terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Qual a importância da Polícia?

Perdoe-me aqueles que têm uma visão diferente ou mesmo aqueles que não merecem ler algo do gênero, mas tenho muitos anos na corporação e a única coisa que consigo enxergar é a sensação que a cada vez mais nos aproximamos do conceito de DEMAGOGIA. Até quando é interessante afirmar que há união em busca de projetos e ideais comuns? E, por quê não dizermos necessidades comuns? Por que tanta segregação e ideais diferentes em uma instituição secular? Por que não conseguimos evoluir em perfeita consonância com os interesses de suma sociedade moderna? Por que ainda somos, por uma grande massa, massacrados e hostilizados?

Somente quem luta dia após dia aqui dentro, dedicando sua juventude, saúde e muitas vezes a família e a própria vida sabe o que é ser um policial.

É cristalino como água que nem todos não se esmeram da forma, que alguns andam a sombra de guerreiros e guerreiras, mas nem mesmo as empresas mais renomadas e organizadas têm "funcionários" do mesmo padrão. Quando entramos na Policia Militar trazemos conosco todos os sonhos de querer transformar o mundo, ou pelo menos corrigir a escória de uma sociedade imperfeita. Ledo engano, dia após dias, percebemos como é a realidade. Uma realidade em que não se pode confiar em um modelo técnico legislativo e judiciário que nos permita extirpar as mazelas sociais. Ou afinal quem nunca pensou "Acabo de entregar o inimigo para o Estado, agora é com Ele". Dia seguinte, ele está nas ruas novamente. E quem dera se tivéssemos apenas "nossos inimigos naturais", há ainda uma politica autocrática e radical dentro de um sistema ultrapassado.

Temos ao longo de nossa carreira que conviver com decisões subjetivas que envolvem o arbítrio decisório de cada Gestor. Sabe-se que a Policia é feita de homens e mulheres, mas não para eles, somos feitos para o Estado, para a sociedade. Uma sociedade que não nos ampara e não nos valoriza. E mesmo assim fazemos um juramento de protegê-la. Afinal essa é nossa razão de ser.

Todavia, mesmo sabendo que não somos valorizados, deveríamos ao mesmo tempo ter alguém que nos representasse, que nos apoiasse e que sempre estivesse disposta a travar "batalha" em busca de melhores condições de trabalho (seja a que nível for: salários, benefícios, instalações, treinamentos, equipamentos, normas), enfim, DIGNIDADE. Talvez recebendo o melhor pudéssemos dar o melhor.

Com essa sensação questiona-se: QUAL A IMPORTÂNCIA DA POLICIA? Duas são as repostas: NENHUMA e IMPRESCINDIVEL.

Quando tudo está em perfeita normalidade, quando nenhum bem é agressivamente retirado de seu legitimo proprietário, quando nenhuma vida é ceifada, quando ninguém se sente ofendido ou lesado em seus direitos, NENHUMA. UM ESTADO UTOPICO.

Mas quando o Estado está em caos ou quando o Estado não tem respostas a uma MIDIA INTERESSEIRA, a culpa é da Policia, seja por Ação ou Omissão. As agressões vista nacionalmente entre torcedores do Atlético Paranaense e Vasco, em Joinville, é um bom exemplo. Tudo estava perfeito até que o caos se estabeleceu. Aí sentiram a falta da Policia. Mas, antes, por interesses particulares, a desprezaram. Com o caos ela foi necessária e PIOR ainda ventilam que houve falhas da própria Corporação. E esse é apenas um exemplo.


O sentimento que fica é que somos apenas instrumentos de uma politica de Estado em conluio com interesses partidários... Somos a policia que aquele momentâneo Estado quer que sejamos, somos utilizados de forma conveniente, não somos feitos para uma NAÇÃO.

VALORIZAÇÃO JÁ!!!! QUANTO VALE A VIDA DE CADA UM DE NÓS!! SOMOS OS MÉDICOS, OS JUÍZES, OS CONCILIADORES DE UMA SOCIEDADE SUJA! ESTAMOS EM TODOS OS LUGARES EM QUALQUER HORA! TOMAMOS DECISÕES IMEDIATAS! NOSSO TRABALHO É SALVAR A SOCIEDADE!!! QUER ALGO MAIS IMPORTANTE QUE ISSO??? VALORIZAÇÃO.....

Sentimento de um anônimo postado no blog - Atualização

45 comentários:

  1. Sobre a pergunta do texto, gostaria de saber de qual Polícia o anônimo se refere, pois são tantas, Bom, se a referencia é lançada sobre a Polícia Militar considero de suma IMPORTANCIA principalmente aos CORONÉIS, pois os Policiais Militares marcham e batem continências há esses semi-deuses e isso é grande valia para a Segurança Pública.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. continência ajuda muito, ora - outro dia me utilizei da continência, fiquei lá paradão prestando minha continência, enquanto isso a criminalidade ô....só crescendo. Governador a culpa é sua.

      Excluir
    2. Concernente a Policia Militar, também acho de suma importância, alunos em formação (praças /oficiais) fazerem FAXINA DIARIAMENTE, isso trás grande sensação de segurança a comunidade.

      Excluir
    3. Talvez assim como o serviço de sentinela e de guarda.

