segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

É possível desmilitarizar a polícia brasileira?

Violência policial no Brasil é uma das mais elevadas no mundo, em grande
Parte devido ao treinamento militar de agentes que consideram civis como inimigos da sociedade

O dia 13 de junho de 2013 ficou marcado pela desproporcionalidade com a qual a Polícia Militar reagiu aos cerca de 5 mil manifestantes que pediam a revogação do aumento de 20 centavos no preço do transporte público de São Paulo. A avenida Paulista, no centro da cidade, foi palco de cenas de violência policial que culminaram na agressão de jornalistas, manifestantes e pessoas que passavam pelo local. Aquele foi um ponto de virada das manifestações. Após a reação truculenta, os protestos ganharam força e se espalharam pelo Brasil. Em São Paulo, a polícia evitou novos conflitos, mas em cidades como Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre e Rio de Janeiro a postura agressiva se manteve. Um comportamento que reabriu o debate sobre a desmilitarização da polícia, cujas ações transparecem a impressão de que o civil, seja manifestante ou suspeito de crime, é um inimigo da sociedade.

Essa mentalidade, sustentam estudos, provém do treinamento policial em moldes militares típicos das Forças Armadas, que visam eliminar “invasores externos”. Na sociedade civil, não haveria espaço para tal lógica. “A polícia não se vê como uma entidade para defender os direitos dos manifestantes, mas os encara como parte do problema”, afirma Maurício Santoro, assessor de direitos humanos da Anistia Internacional no Brasil. “Os policiais frequentemente usam uma linguagem bélica, de encarar o protesto como uma luta e o manifestante como o outro lado”, afirma.

A militarização também estaria por trás dos elevados níveis de violência cometidos por policiais no País. Segundo o 5º Relatório Nacional sobre os Direitos Humanos no Brasil, do Núcleo de Estudos da Violência da USP, entre 1993 e 2011 ao menos 22,5 mil pessoas foram mortas em confronto com as polícias paulista e carioca. Uma média de 1.185 pessoas por ano, ou três ao dia, um número elevado para um Estado que não utiliza execuções sumárias e pena de morte em sua legislação.

A USP aponta ainda que o número inclui apenas os casos registrados como “auto de resistência”, aqueles nos quais o policial alega ter atirado em legítima defesa. Os episódios classificados como homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte não foram computados, indicando que o número de civis mortos por policiais no período é ainda maior. “É a tradição brasileira de pensar a segurança pública de forma agressiva, com pouca ênfase na prevenção e fiscalização. É uma forma de controle da população pobre, tratando problemas sociais como problemas de polícia”, critica Santoro.

Um indicador utilizado para calcular o uso desproporcional da força por agentes da lei é medir a razão entre o número de mortes civis para cada perda policial. Quando a quantidade de civis mortos é dez vezes maior que a de policiais, há indícios de que a polícia esteja abusando do uso da força letal. E, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, esse cenário acontece ao menos em três Estados: Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo.

Em 2010, a Bahia registrou a morte de seis policiais (civis e militares) em serviço contra 305 civis vitimados em confronto com a polícia ou resistência seguida de morte – 51 vezes mais. No ano seguinte (oito policiais e 225 civis mortos) a relação caiu para 28,1 civis assassinados para cada policial vitimado.
Em São Paulo, o cálculo também indica uso excessivo de força letal. Em 2010, o estado perdeu 25 policiais, enquanto matou 510 civis (20,4 vezes mais). Em 2011, a diferença caiu: 28 agentes contra 460, uma média de 16,4 civis assassinados para cada agente.

No Rio, foram 20 policiais mortos em serviço em 2010, contra 855 civis (42,7 vezes mais). No ano seguinte, foram 12 policiais contra 524 civis (uma razão de 43,6 civis por policial). “A estrutura militarizada tem um treinamento e cultura de guerra, de combate ao inimigo. Uma policia cidadã é feita para prender e encaminhar as pessoas ao julgamento, não para aniquilação como fazem as Forças Armadas”, afirma Túlio Vianna, doutor em Direito do Estado e professor da UFMG.

O que fazer diante da situação?

Uma das soluções apontadas por analistas e organizações civis para reduzir a violência policial é a unificação das policias Civil e Militar em apenas uma estrutura funcional. A separação destas forças e suas funções está, entretanto, prevista no artigo 144 da Constituição, segundo o qual as polícias civis são responsáveis pelas funções de “polícia judiciária e a apuração de infrações penais, exceto as militares” e as polícias militares farão a “polícia ostensiva e a preservação da ordem pública”.

Unificar as duas polícias, acreditam analistas, aumentaria a coordenação e eficiência na solução de crimes. Além disso, daria recursos extras para uma inteligência integrada, devido ao corte de despesas com a manutenção de duas estruturas. Para Luís Antônio Francisco de Souza, professor da Unesp e coordenador científico do Observatório de Segurança Pública, a desmilitarização não significaria, porém, extinguir a Polícia Militar. “É preciso mantê-la, mas desvinculá-la das Forças Armadas ao retirar seu caráter militar e devolver a estrutura civil à organização, extinguindo patentes e atual estrutura de hierarquia interna.”

A integração das polícias, defende Souza, também daria aos secretários estaduais de Segurança o poder de definir todos os aspectos do setor. “O comando da PM decide todo tipo de operação. Sem essa centralização, os mais de 100 mil policiais paulistas poderiam ter mais flexibilidade em atuar em função das necessidades locais”, diz.

Desde a definição do papel da PM na Constituição, os casos de abuso policial se acumulam. O massacre do Carandiru, quando a polícia invadiu o presídio paulista durante uma rebelião e matou 111 presos, e a Chacina da Candelária, na qual policiais assassinaram oito jovens que dormiam nas ruas do centro do Rio de Janeiro, são dois dos exemplos mais marcantes. “A militarização gera violência contra os policiais, criados em uma cultura de humilhação hierárquica. Logo, o soldado transfere essa violência a alguém abaixo dele. E a população sofre com essa cultura de violência institucionalizada”, diz Vianna, da UFMG.

A lógica de tratar o civil como inimigo atingiu inclusive os policiais civis. Em outubro de 2009, a PM usou camburões, tropa de choque, gás lacrimogêneo e gás de pimenta contra colegas da corporação Civil de São Paulo que reivindicavam um aumento de salário em uma passeata próxima ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Pressão externa

Em meio aos inúmeros casos de truculência da PM brasileira, o Conselho de Direitos Humanos da ONU recomendou em maio de 2012, por sugestão do governo da Dinamarca, a abolição do "sistema separado de Polícia Militar, aplicando medidas mais eficazes (...) para reduzir a incidência de execuções extrajudiciais". O governo brasileiro respondeu alegando que não poderia fazer a mudança por conta da questão constitucional.

Em julho deste ano, a organização internacional Human Rights Watch escreveu uma carta ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), apontando o elevado número de suspeitos mortos por policiais e cobrando que os casos fossem investigados, devido ao “claro padrão de execução de vítimas”. Segundo a entidade, relatos de mortes em resistência à prisão do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP, da Polícia Civil) na cidade de São Paulo em 2012, mostram que a polícia transportou 379 pessoas a hospitais após os incidentes e 95% delas (360) morreram.

A ONG também demonstra preocupação com as operações das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota, da Polícia Militar). De acordo com a carta, entre 2010 e 2012, a tropa matou 247 pessoas em incidentes de resistência no Estado, enquanto feriu apenas 12.

Desmilitarização

Em 2009, o Ministério da Justiça realizou a 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública para discutir as diretrizes da política nacional do setor. Com a participação da sociedade civil, trabalhadores da área de segurança pública e representantes da União, Estados e municípios foi aprovada uma proposta de desmilitarização das polícias.

A proposta pedia a transição da segurança pública para “atividade eminentemente civil”, além da desvinculação da polícia e corpos de bombeiros das forças armadas, a revisão de regulamentos e procedimentos disciplinares, a criação de um código de ética único, respeitando a hierarquia, a disciplina e os direitos humanos. E também submeter irregularidades dos profissionais militares à justiça comum.

Para Souza, da Unesp, mesmo que o debate sobre a desmilitarização tenha ganhado força nos últimos anos, a realidade mostra o oposto. “Enquanto se discute o tema, a militarização retornou em ações em São Paulo, como Pinheirinho e a Cracolândia, e nas UPPs do Rio. As Forças Armadas fazem atribuições de polícia em missões de pacificação nos morros do Rio e o Exército faz segurança em grandes eventos. Parece que temos uma remilitarização da segurança publica.”

Para desmilitarizar a PM e uni-la à Polícia Civil, como defendem especialistas em segurança pública, seria necessária uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Esse caminho é complexo e demorado. Uma PEC precisa de aprovação em dois turnos na Câmara por, no mínimo, 308 dos 513 deputados em cada turno. Após aprovada, a medida seguiria para o Senado. Também seriam necessárias duas votações com aprovação mínima de 60%, ou 49 dos 81 senadores.

Em uma eventual mudança constitucional, o governo federal precisaria apoiar os estados na desmilitarização, defende Santoro, por meio de uma cooperação com o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos. “Os estados mais organizados conseguiriam, mas seriam poucas as unidades federativas com dinheiro e pessoal qualificado para fazer as mudanças sozinhas”, diz.

Apenas a mudança legislativa não seria, porém, o suficiente para diminuir a truculência policial. Seria preciso mudar o treinamento das polícias e reforçar uma flexibilização da formação do policial – com a diminuição dos conteúdos militares e estímulo para a realização de cursos de especialização – algo que já vem sendo feitos em algumas polícias na última década. “A desmilitarização trará um tratamento humanizado ao policial, reconhecendo os direitos", diz Vianna. "Eles vão mudar a cultura e respeitar mais a população civil em longo prazo. As novas gerações de policiais serão treinadas em uma nova mentalidade.”


