quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Liberdade de policiais é assunto para Justiça e PM resolverem, diz GDF

Por Ricardo Moreira
Policiais militares deixam entrada da Câmara dos Deputados, em Brasília (Foto: Isabella Formiga/G1).

Em nota, governo fala em 'expectativa de relaxamento da prisão' de PMs. Comando da PM ordenou a prisão de 12 por incitar atos de desobediência.

O governo do Distrito Federal divulgou nota na noite desta quarta-feira (26) informando que "reconhece como legítima" a preocupação manifestada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, sobre o protesto de policiais militares realizado durante à tarde no Congresso.

Um grupo de PMs ocupou a entrada da Câmara dos Deputados para pedir que 12 PMs presos por suposto envolvimento na operação tartaruga sejam soltos. O grupo, que também manifestou contra a proposta de reajuste salarial apresentada pelo GDF, deixou o prédio cerca de uma hora depois.

O GDF esclareceu na nota que há "expectativa de relaxamento da detenção dos policiais militares" e que diante disso, "as autoridades que presidem os inquéritos policiais militares (IPMs) e o Poder Judiciário" são responsáveis por analisar o caso.

PMs presos estão na Papuda
O estudante de aviação civil Elienai Meireles Sanches, de 22 anos, afirma que o pai, Valdez Sanches da Costa, 1° sargento do Batalhão de Polícia Militar Ambiental, foi preso injustamente por incitar outros policiais a aderirem a atos de desobediência e desordem.

O PM foi preso na sexta-feira passada (21) depois de ter se recusado, segundo o filho, a dirigir uma viatura da PM. O pai diz que concluiu um curso para direção de veículos, mas que essa habilitação não vale para um tipo de caminhonete nova adquirida recentemente pela corporação, segundo o relato de Sanches.

O estudante conta que o pai estava com a família em casa quando recebeu uma ligação do comando da PM solicitando que ele comparecesse no batalhão onde servia. Costa saiu de casa por volta das 16h. Chegando ao batalhão, foi chamado para uma reunião que só terminou à noite. Foi quando o filho conversou com o PM por telefone. "Ele disse que não iria voltar para casa naquele dia e pediu que nós não nos preocupassemos com a situação. Ele acreditava que iria ficar preso por pouco tempo".

Sanches diz que o pai está na PM há 27 anos e que nunca cometeu atos de indisciplina. O policial está numa ala do presídio da Papuda, chamada de Papudinha, onde ficam presos os policiais militares. As visitas só são liberadas aos sábados.

Costa e outros sete policiais militares, que também foram presos por incitar atos de desobediência, disse Sanches, ocupam celas individuais. "Eles tem autorização para pedir que funcionários comprem comida de fora. As refeições são preparadas lá mesmo", contou o estudante. "Meu pai está num estado emocional muito abalado e já emagreceu bastante. Em toda minha vida, o vi chorando poucas vezes. Após saber que minha mãe e minha irmã tiveram que ficar nuas durante a revista antes de visita-lo ele desabou", afirma o filho do PM.

Reajuste
No último dia 18, uma assembleia marcada por oficiais, realizada no Clube de Oficiais da PM, decidiu aceitar a proposta de reajuste feita pelo governo do DF à categoria. Na manhã da mesma data, outra reunião em frente ao Palácio do Buriti havia rejeitado o plano de reajuste e reestruturação da categoria.

O GDF ofereceu aos policiais militares reajuste de 22% nos salários escalonado em três anos, para aproximar os salários da PM com os da Polícia Civil. No caso dos benefícios, os reajustes variam entre R$ 560, para praças, e R$ 1,2 mil, para oficiais. Pela proposta, o pagamento será feito com recursos do governo local, por meio de decreto.

Operação tartaruga
Policiais militares entraram em operação tartaruga em outubro do ano passado para reivindicar reajuste salarial, reestruturação da carreira e pagamento de benefícios a PMs em atividade e policiais reformados. O governador Agnelo Queiroz afirmou que o movimento tinha caráter político.

Por participação no movimento, doze policiais militares foram presos entre a última quinta e sexta (20 e 21). Os policiais presos são suspeitos de vários crimes militares, incluindo incitação à desobediência, incitação à violência e publicações indevidas. O primeiro deles, preso na noite de quinta, é um soldado suspeito de desacatar ordens de superiores.

Segundo o corregedor-geral da PM, Civaldo Florêncio, os policiais divulgaram postagens em redes sociais e espalharam e-mails sobre a operação tartaruga. "Não se tratam de bandidos ou marginais. Essas medidas visam reestabelecer a ordem e a hierarquia dentro da PM", disse.