      Excluir
    4. O PIOR NÃO É ISSO.. E SABER QUE NO ÚLTIMO CONCURSO, OU MELHOR O QUE AINDA ESTÁ EM ANDAMENTO.. A PM ABRA VAGAS PRA CORNETEIRO!! DAÍ VOCÊ TIRA QUE QUEM ESTÁ LÁ EM CIMA.. NÃO QUER QUE ESSE ESTIGMA MUDE!! QUANTO MAIS SUBORDINADOS PRA FAZEREM SUAS VONTADES DE EGO, MELHOR!!

      NOVINHUUU

      Excluir
  2. POLIGLOTA A HORA É AGORA. JÁ SÃO 1018 ASSINATURAS NA ASSOCIAÇÃO ÚNICA. VAMOS ENCAMPAR ESSA LUTA COMPANHEIRO. NINGUÉM MELHOR DO QUE VOCÊ PARA TOCAR ESSE PROJETO ADIANTE JUNTO COM O NMU. VAMOS ASSINAR GENTE. ATÉ O DIA 12 VAMOS LANÇAR UM DESAFIO DE ATINGIR 1.500 ASSINATURA. SÓ JURÍDICO E PUBLICIDADE.NADA DE CORTE DE CABELO,CAMINHÃO DE MUDANÇA,PASSEIO EM CALDAS NOVAS.
    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184
    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184
    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SÓ PARA DESCONTRAIR E REFLETIREM SENHORES

      EM DEZEMBRO DE 2012

      TIREI DO CONTRA CHEQUE AS SEGUINTES ASSOCIAÇÕES

      C.A.P E ASPRA

      COLOQUEI OS VALORES DOS RESPECTIVOS DESCONTOS MENSAIS EM UM COFRE

      SABE QUEM SORRIU

      MEUS FILHOS AO ABRIREM TAL COFRE

      ECONOMIA

      70,00 C.A.P X 12 TOTAL 840,00
      100,00 ASPRA X 12 TOTAL 1.200,00
      ECONOMIA--------------------------------------2.040,00

      RESULTADO

      PRESENTINHO DE NATAL PARA OS NINOS

      ABRAÇOS

      Excluir
    2. Certíssimo você, estou fazendo o mesmo, gostei da ideia.

      Excluir
  3. Porque nao colocar em votação no dia da assembléia a criação da associação única.

    1sgt tartaruga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para o pessoal do NMU serem taxados de querer rachar o movimento? Tome tento homem. Ou já se esqueceu que o Fórum é composto por associações? Se o pessoal do NMU fizer uma coisa dessas em cima do carro de som pode acontecer uma briga generalizada proporcionada pelos presidentes dessas associações. Acho que o melhor que podemos faze é continuar fomentando entre os nossos colegas a assinarem. Quando a petição tiver um número considerável de assinaturas, aí não terá mais jeito. Já são 1019 assinaturas e só subindo, só subindo, e não para de subir.


      http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184
      http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184
      http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184

      Enrico Chato ou com chato kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. Ainda sobre o SGT MARANHÃO o vídeo percorre o Brasil e trás elogios e indignações. O comentário abaixo foi postado no jornal digital BRASILIA 247 por um suposto Oficial de outro Estado sobre a matéria '"SEM AUMENTO, PM DIZ QUE DARÁ O TROCO NA COPA"

    OFICIAL 9.12.2013 às 21:38
    EM MEUS 28 ANOS DE POLICIA MILITAR AQUI NO MEU ESTADO, EU NUNCA VI UM SGT DA PM COM ESSE TIPO DE AMEAÇA, TEM QUE SER CANTADA NO BI (BOLETIM INTERNO) A PUNIÇÃO DESSE SARGENTO, NÃO TÁ GOSTANDO? PEDE PRA SAIR COMO DIRIA O CAP PM NASCIMENTO.

    Fonte: Brasília 247

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não pude deixar de me manifestar. A crise que se estabeleceu nesses últimos dias aponta sim, para um completo descarrilamento da máquina da segurança pública desde o que deveria ser sua locomotiva, a Secretaria de Segurança, até seus vagões mais distantes. Se chegamos ao ponto de o Secretário ter que ouvir calado o que ouviu e com toda razão do argumento (tenho absoluta certeza que ele não gostou), é porque chegamos a um caminho perigoso e quase sem retorno. Tenho firme crença que as ameaças (porque foi exatamente isso o que ocorreu) proferidas pelo Sargento em vídeo veiculado na rede (ou fosse qualquer outro integrante da segurança pública, PM, CIVIL ou BM) indicam, afinal, a ausência total de autoridade e legitimidade políticas do governo e da própria secretaria, perante aqueles que dizem representar (e olhem que o governador vive dizendo que adora nossa PM). Quando chegamos a esse ponto, estamos diante de uma crise que pode resultar em qualquer coisa. E, alerto, não será mudando comandantes, chefes e secretários, nem tampouco será mais por via de “manu militari” que se conseguirá colocar um freio ou estabelecer algum controle sobre isso (é interessante notar nos argumentos de governo que, historicamente, quando lhes convém somos tratados como civis; quando mostramos nossas insatisfações, querem nos tratar como militares). Também não o será, como querem alguns espertos aqui e acolá, deitando-se sobre “gado morto” aproveitando-se da crise para se estabelecerem com plataformas eleitorais baseadas no mesmo tipo de retóricas vazias e promessas que não serão cumpridas como vimos até aqui e razão maior, acredito, para o acirramento da presente imbróglio. De tudo isso é interessante observar que o pivô da crise: “o silêncio do governador”, e sua recusa em estabelecer um diálogo decente, maduro e honesto com os insatisfeitos, nós (mas nem todos; os que estão se locupletando de algum modo nesse governo certamente estão felizes), só agregam mais acidez ao problema, criando todas as condições para que a crise se estabeleça em definitivo em um nível sem precedentes no Distrito Federal. O que será daí em diante ninguém sabe, só Deus. A mais legítima de todas as soluções, me parece, entretanto, não é se rebelar perdendo todo e qualquer apoio e legitimidade que se tem auferido junto à sociedade e às demais categorias até aqui. A resposta, acredito, deveria ser dada nas próximas eleições, a partir de uma reflexão crítica séria e organizada que nos levaria a escolher, com maturidade e consequência, aqueles em que depositaríamos nossa confiança, sem termos que nos trocar por “bolsas” ou favores de qualquer natureza. NELSON G. SOUZA. Professor Universitário e policial militar da RR.