101 comentários:

  1. É possível desmilitarizar a polícia brasileira?

    Sim é possível, basta vontade politica e cobrança da sociedade para tal, más caso o Governo desmilitarize a Polícia perderá uma imensa mão de obra GRÁTIS OU ESCRAVA e um severino quebra galho.

    ResponderExcluir
    Respostas

















    1. Discordo quando vc afirma que a polícia perderá a mão de obra escrava, aqui em Brasília graças a Deus temos sim uma ótima escala de serviço, portanto não vejo NADA de escravidão.
      Hora Extra, qualquer empresa paga a seus funcionários e é claro, tem que ser nas suas folgas, assim como é o SVG aqui na PM/BM.

      Excluir
    2. Mão de obra barata sim! Escala de serviço sem remuneração que banque, custeie seus gastos não são pagos com escalas e sim com remuneração. Trabalhar nas suas horas de folgas com esse serviço voluntário (SVG) é ridículo. Não faço esse serviço de escravo pois, gosto de ficar com meus filhos e minha esposa. Agora quem é solteiro ou não gosta de ficar com a família, esse é o lugar certo. Quem diz que o militarismo não é um serviço, talvez não escravo mais quase, é a mesma coisa. Quem quer perder o poder de dominar uma tropa, milhares de policiais apenas com um simples regulamento arcaico, antigo e da época da ditadura militar? Ninguém!!! Esse sistema que vivemos só não é no papel escravo, no entanto, é sim um sistema escravo ou de mão de obra barata. Isso que dá na mesma coisa. Vejo que por mais que tentamos os líderes políticos não querem perder esse poder. Vejam no caso da presidenta Dilma, mesmo tendo sentido na pele, ela mesma não quer essa desmilitarização. Pois, se realmente quisesse já o teria feito e não ficaria com essa enrolação toda.

      E assim eu continuo na Operação TARTARUGA.

      Excluir
    3. Oficial brincalhão.

      Excluir
    4. O anônimo das 10;25 deve ser o ZÉ RUELA que estampa a nova matéria do blog do Halk, e quanto ao seu comentário só tenho a dizer o seguinte: QUE BURRO DA ZERO PRA ELE

      Excluir
    5. E ainda tem gente que defende essa "união" entre água e óleo. Uma simples reportagem como essa deixa os galáticos se coçando.

      Não tem jeito. A maioria deles não pensa num todo....

      Excluir
    6. Acho que o Zé Ruela das 13;12 não passa de um opositor IDIOTA, pq vc não foi protestar contra o Serviço Voluntário quando ele foi criado? Agora fica aí dizendo que é serviço escravo, PORQUE NÃO TE CALAS?

      Excluir
  2. ACREDITO QUE DEPOIS DA COPA A DESMILITARIZAR VAI ACONTECER, A COPA TERÁ MANIFESTAÇÕES JAMAIS VISTA DO POVO BRASILEIRO E ESTES POLITICOS SERÃO OBRIGADA A VOTAR A PEC 51

    ResponderExcluir
  3. Desmilitarizar não significa desarmar. Eu como policial militar sou totalmente a favor da DESMILITARIZAÇÃO. Deve-se mudar toda a formação dos policiais afim de mais profissionalização e valorização deste. A PEC-51 não é a mais importante e melhor para o policial e bombeiro militar, pois ela dá total poder de mudanças e liberdade para o Governador do Estado fazer o que quiser, mas se o policial parasse um pouco para ler verdadeiramente o teor veria que ela não é a melhor, mas cada um tem a sua opinião, para mim a mais importante é a PEC 432, com as modificações necessárias ela está completa, mais cada policial e bombeiro dever ter a sua própria opinião, não sou eu que tem que dizer o que fazer. As 12 PEC que se encontram engavetadas no Congresso Nacional não falam somente sobre a desmilitarização da PM, mas sim de mudanças em todas as instituições policiais. O policial não vai se afrouxar perante o crime, e nem a PECs vai aumentar a eficiência como num passe de mágica. As PECs destacam mais o ciclo completo, que não é de promoção, mas sim de ocorrência, ela traria mais competência para o policial.
    Hoje, ainda há pessoas que pensam e agem como se fossem deus, o que não são, vimos um caso recente em que o Oficial determinou que o companheiro ficasse de pé, isto o ônibus estando lotado, para que o mesmo sentar, isso só acontece hoje em dia por causa da mente militarizada do cidadão, e também com a existência do militarismo dentro desta instituição policial, tem casos também de policiais terem que pedir permissão para sentar caso esteja na presença de um superior. Pergunto como pode? Se um oficial comete um crime semelhante ao cometido por um praça, o oficial tem direito a prisão domiciliar, enquanto o praça não. Os profissionais tem que deixar de ser tratados como animais e serem valorizados, isso só acontece se igualarmos a todos. A desmilitarização trará isso sim, mais antes de qualquer coisa devemos sim parar de brigar entre si, unir – se em uma causa, não esperem que as nossas demandas sejam atendidas, pois quer queira ou não ainda somos militares, temos que ter isso em mente, para sermos respeitados devemos antes de tudo mudar a nossa mente, não ficar somente pensando em aumento e promoção, devemos querer a nossa liberdade, os nossos direitos de todo cidadão, então companheiro mude a sua mente, e seja um cidadão, não um subcidadão.

    ResponderExcluir
  4. aqui no meu quartel já avisaram que quem estiver de 2° folga estará na esplanada, na virada do ano, e detalhe 0800. depois de 23 anos de casa irei faltar ao serviço. é muita falta de respeito com o ser humano, trabalhei o natal agora todo contente por está gozando a minha folga merecida no dia 31, me vem uma notícia dessas. nem o obama o papa a dilma fará com que eu me apresente pra tirar esse serviço. A PM NÃO SE ORGANIZA E OS OTÁRIOS É QUE TEM QUE PAGAR O PATO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. deveria pagar svg dobrado para todo poliicial

      Excluir
  5. Desmilitarizar a policia,sera bom pra o policial,pra sociedade tanto faz,e se a policia e truculenta existe uma explicacao,qual ta sendo o perfil dos criminosos?o policial e o espelho da socidade,falo em sociedade e que crimonosos vivem nela,fazem parte ......podem tira a farda, o bone,etc....mais quando se lida com animais,o chicote tem que ta na mao!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia...
    Creio que este seja um caminho sem volta, "MAS UM LONGO CAMINHO", que talvez seja alcançado por poucos que hoje estão em atividade.

    ResponderExcluir
  7. Sim é possível.
    E o que pode mudar a situação DEPLORÁVEL da Segurança Pública ?

    Desmilitarização, Carreira Única, Ciclo Completo, Unificação.

    As mudanças ocorrerão sem dúvidas, pois os Praças, a Sociedade, Imprensa, ONU, OAB, Manifestantes ... todos querem.
    O que não podemos deixar é que durante estas mudanças percamos direitos inerentes à nossa profissão.
    Nós hoje temos nossos direitos garantidos, e os futuros Policiais ? E os Bombeiros ?

    Eu quero mudanças e Lutarei para tê-las, você quer, todos querem, MAS NOVOS BENEFÍCIOS NÃO PODEM SUPRIMIR OS QUE JÁ TEMOS.
    Não podemos deixar que estas mudanças ocorram em gabinetes confortáveis, feitas somente por pessoas que nunca enfrentaram de frente as dificuldades de der um Policial.
    NÓS DEVEMOS SER ATIVOS NESTE PROCESSO DE MUDANÇAS.

    Eu apoio a Desmilitarização das Polícias. E você ?


    ELIOMAR RODRIGUES
    NMU
    cb 23 mil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sempre coerente em seus comentários, parabéns Eliomar, concordo com você , as mudanças virão mas elas não podem tirar as poucas benesses que já temos, e pra isso temos que participar.

      Excluir
    2. Eliomar parabéns pelo comentário e a proposito gostaria que fosse divulgado e parabenizado também a matéria que saiu hoje no DF alerta na qual o apresentador Wagner Relâmpago expôs com toda coerência a nossa atual situação:Ele falou bem o que nenhuma outra emissora teve coragem de falar isto porque estão compradas.O apresentador desfez todas as mentiras que ouvimos nos ultìmos dias por parte do governo do DF,ele disse muito bem e com conhecimento de causa que promoção não é aumento salarial ,que a PMDF não é a mais bem paga do país disse que já fomos um dia ,e ainda pediu ao governo para que cumprisse as promessas de campanha feita aos policiais.e expôs o motivo de porque tanta violência no DF,a desmotivação dos policiais militares.Quanto vi e ouvi a matéria me enchi de orgulho daquele programa e sua equipe pela coragem e ousadia de dizer a verdade e somente a verdade em relação a nos policiais militares por isso Wagner Relâmpago fica aqui registrado os meus parabéns e mais a minha audiência é deste programa e não do DFTV,RECORD,SBT e outros que se acovardaram.E sinceramente espero que os demais colegas de farda venham a tomar a mesma atitude que é esta, emissoras compradas zeroooo de audiência porque ela é muito valorizada mas é para quem merece, pensem nisso.e mais uma vez parabéns a toda equipe do DF Alerta.

      Excluir
  8. Demilitarizar é possível?!

    Apenas se o serviço público for reformado, com impedimento ABSOLUTO de greves. Se o cara fez concurso p ser policial militar, é pq aceitou os termos p trabalhar assim. Se acha ruim, SAI. A polícia, a cada dia que passa, é mais parecida com o serviço público burocrático: ineficiente, acomodada, cara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EGOÍSTA com medo de perder as mordomias DETECTADO !!!!