A previsão é que os policiais fiquem presos por 30 dias, período que pode ser estendido até o fim do inquérito. Foram abertos processos administrativos contra os policiais presos nesta sexta. Os processos podem originar de advertência até a expulsão da corporação, explicou o corregedor. Além disso, os policiais podem pegar até dois anos de prisão caso sejam condenados.

A categoria ficou dividida depois que o GDF encerrou as negociações sobre reajustes salariais publicando, na quarta, dois decretos. Os líderes das associações decidiram em reunião não se posicionar contra a medida, mas anunciaram que vão enviar carta de repúdio a Agnelo Queiroz.

Em um e-mail divulgado na noite de quarta, havia orientações para que a categoria boicote as atividades. Entre elas, está até mesmo dar informações incorretas a turistas estrangeiros durante a Copa do Mundo, orientando-os a ir a lugares a mais de 40 quilômetros do centro de Brasília, onde ocorrerão os jogos.

"[Sobre] informações aos turistas estrangeiros: oriento-os de maneira incorreta (mande-os para o Sol Nascente, Águas Lindas, Planaltina, Vale do Amanhecer etc.), e só os ajudem, claro, de forma incorreta, se ele (estrangeiro) souber falar português (mesmo que o policial saiba falar outra língua)", diz o e-mail que circula entre os PMs. O texto não é assinado.

Fonte: Portal G1 DF - 26/02/2014

15 comentários:

  1. ELEIÇÕES PARA GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL DE 2014 E PARA PRAÇA DA PMDF E DO CBDF RESOLVEREM DIZ OS PRAÇAS DA DUAS CATEGORIAS .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. traduz ai pra nós?disse coisa com coisa.

      Excluir
  2. PODE TER CERTEZA O SENTIMENTO DOS PRAÇAS ESTA FERIDO, POIS O HOMEM PAI DE FAMILIA HUMILHADO E MASSACRADO COMO NÓS PRAÇAS ESTAMOS SENDO NESSE GOVERNO DO PT, ACHO MUITO DIFICL VOLTAR COMO ANTES, VEJO UM CLIMA MUITO RUIM NOS QUARTEIS E OS COLEGAS BASTANTE UNIDOS. ATE AS ELIÇÕES VAMOS FIRMAR.

    ResponderExcluir
  3. Na verdade o que tem ocorrido é uma afronta a constituição federal. O governo do Distrito Federal em conluio com o comando das duas corporações tem tentado desestabilizar um movimento legitimo de pessoas que estão lutando por seus direitos. O que vemos é a falta de preparo para do sr Agnelo para ser governador, durante a campanha politica fez diversas promessas para as duas corporações e não cumpriu, como todos os governos anteriores fizeram por saber de antemão que poderiam ludibriar os policiais e bombeiros e que caso houvesse manifestações usariam o regulamento de forma indiscriminada para punir alguns, no intuito de enfraquecer os outros. O que esse governo incompetente não sabia era que as corporações não são as mesmas de outrora e que hoje os policiais e bombeiros estão mais esclarecidos dos seus direitos e deveres. Esse pensamento retrogrado que "alguns oficiais" ainda trazem de que são os deuses da verdade e do poder está sendo vencido aos poucos pela união e garra dos que não aceitam serem tratados como inferiores por serem praças. Porque o comandante fala que tudo esta bem quando nada esta? O governo e o comando pensa que engana a quem? apenas a população menos esclarecida que não tem a cesso as páginas da web, pois estão estampados em todas as paginas sociais a indignação das praças das duas corporações com o descaso com que são tratadas. Investimentos em viaturas? em quarteis? em equipamentos? E o investimento no ser humano que vai usar e manusear esses bens? Quem esta nas ruas diuturnamente utilizando esses gastos em defesa das pessoas e zelando pelo sono tranquilo do eleitor que elegeu esse governo incompetente? E muito comodo para um comandante que recebe um salario acima de suas capacidades utilizar o poder nefasto da ditadura para prender quem vai contra seus interesses, e ao mesmo tempo utilizar a maquina do estado para satisfazer seus anseios próprios e de seus asseclas. Não devemos nos calar diante de tanta atrocidade e arbitrariedade que foi cometida nesses últimos dias, vamos nos unir com mais força pela OPERAÇÃO LEGALIDADE e devemos conclamar nossos parentes, família, amigos a divulgar nossa insatisfação com a prisão de pais de família que trabalharam duro por anos a fio pela instituição e hoje amarguram estarem trancafiados como bandidos enquanto quem deveria estar na papudinha era um coronel que devido sua ficha pregressa ser vergonhosa para o bom nome da Policia Militar fechou com chave de ouro cometendo em apenas uma noite vários crimes militar considerados gravíssimos pelo regulamento que os oficiais tanto se vangloriam de usar contra os praças. Onde se encaixa nesses crimes o comando da corporação que foi omisso e conivente com essa triste vergonha ??? VAMOS A LUTA COMPANHEIROS. EU EXISTO, VOCÊ EXISTE, NOS EXISTIMOS. LEGALIDADE.