      Excluir
    2. Ao oficial do dia 9/12/13 às 21:38, tenho à esclarecer o seguinte: Senhor oficial, o sr. deve ser de estado da federação brasileira onde filhinhos de prefeitos, fazendeiros e qualquer outras autoridades andam armadas, dirigem sem C.N.H. e os srs. não tem autoridade para coibir qualquer infração pois devem favores inclusive financeiros aos seus respectivos pais, onde é feito blitz de trânsito e o principal documentos exigidos são cafezinhos, falo isso porque já passei por situações semelhantes, responda-me estou mentindo? Vocês não fazem questão de receberem melhores salários e nem de uma vida digna, porque a propina é mais valiosa. Nós aqui em BRASÍLIA DF, vivemos dignamente só com nossos salários, não temos que pedir pra sair como sr. sugere, temos sim que reinvidicar melhorias salariais, respeito, valorização e dignidade porque é um direito de todos trabalhadores, aqui não vivemos de propinas, aqui não abaixamos a cabeça em abordagem pra nenhum filhinho de papai, abordamos tanto A, quanto B, o que o corajoso SGT cobrou nos foi prometido pelo então candidato a governador, ele simplesmente expôs o pensamento da maioria e foi parabenizado por todos presente e quem não estava presente. O sr. perdeu a oportunidade de apenas tomar conhecimento dos fatos acontecido e aprender com nossa UNIÃO/MOBILIZA, apenas isso. Ao TEN POLIGLOTA desculpe-me pelo desabafo. Boa noite a todos. ST RR.

      Excluir
  5. A Policia Militar tutela os bens jurídicos de maior importância "a vida" "o patrimônio" "a ordem publica e democrática", a população precisa entender isso, hoje nós somos uma policia exemplar, todos graduados, muitos pós, mestres e doutores, temos uma formação técnica (abordagem, pilotagem, técnicas policiais) e teórica (direitos humanos, social e jurídica) que nós recompensa com o melhor atendimento a população e suas demandas, e precisamos ser valorizados por isso, receber um tratamento par, com plano de carreira e salário condizente. Agora se a população e principalmente o Governa acha que vida e segurança podem ser deixadas na mão de um despreparado, desqualificado intelectual e profissional, que continuem com essa política de segurança publica equivocada, de pessima gestão. Muitos não ficarão, verão oportunidades em outros lugares, serão valorizados em outros ambientes e sairão, e os que ficarão vão se dividir em dois grupos os frustrados profissionalmente que gostariam de crescer com a corporação mas que perderam as esperanças e perderam a pró atividade e os maus profissionais que serão a ruína da instituição ... Novinho CFP1 6 BPM

    ResponderExcluir
  6. CONDORDO, COM VOCÊ ANONIMO 08:39 VAMOS MONTAR A ASSOCIAÇÃO QUE COM CERTEZA MUITOS QUE ESTÃO ASSOCIADOS A OUTRAS ASSOCIAÇÕES PODERÃO MIGRAR PARA A NOVA ASSOCIAÇÃO OU PERMANECER EM DUAS OU MAIS DEPENDE DO BOLSO DE CADA E DO INTERESSE E DE ACORDO COM O SERVIÇO QUE COMEÇAR A SER EXECUTADO NA NOVA ASSOCIAÇÃO COM CERTEZA TODOS SE ASSOCIARAM BASTA IR NOS QUARTEIS COM OS FORMULÁRIOS PARA SE ASSOCIAR OU EM ASSEMBLEIA PARA VER SE RAPIDINHO NÃO TEMOS MAIS DE CINCO MIL ASSOCIADOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conforme escrevi acima não acho prudente levar esse assunto para a assembleia, porque pode causar um mal estar entre os integrantes do NMU e o Fórum de Associações. Não podemos misturar as coisas e a meu ver a assembleia serve é para prescionar o governo a nos atender naquilo que ele nos prometeu e mostrar a toda a sociedade o descaso para com a segurança pública. Levar isso para lá só semeará a discórdia e não é momento para divisões. Não concordo e não gosto de muitos daqueles que sobem no carro de som, mas é o que temos e é o que devemos levar adiante nesse momento. Cobramos a união entre eles e agora vamos deixar um assunto desses causar o racha? Devemos agir com sabedoria e o melhor a fazer é passar adiante a informação sobre essa petição para aqueles que ainda não sabe, porque quando tivermos um número considerável de assinaturas não terão como contra-argumentar. Ainda estamos com 1019 assinaturas, mas temos condições de chegar às 1500 antes da assembleia. Basta dar os nossos pulos.

      http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184
      http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184
      http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184

      Bate palmas Jesuíno kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  7. PRECISAMOS CRIAR VERGONHA NA CARA E INTENSIFICAR NA TARTARUGA, POIS ESSE DESGOVERNO VAI ACABAR COM NÓS PRAÇAS. NÃO FAÇO NEM O BÁSICO MAIS.