      Excluir
    2. Quando aparece uma postagem com esse tipo de conteudo os "iluminados" ficam doidinhos

      Calma, galerinha ! As mamatas vão somente diminuírem >

      Excluir
    3. E por que você não vai pro Exército anônimo das 10:44??? Se não gostar de lá, então vá para a Força Aérea ou Marinha. Aqui é Segurança Pública colega! Sacou?

      CB VÉIO.

      Excluir
  9. Sinceramente é muito dificil, desde os anos 80 vejo e ouço falar nisso e em unificação. Mas quem sabe se tiver interesse pelo governo talvez daqui uns 50 anos ou mais pode acontecer.

    ResponderExcluir
  10. Todos querem, menos os oficiais que são os detentores do poder. Então meus amigos essas desmilitarização nunca, isso mesmo nunca sairá do papel!!!
    E assim continuamos na Operação Tartaruga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabia que Senadores e Deputados eram subordinados de oficiais de polícia militar!
      Criaram alguma Emenda à Constituição que versa sobre isso?
      É cada uma viu!

      CB VÉIO (um tartaruga velho e folgado)

      Excluir
  11. Vejam o que diz uma pessoa que NÃO me representa e nem tem vergonha na cara, não gosta de seus filhos e nem esposa! Um verdadeiro FDP!!!

    :http://halkpmdf.blogspot.com.br/2013/12/se-engana-quem-pensa-que-so-ele-pensa.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na boa chefe, eu não estou nem aí para este "CAGALHÃO" deste "coroné"! Deixa ele defecar pela boca a vontade. Eu tenha é pena dos colegas daquele estado. Aqui é tartaruga TOTAL.

      CB VÉIO (um tartaruga velho e folgado)

      Excluir
  12. POLIGLOTA ...NMU...POR FAVOR AVERIGUEM! COLOQUEM UMA POSTAGEM DENUNCIANDO ISTO...NÃO PERMITEM ISTO...

    AGNELO CONTRA ATACA PM NA TV
    infelizmente para contrastar com sua alegria a noticia que trago não e boa,um policial militar destes recem incorporados gravou uma propaganda institucional elogiando este governo maldito do pt e mai ainda o agnelo,em breve sera lançado a propaganda,como disse uma colega,prostitutas existem em todas as classes,so quero ver como fiara a situação deste garoto apos ser revelado ao publico interno.estrela

    O GDF está negociando com duas emissoras de TV um programa mostrando o serviço policial na integra aos moldes da PM Paulista, porque o GDF viu isso como uma grande jogada para enfraquecer nossa manifestação passando uma falsa sensação de segurança, além de faturar encima da gente. Então vejamos... nosso serviço é pública, nossa imagem também desde que NÃO sejamos o foco central da imagem, logo tal filmagem só poderá ser feita se os policiais envolvidos permitam, mesmo que a "coronelada" permita a filmagem terá que ter o SIM da equipe que aparecerá. Então divulgue, por favor, no blog para as praças não permitirem tal filmagem que o GDF tentará para se beneficiar duplamente. Há o tal programa já tem até nome viu. Chamar-se-a OPERAÇÃO DE RISCO.

    ResponderExcluir
  13. Nenhum governo terá coragem de desmilitarizar a PM!
    Qual governo abrirá mão do controle dos pequenos exércitos que são as PMs?
    Hoje a PM não tem direito a greve. Com a possível desmilitarização ela, talvez, terá direito a tal instrumento.
    Já pensaram no caos sem as PMs nas ruas? Quem irá assumir o risco?
    A PM NUNCA SERÁ DESMILITARIZADA, INFELIZMENTE!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve ser coronel! Se não for está nas fileiras. Você não sabe que a Civil a Federal e a Rodoviária tem direito a greve e todas as greves deles tem seguido a legislação vigente? Esse seu comentário é tendencioso!

      Excluir
    2. Não sei como perco meu tempo ainda assistindo aquele “ENTRE BOBOS”. Só tenho pena do sgt Pires que é operacional até no sangue e não ideologista. Estava demorando um presidente de mais uma associação criada e fracassada vir a público dizer que é contra uma Associação Única. Evidente que seria, afinal, ele é “Presidente”! O sonho da PEC 51 parece que bitolou ainda mais a cabeça de muitos. Claro que o governo jamais deixará polícias armadas se sindicalizarem, isso é notório. A brecha existente é constitucional para uma minoria que é a Polícia Civil, Federal e Rodoviária Federal. As polícias militares tem um efetivo de mais de 400 mil policiais em todo Brasil (Fonte: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/policial-militar-traz-seguranca-o-tamanho-da-pm-nos-estados ), dados de 2011, e hoje estimado em mais ou menos 520 mil. Impossível o governo abrir mão do controle dessas forças. Alguém acredita? Além do mais é tão incoerente esse diálogo que se for analisado a fundo que a PEC 51 ainda é um projeto em tramitação (e que pode ter dois caminhos: aprovação ou gaveta), deveríamos aguardar o tempo passar? Esperar a aprovação de um sonho? A verdade é que como o sgt Pires exemplificou, existem sindicatos (e isso é constitucional) que seus presidentes são eleitos e reeleitos para vários e vários mandatos. Ora, isso é simples de se identificar: se são reeleitos é porque são competentes e não surgem novas chapas com competência e projetos capazes de melhorar o já existente. Desculpas de quem não quer largar o osso, não tem projetos e coragem para assumir seus próprios fracassos. Outra, caso haja uma desmilitarização e possibilidade de sindicalização, basta para isso mudar o estatuto, corrigir as imperfeições e migrar de associação para sindicato. Qualquer contador de fundo de quintal faz isso. E muito me admira ouvir um dos palestrantes criticar os que buscam o fortalecimento das tropas através de pressão em cima de carros de som (e olha que a ele mesmo já fez isso), quando na verdade ele próprio já fez isso inúmeras vezes. Pula de galho em galho procurando apoio de um governo que nos massacrou desde sua posse em 1º de janeiro de 2011, de parlamentares que tentaram a todo custo humilhar integrantes e a própria instituição em prol de benefícios próprios e que da própria boca desses parlamentares ouviu-se uma resposta “desanimadora”, e ainda, para coroar nosso martírio acaba de dar o tiro de misericórdia ao dizer que somos a polícia mais bem paga do Brasil. Será que nessa altura do campeonato a conversinha de gabinete vai resolver o problema dos policiais e bombeiros? Arrego né! Oposição,esse é o lema.

      Excluir
    3. Tudo depende de regulamentação. Claro que é possível sindicalizar a polícia militar, caso esta seja desmilitarizada. Qual o óbice para isso no mundo civil? As outras polícias têm sindicatos! E no caso de greves, já é entendimento sedimentado na seara trabalhista, de que deve haver um percentual mínimo da categoria trabalhando. E tem mais, a lei que regulamenta a greve (nº 7.783/89) indica que em caso de paralisações de categorias que prestam serviços essenciais, estas deverão ser comunicadas com certa antecedência (72h). Portanto, veja que tem como manejar determinados pontos. O que é preciso é a nossa polícia militar ter outra roupagem, isto é, abolir de vez a palavra MILITAR de seu nome. A sociedade clama por uma polícia mais humana, técnica e eficiente.E tem mais, este argumento de que o contingente nacional é muito grande (aproximadamente 400 mil profissionais) e que isso se torna uma grande barreira é pura balela. O que dirá então dos médicos que são mais de 500 mil profissionais? Dos advogados que são mais de 800 mil profissionais? E os caminhoneiros (700 mil) que PARARAM o Brasil? E outras categorias BEM menores, mas que são altamente técnicas e necessárias à gestão da máquina governamental? Exemplo: Auditores da Receita Federal. Quando estes caras param, o transtorno é enorme também. E outra, no caso da Segurança Pública, em caso de indicativo de greve e indicativos crônicos de criminalidade, as Forças Armadas, em caráter EXCEPCIONAL, realizam a atividade policial ostensiva e preventiva, quando solicitadas pela autoridade competente. Logo, perceba que não é tão impossível assim. Basta ter VONTADE POLÍTICA!

      CB VÉIO

      Excluir
  14. O ano de 2014 completará 50 anos da Ditadura Militar, então uma ocasião mais propício para decretar ou abolir o fim do Militarismo na Polícia Militar de todo o Brasil. Nada mais justo. Deus é conosco. Vamos ter fé!!! Desmilitarização já!!!

    ResponderExcluir
  15. É REPUGNANTE VER O GDF GASTAR MILHÕES EM PROPAGADAS PATROCINANDO UM PROGRAMA DE TELEVISÃO!!!! CHAMADO BALANÇO GERAL!!!!

    Eu gostaria de saber de onde o GOVERNO está tirando tanto DINHEIRO para patrocinar todos os dias O BALANÇO GERAL !!! Está mais para BALANÇO DO GDF, O TCDF poderia nos ajudar a descobrir a fonte de tantos RECURSOS para tantas publicidades, O FUNDO CONSTITUCIONAL TEM BILHÕES, onde está? No meu contracheque que não está! Para atender a PM e BM este Governo diz que não tem NADA!! Agora sabemos para onde está indo o FUNDO CONSTITUCIONAL, ele deveria está em nossos CONTRACHEQUES, mas deve está indo para a RECORD onde o garoto propagada HENRIQUE CHAVES está fazendo uso dele. Exigimos uma AUDITORIA nas contas do GDF URGENTE!!!!!!!!!!!!!
    Estou Aqui!!!!

    ResponderExcluir
  16. PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Câmara Legislativa aumenta em 80% gastos com verba de gabinetes.