    ResponderExcluir
  4. EEEE?????,MAIS QUEM, MANDOU PRENDER.??ISSO SÓ PROVA O CARATER DO "GDF".

    ResponderExcluir
  5. OPERAÇÃO LEGALIDADE ATÉ SERMOS OUVIDOS. É PARA PRAÇAS DA PM E BM RESOLVEREM .DISSE OS PRAÇAS UNIDOS E COM DEUS NO BARCO JAMAIS AFUNDAREMOS . SGT PM AO LADO DOS OPRIMIDOS POR ESSE SISTEMA FALIDO DE LIMITARISMO .

    ResponderExcluir
  6. Quem diria. Um governo do PT, que sempre diz lutar ao lado dos trabalhadores, tomando atitudes arbitrárias e ditatoriais. Repreendendo e oprimindo quem simplesmente luta por promessas feitas e assinadas em campanha. Além de não cumprir as promessas ainda esmaga sem dó pais de família e duas corporações que lutaram para eleger este governo.

    ResponderExcluir
  7. Vamos convocar todas as praças da PM e Bombeiro na Câmara Federal para a soltura dos nobres policiais!!!!
    Anistia já!!!! Pois não são bandidos!!!

    ResponderExcluir
  8. Jorcelina diz:
    A Operação Tartaruga dos policias operacionais (PM) tem novo slogan: MUDA BRASIL JOAQUIM BARBOSA , PRESIDENTE !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo e aprovo, essa é a idéia.este pais esta uma vergonha,rasgaram a constituição,vivemos uma democradura,nada de liberdade e nem de expressão,apenas perseguições, indenticas a epoca da ditadura,direitos cerciados,mordaças,nada mais,vergonha que se encontra este pais.

      Excluir
    2. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK até rimou.
      Que nome , heim.

      Excluir
  9. MAIS,SEU AGNELO,SE O SR.MANDAR PRENDER TODA A PM,NÃO VAI SOBRAR NINGUÉM PRA COBRIR O CARNAVAL! TEM CERTEZA QUE O SR.VAI SER CANDIDATO?OLHE,NÃO PERCA O SEU TEMPO, E NEM O SEU DINHEIRO SUAAAAAADU,!!kkkkkkk

    ResponderExcluir
  10. Tenho a ligeira impressão que tudo que esta acontecendo esta simplesmente provando a total falência de se fazer segurança baseado num regime de séculos atrás e que agora começou a ruir simplesmente por falta do ato principal que é valorizar aqueles que estão no FRONT pais de família arriscando suas vidas e sem respeito de quem os manda para este mesmo front.Se o líder de uma instituição deixa de ter respeito por cada indivíduo e passa a ter o respeito pelas massas,está acabado.
    Praça Cansado

    ResponderExcluir
  11. Podem chamar do que quiserem: tartaruga, legalidade, etc; mas a verdade que esse sentimento de desilusão e descrença não acaba facilmente.

    Acredito que é o PT arroxando para depois apontar uma solução mágica: a PEC 51, que será o definitivo golpe em nossa combalida democracia.

    Lembrem-se das palavras do Ministro Joaquim Barbosa que disse hoje no julgamento do mensalão: "esse é apenas o começo", referindo-se à pretensão do PT transformar nosso país em ditadura Cubana.

    ResponderExcluir
  12. Se tentaram matar os teus sonhos
    Sufocando o teu coração
    Se lançaram você numa cova
    E ferido perdeu a visão

    Não desista, não pare de crer
    Os sonhos de Deus jamais vão morrer
    Não desista, não pare de lutar, não pare de adorar
    Levanta seus olhos e vê,
    Deus está restaurando os teus sonhos, e a tua visão

    Recebe a cura, recebe a unção
    Unção de ousadia
    Unção de conquista
    Unção de multiplicação

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com