    DIA 12/12 VAMOS LÁ AS 09H.

    ResponderExcluir
  8. É..... NESTE PRIMEIRO DIA DE EXPEDIENTE DE MANHÃ FLAGREI UM CAPITÃO QOPM DIZENDO QUE OS PRAÇAS JÁ GANHAM BEM DE MAIS PELO O QUE FAZEM.... SE VALORIZE PRAÇA E REFORÇE A TARTARUGA. CB NOVINHO

    ResponderExcluir
  9. O LEÃO QUER DEVORAR O CEL. GIULIANO DE QUALQUER JEITO DO 11°. NÃO FAÇAM ISSO A TROPA TÁ FECHADA COM O CEL GIULIANO QUE NÃO TEVE CULPA NENHUMA NO EPISÓDIO DO CAFÉ DA MANHA, A CULPA FOI TOTAL E EXCLUSIVA DO SECRETÁRIO SANDRO AVELAR, ELE NÃO FOI CONVIDADO A VIM AQUI, ELE QUE QUIS E TODOS SABEM O PORQUE DA VINDA DELE AQUI,POLÍTICA, AGORA FAZER COVARDIA COM UM CARA QUE VEM FAZENDO UM EXCELENTE TRABALHO JUNTO A COMUNIDADE, OU ESTÃO QUERENDO DERRUBA-LO PORQUE O MESMO TRATA O PRAÇA COM RESPEITO E MUITO RESPEITO DIGA -SE DE PASSAGEM. ENTÃO SE QUISEREM DAR MAIS UM TIRO NO PÉ COMETAM MAIS ESSA INJUSTIÇA. O QUE TÁ RUIM PODE PIORAR E MUITO, É SÓ TENTAR. PRIMEIRÃO REVOLTADO COM TANTA INJUSTIÇA NESSE PAÍS SEM-VERGONHA, ONDE O CERTO É O ERRADO, E O ERRADO É QUE TÁ CERTO.

    ResponderExcluir
  10. A PM só é valorizada quando é lembrada, ou seja, só na hora da angustia, necessidade ou precisão. Passado isso ninguém lembra, ou melhor, lembra para falar mal e denegrir a nossa imagem e nada mais! Sociedade hipócrita!!!

    ResponderExcluir
  11. POIS É.... UMA INSTITUIÇÃO TÃO PRIMORDIAL E IMPRESCINDÍVEL Á SOCIEDADE E AO MESMO TEMPO TÃO DESPRESTIGIADA PELO ENTÃO GOVERNO. SERÁ QUE A SEGURANÇA PÚBLICA, QUE SERVE AO CIDADÃO, É MESMO IMPORTANTE PARA O GOVERNADOR AGNELO OU APENAS MOTIVAR SERVIDORES DE ÓRGÃOS ARRECADADORES DO ESTADO, TAIS COMO, DETRAN; AGEFIS; SECRETARIA DE FAZENDA, ENTRE OUTROS. A SOCIEDADE PRECISA SABER DAS REAIS PRIORIDADES DESSE GOVERNO, OU MELHOR, DESGOVERNO, QUE CERTAMENTE NÃO SÃO AS ÁREAS ESSENCIAIS NO ATENDIMENTO AO CIDADÃO, COMO EDUCAÇÃO; SEGURANÇA E SAÚDE, MAS ESTÃO MESMO É FOCADOS EM ARRECADAR E ARRECADAR PRA CAMPANHA E PROPAGANDAS, VISANDO A REELEIÇÃO EM 2014.

    ResponderExcluir
  12. Ten, já comentei anteriormente, se a nossa mobilização ficar apenas nas assembleias, vamos perder a nossa principal arma que é a mobilização de todos, o PM não está acostumado a lutar por melhorias, vejo muitos já desanimados, principalmente por conta de não haver nenhuma colocação do Governo, temos que focar nos anseios de todos, se não mais uma vez vamos perder o apoio de todos e vamos fraquejar, sugiro que seja lançado uma pauta de nossas reivindicações, e um plano extratégico para sufocar o governo, hoje quem está sendo sufocado é o nosso movimento,com brigas internas e divisões e egos desnecessários, os fakes e os apoiadores do governo estão a todo vapor minando a desunião na tropa, poderíamos também contratar um paisano para gritar em alto e bom TOM TARTARUGA EM FRENTE AO BURITI.
    CFP 2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com o companheiro CFP 2 temos que apresentar na reuniao um plano estrategico para sufocar o governo....

      Excluir
  13. Pauta da Reunião Geral 12.12 . 2013 - 09:00 - Praça do Palácio do Buriti

    1. Cumprimento das 13 Promessas
    2. Apresentação e Envio da Reestruturação
    3. Auxílio Moradia
    4. Auxílio Transporte
    5. Auxílio Inatividade
    6. Promoções Independente de Vagas
    7. Equivalência de cursos, ( como no CBMDF )

    Sabemos que não dará tempo cumprir as 13 promessas, pois esse governo omisso nos ignorou por 3 anos,
    MAS DEVEMOS CONTINUAR COBRANDO :
    . Pois mostra pra todos que ele nos deve
    . Mostra pra todos que ele não tem palavra
    . Temos que pedir muito pra ver se ganha pelo menos a metade

    POLICIAL DO EXPEDIENTE - se você não puder ir mande um representante, parente, amigo
    POLICIAL "DAS ESCALAS" - precisamos cobrir a possível ausência do expediente, NÃO PODEMOS FALTAR.