    Os gastos com funcionários comissionados que trabalham diretamente com cada parlamentar subirão para R$ 173,6 mil a partir da próxima quarta-feira. Em 2009, esse valor somava R$ 97 mil. Lei aprovada na época abriu brecha para mais cargos

    Camila Costa
    Publicação: 30/12/2013 07:00 Atualização: 30/12/2013 08:26
    Plenário da Câmara Legislativa: além da lei que amplia o número de cargos comissionados, a verba de gabinete foi inflada por reajustes salariais (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press - 14/12/11)
    Plenário da Câmara Legislativa: além da lei que amplia o número de cargos comissionados, a verba de gabinete foi inflada por reajustes salariais


    Sem alarde e aos poucos, os deputados distritais praticamente dobraram, nos últimos quatro anos, as despesas com servidores de seus gabinetes. Em 2009, a Casa aprovou uma lei que abre brecha para o aumento de cargos dos comissionados que trabalham diretamente com os parlamentares. Diante disso e dos reajustes salariais concedidos aos funcionários da Casa, a verba de gabinete passou de R$ 97 mil para quase R$ 158 mil por deputado, este ano. A partir de quarta-feira, esse total passará para R$ 173,6 mil, ou 80% a mais que antes da aprovação da norma.

    Os números são ainda mais expressivos quando contabilizadas as despesas dos gabinetes de todos os 24 deputados. Por mês, os servidores comissionados recebem R$ 3,7 milhões. Em um ano, a bolada chega a R$ 50,5 milhões (leia quadro). Com esse dinheiro, seria possível, por exemplo, construir 25 escolas públicas.
    O aumento ocorreu após a Câmara Legislativa aprovar, em junho de 2009, projeto de lei que institui o plano de cargos, carreira e remuneração da Casa. No texto, além da composição ideal de servidores por gabinete, foram autorizadas nomeações extras (confira O que diz a Lei), que aumentaram o número de cargos. Em vez de 12 por gabinete, o total passou para 17.

    A Lei nº 4.342/2009, em seu artigo 41, trata da quantidade de servidores por gabinete, originalmente de 12 pessoas. No entanto, como prevê a regra, os distritais podem desdobrar esse número, distribuindo a verba disponível e chegar à quantidade de 23 cargos. Na prática, a maioria dos distritais trabalha com essa ocupação integral, chegando a reunir até 28 servidores. Além disso, a verba também foi acrescida do reajuste salarial concedido aos servidores da Câmara, nos últimos três anos — 5% em 2011 e 2012; 8% em 2013; e 10%, previstos para janeiro de 2014.

    fonte: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2013/12/30/interna_cidadesdf,405654/camara-legislativa-aumenta-em-80-gastos-com-verba-de-gabinetes.shtml

    ResponderExcluir
  17. Como engolir uma opinião que diz que para cada 10 criminosos um policial tem que morrer? Como acreditar na lorota de que policiais são do mal e que são coitadinhos os "manifestantes" que saem as ruas com coquetel molotov e a clara intenção de ferir ou mesmo matar policiais e qualquer um que fique na sua frente e assim ganhar respeito no meio da bandidagem? Esse discurso pode até encontrar guarida nos "especialistas", mas atingir o policial que sabe as agruras que precisa superar para desempenhar seu trabalho não dá pra entender. Deixo algumas perguntas para que respondam com franqueza: Quem tá acabando com o Brasil, o policial militar ou a corrupção encastelada em praticamente todos os setores públicos? Será que a desmilitarização vai resolver o avanço da criminalidade? Será que hoje precisamos mais de reformas nas nossas leis (que não interessa às elites) ou do fim do policial militar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cidadão precisa de polícia e não de militares, viva a PEC 51.

      Excluir
  18. Podemos realmente culpar a nós praças? Então vejamos: o FALECIDO CORONEL AZEVEDO era pré candidato a distrital e mesmo assim foi ao DFTV dizer que um soldado não poderia ter o mesmo índice no reajuste salarial de coronel, o que o governo fez? reduziu o índice e o soldado ficou com o prejuízo, mas depois de 8 meses foi a eleição e muitos praças votaram nele! e eu digo porque eu presenciei muitos soldados fazendo campanha para o mesmo que a uns meses antes havia dito para toda a sociedade o quanto nós somos defendidos pelo COMANDANTE DA INSTITUIÇÃO POLÍCIA MILITAR. Deve ter muitos praças indo na onda dos coronéis dizendo que a PC 51 também vai ser péssima para a instituição, ou alguém duvida? Que venha ela do jeito que estiver com certeza será melhor que o miserável do MILITARISMO. ASSEMBLÉIA DIA 13/02/2014
    Estou Aqui!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro anônimo de 12:05, outra coisa que o finado Cel. Azevedo fez foi um tal CFS na CALADA da NOITE, um curso feito para beneficiar SÓ alguns poucos conterrâneos cariocas dele, essa medida conhecida como CURSO MADEIRA ou LEI MADEIRA, uma referência ao Cabo Madeira, lotado no BOPE, e que hoje estar lotado na SEOPS, provocou a MAIOR INJUSTIÇA contra a maioria dos cabos na época, incluindo minha turma de 1997 que LEVOU A RASTEIRA, LEVOU A PERNADA, e que acabou tomando outras dimensões quando cabos, sargentos e até soldados recorreram à justiça para ter seus direitos respeitados, o que NÃO ocorreu IGUALMENTE comigo e outros tantos cabos e sargentos que tiveram provimento negado em todas as instâncias judiciais mesmo tendo os mesmos direitos e até mais antiguidade que outros que ganharam, foi isso que ele conseguiu fazer, além de levar diversos PM’s incautos no bico.

      Excluir
    2. Ô Nêiliton você levou CANGALHA pq dormiu na praça, e a justiça não socorre aos dorminhocos, falo isso pq em outra ocasião, também dormi, por conta desta sonolência, do contrário eu seria hj SUBÃO mas ainda sou 3º SGT com 23 anos de "briosa",

      Excluir
    3. Caro anônimo de 17:35, entrei na justiça juntamento com outros tantos tempestivamente, não dormimos no ponto meu caro, mudamos de advogado diversas vezes mas não obtivemos sucesso, o que será meu será, e o que será seu ninguém há de tomar.

      Excluir
  19. O ÚNICO CAMINHO É TIRAR AS POLÍCIAS DOS GOVERNADORES E SUBORDINÁ-LAS AO MINISTÉRIO PÚBLICO.
    Os Coronéis continuam a dizer que não podem desmilitarizar a PM. Para eles lógico que não pode, é prejuízo demais, os coronéis da PMDF tem direito a 1 VIATURA NOVINHA, 2 SECRETÁRIAS, 2 MOTORISTAS, 1 CELULAR COM 2000 MIL REIS DE LIMITE, 16.000,00 REAIS de GRATIFICAÇÃO de COMANDO eu não entendo esta gratificação se eles já tem a PATENTE DE CORONEL para comandar, palhaçada também fez o SECRETÁRIO de SEGURANÇA mandando fazer uma lei que a cada arma apreendida receber gratificação, nós PMs condenamos esta lei POPULISTA do GOVERNADOR AGNELO. A PM sempre foi e se não desmilitariza-la continuará sendo o 3º braço dos Governadores, estão sempre fazendo só a vontade deles e não da população. Em qual país do mundo podemos dizer que existem tantas polícias como no Brasil? Vejamos Que País atrasado é este! São Polícias demais para um só País: "Temos a polícia federal, Polícia Rodoviária federal, Polícia Ferroviária Federal, Polícia Civil, POLÍCIA MILITAR, Polícia Florestal, Polícia Naval, Bombeiro Militar, Polícia Legislativa, Guarda Civil, Agente de trânsito Detrans, Agentes do DERDF, Amarelinhos Estaduais e Municipais , não se contendo com tantas polícias o governo federal criou mais uma usando os pm's e bombeiros de todos os estados e distrito federal subordinada ao ministério da Justiça, a “FORÇA NACIONAL”, parece brincadeira, mas não é, ou acabem com esta palhaçada ou continuaremos o PAÍS que tem mais polícia do PLANETA e brigando entre si. Enquanto as polícias militares estiverem sob o comando dos Governadores servindo de massa de manobra, continuarão inertes, mortas, fracas, fazendo só a vontade dos Governadores e não da sociedade, e o único caminho é subordinando a polícia ao MINISTERIO PÚBLICO, assim os GOVERNADORES não faria politicagem com as policias.Tem que haver uma mudança geral no seguimento da SEGURANÇA PÚBLICA BRASILEIRA, tem que acontecer urgentemente a extinção da POLÍCIA MILITAR!!! As primeiras palavras que ouvi quando apresentei-me no CENTRO DE FORMAÇÃO, foi: Você não é mais comum, você agora é militar, você é superior a tudo e a todos, a sociedade é sua inimiga, somos caçadores e ela a caça. Tinha colegas no curso que já não falava nem com os parentes porque pela lavagem cerebral que era feita no curso estávamos sendo formados para prender tudo e a todos, quando alguns questionavam mas minha família é de bem não tem nenhum bandido, é questão de tempo, vocês terão que prender pai, mãe irmãos seja qual o parentesco, vocês agora são POLÍCIAL MILITAR, e para piorar denegriam todas as outras forças policiais nos mostrando que éramos melhores e superiores a elas porque somos MILITARES, e por aí vai, se eu falar tudo que ouvia no curso para soldado da PMDF ficaria o ano todo escrevendo, é um absurdoooooooo. Loucuraaaaa, como um PM poderia apresentar a sociedade sempre sorridente? Alegre? cheio de paz se estávamos a procura do inimigo que era a própria sociedade?
    ESTOU AQUI!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo antigo, também passei por isso.

