadoleitor/seguranca-publica-e-suas-cascas-de-banana/

      Vídeo sobre a desmilitarização: https://www.youtube.com/watch?v=mt8Y3y8nkTM

      https://www.youtube.com/watch?v=5fhQzdbwi-0

      Não caiam nessa armadilha, a sociedade e o Exército precisam de nós!!

      Felipe Moura Brasil, escreve um texto no site da veja, Esse link é muito importante que vc leia, ele demonstra "tudo" que vc saber sobre os passos do PT. http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/2014/04/22/o-perigo-e-a-falacia-da-desmilitarizacao-da-policia/
      "Minha questão é: como pode boa parte lutar ao mesmo tempo contra a instrumentalização da PF pelo PT e a favor do projeto de um petista que, seguindo a cartilha da ONU, centraliza ainda mais o poder federal, como aconteceu na Venezuela de Chávez e Maduro? Em nome da reestruturação da carreira, os agentes estão dispostos a fornecer este imenso poder ao adversário que agora denunciam?"

      Nesse link vc poderá encontrar os verdadeiros motivos do PT sobre a desmilitarização. ( vc certamente sabe que o autor dessa PEC é um petista!! De autoria de Lindbergh Farias (PT). Nao deixe de ler e pesquisar. Faça isso antes de emitir qualquer opinião. Não seja manipulado!! Procure a verdade vc mesmo!!!!!!

      http://conspiratio3.blogspot.com.br/2014/04/a-pec-51-do-pt-e-instauracao-do.html

      http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/2014/04/22/o-perigo-e-a-falacia-da-desmilitarizacao-da-policia/

      Estou tentando fazer minha parte, estudando, pesquisando e rezando!!!
      /2 - 2013 CBMDF

      Excluir
    6. Caro anônimo de 18:21 ou b/2 - 2013 CBMDF, por isso mesmo que são as forças armadas que devem intervir, por isso mesmo que elas DEVERIAM REAGIR e imporem-se como instituição do ESTADO, mas em vez disso seus comandantes estão trocando um cargo na Petrobrás, uma vaga em uma embaixada até de países africanos de 8º MUNDO, pelo silêncio, as formas desarmadas nos querem mesmo é como massa de frente para sofrer xingamentos, e mais uma vez fazer as pessoas comuns sentirem ÓDIO da polícia.

      Excluir
  3. QUAL FATOR POSITIVO DESSA PEC 51.?ALÉM DE DESMILITARIZAR,QUAL OUTROS BENEFICIOS????PORRA ALGUÉM TEM QUE EXPLICAR MELHOR!

    ResponderExcluir
  4. sou contra essa Pec 51 não podemos perder direitos adquiridos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MEU DEUS É POR ISSO QUE NOS HUMILHAM TANTO!!!!!COMO É QUE UM POLICIAL MILITAR PODE SER CONTRA A PEC 51?????SÓ EXISTE UMA FORMA DO PM TER DIREITO A TER DIREITOS É COM A APROVAÇÃO DA PEC 51!!!!!!

      Excluir
  5. sou contra essa Pec ela não trás benefícios e sim prejuízos como a perda de direitos como hospital, colégios , convênios e previdência

    ResponderExcluir
  6. ANTES DE SER CONTRA A PEC 51 TEM QUE LER, ELA REALMENTE TIRA A AUTONOMIA DOS GESTORES, mais nos praças já somos prejudicados mesmo sem essa pec 51 jamais teremos direitos a alguma coisa os nossso gestores seram fiscalizados por uma CORREGEDORIA GERAL QUE TERA O COMANDO DE INDICADOS PELO GOVERNO, atualmente a nossa só serve para nos investigar então para nos não muda nada.
    Art. 5º Ficam preservados todos os direitos, inclusive aqueles de caráter remuneratório e previdenciário, dos profissionais de segurança pública, civis ou militares, integrantes dos órgãos de segurança pública objeto da presente Emenda à Constituição à época de sua promulgação

    ResponderExcluir
  7. Mais essa pec 51 ,colega da 15:22,pelo que entendi....nós da direito ha que??você citou o art.5¤ da constituição,precisamos de mais clareza sobre essa pec.até agora só vejo fala da desmilitarização,nessa pec 51,tem mais slguma coisa que nos beneficie?

    ResponderExcluir
  8. a pec 51 diz que a policia sera unificada assim como os EUA e na EUROPA, a desmilitarizaçao para os militares e o resgate dos direitos trabalhistas perdidos pelos militares, por exemplo, o militar nao tem direito a greve o militar mesmo sendo servidor publico é treinado para a guerra para matar, sendo que trabalhomos para populaçao dai vem tanta truculencia na sociedade, irao sumir tbm abusos dentro da corporaçao que se refletem na rua...nao tem nada a ver com o governo termos nossos direitos resgatados ou vc acha que o governo vai querer os pms podendo fazer greve? greve é bom ou ruim para um governo? vcs querem continuar realmente com essa mesma segurança publica, ela esta boa? brincadeira né...

    ResponderExcluir
  9. https://www.youtube.com/watch?v=cGmYTRlUBL8 vcs entenderam bastante sobre desmilitarizaçao...

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com