    Esta Reunião é Importantíssima, é a última do ano, OS PRAZOS ESTÃO QUASE ACABANDO.
    Esta É A HORA, NÃO FALTE. Convide as pessoas, convença os demais.

    Sem Luta não há Vitória
    Sem União a Luta é Vã .

    ELIOMAR RODRIGUES
    NMU
    cb 23 milhão

    ResponderExcluir
  14. Márcio Zonta
    da Reportagem
    O homem tem 34 anos, aproximadamente um metro e oitenta e cinco de altura, braços largos e musculosos e algumas cicatrizes na face. “São marcas das batalhas”, diz. De tez morena, feição séria, voz rouca, cabeça raspada e barba feita, tem um ar de guerrilheiro combatente. Filho de um pedreiro e de uma costureira é o sétimo irmão dentre oito. O bater dos pés no chão constantemente demonstra impaciência e certo nervosismo. Suas primeiras palavras explicam muito de sua profissão: “Não, não existe essa de ir para rua para enxergar cidadão em manifestação, e pior ainda em favela, é tudo vagabundo, ou como gosta de falar uns coronéis, uns chefes mais antigos, é subversivo, então temos que ir para cima”.
    A descrição do homem acima e o sequente relato pertencem a *Robson, um soldado da Polícia Militar do Estado de São Paulo, que aceitou conversar com a reportagem do Brasil de Fato, sob a condição de sigilo de sua identidade. O PM está há dez anos na instituição e atua numa das periferias da cidade, no extremo sul.
    A clareza com que Robson explicita a violência, característica central das ações da PM brasileira, ilustra as cenas de truculência desmedida da corporação contra os manifestantes dos diversos protestos que eclodiram pelo país no mês de junho, episódios que trouxeram o tema da desmilitarização da Polícia Militar à tona nas últimas semanas.
    A violência reservada geralmente aos espaços periféricos das grandes cidades, onde costuma ser letal, atingiu manifestantes de diferentes classes sociais, feriu jornalistas que cobriam as passeatas, além de pessoas que transitavam pelas avenidas nos dias das mobilizações.
    Em Belém (PA), a gari Cleonice Vieira de Moraes, de 51 anos, sentiu um mal estar após a explosão de uma bomba de efeito moral ao seu lado. Hipertensa, entrou em óbito. Em São Paulo (SP), um dos casos que ganhou mais notoriedade na mídia foi o da repórter da Folha de S. Paulo Giuliana Vallone, ao ser atingida por uma bala de borracha no olho, quando trabalhava num dia de manifestação contra o aumento da passagem.
    Para especialistas no assunto, se antes a bruta repressão policial contra pobres não incomodava a grande parcela da sociedade, no atual momento em que essa violência se expandiu, o modo de atuar da PM ganha novos críticos.
    “Agora é o grande momento de colocar em pauta a desmilitarização. A PM sempre foi violenta contra os pobres e ninguém nunca se preocupou. Se aprece uma jornalista de um grande jornal com o olho todo detonado, uma violência extremamente grave e que evidentemente não está legitimada, isso choca muito mais que 20 morrendo na favela.”, enfatiza o professor de direito penal da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Túlio Viana.

    continua

    ResponderExcluir
  15. continuação
    Por que a desmilitarização?
    A desmilitarização, entretanto, sugere uma série de questões que geralmente estão ocultas aos olhos da população. Ademais, o “despreparo” policial, sempre citado quando a polícia atua de maneira violenta, seria outro mito a derrubar.
    “Quando a gente fala em desmilitarização da polícia, muita gente não entende o que estamos querendo dizer. Acha que a gente quer que a polícia ande desarmada. Outros pensam que o problema é a farda. Não tem nada disso. O problema do militarismo é que a sua lógica é de treinar soldados para a guerra”, elucida Viana.
    A fala do policial militar Robson e as afirmações de Viana acima são reforçadas pelo exemplo do episódio mais recente ocorrido na favela da Maré, no Rio de Janeiro, no dia 24 de junho, quando 13 moradores da comunidade foram mortos numa ação dos homens do Batalhão de Operações Especiais (BOPE).
    “Eles entraram justamente na hora que todo mundo chegava do trabalho e foi um fuzuê danado. Eu consegui chegar à minha casa e me tranquei, porque não tem bala perdida, é só bala achada.”, diz um morador da Maré que não quer se identificar.
    A empregada doméstica Marinalva, que também viveu momentos de terror naquela noite na Maré, descreve sobre as horas quase intermináveis de tensão, quando homens do BOPE invadiram sua casa: “Arrombaram minha porta e entraram na minha residência, agrediram por diversas horas meu marido e meu filho e a todo instante nos ameaçavam de morte, falavam mal a gente de bandido e vagabundo e gritavam perguntando sobre armas, drogas e o que fazíamos da vida”.
    Linha de ação
    Com uma forma de atuação delineada nos tempos da ditadura civil-militar brasileira, a PM tem um treinamento específico para combater os “inimigos” nas ruas.
    “O problema de a Polícia Militar ter sido forjada na ditadura incide sobre sua filosofia de atuação. Enquanto outras polícias do mundo são treinadas para abordar o sujeito, fazer averiguação e liberá-lo, ou se cometeu um delito enviá-lo para outras instâncias, como julgamento, no Brasil é diferente: a ordem é aniquilar o inimigo, que nesse caso é o povo”, esclarece Viana.
    Para isso, o fator preponderante da violência policial passa pela formação dos soldados, colocando-os contra seus interesses de classe e os subordinando totalmente aos seus comandantes para efetuar qualquer ordem solicitada.
    “É pobre combatendo pobre. O soldado, o cabo, está na ponta de todos os interesses do Estado e também privado, por isso, a morte e a lesão ao inimigo é só mais uma ferramenta de coerção a ser utilizada pelo militarismo”, observa o professor de direito penal da UFMG.
    Diante disso,o PM Robson revela as humilhações e as práticas violentas sofridas nos cursos de formação e posteriormente nos batalhões pelos soldados, além do direcionamento ideológico receitado na instituição.
    “O soldado é tratado como um bicho, um animal, às vezes como um lixo, isso antes e depois da sua formação; tem sempre que baixar a cabeça para tudo e fazer sempre direitinho. Quando sai para rua não pode vacilar” diz o soldado.
    É sobre um clima de pressão que o “resultado” tem que aparecer. “Quando vamos para uma missão que tem que tirar as famílias que invadiram um terreno na cidade de São Paulo, por exemplo, é muito estresse, porque temos que cumprir a tarefa, seja da maneira que for”, expõe.
    continua