      Excluir
    2. É, e depois é só entrar na justiça para ganhar igual a promotores, afinal passaremos a ser promotores de segurança pública, nada mal em?
      Eu apoio essa ideia.

      Excluir
  20. Essa informação sobre o novinho e a propaganda institucional. É mesmo PM ? Se não for tem que acionar o MP. Afinal temos instrumentos para confirmar isso e acionar o MP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alegando o que? Só para título de informação, grato.

      Excluir
  21. Bom dia a todos,

    Não costumo assistir determinados programas, principalmente aqueles que são sensacionalistas e utilizam de nossa "marca" para se promoverem.

    Mas acabei de assistir a uma reportagem no programa DF ALERTA, da TV Brasília, apresentado pelo jornalista Wagner Relâmpago (se não me engano). pois bem, esse rapaz falou em rede de TV tudo que o governador Agnelo Queiroz não nos permitiu contestar com dados (postamos isso no blog - http://tenpoliglota2012.blogspot.com.br/2013/12/direito-de-resposta-o-que-populacao.html).

    Parabéns ao jornalista pela imparcialidade e à TV Brasília pela coragem em publicar uma matéria onde a verdade foi dita. Por ter cobrado dele, governador, a postura de quem governa. Afinal, "nunca na história dessa capital" vimos tamanho CALOTE ELEITORAL aos profissionais de segurança pública.

    Jornalismo é isso. A VERDADE COMO ELA É!

    Poliglota...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poliglota a galera do DF ALERTA sempre nos ajudou e quando nos encontramos nas ruas da Ceilãndia procuramos tratá-los muito bem de acordo como eles nos trata, já o pessoal de outras emissoras procuramos nos distanciar ao máximo, afinal são um bando de traíras.

      Excluir
  22. RETIRADO DO BLOG DO ELIOMAR RODRIGUES, ótima matéria vale a pena ler

    Só pode dirigir Viaturas quem tem Curso Específico Reconhecido e Homologado pelo Detran.

    POLICIAL QUE DIRIGIR VIATURA SEM CURSO, É UM INABILITADO E COMETE INFRAÇÃO DE TRÂNSITO.
    É ILEGAL DIRIGIR VIATURAS DE EMERGÊNCIA SEM CURSO ESPECÍFICO.

    . É ILEGAL DIRIGIR VEÍCULO DE EMERGÊNCIA SEM UM CURSO ESPECÍFICO.
    . CURSO ESPECÍFICO DEVE SEGUIR AS NORMAS DO CONTRAN.
    . PARA MINISTRAR O CURSO TEM QUE TER CONVÊNIO E CUMPRIR CARGA HORÁRIA,
    . COM PROFESSORES CREDENCIADOS.
    . APÓS O CURSO É FORNECIDO CERTIFICADO.

    Amparo Legal :
    •Lei nº. 9.503, de 23 de setembro de 1997;
    •Resolução nº. 168, de 14 de dezembro de 2004, do CONTRAN ;
    •Resolução nº. 265, de 15 de fevereiro de 2008, do CONTRAN;
    •Resolução nº. 285, de 29 de julho de 2008, do CONTRAN;
    Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer algo senão em virtude da Lei.


    1. O Código de Trânsito Brasileiro, art 145 inciso V ,
    exige curso específico, com carga horária e conteúdo determinado pelo próprio órgão de trânsito, para condutores de veículos de emergência.

    2. O código de Trânsito Brasileiro, art. 29 inciso VII,
    inclui VIATURAS POLICIAIS como VEÍCULO DE EMERGÊNCIA.

    3.CURSO PARA CONDUTORES DE VEÍCULOS DE EMERGÊNCIA
    1 Carga horária: 50 (cinqüenta) horas aula
    2 Requisitos para matrícula
    - Ser maior de 21 anos;
    - Estar habilitado em uma das categorias “A”, “B”, “C”, “D” ou “E”;
    - Não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os últimos 12 (doze) meses;
    - Não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da CNH, pena decorrente de crime de trânsito, bem como não estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.

    3 Estrutura Curricular.
    3.1 Módulo I - Legislação de Trânsito – 10 (dez) horas aula
    Determinações do CTB quanto a:
    - Legislação específica para veículos de emergência:
    - Responsabilidades do condutor de veículo de emergência.

    3.2 Módulo II – Direção Defensiva – 15 (quinze) horas aula
    - Acidente evitável ou não evitável;
    - Como ultrapassar e ser ultrapassado;
    - A importância do comportamento seguro na condução de veículos especializados.
    - Comportamento seguro e comportamento de risco – diferença que pode poupar vidas.
    - Estado físico e mental do condutor, conseqüências da ingestão e consumo de bebida alcoólica e substâncias psicoativas;

    3.3 Módulo III – Noções de Primeiros Socorros, Respeito ao Meio Ambiente e Convívio Social – 10 (dez) horas aula
    - A responsabilidade civil e criminal do condutor e o CTB.

    3.4 Módulo IV – Relacionamento Interpessoal – 15 (quinze) horas aula
    - Aspectos do comportamento e de segurança na condução de veículos de emergência;
    - Características dos usuários de veículos de emergência;
    - Cuidados especiais e atenção que devem ser dispensados aos passageiros e aos outros atores do trânsito, na condução de veículos de emergência.

    CONCLUINDO :

    1.NENHUM POLICIAL PODERÁ SER OBRIGADO A DIRIGIR VIATURA SEM UM CURSO ESPECÍFICO QUE CUMPRA AS NORMAS DO CONTRAN, MINISTRADO POR PROFESSORES CREDENCIADOS, COM EMISSÃO AINDA DE UM CERTIFICADO.

    2. OS ¨CURSINHOS¨ dados pelos ¨professores¨ dos centros de manutenção dos quartéis, não dão amparo legal para condutores de viaturas.

    3. NINGUÉM SERÁ OBRIGADO A FAZER ALGO SENÃO EM VIRTUDE DA LEI.

    ELIOMAR RODRIGUES
    NMU
    cb 23 mil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Poliglota, vamos começar a por nas cabeças destes "motoristas" que não podemos dirigir VIATURAS sem estar devidamente habilitados, ou seja, sem o curso.
      SGT do 8º BPM, o que decidirem, tô dentro.

      Excluir
    2. Colega, sinceramente....

      Tem coisas que são tão óbvias que nem precisa de campanha, precisa de consciência.

      Lembro-me uma certa vez que quando soldado na antiga Cia de Rádio Patrulha um sargento muito conhecido(Carpina) queria que fossemos logo para a rua patrulhar. Ao olhar o pneu da viatura percebi que estava careca. Olhei o estepe e estava em condições piores. Me recusei a sair e ele me disse que se não saíssemos ele me participaria. Disse ao mesmo: Fique a vontade sargento. Ele chamou o adjunto após longos 30 minutos de debate, entregou o seu armamento e foi dormir (pois naquela época trabalhávamos 24 horas, sendo 6 na rua por 6 de descanso no quartel). Detalhe: Eu tinha 8 meses de policial pronto.

      Moral da história: Exercer direitos independe de tempo de serviço, idade, local e etc. Depende de consciência. Eu usei a minha, e também fui dormir...rsrs

      Grande abraço amigo e Feliz 2014 à você e sua família.

      Poliglota...

      Excluir
    3. TENTA COLOCAR ISSO NA CABEÇA DE UM 4º SÉRIE !!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    4. Como faremos nossa próxima reunião no dia 13 de fevereiro, uma ideia prá chamar a atenção de uma forma definitiva seria mais ou menos assim:
      Os que estiverem de folga dirijam-se à Praça do Buriti.
      Os que estiverem de serviço (VTR) não assumam as viaturas.
      Afinal será dia 13.
      13 do PT.
      Eles nunca mais vão esquecer esta data.


      “TUDO DENTRO DA LEI, COMO DISSE O COMPANHEIRO DE ALAGOAS”


      Amparo Legal :
      •Lei nº. 9.503, de 23 de setembro de 1997;
      •Resolução nº. 168, de 14 de dezembro de 2004, do CONTRAN ;
      •Resolução nº. 265, de 15 de fevereiro de 2008, do CONTRAN;
      •Resolução nº. 285, de 29 de julho de 2008, do CONTRAN;
      Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer algo senão em virtude da Lei.


      3º SGT mais Antigo que o 01.

      Excluir
    5. Ô anônimo das 19:15, como vc pode ser mais antigo do que o 01, tá respondendo muitos processos? Pq o 01 é do início de 90 e se vc for 15 mil de 89, estes todos já são no mínimo 2º cão, agora se vc for de 90, da turma dos 15 e 16 mil, são do meio do ano de 1990, portanto mais recruta LITERALMENTE, e esses 15 e 16 mil que ainda não foram promovidos a SEGUNDÃO fizeram o curso na CPChoque.

      Excluir
    6. Aos irmãos boa tarde, eu não gostaria de está respondendo mais ninguém neste espaço, mas ao anônimo das 19:13, digo o seguinte: consciência não se trata de grau de escolaridade, pois existem muitos de cursos superiores que se deixam serem massas de manobras, por isso peço mais respeito com os antigos, não que eu seja um quarta série, se fosse teria orgulho, só acho que devemos, digo, DEVEMOS ter um pouquinho de respeito por quem durante muito tempo carregou esta PMDF nas costas pra ser entregue aos senhores hoje. A todos um feliz ano novo e que Deus vos ilumine nessa árdua missão. ST RR.

      Excluir
  23. Comentário retirado do Blog do Eliomar Rodrigues.

    Declaração de policial de Alagoas.

