quarta-feira, 19 de março de 2014

Rachel Sheherazade: uma heroína em tempos estranhos

Quero te convidar leitor, a vir comigo num exercício de imaginação. Use todo seu poder mental para figurar a seguinte situação: Suponha que você seja um policial; suponha que esteja trabalhando em uma viatura com seu colega. Imagine que esteja utilizando todo equipamento e armamento que o Estado disponibiliza: pistola, fuzil, algema, colete balístico, etc. Você está pronto para cumprir sua obrigação constitucional que é preservar a ordem e a segurança pública. Agora, imagine que você e seu parceiro depararam com um flagrante de crime. Tráfico de drogas. O flagrante te impede de aguardar reforço, embora o tenha acionado. Você aborda o criminoso, apreende a mercadoria, preenche toda aquela burocracia legal. De repente, você e seu parceiro se vêem cercados por outros marginais. Estes, com uma pá destroem sua viatura. Arremessam tijolos. Chutam seu parceiro e caminham na sua direção, desferindo um tapa na sua nuca. O que você faria? Antes de continuar lendo, detenha-se um pouco na solução desse enigma. Como você se comportaria diante deste quadro? Quero esclarecer que ele é real. Aconteceu recentemente com uma guarnição de policiais no Rio de Janeiro. Vamos às possíveis respostas:

Primeiro: vocês são dois policiais apenas, cercados por mais de 10 criminosos. Você é o legítimo representante do Estado, inviolável portanto no exercício de seu dever. Seu dever, como dito, é preservar a ordem e a segurança pública. Você dispõe de armas para isto mesmo, garantir sua segurança e a de terceiros. Além do mais, há um patrimônio público, a viatura, sob sua responsabilidade. Deixá-lo ser destruído implica em omissão. Então você usa os recursos que o Estado te deu, a arma de fogo inclusive. Alveja dois ou três criminosos, que morrem. Prende mais um ou dois. O restante foge. Sabe o que ocorreria? As filmagens nunca apareceriam. Os criminosos estavam desarmados. A imprensa divulgaria a chacina praticada por dois policiais contra civis desarmados. Você seria preso, excluído e condenado. Não necessariamente nesta ordem. Sua esposa te deixaria, pois não ficaria casada com um criminoso. Seus filhos, nunca te visitariam na cadeia até porque você não acha apropriado para eles ficarem frequentando presídio. Os direitos humanos pediria sua execução sumária. Esta não seria a melhor resposta então. Vamos para a seguinte.

Segunda: você e seu parceiro são resignados. Aceitam que destruam a viatura, calados. Também concordam que não devem usar armas de fogo pelos fatos narrados acima. Sujeitam-se apanhar um pouco, afinal o dano é menor. Os traficantes pegam a droga de volta e se dão por satisfeitos. Você sai agradecido, afinal não foi baleado e apanhar um pouco não é tão ruim. Seis meses depois alguém divulga as imagens. Seus filhos não querem que você vá até a escola na reunião de pais, pois temem que alguém descubra que você apanhou na televisão. Sua esposa conclui que você é um banana na rua e quer cantar de galo em casa. Seu chefe resolve abrir um procedimento por omissão, já que você devolveu a droga aos bandidos, não prendeu ninguém e os deixou destruir a viatura. Você será preso, excluído e condenado. Não necessariamente nesta ordem. Não conseguirá outro emprego. Os direitos humanos não te defenderão porque você tem(?) o Estado a seu favor. Também esta não seria a melhor opção. Vejamos outra possibilidade.

Terceira: você descobre que seu parceiro gosta de trabalhar, então dá um jeito de mudar de parceiro. Consegue um mais lento nas decisões e surdo, para não ouvir o rádio. Deixa de atender ocorrência, não atende o rádio, finge que está doente. Seus superiores começam reclamar da sua embromação. A sociedade também, pois querem PM que apanha, não que escamoteia. Logo descobrem que você é um peso morto. Começam a te punir sucessivamente até te excluir da corporação. Sua esposa, seus filhos, seus amigos descobrem que você é não só omisso, mas medroso, covarde, banana. Provavelmente não arrumará outro emprego, nem outra mulher, nem outros filhos. Amigos? Jamais. Esta também não é a resposta certa.

Quarta: você ora para nascer de novo. Deseja nunca ter sido policial na vida. Pensa em candidatar. Mas descobre que tudo isto é uma ficção, impossível de ocorrer. Então você começa a desesperar. Não deixará de ser policial jamais, esta cruz é que tem que carregar. Provavelmente você vai ficar maluco diagnosticado, mas vão dizer mesmo é que você amarelou. Voltamos ao quadro da resposta anterior. Então, fácil concluir que esta também não é a melhor resposta. Me ajudem aí (sic). Qual é a resposta certa?

Rachel Sheherazade é mais homem que muitos homens que conheço. Tem coragem de falar o que precisa ser dito. Dê-me dez iguais a ela e teremos um País diferente. As policiais deveriam lhe oferecer segurança, medalhas e oblação. Não fazem isto porque têm medo. Agora, uma deputada de que me recuso a falar o nome a processa por dizer a verdade. Dizer que não gosta de polícia pode, mas eu dizer que não gosto de bandido é proibido? Que País é este? Vou mandar meus filhos embora o quanto antes. Este não é um lugar de se viver.
(Coronel Avelar Lopes de Viveiros, comandante da Academia da Polícia Militar/GO)


Fonte: http://www.dm.com.br/texto/169627

10 comentários:

  1. Aluga-se
    Raul Seixas

    A solução pro nosso povo
    Eu vou dá
    Negócio bom assim
    Ninguém nunca viu
    Tá tudo pronto aqui
    É só vim pegar
    A solução é alugar o Brasil!...