    ResponderExcluir
  16. continuação
    Por onde começar?
    O especialista em segurança pública Guaracy Mingardi salienta que a desmilitarização da PM no Brasil levaria anos por conta das mudanças jurídicas e ideológicas que implicam o processo. Para mudar uma polícia do status militar para civil, seria necessária uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) e posteriormente submetida à votação em diversas esferas do governo.
    No entanto, ações de cunho imediato poderiam alterar o panorama das corporações militares atuais, sobretudo no que diz respeito aos velhos laços adquiridos na ditadura civil-militar brasileira que perduram até hoje.
    “O primeiro passo seria extinguir a Inspetoria Geral da Polícia Militar (IGPM), subordinadas às Forças Armadas, que pode mandar nas ações da PM quando quiser. Para acabar com esse elo, basta uma lei ordinária, não precisaríamos alterar a Constituição”, explica Guaracy.
    A IGPM foi instaurada por um decreto de lei nos anos de chumbo no Brasil, no final da década de 1960 para inspecionar a Polícia Militar. Pela nova Constituição Brasileira, de 1988, o órgão não é mencionado, mas como não foi proibido, segue regendo normalmente até os dias atuais.
    Segundo Guaracy, outro ponto importante a ser modificado é o regimento interno da PM. “Acabado com a influência da IGPM, teríamos que dar fim às regras militares pesadas e humilhantes que influenciam no ímpeto violento dos soldados nas ruas. Mas, claro, com a existência de uma hierarquia como todo órgão público. Para isso, também não precisaríamos de mutações constitucionais”, diz.
    Por fim, outra mudança na PM, que transformaria profundamente seu modo de atuar, corresponde ao fim do tribunal militar. “Você igualar os direitos de um policial no mesmo patamar que de um civil, sem que ele seja julgado pelos seus próprios pares, mas sim como qualquer outro cidadão. Isso traz muitos efeitos benéficos”, expõe o especialista em segurança pública.
    Dessa forma, para Guaracy, uma coisa é certa: “Você não pode começar a mirar a mudança da PM somente a partir da Constituição, já podemos começar a fazer agora”, convoca.
    *nome fictício

    ResponderExcluir
  17. ISSO É QUE É COMANDANTE GERAL POLIGLOTA. VEJA AÍ.
    http://globotv.globo.com/inter-tv-rn/rn-tv-1a-edicao/v/policiais-militares-e-bombeiros-do-rn-continuam-acampados-no-centro-administrativo/2997306/
    CB NOVINHO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DEPOIS DIZEM QUE NÃO HÁ DIFERENÇA ENTRE LIDERES E CHEFES?!

      NOVINHUUU

      Excluir
  18. NO PORTAL TRANSPARÊNCIA "ALGUÉM" MANDOU RETIRAR A INFORMAÇÃO DO SALÁRIO DO DETRAN DESTE MÊS !!!!! SERÁ PORQUE?

    http://www.transparencia.df.gov.br/RemuneracaoServidores/Forms/AllItems.aspx

    http://www.transparencia.df.gov.br/RemuneracaoServidores/DEPARTAMENTO%20DE%20TRANSITO%20DO%20DISTRITO%20FEDERAL%20-%20ATIVO.pdf

    ResponderExcluir
  19. Eliomar, porque não colocar em votação a criação da associação única porque tanta resistência.
    1sgt tartaruga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1sgt tartaruga já lhe respondi lá em cima tomando a frente dos nossos interlocutores. Mas como todos temos o direito de opinar a minha é que não seria sábio nesse momento, onde as categorias parecem estar coesas, levar um tema como esse, porque certamente causará um mal estar entre as lideranças. Como já disse e repito que devemos continuar colhendo as assinaturas ou falando para os nossos colegas que estão dispersos sobre isso porque muitos não leem nem o próprio email. Já passamos a barreira das 1000 assinaturas e agora está com 1119. Se aumentarmos esse número de forma considerável aí meu colega não vai ter choro nem vela, nem ranger de dentes, porque ela só não sairá do papel se nós não quisermos. Vamos continuar divulgando.

      http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184
      http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184
      http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N39184

      Né Ueslei, o bunitim do BC kkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  20. NÃO TEMOS VALOR NENHUM ,POIS SE FOSSEMOS VALORIZADOS SERIAMOS TRATADOR COMO RECRUTA DAS FORÇAS ARMADAS SÓ LEMBRANDO TA CHEGANDO O PIN PIN PIN PIN PIN .