    Fizemos um movimento inteligente, trabalhando dentro da legalidade.
    Nenhum motorista tinha curso de condutor de viatura policial homologado pelo Detran.

    Com isso, nenhuma viatura saia da base. Os PM iam atender a ocorrência a pé.
    Operação Padrão. Nenhum comandante podia prender a gente, pois estávamos cumprindo a Lei.
    O governo n aguentou a pressão

    Começamos uma mobilização aqui em Alagoas e dentro de 15 dias conseguimos varias conquistas. Nosso salario era de 2440 e agora será 3591. Alem disso, agora cada escala extra será remunerada e voluntaria. Os pms q aceitarem tirar escalas extras, receberão 114 por cada uma, podendo tirar 8 por més. Ou seja, quem aceitar, poderá ganhar 912 a mais por mês. Acabamos com o rancho e os PMs receberão mensalmente 230 reais de vale alimentação. A escala normal n poderá ser menor q 24/72. Uma vez no ano o governo pagara em dinheiro o valor equivalente a compra de dois uniformes completos (coturno, calça, camisa, gandola, cinto, boina). O tempo de promoção sera menor. Com isso, um soldado sera promovido a cabo com 6 anos de policia.
    Tudo isso sem ninguém ser preso.
    Padrão mano parabéns a vocês!
    Cara, n tem erro.
    As pms dos outros estados deveriam fazer da mesma forma. O movimento foi 100% legal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como faremos nossa próxima reunião no dia 13 de fevereiro, uma ideia prá chamar a atenção de uma forma definitiva seria mais ou menos assim:
      Os que estiverem de folga dirijam-se à Praça do Buriti.
      Os que estiverem de serviço (VTR) não assumam as viaturas.
      Afinal será dia 13.
      13 do PT.
      Eles nunca mais vão esquecer esta data.


      “TUDO DENTRO DA LEI, COMO DISSE O COMPANHEIRO DE ALAGOAS”


      Amparo Legal :
      •Lei nº. 9.503, de 23 de setembro de 1997;
      •Resolução nº. 168, de 14 de dezembro de 2004, do CONTRAN ;
      •Resolução nº. 265, de 15 de fevereiro de 2008, do CONTRAN;
      •Resolução nº. 285, de 29 de julho de 2008, do CONTRAN;
      Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer algo senão em virtude da Lei.


      3º SGT mais Antigo que o 01.

      Excluir
  24. Colega das12hr53,o amigo das 12hr43,tem razao,nao tamos torcendo contra,ja to na estrada ha anos,ti digo,o congresso nao ta preocupado com a pm,....vc vai completar 30 anos de sv, e nada vai mudar,a nao ser vc, ir pra outro orgao.quero correr atras de salario digno.

    ResponderExcluir
  25. Enquanto isso GDF vai gastar 4,5 milhões com a festa do dia 31 na explanada, chupa que é de uva. E os PMs vão ser os vigias de carros no estacionamento, etâ instituição falida

    ResponderExcluir



  26. Recruta morre e oficial diz que escola de formação não é creche.

    Representantes das praças dizem que apesar de ser um cento de treinamento de militares o CFAP não pode ser palco de abusos cometidos por oficiais despreparados e que discriminam praças.

    Durante audiência pública na Assembleia Legislativa (Alerj) para esclarecer as circunstâncias da morte do recruta Paulo Aparecido Santos de Lima, o comandante do Centro de Formação e Aprimoramento de Praças (Cfap), coronel Nélio Monteiro afirmou que lesões fazem parte da rotina da instituição, por se tratar de um “curso com objetivo de formar policiais que atuarão nas ruas”. O aluno foi internado após treinamento no dia último 12 e morreu dez dias depois. — O Cfap não é creche. É uma instituição de formação policial. O treinamento fornecido lá dentro é condizente com essa formação — disse o oficial.

    Após a declaração, o presidente da Associação de Praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, Vanderlei Ribeiro, pediu a palavra para discordar do coronel. — "O Cfap não é uma creche, mas também não é casa de tortura. O problema é a cultura militarista da PM. O CFAP não pode servir para que oficiais despreparados, façam o que bem entendem com os alunos e descarreguem sua ira contra as praças, adquirida durante a LAVAGEM CEREBRAL no curso de formação de oficiais. Os direitos humanos dos policiais precisam ser respeitados desde a sua formação. Pois, como irão respeitar os direitos humanos dos cidadãos nas ruas."

    Fonte: Revista Sociedade Militar

    ResponderExcluir
  27. Na Civil curso de duração 45 dias nem por isso deixa de ser um profissional qualificado, já à PM 12 meses, ou seja, 365 dias talvez por isso haja mais truculência na PM é muito tempo aprendendo coisas que não tem nada a ver com segurança pública.

    ResponderExcluir
  28. Que matéria tendenciosa é essa! Muito direcionada essa matéria. Quem a escreveu tem a visão limitada sobre o assunto. Quem não tem personalidade ou opinião própria se deixa se levar por essa reportagem fraca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ENTÃO EXPLICA AÍ PRA NÓIS MANO QUAL É SUA VISÃO SEM DIREÇÃO?KKKKKK

      Excluir
  29. E na civil,e 45 dias,mais os caras nao sabem de porra nenhuma.aqui os moleque pelo menos tem uma pouco de nocao,mas tbem nao precisava ter 12 meses, a metade ja ta bom.....mas tbem temos colegas que tem anos de pm,nao sabem de porra nenhuma,se for pra rua.....e probema!deixa do jeito que ta.kkkkkkkkl.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas com certeza você gostaria de ser um deles. Afinal não é o que buscamos, a tão sonhada DESMILITARIZAÇÃO, UNIFICAÇÃO e status de polícia CIVIL.

      Excluir
    2. ao anônimo das 17:02...cara teu comentário me leva a crer que vc nem é da PCDF e muito menos da PMDF....fala sério,qual teu artigo?já puxou quanto tempo?

      Excluir
    3. Meu vizinho foi fazer o curso de formação para procurador da fazenda e foram duas semanas de curso de formação. E aí, o que dizem?

      Excluir
  30. É isso aí anônimo das 17:02, os caras não sabem de porra nenhuma más são melhores remunerados que nós e estão há muitos passos à nossa frente, então deixa do jeito que tá kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. anônimo das 17:02 é o mesmo do das 18:17......não retornou do saidão....cuidado heim !!!!!

      Excluir
  31. "O TRÂNSITO NA ESPLANADA, DURANTE AS FESTAS DE FINAL DE ANO FICARÁ A CARGO DA PMDF" Claro! seria muito trabalho para os auditores de fiscalização de trânsito, então põe os Pms do batalhão de trânsito lá e tá tudo certo. Não me surpreenderia se na reunião que teve com a cúpula da seg. pública, o comandante ou um oficial iluminado qualquer, deu esta sugestão. "PODE DEIXAR QUE A PM CUIDA DO TRÂNSITO". Daí, o diretor do DETRAN, que não é besta nadinha, ficou calado, pensando, "GRAÇAS A DEUS QUE TEMOS A PM PRA FAZER O SERVIÇO SUJO". E assim sai ano e entra ano e a PM não muda, aliás, muda pra pior, por culpa da submissão desses coronéis carniceiros, que pensam tão somente em si mesmos. BANDO DE ABUTRES!!!

    Obs: Agora cabe ao policial militar que estiver escalado nessa m..... fazer apenas o necessário, e não ficar arroxando e inventando serviço. Lembre-se que vc poderia estar com sua família na passagem do ano, mas por necessidade financeira (serviço voluntário) ou imposição (voluntório) vc estará longe de sua família. Isso é justo??? Pense, e não se esqueça de nosso movimento (LEGALIDADE E MULTA ZEROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU NÃO ACREDITO POUCO MAIS DE 200,00 VÁ RESOLVER A VIDA DE NINGUÉM. JÁ METI MEU ATESTADO.

      Excluir
  32. Estou muito feliz por saber que voçês, PM e BM estão unidos nessa luta fantástica. Estou ansiosíssimo para começar o curso de soldado da PM e gostaria muito de que quando fosse empossado recebesse um salário entorno dos 10,000 reais, mas para tanto é necessário que todos se mobilizem. Recrutinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure outra profissão. Aqui o barco já afundou!

      ST PMDF - 2.590 dias para RR.

      Excluir
    2. 10.000 reais não sei. Mas 10.000 ...... tu vai ganhar.

      Excluir
    3. É isso aí recrutinha, com um salário deste, vc nem precisaria se queimar, ia nadar de braçadas.