    Hoje,com a representação política que temos,essas que inverteu os papéis,que defende bandido e achincalha a polícia,que apoia vagabundo corrupto,que trata baderneiro criminoso como manifestante,que se sustenta no poder a troco de promessas ;que não cumpre,que muda o discurso quando chega ao poder,...Enfim,depois de ver por longos anos que definhamos como sociedade a cada dia mais....tenho certeza que o Raul Seixas tinha razão.




    Parabéns à Raquel Sherazade,sempre falando com muita propriedade...diferentemente do nicho..Ops! do lixo político que nos representa....que dizer,pensa nos representar.

    70 MIL.

    ResponderExcluir
  2. A CLDF, COM 24 DEPUTADOS FAZ UMA CONVOCAÇÃO PARA ALGUMAS PESSOAS QUE NÃO VOU CITAR NOME, E NEM GOSTARIA DE CITAR. E NINGUEM,,,MAS NINGUEN MESMO COMPARECEM, O QUE ESTA ACONTECENDO COM A LEI ORGÂNICA DO DF. OU A CLDF NÃO TEM MORAL MAIS NESSE GOVERNO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. COM CERTEZA A RESPOSTA ESTA NO FINAL DO TEXTO.

      Excluir
  3. ESSA JORNALISTA, TEM O MEU RESPEITO!!!!MÁS MUDANDO UM POUCO O FOCO, ALGUÉM SABERIA ME DIZER POR ONDE ANDA O TAL DA BOLSA COPA, QUE SERIA DADO AOS POLICIAIS DOS ESTADOS E DO DISTRITO FEDERAL ONDE OS JOGOS SERIAM REALIZADOS ???? O PT TEM UM DÍVIDA COMIGO, COM OS MEUS FAMILIARES E AMIGOS, QUE LHE SERÁ COBRADO NO DIA 05 DE OUTUBRO, PT NUNCA MAIS, NUNCA MAIS MESMO.

    ResponderExcluir
  4. Bolsa qualquer coisa, menos Bolsa Copa, pois, seria para policiais e não para esse "bando" de desocupados que vive as custas dessas bost... bolsas. Essa era uma expectativa gerada e depois frustada pelo mesmo governo que a inventou. Disseram que seriam pagas à princípio pelo governo federal e posteriormente pelos Estados. Ai já viu né? Ninguém quer que policiais recebam algum benefício. Esses são nossos governantes!

    ResponderExcluir
  5. Rachel Sheherazade vc é perfeita para mim, neste momento eu gostaria de pedir vc em casamento, diga que sim....

    ResponderExcluir
  6. Quarta opção pra mim.
    Maluco diagnosticado.
    E o pior é ver o tipo de gente que me deu esse "diagnóstico".
    Talvez seja o lance do espelho, sei lá..

    ResponderExcluir
  7. Tenho 3 anos de polícia e já me "aposentei".. Isso foi no dia 18/02/2014. O dia em que ouvi um comandante dizer que eu não existo.

    ResponderExcluir
  8. SBT pode perder milhões de verba publicitária do governo por conta de Rachel Sheherazade
    Por Yahoo! Entretenimento | Notas TV – qua, 19 de mar de 2014 16:31 BRT
    Enviar
    Compartilhar1887
    Imprimir

    Rachel Sheherazade teria exaltado ações ilegais, segundo parlamentar (Foto: Reprodução)
    A pedido da líder do PCdoB na Câmara, Jandira Feghali, o governo federal estuda suspender a verba publicitária que repassa ao SBT. O caso está sendo examinado pela equipe do ministro Thomas Traumann, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom). A deputada acusa a emissora de apologia e incitação ao crime, à tortura e ao linchamento, por ter exibido os comentários da apresentadora Rachel Sheherazade. Segundo Jandira, a apresentadora exaltou a ação dos chamados 'justiceiros' contra um jovem de 16 anos, acusado de furto, no Rio de Janeiro.
    Leia mais:
    Renato Aragão deixa o hospital no Rio de Janeiro
    Cadú desmaia e descobre doença
    Atores de ‘Cheias de Charme’ se reencontram em ‘G3R4ÇÃO BR4S1L’
    Em 2012, o SBT recebeu R$ 153,5 milhões em verbas publicitárias do governo federal. Foi a terceira emissora que mais ganhou com publicidade para o governo, perdendo apenas para a Globo, que recebeu R$ 495 milhões e para a Record, que faturou R$ 174 milhões. O valor de verbas publicitárias destinadas ao SBT corresponde a 13,64%, dentre o que é gasto com todas as emissoras.
    Em entrevista ao site 'Brasil 247', Jandira explicou que não tem problemas com a jornalista, e sim com o que ela disse no ar: “Obviamente meu problema não é com a Sheherazade, ela tem abertura para fazer o que faz, mas estamos questionando o SBT, que viola a Constituição e dá espaço para a apologia ao crime. A ação entra em embate com o SBT. Ou tira do ar a jornalista, ou recebe punição. Ou muda a conduta, o que acho difícil”, disse ela.

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com