    ResponderExcluir
  21. Em verdade vos digo: enquanto o partido dos mensaleiros estiver no Poder, estaremos fadados a continuar a sermos a categoria (Praças) que é tratada pior do que os próprios cavalos do RPMon. Não acredito em politiqueiros. SGT COM 25 ANOS DE SERVIÇO.

    ResponderExcluir
  22. QUAL A IMPORTANCIA DA POLICIA.?SEGUNDO O MP E A POHHA DA SOCIEDADE E NENHUMA!!!QUEM TEM VALOR NESTE PAIS E BANDIDO!QUE PODE TUDO!!!!O GOVERNO NAO TA PREOCUPADO COM A CRIMINALIDADE,ELE TA PREOCUPADO EM DESVIAR DINHEIRO PUBLICO SEM SER FISCALIZADO PELO O POVO!COMO QUE ELES OS POLITICOS E LEGISLADORES IRAM CRIAR LEIS RIGIDAS PRA OS COMPARSAS?????POHHA E DIFICIL,QUADRILHA E QUADRLHA,!!

    ResponderExcluir
  23. O QUE VAI ACONTECER COM ESSES CRIMINOSOS QUE SE PASSA POR TORCEDORES???NAAAAAADA!!!!BANDIDOS!!!

    ResponderExcluir
  24. NA EPOCA EM O PAIS PIPOCOU COM DIVERSAS MANIFESTACOES,QUE TAVA NA LINHA DE FRENTE ERA PM!A PM E QUE SEGURO O ESTADO,E O MP COMO SEMPRE DEFENDENDO BANDIDOS,TEM QUE SER QUESTIONADO PRA QUER SERVIER O MP,CAMARA LEGISLATIVA,CONGRESSO,PRESINDENTE!GOVERNADOR,E OUTRAS CORJAS A MAIS!!!!!

    ResponderExcluir
  25. VEJAM COMO DEVE SER UM CMT DE VERDADE E TOMEM SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES.

    http://globotv.globo.com/inter-tv-rn/rn-tv-1a-edicao/v/policiais-militares-e-bombeiros-do-rn-continuam-acampados-no-centro-administrativo/2997306/

    http://globotv.globo.com/inter-tv-rn/rn-tv-1a-edicao/v/policiais-militares-e-bombeiros-do-rn-continuam-acampados-no-centro-administrativo/2997306/

    ResponderExcluir
  26. Nobre colega 1sgt tartaruga,

    Mesmo sabendo que o desejo da maioria é uma associação forte e sólida, sou obrigado a concordadr que o momento é completamente inoportuno justamente quando TODOS, Lideranças e Associações, estão envolvidos na busca coletiva do bem comum.

    Além disso, seria uma tremenda falta de ética o NMU se posicionar dessa forma e causar uma instabilidade num movimento que está dando certo e que tem sido fator preponderante de pressão. Como sempre digo, tudo tem seu momento certo de acontecer e assim como a desmilitarização da polícia é um fato iminente, assim será a criação da Associação Única. Só precisamos ser coerentes e sensatos, pois que isso se consolidará eu não tenho a menor dúvida..

    Poliglota...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E qual é o bem comum caro Poliglota? Porque o que percebi é que: reunimos a maior quantidade de policiais já visto, e nada foi pedido? Não temos nenhuma noticia dos senhores sobre qualquer perspectiva, não somos nem ouvidos. O que está dando certo? Todos estão fazendo sua parte, agora os "lideres" não estão, cade a costura dos bastidores? Temos muitos policiais, varios lideres, mas o que mais destacou nosso movimento foi um unico homem que teve a coragem de falar o que toda a tropa gostaria de ter dito, de pressionar, ridiculo pegar um carro de som e ficar falando de estádio, vejo muita politicagem, dando esperança, mas nada de concreto, 13 promessas? Já viram que merda a maioria é? O principal que é a reestruturação, ou melhor, estruturação porque nós não temos uma carreira, ninguém briga? Já que estão todos unidos, porque não unificar de uma vez?? Já viram o texto do NCP? Acham que os mlks tão errado? Obeservem as outras categorias, nao ficam marcando assembleia pra nada, somente para decidir, o que a lideranças propuseram, a do dia 12 temo dizer mas será um tiro no pé. Poucos policiais por causa da mudança de horario do expediente, sem nada para cobrar e enfim o naufrágio do movimento!