      Excluir
  33. HOJE FIQUEI ANALISANDO, AS COISAS QUE ACONTECEM NA PM, TUDO E TODOS SÃO CONTRA NÓS PRAÇAS. A POPULAÇÃO, A IMPRENSA, E DENTRO DA PM MESMO OS OFICIAIS, QUE NÓS PRAÇAS NÃO PODEMOS CONFIAR. ESTAMOS AÍ PRATICAMENTE COM 4 ANOS SEM NADA, ESSE 15% NÃO DAR NEM 150, 00 REAIS POR ANO, ISSO NÃO É AUMENTO, O AUXILIO MORADIA O MAIOR DOS PRAÇAS É 80,00 REAIS, O AUXILIO TRANSPORTE QUE DEVERIA SER NOSSO O GDF, PREFERE PAGAR AOS DONOS DE EMPRESAS, TEMOS O AUXILIO ALIMENTAÇÃO O MENOR DO GDF, E PARA PIORAR QUANDO VAMOS PARA A RESERVA PERDEMOS. O GOVERNADOR FALOU BEM CLARO QUE NÃO TEM NADA PARA OS PRAÇAS PM E BM, NEM REESTRUTURAÇÃO , NEM AUMENTO E NEM OUTRA GRATIFICAÇÃO, AS PROMOÇÕES JÁ ERA MESMO SENDO NOSSO DIREITO. AÍ VEM A PERGUNTA COMO VOU PRESTAR UM BOM SERVIÇO PARA A SOCIEDADE EM UMA INSTITUIÇÃO DESVALORIZADA E PRATICAMENTE FALIDA, E O MAIS GRAVE 99% DOS PRAÇAS JÁ TEM MAIS DE 23 ANOS DE SERVIÇO, E NÃO TEM MAIS MOTIVAÇÃO PARA O SERVIÇO, QUEM ENTRA NÃO PASSA UM ANO VAI EMBORA PARA OUTRA INSTITUIÇÃO QUE VALORIZA O SERVIÇO DELE. SENHORES PRAÇAS ANALISEM BEM NOSSA SITUAÇÃO E VAMOS ENTRAR EM 2014, COM MAIS FIRMEZA EM NOSSA MOBILIZAÇÃO, UM SUB HOJE COM 30 ANOS VAI EMBORA COM 6. 200 LIQUIDO, SERÁ QUE É ESSE O SALÁRIO QUE QUEREMOS PARA A MAIORIA QUE DAQUI A 5,6 E 7 ANOS QUE FALTAM PARA A RESERVA, AMIGOS VAMOS A LUTA COM UNIÃO , VAMOS INTENSIFICAR EM NOSSAS AÇÕES, PRECISAMOS MUITO DE UNIÃO EM 2014 OU SEREMOS MASSACRADOS PELO SISTEMA. UM FELIZ ANO NOVO A TODOS OS PRAÇAS PM E BM E FIQUEM COM DEUS.

    ASS: SGT REVOLTADO COM A MANEIRA QUE NOS TRATA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite.....
      Se você está revoltado imaginem nós SD e CB. Mas uma coisa é certa temos que diminuir este abismo que tem aqui dentro, mas de que forma? O primeiro passo, como você bem frisou é UNIÃO, que necessariamente passa pelo nascimento de uma ASSOCIAÇÃO ÚNICA, já que temos aqui dentro uma salada de associações que sempre irão divergir. Como diminuir o tal abismo interno, penso que deveríamos focar na lei que trata do escalonamento vertical, hoje um SD ganha 25.1 do soldo Cel. Aumento do efetivo da PM,assim haveria um aumento nos postos e graduações ( não devemos ser hipócritas em falar que promoção não é aumento).

      Excluir
  34. Veja a preocupação de Agnelo com a PMDF e com o aumento da violência em brasília, sequer vai passar o ano no estado que governa.

    N 281, segunda-feira, 30 de dezembro de 2013.

    AUTORIZAR a viagem do Chefe do Núcleo de Operações de Segurança da Casa Militar, Capitão QOPM RODRIGO SILVA ABADIO - matrícula/GDF 1.655.348/9 e eo Assessor Técnico, 1º Sargento QPPMC FERNANDO CESAR DUTRA - matrículaGDF 1.654.594/X, no período de 25 de dezembro de 2013 a 08 de janeiro de 2014 com destino à cidade de Maceió - AL para proverem segurança ao ExcelentíssimoSenhor Governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz.

    Rogério da SILVA LEÃO.

    http://www.buriti.df.gov.br/ftp/diariooficial/2013/12_Dezembro/DODF%20N%C2%BA%20281%2030-12-2013/Se%C3%A7%C3%A3o02-%20281.pdf

    ESSE AÍ É O GOVERNADOR QUE ELEGEMOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai ai, agora deu, só pq é o governador não tem direto de passear com sua família durante o recesso de final de ano?
      Fala sério, vamos nos preocupar com algo mais sério.

      Excluir
  35. PEC 51,
    Amigos de farda, saibam que a desmilitarização é fato e com certeza ela virá nos próximos 5 anos no máximo, não é o que o Coronel, não é o que o Governador quer, amigos, quem manda na gente é a ONU, a ONU quer e assim vai ser, não percam por esperar.
    Safo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não é bem assim Safo, se a ONU tivesse tanto poder assim como vc afirma, não teríamos guerras e nem embargos comerciais a certos países, portanto antes que a ONU queira ou exija, esta desmilitarização tem que passar primeiro pelas mãos dos governos Federal e Estadual, do contrário, não vai dar em NADA, em todo caso espero que haja a DESMILITARIZAÇÃO o quanto antes. Só tenho mais seis anos para ficar na PM.

      Excluir
    2. Sou obrigado a concordar com o anônimo das 20:19, digo, OBRIGADO infelizmente, no BRASIL a ONU manda e todos obedecem,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

      Excluir
    3. Acho que o companheiro das 15:49 não sabe o que a ONU faz, como também não seu papel no mundo, por isso ele concordou com o Safo.


      Excluir
    4. Amigão e irmão, das 17:09, eu sou o anônimo das 15:49/31/12/13, primeiro obrigado pelo "companheiro", segundo faço-lhe umas simples perguntas: Porquê mudaram os uniformes imitando outros países? Porquê mudaram as plotagens das viaturas retirando o nome "MILITAR"? Porquê as coberturas do efetivo do 5BPM eram azuis? Eu mesmo respondo, a ONU exigiu e o BRASIL, obedeceu. Boa noite a todos e um feliz ano novo longe do 13.

      Excluir
  36. 14º fazendo blitz ? assim os auditores gostam

    ResponderExcluir
  37. Governo quer pagar os atrasados agora, há há ha há , dinheiro do nosso aumento que não foi usado.

    ResponderExcluir
  38. No texto está escrito que a dificuldades de tramite dentro do congresso e senado, mas se não der o primeiro passo nunca irá avançar, ficaremos ouvindo e lendo sobre as dificuldades e os contra o projeto, o que fazer? o Brasil só funciona na pressão e nada mais que eficaz quem tem interesse por este projeto nós praças de todas as pm do Brasil, pressionar os governantes, e tem mais seria bom fazer uma pesquisa dentre os parlamentares de cada estado e saber quem e contra e quem e a favor da pec, escrevo isto por que 2014 e ano de eleição e como temos esta ferramenta chamada interne te estes nomes estariam nas redes sociais espalhados em todos os estados Brasileiros. Agora não acredito que a ONU esteja preocupado com desmilitarização de países em desenvolvimento por que eles tem algo piores para se preocupar principalmente com países asiático e africano que vivem em guerra civil, apesar que no Brasil morrem mais pessoas de violência do que em países em guerra.ASS MODESTO 15 anos de pmdf e já sou cabo.

    ResponderExcluir
  39. Senhores vamos entrar 2014 firmados em nossa TARTARUGA, não vale apena trabalhar mais nessa PM, pois a maioria já esta com mais de 20 anos de serviço, e não seremos mais valorizados, principalmente se esse DESGOVERNO DO PT GANHAR, aí vamos amargar mais 4 anos de humilhação. precisamos de união, vejam o que disse o SGT REVOLTADO acima, é pura verdade estamos no oceano perdido em um barquinho, ou nós teremos força e UNIÃO, ou vamos perder feio para esse PT MALDITO.

    ass: SGT com 23 anos só de rua, agora só na tartaruga ate aposentar. PT NUNCA MAIS

    ResponderExcluir
  40. Pela aprovação da PEC da PAZ - 51. A garantia de segurança pública de paz e eficiente!

    JÁ TEMOS 5312 ASSINATURAS!!!!!
    SE VOCÊ É PRAÇA OU OFICIAL QOA ASSINE!!!!!

    https://secure.avaaz.org/po/petition/Pela_aprovacao_da_PEC_da_PAZ_51_A_garantia_de_seguranca_publica_de_paz_e_eficiente/?cErXegb

    ResponderExcluir
  41. PT É O PIOR GOVERNO PARA A SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL!!!!!

    Domingo violento tem quatro assassinatos em 14 horas no Distrito Federal
    Os crimes ocorreram em Taguatinga, Recanto das Emas, Sobradinho e Guará

    Publicação: 30/12/2013 10:06 Atualização: 30/12/2013 16:12
    A Polícia Civil registrou pelo menos quatro homicídios no domingo (29/12) em um período de 14 horas. Os crimes ocorreram em Taguatinga, Recanto das Emas, Sobradinho e Guará.

    Em Taguatinga Sul, uma mulher de 49 anos foi atingida por um tiro quando saía de de uma clínica na CSE 6 com o marido e dois filhos. Por volta da 0h30, a vítima foi alvejada durante um assalto praticado por três bandidos. A mulher foi levada com vida para um hospital particular, mas não resistiu ao ferimento. O caso foi registrado na 21ª DP e ninguém foi preso.

    Mais tarde, por volta das 8h50 o corpo de um homem foi encontrado na DF-180, próximo à entrada da Embrapa, no Recanto das Emas. A polícia ainda não identificou o rapaz que morreu a tiros. A 27ª DP investiga o crime.

    Leia mais notícias em Cidades

    Na Quadra 10 de Sobradinho I, um homem de 39 anos foi morto a tiros na rua por volta das 14h20. A vítima morreu no local. O caso foi registrado na 13ª DP.

    Outro assassinato foi registrado na QE 38 do Guará II por volta das 14h30. Um homem de 23 anos foi atingido. Ele também morreu no local do crime. A 4ª DP investiga o crime.