      Excluir
    2. Lendo este comentário do Anônimo10 de dezembro de 2013 16:06 vejo que ele joga a responsabilidade da solução dos problemas das categorias em cima de pessoas que estão cobrando do GDF justamente isso. Se o governo não está atendendo ou mesmo ouvindo o nosso clamor está fora do alcance das lideranças obrigarem-no a isso. Meu caro, desde que esse movimento começou em fevereiro do ano passado, que o recado está sendo dado ao GDF. Ele mais do ninguém sabe o que as categorias precisam, pois ele que prometeu em campanha e agora finge não saber. Nós interlocutores do NMU assumimos um movimento em julho do ano passado em plena crise institucional onde a maioria ao ouvir o rugido do Comandante Geral a época, recuaram. Alguns foram até vistos ao lado dele ou mesmo com conversas ao pé do ouvido, enquanto nós passávamos por provações inclusive respondendo IPM’S. Mas com perseverança e confiantes que as categorias não nos abandonariam seguimos adiante. Fomos acusados de QRUzeiros por aceitar ajuda de quem ofereceu, mas se não tivéssemos aceitado àquela época hoje você não estaria aqui reclamando a falta de isso ou daquilo por parte das lideranças, pois o movimento teria se findado ano passado mesmo. Alguns que estavam conosco nos abandonaram e engrossaram o coro de todos contra o NMU. Inclusive em certa comunidade no Orkut esse é o lema até hoje, como se o que estivéssemos fazendo fosse algo contra as categorias e não em busca de ajuda-las. Outros nos acusam de hipócritas, de estarmos nessa só para nos auto promovermos, e aí eu pergunto: quem em sã consciência colocaria o seu pescoço ou emprego a prêmio apenas por autopromoção? E dizer que esses que quem estão a frente do movimento só por pretensões políticas é simplórios demais. Candidatar é um direito individual de qualquer cidadão não cabendo a ninguém questionar isso. E aqueles que têm tais pretensões com certeza não serão loucos de jogar contra ou trair as vontades das categorias, pois isso só os afastaria de seus objetivos. E como sempre digo aos colegas mais próximos que não importa quem esteja em cima de um carro de som, pois o mais importante são aqueles que estão lá embaixo. Portanto, que utilizem o que eles têm de bom e o resto joga fora. Simples assim. Bom seria se todos seguissem realmente o bordão de cada homem uma liderança, mas, infelizmente, se não tiver um ou alguns a frente as coisas não andam. Também concordei em boa parte do discurso daquele sargento em Samambaia, mas tudo o que ele disse já vendo sendo dito não só para o Secretário de Segurança, mas para toda a cúpula do governo há algum tempo, só que nunca foi feito show pirotécnico para nos provermos com respeito a isso. Ou já se esquecerão de quem foram as pessoas que colocaram em votação a Operação Tartaruga ainda no ano passado? Hoje passados mais de um ano e quatro meses que estamos a frente desse processo as críticas destrutivas continuam, e esses que agora pregam a união, que, aliás, iniciada por nós mesmos em setembro desse ano, depois de verem mais de 15000 no centro capital são os mesmos que quase nos mataram em vida diante de tamanha campanha difamatória. Se estamos até hoje nesse movimento certamente é porque algo de bom temos feito ao longo desse período, sendo o principal deles o respeito às categorias. Quanto as críticas eu pessoalmente não me importo, pois só me impulsiona a continuar a oferecer algo de bom para minha categoria, poia estamos procurando fazer nossa parte, e você? Será que está cumprindo com sua contrapartida? Para finalizar gostaria de ti dizer, anônimo, que se você voltasse essa sua revolta para quem realmente merece, era capaz de outros o acompanhassem e quem sabe os nossos pleitos poderiam ser atendidos o quanto antes. Nós não devemos ser o alvo de sua revolta, mas sim aquele que lhe prometeu e não cumpriu. Então que todos estejam na Praça do Buriti a partir das 09h, pois uma batalha só termina quando há vencedores e vencidos. Tenho fé que não serão as nossas categorias que irão perder essa guerra, pois senão todos perdem.

      ST EUSVAN (INDIGNADO)
      NMU

      Excluir
  27. O VÍDEO deve ser transmitido via telão no dia 12 de dezembro de 2013. Assinado: Adolf Hitler. ou seja, Anônimo.

    ResponderExcluir
  28. #FICAADICA

    FONTE: http://www.edsonsombra.com.br/post/chocado-com-a-violencia-nos-estadios-em-que-pais-voce-acha-que-vive

    NOVINHUUU

    ResponderExcluir
  29. ALGUMAS COISAS TEM QUE SER DITAS NESSAS REUNIÕES COM GOVERNADORES OU SECRETÁRIOS DE ESTADO DEIXAR DE FICAR ENROLANDO E FALAR A VERDADE IGUAL FALOU O NOBRE SARGENTO NA REALIDADE ENQUANTO NÃO HOUVER A DESMILITARIZAÇÃO TEMOS QUE PROCURAR A ISONOMIA SALARIAL COM OS OUTROS ÓRGÃOS DE SEGURANÇA PUBLICA É INADMISSÍVEL UM POLICIAL PRESTAR UM CONCURSO PARA NÍVEL SUPERIOR E GANHAR MENOS DO QUE UM CONCURSADO DE NÍVEL MÉDIO SÓ AI JÁ ESTA TUDO ERRADO SE NÃO OCORRER ESSA ISONOMIA TARTARUGA ETERNA NELES PORQUE TEMOS QUE SER BURROS DE CARGA SEM DIREITO A NADA NÃO GANHAMOS POR PRODUÇÃO NÃO SOMOS GRATIFICADOS, PORQUE TEMOS QUE NOS SACRIFICAR PARA DAR BOA VIDA A OFICIAIS SUPERIORES BASTA DE ENROLAÇÃO VAMOS CAIR NA REAL.

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com