    Assista à reportagem da TV Brasília

    ResponderExcluir
  42. Números do RÉVEILLON na Esplanada:
    -1.045 PM’s
    -79 BM
    -50 Agentes da PC
    - 00 (isso mesmo, ZERO auditores) DETRAN-DF
    Devem estar gastando todo dinheiro que muitos PM’s empurraram nos cofres daquela instituição, sem falar que a BOMBA sempre explode em nossas mãos, se alguém for a uma Delegacia a conversa é a mesma do ano passado, ou seja: estamos sem pessoal, as equipes estão nas ruas em ocorrência, o delegado não estar, aguarde aí sentado, MENTIRA !!! Estão todos curtindo, comendo a ceia em casa, com a namorada/namorado, e o resto da cidade QUE SE DANE, pois tens os OTÁRIOS dos GENÉRICOS pra fazer nosso serviço e do DETRAN, enquanto isso no PCS que fica ao lado de uma DP, do BRB, da AGEFIS, da SEFAZ, do DETRAN, dos TECPEN, e até do SLU, há uma dupla de PM’s MORTOS de FOME, ENDIVIDADOS, com uma viatura no ar, saindo pra ocorrência e deixando seu carro ainda por pagar e sem seguro exposto no estacionamento do posto, e é so brigas e ocorrências, e na DP as MÃES DINÁ dizem: não vai dar em nada, e o PM feito trouxa arriscando sua vida, sua saúde, arriscando pagar uma VTR nova em caso de sinistro, e ATIRA contra CARRO de BÊBADO em fuga no Sudoeste, e entra o ano novo já perturbado, agoniado, na expectativa de ser intimado ao DCC, Auditoria Militar, TJDFT, Conselho de Disciplina, PROCON, bar de dona priquitinha, etc, e por aí vai, ôh vida sem reconhecimento essa nossa!

    ResponderExcluir
  43. OBRIGADO AGNELO POR DEIXAR BRASÍLIA A CAPITAL MAIS PERIGOSA DO BRASIL!!!!

    30/12/2013 20h36 - Atualizado em 30/12/2013 20h36
    Homem é morto a facadas em Taguatinga, no DF
    Vítima chegou a pedir socorro em posto de combustíveis, mas não resistiu.
    Não há informações sobre número de perfurações e autoria do crime.

    Um homem foi morto a facadas na tarde desta segunda-feira (30) na CSG Norte, em Taguatinga, no Distrito Federal.

    Segundo testemunhas, a vítima chegou em um posto de combustíveis dirigindo um veículo.
    O homem chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Não há informações sobre número de perfurações nem autoria do crime. O caso é investigado pela 17ª DP.

    ResponderExcluir
  44. NOSSO MAIOR PROBLEMA É POR NÃO TERMOS UMA ASSOCIAÇÃO ÚNICA.

    POLIGLOTA A TROPA JÁ DESISTIU DA PROPOSTA DA ASSOCIAÇÃO ÚNICA?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, a resposta está dentro de você. Existe uma petição na lateral do Blog onde a vontade de cada um deve ser expressada na pesquisa e depois colocada na prática, se for o caso.

      Temos um universo de quase 20 mil homens entre policiais e bombeiros e somente 1042 mil assinaram ser favoráveis a criação da Associação Única. Pior, agora surgiu mais um grupinho, liderado por um "expert" em ideologia, tentando a todo custo desqualificar a criação da Associação Única e aliado a um outro grupinho falido que se dizia "dono da idéia". Até aí nada de surpresa, pois aqueles que não conseguem somar dividir é sua melhor tática.

      Então volto a repetir que a criação da ASSOCIAÇÃO ÚNICA só dependerá de cada um dos senhores que aí estão. SINDICATO? Quem sabe o dia que essa polícia for desmilitarizada.

      Tá vendo como entre ideologia e realidade existe um abismo enorme?

      Abraços

      Excluir
  45. PT É O PIOR PARTIDO PARA A SEGURANÇA PUBLICA NO BRASIL!!!!
    O NÚMERO DE HOMICÍDIOS AUMENTO 52% EM 10 ANOS!!!!

    30/12/2013 19h37 - Atualizado em 30/12/2013 19h37
    Motorista é atingido por tiro enquanto dirigia e morre em Ceilândia, no DF
    Caso ocorreu no Sol Nascente; veículo chegou a bater em um açougue.
    Vítima foi atingida na cabeça; não há informações sobre autor do crime.
    Do G1 DF


    1 comentário
    Um homem foi morto a tiros na tarde desta segunda-feira (30) enquanto dirigia um carro próximo à chácara 140, em Sol Nascente, em Ceilândia, no Distrito Federal. Após ser atingida, a vítima perdeu o controle do veículo, que se chocou contra a parede de um açougue na região.

    Segundo a polícia, o homem de 32 anos foi ferido na cabeça. Não há informações sobre a quantidade de tiros que ele recebeu nem pistas sobre motivação e a autoria do crime.
    Nenhuma pessoa se feriu no momento em que o carro atingiu o muro do açougue. A 23ª DP investiga o caso.

    ResponderExcluir
  46. A REESTRUTURAÇÃO DA CARREIRA QUE SERA ENCAMINHADA SERÁ A DO CABO DEPUTADO PATRÍCIO, TUDO ISSO É JOGADA POLÍTICA, VOCÊS SE LEMBRAM QUE A LEI 12086( REALINHAMENTO) FOI APROVADA NO ÚLTIMO DIA QUANDO TODOS FALAVAM QUE SERIA IMPOSSÍVEL ELA SER APROVADA. O PT PODE SER TUDO MAS ELES NÃO SÃO MENTECAPTOS DE PERDER EM TORNO DE 200,000,00 (DUZENTOS MIL) VOTOS DOS MILITARES DO DF.


    PODEM TER CERTEZA COMO JOGADA POLÍTICA NO ÚLTIMO INSTANTE E COMO FORMA DE LIMPAR A BARRA DO CABO DEPUTADO PATRÍCIO A REESTRUTURAÇÃO DE SUA AUTORIA SERÁ ENCAMINHADA PARA APROVAÇÃO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS FEDERAIS.

    QUEM VIVER VERÁ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo ?
      E quem disse que apenas com isso o PT, e o Patrício vão recuperar a confiança dos 200.000 votantes ??

      Leia seu próprio comentário. É REPUGNANTE !!!

      Vocês petistas comissionados nos tratam como reles números, e não somos.

      Somos 200.000 pessoas que foram mal tratadas e humilhadas por vocês PETISTAS.

      Vocês pagarão caro por isto. Em 2014 :
      Vamos arrancar vocês das cadeiras comissionadas.
      Vamos arrancar vocês das TETAS DA LOBA DO GDF.


      ELIOMAR RODRIGUES
      NMU
      cb 23 mil

      Excluir
    2. Calma Eliomar vc estar alucinado para tomar o lugar dos comissionados e MAMAR NAS TETAS DA LOBA.

      Excluir
  47. Senhores, gostaria de colocar a disposição dois artigos muito recentes. No primeiro, um ex comandante geral vem dizer porque a PM nao deve ser desmitalirizada. E interessante a se observar pelos apoiadores da anti-desmilitarização é que sao em geral oficiais e o discurso é sempre vazio, nao se fundamentam em nada, só mera auto convicção.
    http://www.defesanet.com.br/mout/noticia/13636/Depreciar--desmerecer--desmilitarizar/

    E o segundo, veio em resposta a esse, por um professor de historia e integrante de PSOL. Como sempre, os apoiadores da desmilitarização são os mais variados sujeitos das mais variadas ordens, com analises baseadas em fatos e dados.
    http://www.defesanet.com.br/mout/noticia/13637/Desmilitarizar---Medida-Urgente/

    ResponderExcluir
  48. Espero que essa desmilitarização demore uns três anos para que eu possa concluir o meu curso de soldado e ainda tirar uns serviços nas viaturas fardado. Recrutinha.

    ResponderExcluir
  49. Bom dia Poliglota e um excelente ano novo a todos,
    Tenho um amigo do 11º BPM (Samambaia) que tem um a monografia de conclusão do curso de Direito apresentada há 5 anos atrás, esta trata da parte legal da desmilitarização, seria interessante convidá-lo para apresentar os principais pontos à luz do direito, pois só assim os ditos "gestores" saberão que há uma grande diferença entre ser policial e ser militar, essa monografia mostra que o policial vive em "dois mundos" um da cancela da guarda para dentro e outro da cancela para fora. uma dicotomia constante de pensamento e ações, onde deve moldar-se a um militarismo arcaico e ditador de um sistema de exceção (guerra, sítio etc..) e ao mesmo tempo ser cordial e sociável com os "CIDADÃOS" chamados de "paisanos" pelo militarismo. é fantastico o pensamento e a análise jurídica deste trabalho do nosso nobre colega que tem 18 anos de polícia (de rua). irei conversar com ele se há a possibilidade dele disponibilizar para conhecimento de todos e amadurecimento de poucos que ainda querem cobrir o olho direito (continência) ao invés de saudar uns aos outros como pessoas civilizadas.

    ResponderExcluir
  50. Bom dia meu amigo e Feliz 2014 à você e família,

    Sempre somar é melhor do que dividir, sem dúvidas. Fique a vontade para pedir ao nosso colega para entrar em contato comigo no telefone 8424-8551 que podemos trabalhar essa informação aos companheiros.
    Estarei aguardando.

    Grande abraço e Feliz 2014,

    Poliglota...

    ResponderExcluir

1 – Para comentar no Blog do Poliglota você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Serão eliminados do Blog tenpoliglota2012 os comentários que:
A - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;
B - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;
C - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;
D - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.
E – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

3 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:
A - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:

1 – No Blog tenpoliglota2012, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor, com os devidos ajustes;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

Os comentários estão liberados, no entanto àqueles que afetarem diretamente a honra e a imagem de quaisquer pessoa, física ou jurídica, àqueles que atentarem contra o decoro da classe, a honra e o pundonor militar serão MODERADOS.
tenpoliglota2012@gmail.com